nov
12

FLIPORTO: IMBRÓGLIO ELEITOREIRO MANCHA A VERSÃO DE 2015

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda     Tags

Marabá Soares – Blogueiro

É possível utilizar o poema ‘O tambor da banda que não há’, do poeta português Fernando Pessoa, para ilustrar a 11ª edição da Fliporto – Festa Literária Internacional de Pernambuco – que começa nesta quinta-feira (12) e segue até o próximo domingo (15). Na simplicidade do verso ‘toca duro, toca louco, toca sempre pouco’ (cuidado para não inserir o ‘n’ no verbo!), as frases coincidentemente ilustram a confusão e politicagem que tomaram conta da festa literária que acontece já há alguns anos em Olinda. Antes, a festa ocorria no município de Ipojuca, na praia de Porto de Galinhas.

De um lado temos o curador do evento, Antônio Campos, o Tonca, candidatíssimo à prefeitura da cidade para as eleições 2016. Do outro lado, o PCdoB, que há mais de uma década governa o município e que, pelo visto, planeja governar ainda por mais algumas décadas. É esse imbróglio que tomou conta da Fliporto em 2015, comprometendo o sucesso do evento e o manchando com um clima de conflito eleitoral.

A festa ocorrerá num local privado, diferente das outras edições em que ocupava espaços públicos, e a prefeitura de Olinda não irá colaborar. Está fora da produção. Esse fato surpreendeu o público, que, confuso, questiona se o evento ainda será aberto, se a entrada será franca. Na página da prefeitura (http://www.olinda.pe.gov.br/) é possível comprovar que não existe qualquer menção ao evento, como se nada demais fosse acontecer na cidade.  E até mesmo para a imprensa chegou a comunicar que o evento não aconteceria neste ano. É provável que sequer tenha liberado ‘alvará’ para funcionamento da festa.

Pelo visto os organizadores da Fliporto, em vez de se despirem do clima político por respeito a arte literária, vestiram, pelo contrário, a indumentária para a batalha eleitoral. Pois, além de alijarem da produção os antigos parceiros comunistas e agora adversários, ainda conseguiram um jeitinho para promover o nome de Tonca. O seu livro “Olinda, Um Olhar”, com um título bem sugestivo, será lançado durante o evento. Um modo rasteiro de promover o nome de Antônio Campos num ambiente de grande visibilidade.

Resta-nos, simples mortais, que a Fliporto cumpra o seu objetivo. Não, não é o de ajudar a eleger algum oportunista em 2016! É sim, o de mostrar para a sociedade brasileira, tão carente ainda do hábito da leitura, e até mesmo arredia com os livros, que a literatura é uma maravilhosa arte, e que nossa língua portuguesa é bela, rica e moderna.

Malgrado tudo isso, é necessário destacar a realização da Fliporto – Festa Literária Internacional de Pernambuco – que começa na noite de hoje (12), e terá como tema “Minha pátria é a língua portuguesa”, uma homenagem ao poeta lusitano Fernando Pessoa. O evento terá um extensa programação e você pode conferir neste link da página oficial do evento (http://fliporto.net/). Afinal, ainda que o poeta tenha dito que não há banda, é nosso dever fazer o tambor tocar!

Fonte: Pernambuco é isso aí

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: