nov
11

PT-OLINDA ROMPE COM O PCdoB MAS FICA COM CARGOS ATÉ O CARNAVAL

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Eleições 2016     Tags ,

Manoel Fernandes Larré

Ninguém se entende mais em Olinda. Depois do PT mamar nas tetas da prefeitura por longos 15 anos, a briga agora é de cachorro grande: o diretório municipal divulgou um documento rompendo com o prefeito, alegando não ter espaço na gestão. Mas, todos sabiam, foi assim no primeiro mandato de Renildo Calheiros (PCdoB) com o professor Horácio Reis (PT) e assim segue com o dentista Enildo Arantes, que não é convidado nem para acompanhar velório.

Os diretorianos municipais exigem que os dois secretários do partido, Humberto de Jesus (Desenvolvimento Social) e Roberval Veras (Relações Instituicionais) e mais quatro secretários-executivos deixem os cargos imediatamente e seus muitos militantes açambarcados nas diversas secretarias e órgãos de segundo e terceiro escalões, se afastem das funções públicas.

A Executiva Regional, por seu lado, questiona a validade do documento e repudia o seu conteúdo. Não aceitou essa decisão e já abortou o ato. O balaio de gato não está fácil de segurar. Na reunião do PT Regional, (marcada para a próxima semana) o que se deve tratar – e a decisão já está tomada – é a destituição de todo diretório municipal, com a nomeação provisória de novos dirigentes, já devidamente escolhidos, com o aval do presidente nacional Rui Falcão, que já sinalizou com o consentimento.

Os dirigentes regionais assim como a executiva nacional se esforçam e tentam a qualquer custo mudar o atual quadro de pancadaria sofrido pelo partido e quer dar novos ares ao PT, depois da eleição da presidente da República, que já admitiu ter mentido na campanha eleitoral para se reeleger e o coro estar comendo, tanto no Congresso Nacional, como entre os próprios petistas, apoiando pautas-bombas e com Dilma Rousseff não conseguindo aprovar suas medidas de ajustes fiscais, principalmente a recriação do famigerado CPMF.

A reportagem tomou conhecimento de uma reunião realizada no último final de semana (num restaurante de Olinda) onde centenas de militantes petistas foram apoiar a posição da Executiva Regional e impedir a ruptura. Mas todos estão mesmo querendo é proteger os seus salários de novembro e o do mês de dezembro, que estão bem mais gordinhos, com as gratificações natalinas de fim de ano, 13º salários e comemoração do réveillon na beira mar. E também não querem perder o tradicional Reinado de Momo, o último Carnaval de Renildo Calheiros.

O vice-prefeito Enildo Arantes, que ganha salário de R$ 14 mil, mais outras vantagens, não quer largar o osso, assim como os seus militantes do partido com ótimos salários e pendurados nos cabides de emprego da PMO. Como tudo pode acontecer em Olinda, a coisa pode terminar em piada de salão.

Os dirigentes da Comissão Executiva Municipal (CEM), depois da patuscada, distribuíram a seguinte nota:

Reconhecemos ainda que o PC do B representa junto com o Partido dos Trabalhadores o alicerce democrático e popular que vem transformado o Brasil e Olinda. Por fim, conclamamos a unidade partidária e o respeito à cultura democrática petista. Assinam: – Vice – prefeito Enildo Arantes – Vereador Marcelo Santa Cruz – Construindo Novo Brasil (CNB) – Coletivo PT Para Todos (CPT). (MFCL)

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Paixão de Cristo 2018

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: