ago
14

OLINDA: TRÊS MULHERES CANDIDATAS E DESAFIOS DISTINTOS

AuthorPostado por: Maraba Soares    Category Em: Eleições 2016, Olinda, Política     Tags

Com nove candidatos disputando a Prefeitura de Olinda, a campanha na cidade promete ser agitada. O resultado desta eleição é tão imprevisível quanto os primeiros atos de campanha dos prefeituráveis. Os postulantes ainda estudam como vão colocar os blocos na rua, a partir desta terça-feira (16), quando a legislação eleitoral permite a busca pelo voto. Alguns estão se informando sobre a lei, outros focam no programa de governo a ser apresentado. Tem candidato que pretende inaugurar comitê esta semana, mas nada confirmado.

candidatas

Foto: Ricardo Fernandes e Jaqueline Maia/DP

Dessa vez, três mulheres encabeçam chapas majoritárias, sendo as três bem avaliadas pelos moradores e com histórias emblemáticas com a cidade. Elas devem enfrentar não só a extensa lista de adversários, mas obstáculos montados pela própria conjuntura política que estão inseridas. Uma delas, Luciana Santos (PCdoB), foi prefeita de Olinda duas vezes e enfrenta o desafio de convencer o eleitor de que o PCdoB, há 16 na gestão, deve permanecer. Luciana foi eleita deputada federal de Pernambuco com boa participação de Olinda nos votos.

Teresa Leitão (PT), vai precisar encarar a associação inevitável entre a situação nacional do PT, com a presidente Dilma Rousseff afastada, e o cenário local do partido. Mas a cidade também a quis na Assembleia Legislativa do estado, visto que ela foi eleita para o quarto mandato de deputada estadual com ajuda dos votos de Olinda.

Já Izabel Urquiza (PSDB) quer emplacar a cara de mudança, mas terá de dividir essa “imagem” com outros seis candidatos que dizem o mesmo: são a mudança que Olinda precisa. Na eleição de 2012, Izabel foi a grande surpresa do pleito. Quase levou a disputa para o segundo turno, com uma diferença de 1% em relação ao primeiro colocado.

Gustavo Rosas sairá com a chapa puro sangue do PV e é um dos que se coloca como mudança. Ele programou uma série de caminhadas para esta semana, começando na terça-feira. Ricardo Costa (PMDB), que foi lançado pelo partido em detrimento de Izabel Urquiza (por isso ela foi para o PSDB), também se define como mudança para a cidade. Ele vai se debruçar sobre a legislação antes de ir às ruas.

Já Antônio Campos (PSB) iria inaugurar o comitê na próxima terça, mas adiou o evento e não definiu nova data. Os demais ainda estão montando as agendas.

Conheça os candidatos de Olinda

Coligação Olinda Frente Popular
Luciana Santos (PCdoB)
Álvaro Ribeiro (PSD)
Partidos: PCdoB / PSD / PDT / PP / PRTB

Luciana Santos
Presidente nacional do PCdoB. Engenheira eletricista, ela tem 47 anos e ingressou no partido em 1987. Atualmente é deputada federal, mas foi prefeita de Olinda entre os anos de 2000 e 2008, quando elegeu seu sucessor, Renildo Calheiros, também do PCdoB. Luciana também foi secretária de Ciêncie e Tecnologia de Pernambuco de 2009 a 2010.

Coligação Olinda Quero Avançar
Teresa Leitão (PT)
Gilberto Sobral (PRB)
Partidos: PT/ PRB / PTB / PTN / PTdoB

Teresa Leitão
É professora por formação, deputada estadual pelo quarto mandato consecutivo e presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), além de integrar outras comissões da Casa. Atualmente é vice-líder da bancada de Oposição da Alepe e uma das poucas candidatas a prefeita de Olinda que não faz parte da base do governador Paulo Câmara. Teresa foi presidente estadual do PT em 2014 e 2015 e atualmente é vice-presidente da sigla no estado.

Coligação Mudança de Verdade Izabel Urquiza (PSDB)
André Siqueira (PSL)
Partidos: PSDB/ PSL / DEM / PMN

Izabel Urquiza
Nascida em Olinda, Izabel Urquiza, 46, é formada em Direito com especialização em gestão pública. É funcionária concursada da Caixa Econômica Federal desde os 18 anos. Exerceu a secretaria-executiva de Turismo do estado por um ano, de onde saiu para tentar pela segunda vez a prefeitura de Olinda. Na disputa de 2012, a tucana ficou na segunda colocação com 81.991 votos. No pleito anterior, era filiada ao PMDB e quase leva a disputa para o segundo turno por uma diferença de 1% em relação ao primeiro colocado. A tucana é filha da ex-prefeita de Olinda Jacilda Urquisa e do ex-deputado estadual Hélio Urquisa.

Coligação Inovar para Mudar
Ricardo Costa (PMDB)
Antonio Cosmo “Tota” (PRP)
Partidos: PMDB / PRP

Ricardo Costa
Empresário da comunicação gráfica desde 1978, Ricardo Costa foi eleito pela primeira vez como deputado estadual em 2010, pelo PTC. Atualmente é líder do PMDB na Alepe. É membro titular da Comissão de Justiça e suplente da Comissão de Finanças da Casa. Costa já foi vice-presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE), fundou a Federação Nacional das Empresas de Propaganda Exterior (Fenapex) e a Associação Comercial e Industrial de Olinda, da qual foi o primeiro presidente.

Coligação Muda Olinda
Antônio Campos (PSB)
Conceição Silva “Ceça” (PHS)
Partidos: PSB / PHS / PMB / PR / Rede / PPL / Pros / PSC / PSDC / PPC / PEN

Antônio Campos
Neto do ex-governador Miguel Arraes e irmão do ex-governador Eduardo Campos, Antônio Campos, conhecido como Tonca, é poeta, escritor, advogado, editor e empresário. Preside o Instituto Maximiano Campos (IMC) e é curador da Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto). Atuava nos bastidores da política e disputa pela primeira vez um cargo público. Tonca é filiado ao PSB há 12 anos.

Coligação PSOL-PCB
Jesualdo Campos (PSOL)
Professor Jorginho (PCB)
Partidos: PSOL e PCB

Jesualdo Campos
Jesualdo de Albuquerque Campos Júnior tem 37 anos, é bacharel em Direito pela UNICAP, casado e presidente do PSOL em Olinda. Atuou como advogado de sindicatos de trabalhadores e fundou seu próprio escritório, o Campos & Delano advogados associados. Como militante social, Jesualdo participou do movimento estudantil, chegando à presidência do DCE da UNICAP. Em 2010, foi um dos coordenadores da campanha presidencial de Plínio Arruda Sampaio e, em 2015, tornou-se o presidente do PSOL em Olinda.

Chapa puro sangue do Solidariedade

Professor Lupércio (SD)
Márcio Botelho (SD)
Partido: Solidariedade

Professor Lupércio
Eleito para o primeiro mandato de deputado estadual em 2014, Professor Lupércio é vice-presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa e membro da Comissão de Administração. Foi eleito vereador de Olinda por dois mandatos. Lupércio é professor de matemática, pós-graduado, e lecionou por alguns anos na rede pública estadual. Militou no movimento estudantil e foi presidente do Diretório Central de Estudantes da Fundação de Ensino Superior de Olinda (Funeso). Atualmente, está concluindo o curso de Direito na Faculdade de Olinda.

Chapa puro sangue do PPS
João Luiz (PPS)
Uyrandêi de Medeiros Lemos (presidente do PPS em Olinda)
Partido: PPS

João Luiz
Servidor de carreira da Secretaria da Fazenda e ex-vereador de Olinda, João Luiz é formado em Direito e pós-graduado em Gestão Pública e Administração de Projetos Sociais. Em 2014, João Luiz, foi candidato a deputado estadual e foi um dos mais votados de Olinda, com mais de sete mil votos.

Chapa puro sangue do Partido Verde

Gustavo Rosas (PV)
Thiago Marinho (PV)
Partido Verde

Gustavo Rosas
Médico concursado da Prefeitura de Olinda, ambientalista e militante há 12 anos do GreenPeace, grupo internacional de defesa do meio ambiente. Gustavo Rosas tem 39 anos e é morador de Olinda desde sempre. Também é membro da Sociedade Brasileira de Bioética e está há três anos no Partido Verde. Já disputou a prefeitura de Olinda uma vez, em 2008, pelo PRP.

Fonte: Diário de Pernambuco

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Paixão de Cristo 2018

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: