jul
23

GERALDO JULIO VAI USAR LUCIANO SIQUEIRA DE ESCUDO E JARBAS VASCONCELOS DE LANÇA

AuthorPostado por: Maraba Soares    Category Em: Brasil, Eleições 2016, Olinda, Pernambuco, Política, Recife     Tags

No final do último mês de junho, em uma homenagem a morte do Padre Henrique, assassinado pela ditadura militar, o lançae escudoprefeito do Recife sofreu um ‘escracho’ de um grupo que o acusou de ser ‘golpista’. Neste evento, Geraldo Julio (PSB) estava acompanhado de dois comunistas, o vice-prefeito Luciano Siqueira (PCdoB), e Marcelino Granja (PCdoB), secretário estadual de Cultura, que chegou a intervir verbalmente contra um dos militantes que protestavam no ato. E nesta semana, durante a abertura do 26º Festival de  inverno de Garanhuns (FIG), numa cerimônia religiosa na Matriz de Santo Antonio, o governador Paulo Câmara foi chamado de ‘golpista’ por uma grupo enquanto realizava um pronunciamento, causando-lhe grande constrangimento. Esses dois fatos servem para ilustrar o ambiente do cenário eleitoral que se avizinha em 2016.

O socialista Geraldo Julio não tem como fugir do PCdoB, cujo partido tem como presidente nacional a deputada federal Luciana Santos, candidata à prefeitura de Olinda, onde sofre uma grande oposição do PSB, mas que também é grande defensora do governo Dilma (PT). E, assim sendo, alinhada aos que protestam e chamam de ‘golpistas’ todos aqueles que trabalharam pelo impeachment do governo petista. O PSB de Paulo Câmara e Geraldo Julio está incluído neste grupo. Provavelmente isso seja um dos grandes motivos para Luciano Siqueira ser convidado nesta semana à candidatura de reeleição.

Acontece que para ter êxito na eleição deste ano, o atual prefeito da capital precisará entrar em locais onde os movimentos sociais têm mais atuação. Comunidades como os Coelhos, Coque ou Santo Amaro, são terrenos férteis para grandes protestos contra os que a atual oposição nacional chama de ‘golpistas’. Nesses momentos, a figura de Luciano Siqueira (PCdoB) cairá bem. Ele será o escudo que protegerá Geraldo Julio (PSB) dos ataques daqueles que protestam contra o impeachment.

Mas nesta semana o prefeito do Recife também fez uma visita ao escritório político de Jarbas Vasconcelos (PMDB). Ao seu lado estava o vice-governador Raul Henry (PMDB), amiguíssimo do ex-governador. O grupo tratou da aliança do PSB com o PMDB para as eleições. O acordo foi fechado, porém com uma única ressalva, Jarbas não estará presente nos atos em que Luciano Siqueira estiver. O peemedebista é um dos principais defensores do impeachment de Dilma, enquanto que o comunista, em alinhamento ao seu partido nacionalmente, é um ferrenho opositor. 

Geraldo Julio precisará tomar partido em muitas ocasiões, e terá que defender a posição do PSB com relação ao impeachment em lugares como Casa Forte e Boa Viagem, e Jarbas Vasconcelos será sua lança no ataque a Dilma. Nesses locais, o prefeito do Recife não precisa se preocupar com protestos, e deixará seu escudo em casa.

Se essa estratégia de Geraldo Julio surtirá efeito, é uma questão que só depois de outubro o pernambucano irá descobrir. Mas por via das dúvidas, ele já está se armando. E cada um se protege como pode nesse torvelinho político. Alea jacta est.

Envie um comentário

Redes Sociais:

Manu

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: