jul
10

OLINDA: PRA QUEM É DE DENTRO É LINDA, E PRA QUEM É DE FORA, MAIS AINDA!

AuthorPostado por: Maraba Soares    Category Em: Brasil, Carnaval, Cultura, Olinda, Pernambuco, Turismo     Tags

Há quem só volte os olhos para a cidade de Olinda na época do Carnaval, quando 2 milhões de foliões lotam suas ladeiras, entre bonecos gigantes e dançarinos de frevo. Mas a magia da cidade se mantém ao longo do ano: o conjunto de igrejas barrocas é espetacular, e o casario colonial abriga cafés e ateliês de arte. Ao circular pelo Centro histórico, repare na sonoridade local, que vai dos tambores do maracatu e do coco às melodias dos grupos de seresteiros. No Alto da Sé, além de tirar a clássica foto panorâmica, prove as tapiocas das barraquinhas.

olinda

Listada pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade, Olinda possui templos católicos de singular beleza, como a suntuosa e ricamente decorada Basílica de São Bento, o Convento de São Francisco e suas quatro capelas com azulejos portugueses e a Igreja da Sé, de onde se tem o clássico panorama da cidade, tendo o Recife e o mar como pano de fundo.

COMO CHEGAR
O aeroporto mais próximo de Olinda é o Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freire, na região metropolitana do Recife, que possui diversos vôos operados diariamente, com destino às principais cidades do país.

Da capital, distante apenas 10 km, o meio de transporte mais confortável é o Táxi ou Uber.

Para quem vem de carro do norte, a rota mais comum é entrar em Pernambuco pela BR-101, e pegar a PE-015 depois da cidade de Abreu e Lima.

COMO CIRCULAR
O Centro Histórico de Olinda é compacto e é fácil cobrir todos os principais pontos turísticos a pé (se for cadeirante ou tiver dificuldade de locomoção, vale a pena fechar um preço fixo com um táxi). Começando pela Praça do Carmo, suba a rua São Francisco e visite o Convento, famoso pelas paredes azulejadas e a vista da orla. Siga então rumo à Sé e de lá perca-se pela ruas Saldanha Marinho, do Amparo, e a Ladeira da Misericórdia, sem esquecer dos Quatro Cantos, o epicentro das manifestações carnavalescas, antes de terminar o roteiro na Basílica de São Bento. Vale a pena também conhecer o Palácio dos Governadores, prédio da Prefeitura de Olinda.

ONDE FICAR
A maioria dos visitantes costuma fazer um bate e volta de um dia desde a capital, mas se optar por ficar em Olinda, há excelentes estalagens na cidade, incluindo o agradável Hotel Sete Colinas e a bem localizada Pousada dos Quatro Cantos.

GASTRONOMIA
Olinda guarda uma infinidade de surpresas na área gastronômica, com um cardápio nordestino variado. O tradicional e mais em conta, são os acarajés e tapiocas do Alto da Sé, feitos no fogo de carvão.

QUANDO IR
Faz calor praticamente o ano todo e as chuvas só incomodam entre abril e julho. O Carnaval exige reserva de hospedagem com bastante antecedência, seja qual for seu destino na região.

Outros eventos incluem o Arte em Toda Parte, Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto); Fenearte – Feira Nacional de Artesanato (acontecendo de 07 a 17 de julho); a Mimo (Mostra Internacional de Música em Olinda); e o Festival Cena Brasil.

CARNAVAL
Dos grandes carnavais de rua do país, o de Olinda é um dos mais democráticos e populares. Aqui não há sambódromos, trio elétrico, corda ou abadá: as ladeiras são tomadas pelo povo, que se mistura às centenas de blocos e troças, e que se transforma numa massa gigantesca de foliões. Fantasias, máscaras de papel machê, sol quente, latas de cerveja, sacadas superlotadas e muita animação dão o tom da festa, sempre ao som de frevo, samba, maracatu, caboclinho e afoxé. Desde 1932, nos primeiros minutos do domingo, o Homem da Meia-Noite, é a primeira alegoria a sair. O grande encontro de bonecos ocorre na terça-feira, mas a festa não para por aí. Quarta-feira de Cinzas ainda tem o Bacalhau do Batata, último bloco a desfilar.

Então, tá esperando o quê? Vem pra Olinda!

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: