dez
21

VIOLÊNCIA (DE) POLICIAL NO GUADALUPE

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Olinda     Tags

Tradicionalmente, há dez anos, todo primeiro sábado do mês o Ponto de Cultura Coco de Umbigada realiza a Sambada de Coco do Guadalupe – uma brincadeira popular que vem do Terreiro da Umbigada e é compartilhada com a comunidade, além de difundir o Coco e reunir coquistas. Na última Sambada, o policial militar Joabe Porfírio, conhecido como ‘Abinho’, chegou ao local completamente embriagado e acabou a brincadeira na tapa e na bala, atirando a esmo.
O dito policial agrediu brincantes, quebrou microfones, ameaçou pessoas e afirmava que “essa macumba tem que acabar”. Houve muito tumulto e revolta por parte da comunidade que apóia a Sambada e aproveita o evento para comercializar os seus produtos e garantir sustento das suas famílias. O arruaceiro evadiu-se antes da chegada da guarnição policial para não ser diligenciado.
A polícia existe, em tese, para proteger os cidadãos. Mas o que vemos são policiais que intimidam, que agridem, matam e exterminam pessoas porque têm em seu poder uma arma e o sentimento de impunidade. Inúmeros policiais como esse, em todos os locais, têm um histórico de violência na comunidade e continuam na ativa, portando arma e intimidando a população.

Envie um comentário

Redes Sociais:

Manu

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: