jul
17

BRIGAS DE GALO

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Denuncias     Tags

Fernando Melo – Igarassu (PE)

GLA população precisa por um ponto final numa prática cruel e desumana que ocorre em todo território pernambucano. Trata-se das brigas de galo, que acontecem frequentemente em locais escondidos da fiscalização ambiental.

As aves passam por treinamento para se tornarem violentas e brigarem entre si até a morte. Tudo isso para satisfazer a diversão dos criadores e apostadores. As brigas de galo são consideradas crime ambiental, que deve ser severamente combatido pelas autoridades. 

17 Comentários to “BRIGAS DE GALO”

  • Tiago 28 de julho de 2015 às 13:31

    Todo mundo tem o direito de ser a favor ou contra, só que antes de emitir opinião deveria ter um mínimo de conhecimento , pelo pouco que falou já se nota que é um ignorante do assunto, falou enorme besteira, o conhecimento as vezes não muda seu pensamento, mas te dá credibilidade
    Faz um favor, conheça antes de emitir opiniões, pois assim não faz papel de bobo.

    • tone 28 de julho de 2015 às 16:18

      esse babaca não sabe nada de galos de combate, logo posta comentários ridículo dessa forma. na realidade quem sabe de galos de combate somos nós galístas seu otário.

      • Fausto 12 de abril de 2016 às 22:51

        Bárbarie nojenta e medieval disfarçada pelo nome “combate”. Gente sanguinária e sem escrúpulos.

    • Colono Galos Joinville 28 de julho de 2015 às 23:25

      Muito,exatamente ,essa pessoas não tem o devido conhecimento e acabam falando coisa que não são verídica ,Meus Galos comem melhor que muita gente que ganha bolsa familia…E nós galista não a deixamos violente ,apenas damos condições fisíca para o combate assim como qualquer atleta

      • Fausto 12 de abril de 2016 às 22:53

        Galistas = Sanguinários Sádicos

  • jose flavio fonseca 28 de julho de 2015 às 13:47

    primeiro galo de briga ñ tem nada com meio ambiente, o galo ñ ave silvestre e ñ é uma ave originaria do brasil, foi introduzida no brasil pelos colonizadores , o galo briga por instinto , ele ñ pode conviver com outro livremente q eles vã brigar ate morrer , a briga de galo é cultura como vaquejada e rodeio, e se é cultura ñ pode ser proibida , a briga de galo ñ é diferente do boxe , da luta de MMA, E OUTROS ESPORTES VIOLENTOS. esses aves são preservadas e muito bem cuidadas, por seus donos. o que falta é conhecimento das autoridades com com esses cultura .

    • Fausto 12 de abril de 2016 às 22:55

      Cultura medieval que deve ser combatida e eliminate

  • ranfrei 28 de julho de 2015 às 13:49

    A briga de galo é uma cultura milenar.tao popular no Brasil como no resto do mundo. Em alguns paise geram emprego, renda e turismo. os galos nao sao levados a lutar. Lutam por instinto.A trave nos olhos nao deixa ver a realidade. Sao melhor tratados , tem uma vida media maior que os galos que vcs comem , por exemplo.. sao tratados com amor, carinho. muitos morrem de velhice.humanos protagonizam lutas mais sangrentas do que as do galos.Deveria ser legalizada, meio ambiente deveria se preocupar é com queimadas, caça clandestina, poluiçao da usinas e fabricas, desmatamentos, inclusive da amazonia. Desviar o foco pra briga de galo é hipocrisia.Os pintainhos das granjas produtoras de ovos sao triturados ainda em vida pra fabricar ração. Crueldade maior é criar pro abate.com os galistas eles sao tratados segundo sua natureza, seu instinto. Servem para desviar a agressividade humana para longe dos humanos. Pode gerar lucro, emprego renda, ENQUANTO OS GALOS LUTAM OS HOMENS CONFRATERNIZAM. iEnfim, FALEM MAL DO QUE CONHECEM. LEGALIZAR A BRIGA DE GALO JA, É UM AVANÇO PRO BRASIL

    • Fausto 12 de abril de 2016 às 22:59

      Quanto absurdlo… Pra tentar justificar uma matança pra divertir humanos,. É preciso combater e eliminar

  • João 28 de julho de 2015 às 17:41

    Nossa, galos são treinados para serem violentos? Meu amigo, você precisa estudar muito sobre o assunto para ser considerado ignorante, lamento. Pior do que a sua ignorância é constatar que qualquer idiota (sim, você é um idiota, pois fala do que não entende) pode postar sobre um assunto que não tem qualquer domínio. Lamentável pra dizer o minimo.

    • Fausto 12 de abril de 2016 às 23:01

      Vice entende bem de torturar animais. parabéns!

  • Eduardo 28 de julho de 2015 às 18:13

    Primeiramente não é a população que deve “por um ponto final” em qualquer situação. Temos leis e caminhos legais para isso, a menos que você ache certo fazer a justiça com as próprias mãos.
    Em segundo lugar, fazer justiça, é respeitar a cultura de um povo, e se informar para não sair dizendo besteiras como as que você publica: NINGUÉM TORNA AS AVES VIOLENTAS – ELAS NASCEM COM INSTINTO BELICOSO GENÉTICO E INATO ( VAI ESTUDAR UM POUCO BIOLOGIA) E NÃO COMBATEM ATÉ A MORTE, SALVO SE COMBATEREM ALEATORIAMENTE, LONGE DOS SEUS CRIADORES.
    VOCÊ NÃO É OBRIGADO A GOSTAR DOS GALOS DE BRIGA, MUITO MENOS DAS BRIGAS DE GALO, MAS NÃO PUBLIQUE MENTIRAS….

  • Criatorio Treze 28 de julho de 2015 às 18:19

    Deve ser parente do Zeca Camargo pra falar esse monte de ASNEIRAS

  • Heberly 29 de julho de 2015 às 13:40

    Mal informado quer da opinião galos de briga já vem no nome que e de briga dês de pequeno se não ter um que cuide dele ele se mata brigando com teus irmão sem receber nem um treinamento pra ficar agressivo Brasil esta ficando a merda que esta porque a população esta se preocupando de mas em prejudicar gente do bem e deixa quem deveria ser taxado de bandido fica como herói…

  • Paulo Roberto 1 de agosto de 2015 às 13:37

    Realmente o cara aí do texto, o senhor ( Fernando Melo ), se expressou equivocadamente . Gostaria de colocar quê, as aves de combate, não são induzida à brigar, sou filho de galista e até hoje criou esse tipo de espécie. São as mas belas aves do mundo! Caro Fernando Melo, adquira um casal de pinto dessa raça, ou compre um casal adultos, ponha para reproduzi, crie os pinto, depois crie novamente sua ninhada, depois disso, você mim faz um texto dizendo se realmente eles são induzidos a briga, e treinado para si tornarem violentos.
    Quem cria sabe, que se não tiver os devidos cuidados eles mal chegaram aos três meses de vida, ( eles já se matam desde de novo), por que eles já vem com esses instinto na sua genética. Os galista são preservadores dessas raças, sem nós, não existiria essas raças. Existem várias raças de galos combatentes em todo o mundo. Esse esporte é uma cultura milenar, não só no Brasil e sim em todo o mundo. Acho engraçado é ver os defensores dos animais, recriminar os criadores da espécies, e na hora que o IBAMA e a Polícia federal, apreende os animais e exterminam, ninguém se manifesta pra defender os animais, a não ser que os cria os ( galista ), esse sim são os verdadeiros defensores dos animais.
    Não julgue os outros, quando não entender do assunto.

  • celia 14 de janeiro de 2016 às 07:12

    tamanha crueldade com esses animais pra mim todos que curtem isso sao um bando de desumano ignorante

    • Fausto 12 de abril de 2016 às 23:03

      Perfeito Celia

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Paixão de Cristo 2018

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: