jun
28

PERÍCIA DE PAULO CÉSAR MORATO É MOTIVO DE POLÊMICA

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Denuncias     Tags , ,

moratoQuase uma semana depois do empresário e alvo da Polícia Federal (PF), Paulo César de Barros Morato, ter sido encontrado morto num motel em Olinda, a novela envolvendo a misteriosa morte de um dos “testas de ferro” do esquema investigado pela Operação Turbulência ganhou mais um capítulo.

Nessa segunda-feira (27), o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE) e a Associação dos Peritos Papiloscopistas de Pernambuco (Asppape) ingressaram com uma denúncia junto ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) pedindo apuração nos procedimentos da perícia papiloscópica realizada no dia do crime.

No documento, os órgãos alegam que a perícia foi comprometida, uma vez que peritos da área foram no local e solicitaram continuidade no dia seguinte das investigações, o que foi negado pela gestora da Polícia Científica, Sandra Santos. 

“Não estou entendendo porque não foi feita a perícia. Teve a ordem da Sandra para não fazer. Não estamos entendendo porque fugir da norma padrão. Estranhamos, porque é fundamental a perícia. A quem interessa a perícia não ter sido feita?”, questionou Áureo Cisneiros (foto), presidente do Sinpol-PE.

Presidente do Asppape, Carlos Eduardo Maia apresentou um documento do perito papiloscopista, no dia do crime, Lauro Macena, que relatava a necessidade de novas perícias, dada a complexidade do trabalho.

Ofício da delegada de plantão da Força Tarefa, Gleide Ângelo, na noite da descoberta do corpo, no último dia 22, também foi apresentado pelos sindicalistas. No documento, Gleide Ângelo reforçava a necessidade da continuidade da coleta de digitais.

Fonte: Folhape

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

an3

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: