set
19

DEFESA CIVIL INTERDITA A IGREJA DE SÃO PEDRO MÁRTIR, NO CARMO

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda     Tags , , ,

A Igreja de São Pedro Mártir, localizada na Praça Conselheiro João Alfredo s/n, no Carmo – Olinda, foi interditada na tarde da última quinta-feira (17) pela Defesa Civil do município. Construído no século XVIII, o templo apresenta sinais de falta de conservação visíveis, com portas laterais com tijolos expostos, reboco caído, portas se estragando e paredes pichadas por vândalos. O sino ameaça cair com toda a torre. As janelas também estão com vidros quebrados, algumas com madeira amarrada na fachada.

PP2A vistoria da Defesa Civil ainda mostra que o telhado também está com problemas, com infiltrações. Do lado de fora da igreja é possível ver o mato crescendo junto ao telhado, se assemelhando a uma árvore. “Está realmente em risco. Não posso deixar uma igreja sendo utilizada assim. Não é aconselhável ninguém permanecer na igreja. A principal causa é o telhado e o piso do mezanino, que está em péssimas condições”, explica a secretária-executiva de Defesa Civil, Kátia Marsol.

A Arquidiocese de Olinda e Recife explica que a igreja teve um projeto de restauro aprovado pela Lei Rouanet em outubro de 2012, orçado em R$ 1,1 milhão. No ano seguinte, a igreja foi incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Cidades Históricas mas, dois anos depois, ainda não há sinal de começo de obras.

O último dia de missa na igreja foi na quarta-feira (16). A secretaria da igreja vai continuar funcionando, porque está abrigada em um imóvel ao lado do templo religioso. O local tem capacidade para 300 fiéis sentados. 

pp1O templo deveria ser recuperado, com o dinheiro do PAC, pela Prefeitura de Olindam, sob a supervisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Através de nota, o Iphan afirmou que o projeto para a restauração está em análise, “para possibilitar a liberação dos recursos à Prefeitura de Olinda e realizar a licitação para a escolha da empresa que fará a obra”. A análise, de acordo como texto, vai verificar o atendimento às exigências já formuladas pela comissão de análise. O Iphan disse ainda que não foi comunicado sobre a interdição da Igreja pela Defesa Civil de Olinda.

A Prefeitura de Olinda informou, por meio de nota, que aguarda a análise do projeto do Iphan para “receber os recursos necessários para a obra e, então, iniciá-la. Está prevista restauração com implantação de acessibilidade e reforço estrutural”. O texto aponta ainda que “técnicos do órgão constataram infiltrações em todo o prédio, comprometendo o teto e a torre do sino compostos basicamente de madeira”.

Fonte/Foto: G1

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Paixão de Cristo 2018

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: