out
26

“MIMODIFIQUE” EM NOVEMBRO

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda     Tags , ,

mimodifique2

O cancelamento da Mostra Internacional de Música de Olinda (Mimo) não vai deixar o Sítio Histórico parado nos próximos dias 20, 21 e 22 de novembro. Artistas e produtores pernambucanos se uniram para criar um evento independente e assim surgiu a “Mostra Independente de Música / Arte Independente – Mimodifique, que vai levar shows e atividades culturais gratuitas para a cidade nos dias (antes) reservados à Mimo.

A ideia surgiu logo depois da organização da Mimo revelar, na última quarta-feira (21), que os shows haviam sido cancelados por falta de recursos, na quarta-feira (21). Um grupo de produtores decidiu transformar a revolta em mobilização para garantir a manutenção de eventos culturais na cidade. 

Não demorou para a ideia fazer sucesso e ganhar o apoio de mais produtores, músicos e espaços culturais. Hoje (26), o evento criado no Facebook já tem 7 mil pessoas confirmadas, da 15 mil que foram convidadas. 

“A proposta tomou uma dimensão inimaginável. Já estamos com quase 100 grupos querendo tocar. Desse jeito, podemos fazer uma Mimo de três meses”, diz o flautista Lucas Tiné, que criou a mobilização nas redes sociais. “Vi muita gente falando sobre o assunto e criei a página para concentrar as discussões. Não esperava que desse tão certo”, completa.

Entre as atrações estão as bandas Bonsucesso Samba Club, Ska Maria Pastora e Arca de Pandora; o trompetista Márcio Oliveira e o pianista Sergio Lima. O músico Juliano Holanda e o DJ 440 também prometeram tocar de graça no novo festival, além do próprio Tiné. 

A ideia é levar os shows para vários espaços culturais privados de Olinda, que também se ofereceram para participar gratuitamente da “nova Mimo”, como o Xinxim da Baiana, a Tropicasa, a Casa do Cachorro Preto, o bar Mourisco, a Galeria Preto Velho, a Cachaçaria Virgulino e a pousada Casa de Hilton. Cada um desses pontos deve substituir as igrejas e praças que recebiam a programação da Mimo. 

Além disso, estão sendo programadas atrações de rua. Roger de Renor se comprometeu a levar o Som da Rural para a Praça do Carmo. O projeto de música independente Sasquaravana também pensa em levar algo para Olinda no penúltimo fim de semana de novembro. 

A programação final será organizada nas próximas semanas, de acordo com as confirmações dos artistas e espaços culturais. Os arranjos começarão a ser discutidos amanhã (27), às 20h, numa reunião aberta a todos os possíveis colaboradores, no Xinxim da Baiana, situado na Praça do Carmo.

Crítica – Além de manter a movimentação prevista para novembro, o evento de música independente quer fazer uma crítica ao panorama cultural de Olinda. Conhecida por ser berço de diversas manifestações artísticas e músicos independentes, a cidade não dispõe da valorização e investimento adequados quando se trata de cultura, dizem os organizadores da Mimodifique.

“Acho que o evento vai bombar e vai ser um recado bem dado, para os governantes, porque vai mostrar onde a verba pública deveria ser mais investida. Para financiar eventos particulares não falta verba, mas para um evento como a Mimo falta. Este é um evento único, de grande porte, que já fazia parte do calendário da cidade e não poderia ter sido abandonado assim”, reclama Lucas Tiné.

Fonte: G1

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

an3

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: