jun
13

CHUVAS: CEHAB VAI MONTAR ESCRITÓRIO EM FRAGOSO

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda     Tags

Dias depois de o Tribunal de Contas do Estado ter notificado a Companhia de Habitação e Obras (Cehab) pelo atraso de 29 meses na conclusão das obras do Canal do Fragoso, a Secretaria de Habitação estrutura Escritório de Apoio à Comunidade no bairro.

Já em funcionamento dentro da pasta estadual, a iniciativa tem como objetivo realizar um conjunto de ações de forma preventiva e envolver todos os órgãos para minimizar os efeitos das próximas chuvas.

Na última chuva, o bairro registrou o maior índice pluviométrico, com 74% da média histórica do mês, e afetou de alguma forma os 21 mil fragosohabitantes. Enquanto o inverno mais rigoroso não chega, a Secretaria garante que vai alertar e acompanhar os índices pluviométricos da localidade.

Será nesta época também que a comunidade receberá um escritório físico de apoio e assistência às famílias. “Reunir, em um local a ser definido, representantes das instituições envolvidas para
facilitar as ações que serão adotadas pelos órgãos competentes”, informou a nota, destacando que o Governo vai auxiliar a Prefeitura de Olinda, colocando à disposição trabalhadores e máquinas para a limpeza do canal.

As ações mitigatórias são vistas como importantes pelos moradores dos bairros afetados. “Acho ótimo que façam isso. Mas, infelizmente, isso não vai evitar os prejuízos que tivemos”, lamentou a dona de casa Gilvaneide Ribeiro, 56 anos, que mora em uma casa alugada em Jardim Atlântico, às margens do Canal do Fragoso.

Ela contou que todos os móveis foram perdidos, sendo impossível calcular os estragos. Prestes a se mudar, a residência de Gilvaneide ainda tem as marcas da água e da lama. Na casa de Ana Cristina do Nascimento, de 26 anos, não é diferente. Essas marcas, inclusive, podem demorar a sair se a cada chuva o cenário se repetir. Executado em duas etapas, o projeto deve ser concluído somente em 2018.

“Antes da construção do Canal, as enchentes atingiam apenas as ruas. Dessa vez, a água deu na cintura dentro de casa”, relatou, acrescentando que, da última chuva, só teve tempo de socorrer o filho de um ano e dez meses, deixando para trás os poucos bens materiais que tinha. Cristina é moradora do Fragoso, um dos bairros mais atingidos pelas chuvas na RMR em maio.

Paulista

Começa nesta segunda-feira (13), na comunidade Vila Fragoso, a Operação Ajuda Cidadã para recuperar as áreas destruídas pelas chuvas do último dia 30. A ação vai mobilizar 460 pessoas, entre trabalhadores, técnicos e apenados do sistema prisional. O aporte será de R$ 500 mil. O município também foi afetado  pelas últimas chuvas. Mais de 800 famílias foram desalojadas.

Fonte: Folha de Pernambuco

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: