nov
13

AÉCIO NEVES ERA QUASE CIDADÃO DE OLINDA, AGORA NÃO É MAIS

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Política     Tags

BRASÍLIA, DF, 17.04.2013: PROMESSÔMETRO/DEM – O presidente e do líder do DEM na Câmara, senador José Agripino Maia (DEM-RN), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO), durante apresentação do “promessômetro”, com um levantamento mostrando que o governo de Dilma Rousseff não entregou 74% das promessas previstas para 2011 e 2012.    (Foto: Pedro Ladeira /Folhapress)

A concessão do Título de Cidadão de Olinda para o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, provocou um impasse sem precedentes na Câmara de Vereadores do município. Depois de aprovado pelo mínimo necessário de 12 votos, há duas semanas, os vereadores voltaram atrás e, na votação da Redação Final do texto, derrubaram, na manhã de ontem (12) a proposição por nove votos contra cinco.

O problema é que nunca um projeto foi rejeitado em Redação Final, quando o mérito já havia sido avaliado pela Casa.

De acordo com o vereador Marcelo Santa Cruz (PT), um dos articuladores da manobra para a derrubada do título de cidadão, a votação desta quinta-feira “foi política”, pois a concessão da homenagem estava sendo usada “politicamente” por algumas pessoas.

“Olinda redimiu a sua história. Criou um impasse de ordem jurídica, pois nunca uma proposta foi rejeitada na Redação Final. Mas foi um voto político. Muitos vereadores estavam indignados com o uso político do título”, afirmou o petista, que já havia se colocado contra a proposta desde a primeira votação.

Segundo ele, o senador tucano vem tentando dar um golpe na democracia, ao tentar tirar a presidente Dilma Rousseff (PT) do poder, após ter perdido a eleição. “Se os tucanos estão tentando dar um golpe na democracia, a gente precisou dar um golpe no regimento”, provocou Santa Cruz.

O petista afirma que a sessão foi tensa e os favoráveis à homenagem ficaram indignados com a rejeição da proposta. “Jesuíno Araújo (PSDB) ficou revoltado. Foram pegos de surpresa. Mas a cidade em que foi dado o primeiro grito da República não poderia compactuar com o golpe que estão tentando dar no País”.

Além de Jesuíno, defendiam a manutenção da homenagem os vereadores Jorge Federal (PMDB), Arlindo Siqueira (PSL), Riquinho Água e Gás (PROS) e Nido Guabiraba (PTC).

Momentos após a rejeição da proposta, uma postagem começou a circular no WhatsApp festejando a derrubada da concessão do Título de Cidadão a Aécio.

Fonte: Caderno1

2 Comentários to “AÉCIO NEVES ERA QUASE CIDADÃO DE OLINDA, AGORA NÃO É MAIS”

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: