mar
4

NOVO CAPÍTULO DA “NOVELA MIRABILÂNDIA”: PARQUE DEIXA OLINDA ATÉ O FINAL DO MÊS

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda     Tags ,

mirab

Acabou qualquer possibilidade de negociação e o parque de diversões Mirabilândia tem até o próximo dia 30 de março para entregar o terreno que ocupa, no Centro de Convenções (Cecon) à Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur). A Empetur decidiu não atender o pleito do Sindicato Interestadual dos Empregados de Casa de Diversões, Parques e Similares (Sindiversões) de postergar o prazo para a transferência do parque, o único do Norte-Nordeste.

O Grupo Peixoto – que administra o empreendimento – informou que não iria se pronunciar com relação à decisão da Empetur, por entender que as negociações ainda estão abertas com o Governo do Estado. A decisão da Empetur, no entanto, não cancelará a audiência marcada para a próxima segunda-feira (07). O Ministério do Trabalho e Emprego em Pernambuco comunicou que a reunião está mantida, uma vez que nenhuma informação oficial foi repassada.

A presidente do Sindiversões, Débora dos Santos Messias, disse desconhecer a decisão, que foi repassada pela própria Empetur à reportagem da Folha de Pernambuco, através de e-mail. “Fomos (quarta-feira, dia 02) ao Ministério do Trabalho procurar saber se a Empetur havia se posicionado com relação ao nosso pedido, mas a informação que tivemos foi que não e que uma reunião seria marcada para a próxima segunda-feira (07)”, frisou.

Débora disse ainda que a postergação da saída do parque seria a única alternativa para impedir as demissões em massa. Isso porque, o Grupo Peixoto alega que não teria condições de absorver o efetivo de pessoal porque a preparação do terreno da Mata do Ronca, na BR-101, em Paulista, que vai receber as instalações do Mirabilândia, ainda não foi concluída. O Grupo obteve as licenças da Prefeitura do Paulista em novembro de 2015, mas somente em meados do ano que vem é que o espaço estará apto para receber os brinquedos.

A sindicalista ressaltou também que a empresa não teve condições de fazer a transferência em tempo hábil porque ocorreram atrasos nas licenças ambientais. A ideia, segundo ela, era retornar às atividades este mês, depois do período de férias coletiva do parque, em fevereiro.

Apelo – No seu site, o Mirabilândia Park informa continuar de recesso e faz um apelo: “o período será de férias coletivas para os 190 funcionários que desejam ter seus empregos garantidos com a permanência do parque no local onde está desde 2002. Para isso, aguarda uma posição do Governo de Pernambuco”. A empresa tinha esperanças que as atividades fossem retomadas este mês.

Fonte/Foto: Folhape

 

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: