nov
14

AÉCIO FICA SEM TÍTULO E VEREADOR É RIDICULARIZADO

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Sem categorias     Tags

tituloaecioSebastião da Paz – Jornalista

A manobra  dos comandados do prefeito Renildo Calheiros (PCdoB) na Câmara de Vereadores de Olinda, que anulou a concessão do Título de Cidadão olindenses ao senador Aécio Neves (PSDB), teve objetivo e alvo certos: ferir e desmoralizar a Oposição e, mais diretamente o vereador Jorge Federal (PMDB).

Em Olinda, todos sabem que o prefeito e o seu PCdoB não conseguiram, até hoje, digerir a “traição” de Jorge Federal, que, depois de ser reeleito para a Câmara com as bençãos e o apoio de Renildo Calheiros, partiu de mala e cuia para a Oposição. Os comunistas só aguardavam a hora de dar o troco. E ela chegou, com estardalhaço.

Trama – Certamente, os vereadores olindenses, corporativistas como são, teriam mantido, sem maiores questionamentos, a concessão do Título de Cidadão olindense ao senador mineiro. Quem conhece caso semelhante de rejeição de concessão de título naquela Casa parlamentar? Na verdade, deve ter havido, sim, uma articulação maior, feita externamente.

Ninguém acredita que os subservientes seguidores do gestor do PCdoB tomassem tal decisão de forma independente. Então, o mais provável é que a “operação rasteira e desmancha tudo” foi montada por alguém de uma “instância política superior”, e de fora da Casa Bernardo Vieira de Melo.

Foi tudo tão bem planejado que, minutos depois da rasteira no vereador Jorge Federal (PMDB) e nos vereadores da Oposição que defenderam a concessão do título nessa segunda votação, já estavam sendo postados banners nas redes sociais. A maioria deles, apareciam em perfis de militantes graduados do PCdoB, seguido de comentários eufóricos.

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

an3

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: