abr
15

“QUERO BOLSA” DIVULGA LISTA DE GRADUAÇÕES MAIS PROCURADAS

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Serviços     Tags ,

Que o mercado de trabalho está em recessão, não é novidade para ninguém. Mas o que os jovens têm levado em consideração ao escolher uma graduação em tempos de crise? Essa difícil escolha tem se moldado nos últimos anos e o Quero Bolsa – sobemarketplace que oferece bolsas de estudos parciais em mais de 400 faculdades em todo o Brasil – fez um levantamento sobre os cursos mais populares do País em 2016 e a oscilação entre os mais buscados desde 2014.

O ranking foi gerado a partir da base de dados que o Quero Bolsa vem construindo desde a sua fundação, em 2012.O site recebe mais de 7 milhões de visualizações por mês, de alunos interessados em comparar faculdades e informações sobre preços.

Top 10 cursos mais buscados de 2016

  • 1 Direito
  • 2 Administração
  • 3 Enfermagem
  • 4 Psicologia
  • 5 Educação Física
  • 6 Fisioterapia
  • 7 Pedagogia e Ensino
  • 8 Engenharia Civil
  • 9 Nutrição
  • 10 Ciências Contábeis

Segundo o Quero Bolsa, os cursos de Direito e Administração são clássicos e sempre lideram a lista de interesse. Além desses, sempre há demanda para profissionais de saúde. Os cursos mais tradicionais (exceto Odontologia, que experimentou uma queda de posição) também costumam manter-se estáveis diante de mudanças econômicas devido à grande demanda por profissionais da área.

Cursos que mantiveram suas posições

  • 1ª posição – Direito
  • 2ª posição – Administração
  • 6ª posição – Fisioterapia

Cursos que subiram de posição

  • Enfermagem – Subiu de 5º para 3º (+2)
  • Educação Física – Subiu de 18º para 5º (+13)
  • Pedagogia – Subiu de 17º para 7º (+10)
  • Ciências Contábeis – Subiu de 25º para 10º (+15)
  • Medicina – Subiu de 19º para 11º (+8)
  • Recursos Humanos – Subiu de 35º para 17º (+18)
  • Engenharia de Produção – Subiu de 36º para 19º (+17)
  • Logística – Subiu de 28º para 20º (+8)

Medicina é um curso que não está no ranking dos 10 mais buscados, porém experimenta uma grande procura por motivos como alta demanda, bons salários e os processos de licitação do MEC para criação de novos cursos.

Neste ano, subiu oito posições e é o 11º mais buscado em todo o País. Esse é o curso mais rigidamente regulamentado pelo Ministério da Educação, por isso oferece poucas vagas diante do grande número de interessados em seguir a profissão.

Cursos que caíram de posição

  • Psicologia – Caiu de 3º para 4º (-1)
  • Engenharia Civil – Caiu de 4º para 8º (-4)
  • Nutrição – Caiu de 7º para 9º (-2)
  • Odontologia – Caiu de 9º para 12º (-3)
  • Arquitetura e Urbanismo – Caiu de 8º para 12º (-4)
  • Biomedicina – Caiu de 10º para 16º (-6)
  • Serviço Social – Caiu de 11º para 18º (-7)
  • Engenharia Mecânica – Caiu de 16º para 23º (-7)
  • Engenharia Elétrica – Caiu de 17º para 25º (-8)

As engenharias clássicas perderam espaço, enquanto a Engenharia de Produção subiu 17 posições. Segundo o Quero Bolsa, esse número sugere uma possível migração entre os interessados em cursar Engenharia. Por exemplo, com o mercado de construção desaquecido e estagnado devido à crise, a procura pelo curso de Engenharia Civil tem sido menor. O mesmo acontece para os cursos de Engenharia Mecânica e Elétrica, que caíram, respectivamente, 7 e 8 posições no ranking.

Para saber mais e consultar informações das mais de 400 faculdades em todo o Brasil, acesse: www.querobolsa.com.br.

Envie um comentário

Redes Sociais:

Manu

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: