jun
14

“OLINDA NÃO É PARA AMADORES”

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda     Tags

R“Olinda é uma cidade muito difícil, ela não é para amadores.” A afirmação do prefeito de Olinda, Renildo Calheiros (PCdoB), é em resposta ao questionamento sobre sua sucessão e a perda de apoios como o do PSB, caso os socialistas optem por lançar candidatura própria.

Para o gestor, apesar de a corrida majoritária estar longe, e muitos nomes surgirem para o pleito, como o do deputado Professor Lupércio (SD), a deputada Teresa Leitão (PT), o escritor e economista Antônio Campos (PSB) e a secretária executiva da Prodetur, Isabel Urquiza (PMDB), é preciso entender que “Olinda não é para quem quer, e sim, para quem tem condições. É uma cidade que requer muito juízo e sobretudo a capacidade de unir. Porque é uma cidade com arrecadação de cidade pequena, mas com problemas de cidade grande”, cravou o comunista, nessa sexta-feira, durante homenagem feita à deputada federal Luciana Santos, que assumiu o comando nacional da legenda.

Luciana Santos, inclusive, revela que foi uma prerrogativa do próprio Calheiros de liderar esse processo, e não confirma a colocação do seu nome para o posto, que já comandou por oito anos. “Achamos que ainda é muito cedo para tomarmos decisões, Renildo ainda tem muito trabalho para fazer dentro da cidade. Eu mesma estou lá, colada, junto com o mandato federal, procurando ajudar na governabilidade da cidade. Com calma, e no tempo certo, vamos saber os caminhos pelos quais vamos fazer a sucessão”, afirmou.

Ela também considera que seja natural que, no cenário atual, as forças políticas que se encontram na mesma frente de governo, estarem se movimentando em torno da eleição de 2016 para lançar outras alternativas ao PCdoB. “É legítimo que as forças se mobilizem, acho que o mais importante é não perdemos as perspectivas. Estamos diante de uma conjuntura política muito complexa, de muita diversidade, de muita crise política. As forças vão se comportar na perspectiva de caminharmos juntos e o objetivo do PCdoB vai ser na direção de fortalecer nosso projeto político”, concluiu.

Mas, para o prefeito de Olinda, não há dúvidas que o nome que o PCdoB tem mais forte hoje é o da deputada federal. “Ela é o nome que está colocado, mas quando chegar na hora das decisões serem tomadas, o que vai valer é o que as forças políticas e a população vão estar achando. Talvez o que você enxerga hoje, não é o que acontecer daqui a um ano“, disse Calheiros.

Fonte: Folha de Pernambuco

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

an3

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: