jul
27

PEDESTRES NÃO TÊM VEZ NAS CALÇADAS DA PE-15

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda     Tags

zaza

Os pedestres não têm mais direito a andar pelos poucos trechos de calçadas existentes ao longo da rodovia PE-15, em Olinda. Sem nenhum tipo de fiscalização por parte da prefeitura, os espaços foram ocupados por barracas, diversas construções irregulares e os motoristas utilizam a área para estacionar os veículos. Com isso, as pessoas são obrigadas a circular às margens da via, arriscando a própria vida.

O leitor denuncia, via whatsApp (9.8520.9920), que os proprietários dos estabelecimentos comerciais ao longo da PE-15 utilizam, além do que seria o espaço das calçadas, o canteiro central e a ciclofaixa como estacionamento. Os trechos mais críticos, segundo ele, estão localizados nas imediações do terminal integrado de passageiros, em Jatobá/Ouro Preto, e na Cidade Tabajara.

“Algumas oficinas usam o espaço das calçadas para guardar carros e motocicletas. “Já denunciamos o fato à prefeitura por diversas vezes, mas ninguém toma providências”, diz Antônio José Bento. “Os pedestres não têm espaço para andar e terminam usando a estrada, se arriscando em meio à passagem dos veículos”, completa.

Os olindenses reclamam que não podem circular com desenvoltura na PE-15, porque as calçadas e canteiros estão obstruídos, com barracas e metralhas, além de muito lixo. O mato cresce e é abundante nas margens da via, que também tem sinalização precária. 

Antônio Bento cobra da Prefeitura de Olinda o início do projeto de requalificação da PE-15, anunciado no ano passado e que prevê, entre outras coisas, a restauração dos passeios das calçadas e a substituição do mobiliário urbano que esteja em situação de obstáculo à circulação dos pedestres. 

Fonte: Blog da Oposição

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Paixão de Cristo 2018

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: