Navegando todos os artigos dos fevereiro, 2012
fev
29

BISPO ENTERRADO NO MORADA DA PAZ

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags


Obispo Anglicano, Dom Robinson Cavalcanti e a sua esposa, Mirian Cavalcanti, assassinados no último domingo pelo filho adotivo do casal, foram sepultados na tarde desta quarta-feira (29), no Cemitério Morada da Paz, na cidade do Paulista.

Pela manhã, na Paróquia Anglicana Emanuel, no Bairro Novo, em Olinda, centenas de pessoas superlotaram o local para acompanhar o velório e o ofício fúnebre do casal. A cerimônia religiosa foi  comandada por pastores daquela denominação religiosa. Pelo menos 50 pastores estiveram presentes e se revezaram nas homenagens.


À tarde, uma multidão ainda maior, formada por fiéis, amigos, parentes e pastores Anglicanos esteve no Cemitério Morada da Paz para o sepultamento de Dom Robinson e Mirian Cavalcanti. Os corpos do casal chegaram numa viatura do Corpo de Bombeiros.

fev
29

TRANSPARÊNCIA E CONTROLE SOCIAL

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags


Acontecerá nesta sexta (02) e sábado (03), a 1ª Conferência Municipal sobre Transparência e Controle Social (Consocial). O evento será realizado na Faculdades Integradas Barros Melo/AESO, no bairro de Jardim Brasil II (Avenida Transamazônica, 405) e terá como tema “A Sociedade no Acompanhamento e Controle da Gestão Pública”.

A Conferência, promovida pela Secretaria do Orçamento Participativo, Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, e Controladoria Geral de Olinda, será aberta na sexta-feira, às 18h. No sábado os trabalhos serão iniciados às 8h e se estenderão até às 18h.


Na programação, a discussão de quatro eixos temáticos: 1) Promoção da transparência pública e acesso à informação e dados públicos; 2) Mecanismos de controle social, engajamento e capacitação da sociedade para o controle da gestão pública; 3) Atuação dos conselhos de políticas públicas como instância de controle e, 4) Diretrizes para a prevenção e o combate à corrupção.


O evento foi pouco divulgado, mas as inscrições ainda podem ser feitas pela internet, enviando a solicitação (constando nome, entidade, endereço e telefones) para o e-mail: comunicacaoop@gmail.com. São ofertadas apenas 80 vagas. A inscrição presencial terminou na tarde desta quarta-feira (29), na Biblioteca Pública de Olinda, localizada na Avenida Liberdade, 100, Carmo. Foram disponibilizadas 70 vagas. Mais informações pelo telefone (81) 3429-6053.
fev
29

PERNAMBUCO É A LAS VEGAS DO BRASIL

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags

*Álvaro Figueiredo Maia de Mendonça
(Químico Industrial/Aposentado)


Antes de ater-me e justificar o título do Artigo, quero expressar a minha revolta (ainda) aos oito anos do Governo Lula, que deu o monopólio da exploração de jogos de azar à Caixa Econômica federal (CEF).

Ao mesmo tempo em que concedeu o monopólio à CEF, retirou do Governo o poder moral e a autoridade para punir qualquer outro que se disponha a patrocinar os jogos de azar.

Atualmente a CEF explora diversas loterias, semanalmente, entre elas:

Quina = com sorteio diario;
Lotofácil = três vezes por semana;
Dupla Sena = duas vezes por semana;
Mega Sena = duas vezes por semana;
Loteria Federal (Jogo do Bicho) = duas vezes por semana;
Loteca (Jogos de futebol) = uma vez por semana;
Raspadinhas = estas são muito mais divulgadas e comercializadas no final do ano.

Seria mais racional e transparente oficializar, também, todos os outros jogos. Dessa forma, a receita entraria nos cofres da União e dos Estados. Hoje, com excessão da CEF, todo e qualquer explorador de jogos de azar é infrator da lei e se for flagrado será preso e multado.

Agora, especialmente no Recife, em Olinda, Jaboatão dos Guararapes e outras cidades da Região Metropolitana, os jogos de azar fazem parte do dia a dia das pessoas; as apostas acontecem escancaradamente em toda e qualquer esquina, onde há bancas de bicho, que além dessas apostas, vendem a conhecida Pernambuco da Sorte.

Nos fundos das lojas, bares, restaurantes e botecos existem as conhecidas máquinas caça-níqueis e bingos. Até a nossa respeitosa Rádio Clube AM transmite diariamente os resultados dos três sorteios do Jogo do Bicho. Aos domingos, os sorteios do Pernambuco da Sorte acontece ao vivo e é transmitido por três emissoras de TV.

Como explicar tal coisa? Tal impunidade? Das duas, uma: ou as autoridades policiais, de alguma forma, foram orientadas a fazer vista grossa para o vem acontecendo ou existe mesmo o interesse do Governo em manter toda essa jogatina. 

Se de um lado o cidadão comum e os jogadores perdem, na outra ponta tem gente ganhando muito dinheiro, sem recolher um único centavo de impostos.


fev
28

DHPP INVESTIGARÁ MORTE DE BISPO

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags


O delegado José Prado, titular da 6ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), será o responsável pelas investigações do assassinato do bispo Dom Robson Cavalcanti e da sua esposa Mirian Nunes Machado Cotias Cavalcanti.
O caso foi registrado inicialmente pelo delegado Josedite Ferreira, do DHPP e por isso o inquérito ficará no mesmo órgão, não sendo necessário encaminhar para a Delegacia de Olinda, responsável pela área onde aconteceu o crime.
Dom Robson e a sua esposa foram mortos na sua residência, no bairro de Jardim Fragoso, no domingo (26). O principal suspeito é o filho do casal, Eduardo Cavalcanti, que após cometer o crime tentou o suicídio. Ele está internado no Hospital da Restauração, no Derby, e respira com a ajuda de aparelhos.

fev
28

ENTERRO DE DOM ROBSON, AMANHÃ

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags


A Igreja Anglicana divulgou, ontem à tarde, a data e horário do sepultamento do bispo Dom Robinson Cavalcanti e sua esposa, assassinados na noite do último domingo (26), pelo filho adotivo do casal, Eduardo Cavalcanti, de 29 anos. 
O velório está acontecendo na Paróquia Anglicana Emanuel, localizada na Rua São Miguel, 15 – Farol, aqui em Olinda. O sepultamento acontecerá às 16h de amanhã, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista.
O bispo e a sua esposa, a professora Mirian Nunes Machado Cotias Cavalcanti, ambos com 64 anos, foram assassinados na sua residência, localizada na Rua Barão de São Borja, 305 – Jardim Fragoso. 

fev
27

OLINDA JÁ SABE. OU NÃO?

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags


Exatamente no dia 11 de março, o diretório municipal do PT olindense vai se reunir para decidir o destino eleitoral da legenda para a campanha deste ano. Em seguida fará o anúncio daquilo que já está decidido, faz tempo, e que os eleitores já sabem.
O encontro é para discutir se o PT lançará candidatura própria à prefeitura ou se continuará ao lado do PCdoB, com Renildo Calheiros (PCdoB) disputando a reeleição.

Talvez (e é bem provável) que o partido decida rifar a deputada estadual Teresa Leitão e ficar com Renildo. Hoje, todos sabem que a possibilidade de candidatura própria é rejeitada pela maioria do diretório olindense.

A questão é pragmática: os petistas, com poucas chances de vitória, estão de olho na manutenção dos cargos que abocanhou na estrutura municipal. Se optar pela candidatura própria, a militância perderá a boquinha.

fev
27

REASSUME CARGO DE PROCURADORA

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags


A ex-prefeita Jacilda Urquisa (PMDB) é procuradora municipal. Esteve afastada do cargo durante a sua administração e quando no exercício do mandato de deputada estadual. Mas já avisou que retomará as suas funções, possivelmente, a partir de janeiro de 2013.

Por enquanto, nesses próximos quatro meses, dará atenção especial à pré-candidatura da filha, Isabel, à prefeitura. 
Depois das convenções partidárias deverá se engajar na campanha do candidato da União das Oposições de Olinda, sendo ele a sua filha ou outro qualquer que seja escolhido pelo grupo.

fev
27

REJEITADOS SÃO ELES

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags


Parece que o prefeito Renildo Calheiros (PCdoB) não está muito preocupado com a barulheira que as pré-candidaturas da Oposição vêm fazendo. Ele não acredita na rejeição do eleitorado à sua administração e espera provar isso se reelegendo.

Renildo parece que nem se abalou com o resultado da pesquisa Exatta realizada no início deste mês e que apontou uma rejeição de 57% à sua administração. 
Apesar de ser rejeitado por 43% do eleitorado, o comunista é o primeiro na intenção de votos. Mas se a eleição fosse realizada agora, ele não teria condições de liquidar a fatura no primeiro turno.

fev
27

BURAQUEIRA NO PASSARINHO

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags


A periferia de Olinda sempre recebeu pouca atenção da administração municipal. Um dos exemplo é a Estrada do Passarinho, no bairro de Caixa D’água. Entra governo, sai governo e a via não recebe a atenção da prefeitura.

A Estrada está completamente esburacada, dificultando o tráfego de veículos e pedestres. Os pedidos de recuperação da via são constantes, mas a prefeitura não escuta e não atende.

Talvez agora, com a proximidade da eleição, o administrador de plantão possa autorizar a realização de alguma maquiagem naquela via em troca dos votos do eleitorado da localidade. Esperemos!

fev
27

ESTACIONAMENTO PROIBIDO PRÁ QUEM?

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags


A falta de fiscalização leva os motoristas a não respeitarem as regras de trânsito. Muitas vezes, os engarrafamentos ocorrem nas avenidas Getúlio Vargas, Carlos de Lima Cavalcante e José Augusto Moreira por conta dos estacionamentos, proibidos, ao longo da vias.

Quem mais desobedece são os veículos que fazem cargas e descargas de produtos para as lojas.

fev
25

TRIBUTO A "DONA" MONTE

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags

Edson Oliveira OFS, Psicólogo



Em 20 de novembro do ano de 1884, às 16h30, Galdino José Burity, casou-se com Juventina Rogaciana Marques, na casa do ‘Professor Trajano’, na Rua de São Bento nº 7. Quem celebrou o casamento foi o vigário da Graça Pª Veloso. Foram testemunhas o Capitão Trajano Felippe Nery de Barcellos e Antônio Cassemiro de Olinda Barcellos. O senhor Galdino, viúvo, era pai de sete filhos: Galdino, Luiz, Justiniano, Zacarias, Maria José, Martha e Virgínia Burity.

Com este novo enlace matrimonial nasceram os filhos José, Estevão, Alberto, Carlos, Maria do Carmo, Cecília Burity e, finalmente às 8h de 30 de agosto de 1912, nascia a caçula do casal, Maria do Monte Marques Burity. Chedgou e viu a luz pelas mãos da parteira Ângela, em casa, na Rua de Baixo, ou seja, Rua Coronel Joaquim Cavalcante nº 38.

Batizou-se no segundo domingo de outubro, dia 13,. em 1912, na Capela de São Francisco, pelo reverendo Frei Humberto (OFM), sendo vigário da Paróquia de São Pedro Martir e Frei Cornelis Veivis (OFM). Seus padrinhos foram André da Silva Dutra e Guilhermina Vieira Dutra Santinha. Dois anos depois, em 1914, foi crismada na Paróquia de São Pedro Mártir, pelo arcebispo Dom Luiz Raimundo de Brito. Aos 17 de setembro de 1916, quando tinha apenas quatro anos, recebeu os bentos Carmelitas.

Começou os seus estudos em 1919, na Rua 27 de Janeiro, tendo como professora Marieta Lumbo, transferindo-se para Ribeira, onde continuou os seus estudos com a professora Maria das Mercês Carneiro da Cunha, concluindo o exame final em 02 de dezembro de 1922.

Aos 15 anos, foi para o centro profissional, anexo ao Colégio de Santa Tereza, para aprender trabalhos manuais, no qual recebia pelos bordados. A Superiora da época era a Irmã de Caridade, Cecília Furquim. Aí aprendeu a bordar em fio de ouro e conheceu a amiga Anita Batista, que depois foram morar juntas. Começou a pintar e desenhar, passando a fazer bordados e desenhos sacros e de estandartes carnavalescos das cidades de Olinda, Recife e Vitória de Santo Antão. Passou a ser professora profissional na Prefeitura de Olinda,  onde se aposentou, após ensinar em vários bairros da Cidade Patrimônio Cultural.


Foi integrante da Ordem Franciscana Secular de Olinda (OFS), a mais antiga do Brasil, além de ter feito parte das seguintes associações religiosas: Irmandade do Senhor Bom Jesus do Bonfim, Irmandade da Terra Santa, Apostolado da Oração do Sagrado Coração de Jesus e Filha de  Maria entre outras.

Em 1990, fa homenageada do carnaval de Olinda, tendo recebido a placa no Baile Municipal, realizado no Mercado Eufrásio Barbosa. Entre os trabalhos confeccionados  por ela destacam-se os estandartes carnavalescos de Coqueirinhos de Beberibe (Recife-1973), Pitombeira dos Quatro Cantos (1974 e 1980), o Clube dos Motoristas de Vitória de Santo Antão (1976), Lenhadores do Recife (1977), Galo da Madrugada (1978), Clube das Pás Douradas (1979), A Girafa de Vitória de Santo Antão (1980), Vassourinhas de Olinda (1981), Marim dos Caetés (1982), Lavadeiras de Areias (1987), Engate Nela (1987); fantasia completa (com gravata bordada) do personagem Doutor Alegria – O Amigo das Crianças Especiais; mantos do Senhor Bom Jesus dos Passos do Recife e do Senhor Jesus dos Passos de Olinda; mantos para Sta. Maria Madalena, São João Evangelista e Nossa Senhora das  Dores da Ordem III de São Francisco de Olinda; frontais para altares da Igreja do Bonfim, Capela  de São Roque OFS e Igreja do Espinheiro (Recife), além de estolas eparamentos para sacerdotes de  várias ordens religiosas. Confeccionou a bandeira de Olinda e do Vaticano para Ordem III e o Pendão da Irmandade do Senhor Bom Jesus dos Passos de Olinda, dentre outras.


Residiu nas principais ruas da Cidade Alta: ruas de São Francisco, Prudente de Morais, São Bento, 27 de Janeiro, Coronel Joaquim Cavalcante, Bom Jesus e a tradicional Rua do Amparo. Terminou os seus dias à Rua Almirante Tamandaré nº 50, ao lado da Capela de Santana, na beira mar, em Rio Doce, com sua afilhada Albanita Oliveira, a qual também borda com novas técnicas.

“Dona Monte”, como era conhecida, recebia dezenas de trabalhos de pintura, realizando-os com o maior carinho e a simplicidade de uma verdadeira e humilde franciscana secular.


Parabéns, com muita paz e bem, pelo seu exemplo de perseverança. Olinda não pode esquecê-la, pois é um verdadeiro Patrimônio Cultural Vivo da nossa cidade e do  Estado de Pernambuco.


Saudações Fraternas com muita gratidão. Paz e Bem!



* Às 17h30 do dia 23 de novembro  de 2010, foi confirmado por médica do SAMU o óbito de “Dona Monte”, na sua residência, situada à rua Almirante Tamandaré, 50, Rio Doce. Foi sepultada  dia 24, às 16h30, no Cemitério da Ordem Franciscana Secular de Olinda, anexo ao Convento Franciscano.
fev
25

TRISTE LEMBRANÇA DO CARNAVAL

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags

Um comentário do amigo Edson Oliveira, que não poderia deixar de registrar:
 “No carnaval de Olinda faltaram banheiros químicos na Cidade Alta (Sítio Histórico). Em plena luz do dia os homens estavam urinando em frente às senhoras, meninas e crianças que passavam pelo conhecido Beco das Cortesias, que liga as ruas do Bomfim e do Amparo,alí, antes dos Quatro Cantos. Em outras ruas (muitas, inúmeras) a cena era a mesma, semelhante.
Já na Rua do Sol e na Avenida Sigismundo Gonçalves, no Carmo, o fluxo de veiculos era intenso, desorganizado e sem disciplinamento por parte dos que fazem a Secretaria de Transporte de Olinda.

Inclusive, no domingo à tarde, a bagunça foi responsável pelo “não desfile” do Bloco da Saudade em plena Rua do Sol. Os veiculos eram os “donos do pedaço” e queriam invadir o cordão do bloco, em total desrespeito aos foliões.

fev
25

CADÊ A CELPE, GENTE?

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags

A Celpe também não colaborou com o Carnaval olindense. Um fiasco! No domingo faltou energia (elétrica) às 4h.
Ficaram ‘nas trevas’ a Ladeira da Misericordia, parte das ruas do Bomfim, Amparo e Treze de Maio. A ‘luz’ só retornou após às 20h, quando foi trocado um transformador na Ladeira da Misericordia – após protestos dos moradores, que perderam vários alimentos acondicionado nos freezers e geladeiras.
“Esta gestão municipal deixa muito a desejar. Olinda não merece isso”, lamenta o psicólogo Edson Oliveira.

fev
23

AINDA BEM! O MUNDO SÓ ACABARÁ EM 2019

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags

Nos últimos anos, tem sido grande a discussão sobre o fim do mundo, baseada, sobretudo, nas previsões da civilização Maia. De acordo com os registros deixados por aquele povo indígena, com avançados conhecimentos de matemática e astronomia, o fim está previsto exatamente para o dia 21 de dezembro de 2012.

Os Maias tinham dois calendários, complexos e cheios de detalhes. Um deles, dividido em ciclos que se renovam a cada 5.124,4 anos. Eles acreditavam que a cada fim de ciclo haveria destruição… e reconstrução. O atual começou em 13 de agosto do ano de 3.114 a.C e será concluído exatamente dentro de dez meses, em 21 de dezembro de 2012.

Estes relatos pré-históricos serviram de mote para a publicação de inúmeros livros e o lançamento de alguns filmes sobre o assunto. O direcionamento, os pontos de vista e os comentários dos autores são os mais diversos, um verdadeiro exercício ficcional. De verdade, mesmo, só especulações, conjecturas e o sucesso de vendas. Mas se as previsões Maia se confirmarem, será péssimo (também) para os autores das obras, que não terão tempo de gastar todo o dinheiro que arrecadaram.

Estardalhaços e especulações à parte, é bom ressaltar que os Maias, segundo os especialistas no estudo dos escritos deixados por aquela civilização pré-colombiana, não previram o “fim do mundo” no seu sentido literal. Nos documentos eles relatam que, ao término de uma era e o começo de outra, ocorrerá o retorno do deus Bolon Yokte, divindade vinculada à criação e à guerra. No livro de Chalam Balam está previsto que ao final deste ciclo a Divindade Suprema retornará à Terra para anunciar uma nova era. Será o dia do juízo final?

Aliás, livros conhecidos dos cristãos também relatam previsões semelhantes, de guerras, fim dos tempos e volta do Messias. A Bíblia, no Evangelho de Mateus (24: 4-14) fala sobre o princípio das dores: “Acautelai-vos, que ninguém vos engane, porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e rumores de guerras; não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não será o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes, e pestes, e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores”.

Mais à frente diz que “…logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; e todos os povos da Terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória” (Mateus 24: 29-30).

Na obra espírita “A Gênese” também há registro da “chegada dos tempos”: “Quando se vos diz que a humanidade chegou a um período de transformação e que a Terra deve elevar-se na hierarquia dos mundos, não vejais nada de místico nessas palavras, mas, ao contrário, a execução de uma das grandes leis fatais do universo, contra as quais toda a malquerença humana se abate” (Capítulo XVIII, item 8).

MAS NÃO SERÁ EM 2012

As especulações sobre as supostas ”profecias do fim” em 21 de dezembro de 2012 foram rejeitadas e receberam uma nova interpretação – ou uma nova versão do médium brasileiro Francisco Cândido Xavier. No livro “Não será em 2012”, de Marlene Nobre e Geraldo Lemos Neto, está o relato do médium aos autores, apontando que a data-limite (ou o “ano da grande abominação”) será, não agora, mas em julho de 2019.

O livro “Não será em 2012” foi lançado no ano passado (2011), pela Fé Editora. Tem sete capítulos, distribuídos em apenas 79 páginas. É, na verdade, a compilação e reprodução de artigos e entrevistas publicadas no periódico Folha Espírita. O objetivo de Marlene e Geraldo é apresentar as revelações de Chico Xavier sobre o fim dos tempos e o futuro da humanidade, ouvidas por eles em momentos distintos. Acredito que a proximidade da data-limite prevista pelos Maias, deixou os autores ansiosos, levando-os a apressar-se na divulgação da versão do médium, deixando de lado, até, uma revisão gramatical mais atenta do trabalho. Mas por que só divulgaram agora, o que já sabiam há mais de 25 anos?

Os autores são espíritas. Marlene Nobre preside a Associação Médico-Espírita do Brasil. Trabalhou diretamente com Chico Xavier durante quatro anos (1958-1962), mas sempre manteve com ele um relacionamento estreito, chegando a entrevistá-lo, para matérias e artigos publicados na Folha Espírita, durante 23 anos. No livro ela reedita uma entrevista de 1992, quando o médium revelou a importância que terá o Brasil n(ess)a Nova Era.

Geraldo Lemos Neto fundou a Casa de Chico Xavier, em Pedro Leopoldo (MG) e foi editor de vários livros do médium, pela Vinha de Luz Editora. Segundo o próprio, conheceu Chico ainda na juventude, quando passou a hospedar-se com regularidade na sua casa, em Uberaba (MG). Dele ouviu vários relatos, mas o que mais o impressionou ocorreu em 1986 e tratava justamente das mudanças que estão por vir, em 2019.

Não será em 2012”fala um pouco do processo de transição da Terra, que terá culminância em 2019. Traz informações importantes e interessantes. Mas, para os não espíritas, a leitura pode ser um tanto cansativa, enfadonha, por conta do caráter, digamos, doutrinário com que Chico e o seu mentor Emmanuel relatam os fatos.

Entre outras, fala-se da luta do bem contra o mal; das profecias de Jesus, da necessidade dos homens de reorientar a maneira de pensar e viver e das responsabilidades individuais para a ascensão espiritual da humanidade, a partir da busca e manutenção da paz. Alerta que a situação será mais ou menos dolorosa, com mais ou menos sofrimentos, dependendo das escolhas de comportamento que fizermos – de hoje até lá.

O livro começa com “Os Maias e o ano de 2012”, relatando um pouco das previsões daquele povo (Capítulo 1). O Capítulo 2 nos fala da “Renovação Moral: a essência na nossa evolução”, baseada numa entrevista dada pelo espírito Emmanuel na década de 1950, onde dá ênfase às lições de Jesus e, em certo trecho, pede discernimento ao homem e afirma que a renovação moral é essencial à evolução. O teor do Capítulo 3 é “Bíblia tem explicações sobre momento de transição em que vivemos”, aberto com uma citação de Emmanuel, do livro Caminho da Luz. O Capítulo 4 traz “As profecias do Cristo” contidas em trechos dos Evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas.

As “Revelações de Chico Xavier mostram que o futuro da Terra está nas mãos do homem” estão no Capítulo 5. No seu relato, diz que o destino da humanidade dependerá do caminho que escolhermos para trilhar: o da sabedoria e do amor ou o da ignorância e do ódio. No Capítulo 6 estão “Importantes testemunhos sobre o papel do Brasil na Nova Era”, a partir da visão dos espíritos sobre o país e a sua “missão espiritual”. Finalmente, o Capítulo 7 trata das “Revelações de Chico Xavier sobre o papel do Brasil na transição”. E aqui, um relato nada animador para nós, brasileiros: a divisão do país e cessão de terras aos estrangeiros.


O QUE ESTÁ POR VIR

Os capítulos 5 e 7 são, na minha opinião, os mais interessantes. No primeiro, a confidência do médium a Geraldo Lemos, em 1986, é importantíssima. Relata que em 20 de junho de 1969, quando o homem chegou à Lua (a data está incorreta), ocorreu uma reunião de entes superiores para definir o destino da Terra:


o Governador Espiritual da Terra, que é Nosso Senhor Jesus Cristo, ouvindo o apelo de outros seres angelicais de nosso Sistema Solar, convocara uma reunião destinada a deliberar sobre o futuro de nosso planeta; (…) Depois de muito diálogo entre eles foram dadas diversas sugestões e, ao final do celeste conclave, a bondade de Jesus decidiu conceder uma última chance à comunidade terráquea; (…) Nosso Senhor deliberou conceder uma moratória de 50 anos à sociedade terrena, a iniciar-se em 20 de julho de 1969, e, portanto, a findar-se em julho de 2019” (p. 50).

Chico Xavier prevê, até lá, que a humanidade, dependendo da decisão que tomar, poderá sofrer com uma guerra nuclear. Tomando uma outra decisão experimentará avanços, terá total acesso à informação, haverá soluções para problemas de ordem social, como a fome e a pobreza; e a descoberta de cura para doenças do corpo físico através da manipulação genética. Irmãos de planetas mais evoluídos também terão permissão para se apresentar a nós e oferecer tecnologias novas.

Com relação ao Brasil o médium faz previsões nada animadoras e afirma que o país sofrerá com os efeitos das catástrofes que estão por vir e deixará de ter a atual extensão. A maior parte do território será dividido entre outras nações:


“Nosso Brasil, como o conhecemos hoje, será então desfigurado e dividido em quatro nações distintas. Somente uma quarta parte de nosso território permanecerá conosco (…) Os norte-americanos, canadenses e mexicanos ocuparão os Estados da região Norte do país, em sintonia com a Colômbia e a Venezuela. Os europeus virão ocupar os Estados da região Sul, unindo-os ao Uruguai, à Argentina e ao Chile. Os asiáticos, notadamente chineses, japoneses e coreanos virão ocupar o nosso Centro-Oeste, em conexão com o Paraguai a Bolívia e o Peru. Por fim, os Estados do Nordeste serão ocupados pelos russos e povos eslavos” (p. 54-55).
No Capítulo 7, Chico Xavier diz que o Brasil vai ficar limitado apenas a alguns Estados da região Sudeste, Centro-Oeste e Sul. O país será composto apenas de Minas Gerais, São Paulo, Goiás/Distrito Federal e um pedaço dos Estados do Rio de Janeiro e do Paraná. (p. 74).

CONCLUSÃO

A obra dando publicidade à revelação feita por Chico Xavier e contestando a data da previsão Maia é interessante. Vem somar às discussões atuais sobre o tema. Acreditar em uma delas, ou desacreditar das duas, caberá a cada leitor, de acordo com as suas convicções.

Sem querer desmerecer ou colocar em dúvida a veracidade das informações contidas na obra, a mesma nos leva a pelo menos quatro questionamentos:



1) Por que o próprio Chico Xavier não fez a divulgação do que soube dos espíritos?
2) Qual ou quais motivos o levaram a manter essas informações, obtidas em 1969, em segredo?
3) Por que Geraldo Lemos, ao ouvir o relato do médium não o convenceu a divulga-lo?
4) Por que o autor somente agora, 25 anos depois de escutar tal relato,  veio divulga-lo? Havia motivo para guardar o segredo por tanto tempo? Havia alguma nesse sentido?

No início afirmamos que, talvez, a pressa (tardia) na divulgação da versão de Chico Xavier sobre o “fim dos tempos” levou os autores a deixar de fazer a revisão do texto. Além da pontuação, de erros gramaticais e de digitação, também encontramos alguns equívocos de datas, como os da Profecia Maia (Citada como 22 de dezembro, quando o correto é 21 de dezembro) e da chegada do homem à Lua (20 de julho de 1969 e não 20 de junho, como foi citado). Mas de forma nenhuma esses erros prejudicam o trabalho.


Vale a pena a leitura!




fev
17

RICARDO COSTA: CANDIDATO FORTE À PMO?

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags

Na sua coluna Fogo Cruzado, da última quarta-feira (15), o jornalista Inaldo Sampaio afirma, na nota ‘A Condição’:
“Até as pedras de Olinda sabem que o único nome viável para enfrentar o prefeito Renildo Calheiros (PCdoB), com chance de vitória, é o deputado estadual Ricardo Costa (PTC), que só aceitaria numa condição: com apoio de Eduardo Campos.”
Discordo e não entendo esse raciocínio matemático do nobre colunista.
Como poderia o deputado Ricardo Costa ser “o único nome viável para enfrentar o prefeito Renildo Calheiros (PCdoB), com chance de vitória”, se na pesquisa realizada pelo Instituto Exatta e publicada na Folha de Pernambuco na edição de segunda-feira (13), o parlamentar aparece com apenas 5% e 7% de intenção de voto, nos dois cenários do levantamento estimulado?
No primeiro cenário, Costa obtém 5% de intenção de voto, ficando atrás de Alf (12%) e de Arlindo Siqueira (11%). Somente no segundo cenário, com a retirada dos nomes de Arlindo (PSL), Armando Sérgio (DEM), Gustavo Rosas (PPS) e Antônio Rego (PDT), o deputado melhora a performance, obtendo a preferência de 7% do eleitorado. Mesmo assim, ainda fica atrás de Alf, que apresenta pouco mais do que o dobro do percentual conquistado pelo parlamentar (15%).
É preciso, também, levar em consideração que Ricardo Costa nunca disputou uma eleição à prefeitura e é muito pouco conhecido nas Olindas, diferentemente de Alf, que já foi vereador por mais de uma vez e deputado estadual, e Arlindo Siqueira, que já exerceu o cargo de vice-prefeito e também foi vereador.
Outro detalhe: Costa nunca demonstrou empolgação para a disputa e nem disse abertamente que tem interesse na prefeitura. Talvez queira mesmo, apenas, demarcar o seu território.
fev
17

ÔNIBUS: ITINERÁRIOS ALTERADOS

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags

Apartir desta sexta-feira (17), o itinerário de 23 linhas de ônibus que trafegam pelas avenidas Olinda e Sigismundo Gonçalves, ruas do Sol e do Farol e um trecho da Avenida Getúlio Vargas passarão por mudanças. Por conta do carnaval, parte dessas vias estarão interditadas até a Quarta-feira de Cinzas.


As linhas que terão parte do itinerário modificado são:



881- Estrada do Caenga/Rio Doce (Avenida Getúlio Vargas)

882 – Estrada do Caenga/Rio Doce (Avenida Carlos de Lima Cavalcante)


884 – Jardim Brasil/Rio Doce


885 – Sítio Novo/Rio Doce


886 – Ouro Preto/Rio Doce


910 – Rio Doce/Piedade


920 – Rio Doce/CDU


930 – Rio Doce/Dois Irmãos


973 – Casa Caiada


981 – Rio Doce – via Avenida Conde da Boa Vista


983 – Rio Doce – via Rua Princesa Isabel


987 – Rio Doce – via Rua do Príncipe


992 – Pau Amarelo


993 – Conjunto Praia do Janga


994 – Conjunto Beira Mar


972 – Bultrins


971 – Amparo


974 – Jardim Atlântico


982 – Conjunto Beira Mar/Derby


950 – Engenho Maranguape/Varadouro


990 – Pau Amarelo/Varadouro


940 – Abreu e Lima/Olinda


fev
17

MUDANÇAS NA PAN NORDESTINA

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Olinda     Tags

Desde o meio-dia, foram isolados, pelo DER, o entorno da rotatória abaixo do viaduto da PE-15, na saída da Avenida Presidente Kennedy para Olinda, e o acesso da rotatória 1, no sentido sítio histórico de Olinda.
Os trechos foram isolados por conta do período de carnaval e só serão liberados na Quarta-feira de Cinzas.


Agora, quem trafega nos sentidos Recife-Olinda-Recife terá que seguir por cima do viaduto da Pan Nordestina. Não muda nada para quem segue de Olinda para a Avenida Presidente Kennedy, através da alça da rotatória.


Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: