ago
24

PRESIDENTE KENNEDY VIROU UMA PRAÇA DE MUITOS PROTESTOS

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Sem categoria     Tags

Foto: Peu Ricardo/ Publicada no Portal FolhaPE
A Avenida Presidente Kennedy, em Olinda, foi o palco para diversas manifestações na tarde dessa sexta-feira (23). Foram registrados protestos simultâneos ao longo da via, que é um dos principais corredores de tráfego da cidade e que nos últimos meses transformou-se no maior alvo de críticas da população e dos comerciantes, por conta dos constantes acidentes com mortes.

Revoltadas, cansadas de pedirem providências e serem ignorados pela prefeitura e pelo Governo do Estado, centenas de pessoas resolveram radicalizar, fazer barulho e chamar a atenção: começaram com um protesto logo às 14h, interditando um trecho da avenida, no cruzamento com a Segunda Perimetral Norte, próximo ao bairro de Aguazinha. Aí, já começaram os engarrafamentos nos dois sentidos da via, que duraram horas.  

Foto: Peu Ricardo/ Publicada no Portal FolhaPE
Minutos depois, a menos de dois quilômetros dali, próximo ao Mercado de Peixinhos, outro grupo de manifestantes bloqueou o cruzamento da Avenida Presidente Kennedy com a Avenida Antônio da Costa Azevedo, que passa pelo bairro de Jardim Brasil II. O outro ponto de bloqueio aconteceu no cruzamento próximo ao banco Itaú, onde os manifestantes começaram a queimar pneus.
Nas imediações da unidade do Expresso Cidadão e do posto de combustíveis “Lual” outro grupo de pessoas construiu uma barricada, interditando os dois sentidos da avenida. Os pedaços de madeira, entulhos e pneus foram queimados, impedindo que os veículos avançassem.
O outro trecho fechado por manifestantes foi bem próximo ao entorno do giradouro do Complexo de Salgadinho. O protesto era contra os constantes acidentes com vítimas fatais.
Foto: Peu Ricardo/ Publicada no Portal FolhaPE
A Polícia Militar foi acionada e a repressão à manifestação chegou com a Tropa de Choque lançando gás lacrimogêneo, jogando bombas de efeito moral e atirando com balas de borracha. O protesto, que até então limitava-se à queima de pneus e retenção do trânsito, descambou para a violência: os manifestantes reagiram à truculência da polícia, atirando pedras contra a tropa. A situação só foi controlada à noite e o protesto foi encerrado com o registro de quatro pessoas detidas e levadas para a Delegacia de Peixinhos. A acusação: arruaça e depredação.

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: