out
9

PREFEITO DE OLINDA COMETE CRIME CONTRA O MEIO AMBIENTE

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda     Tags , ,

O que será que a Prefeitura de Olinda considera dano numa área de proteção? A placa do município, fixada na entrada da Lagoa da Sementeira, fala que é proibido aterrar, construir e reformar na área que compreende a extensão do lago, mas o abandono total do lugar pela gestão do município é o principal motivo para que o local seja destruído, invadido e não valorizado. A pena de reclusão indicada no aviso para a população deveria ser dada ao prefeito Renildo Calheiros (PCdoB), por ser ele o maior responsável pela falta de preservação.

Olinda 036

O que era para ser uma de Zona Proteção Ambiental Recreativa (ZPAR6), localizada entre os bairros de Jardim Brasil I e II, é um grande depósito de lixo e mato, o que torna o lugar totalmente inacessível para qualquer tipo de lazer ou recreação. As águas estão cheias de baronesas e nenhum morador se atreve a chegar mais perto por falta de segurança.

No período das chuvas, a Lagoa da Sementeira, assim como as Lagoas do Arthol e Azul, todas abandonadas pela prefeitura da cidade, servem apenas para colaborar com as inundações históricas nos bairros. Em 2014, a gestão municipal anunciou a Operação Caminho das Águas, que previa preservação e revitalização das lagoas que fazem parte da bacia do Rio Beberibe, mas, como sempre, nada mudou e o abandono é total.

Fonte: Blog da Oposição

Envie um comentário

Redes Sociais:

Manu

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: