jun
27

VEREADORA DIZ QUE POLÍCIA CIVIL NÃO TEM AUTONOMIA PARA INVESTIGAR MORTE DE EMPRESÁRIO

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Denuncias     Tags , ,

A vereadora do Recife Marília Arraes (PT), prima do ex-governador Eduardo Campos e antes filiada ao PSB, afirmou em nota maque a Polícia Civil sofre interferência do governo Paulo Câmara (PSB) nas investigações da morte do empresário Paulo César de Barros Morato. Ele foi encontrado sem vida em um motel de Olinda após ser alvo de prisão preventiva por ser apontado pela Polícia Federal como ‘laranja’ em esquema de lavagem de dinheiro supostamente para campanhas de Campos.

Marília Arraes cita o questionamento do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE), que vai denunciar uma suposta interferência no caso. A entidade afirma que peritos foram impedidos de fazer a apuração papiloscópica na manhã da última quinta-feira (23). A Secretaria de Defesa Social (SDS) negou interferência e disse que os trabalhos haviam sido concluídos na noite em que o corpo foi encontrado, na quarta-feira (22).

“O caso é gravíssimo”, garante a vereadora na nota. “O tempo dos coronéis acabou. A sociedade exige respostas. E não são respostas rasas e discursos publicitários”, atacou Marília Arraes.

Fonte: Blog de Jamildo

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: