out
2

RAMINHO CHIQUITO DISPUTA A PREFEITURA DE OLINDA SUB JUDICE

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Eleições 2016     Tags , ,

chic

Os eleitores  olindenses vão às urnas neste domingo (02) para escolher o novo prefeito para administrar a cidade no período 2017-2020. Também escolherão um candidato a vereador para ocupar uma das 17 cadeiras da Casa Bernardo Vieira de Melo.

Opções não faltam: são mais de 430 candidatos a vereador e dez candidatos a prefeito: Izabel Urquisa (PSDB), Luciana Santos (PCdoB), Teresa Leitão (PT), Professor Lupércio (Solidariedade), Ricardo Costa (PMDB), Jesualdo Campos (PSOL), Antônio Campos (PSB), Guga (PV), João Luiz (PPS) e Raminho Chiquito (PCO). Este último (foto), disputa sub-judice. O TSE indeferiu a sua candidatura, ele recorreu e aguarda julgamento.

Raminho Chiquito foi o candidato que menos ocupou espaço na mídia. Poucos falaram no seu nome ou fizeram algum comentário sobre a sua candidatura. Ele também não aparece nas redes sociais.

chicUm dos momentos em que esse olindense, de 66 anos, foi mais comentado, ocorreu no final de agosto, quando tornou-se pública a declaração de bens dos postulantes à Prefeitura: enquanto o socialista Antônio Campos declarou ao TSE ter mais bens (um patrimônio de R$ 5.146.970,57 em bens), Raminho Chiquito aparece na outra ponta, desprovido de patrimônio.

O candidato do PCO declarou possuir apenas um veículo Fiat Uno, ano 1994/1995, no valor de R$ 5 mil. “Agora não tenho mais esse carro. Vendi e o dinheiro investi na impressão de material para a minha campanha (santinhos e adesivos para carros)”, disse. “Não entrou nenhum centavo de doação na minha conta de campanha, e dinheiro de fundo partidário do PCO, nem pensar”, confessa Raminho Chiquito.

Mesmo assim, sem dinheiro e sem divulgação da sua candidatura, ele acredita que terá um bom desempenho nas urnas. “Todo mundo me conhece em Olinda. Eu moro em Olinda e tenho história em Olinda. É diferente de outros candidatos que caíram na cidade de paraquedas e não sabem chegar, sozinhos, na Vila Popular”, diz.

Na pesquisa do Instituo Opinião, publicada na semana passada, Raminho aparecia na nona posição, atrás de Jesualdo Campos (PSOL), com 0,2% das intenções de votos, e na frente de Gustavo Rosas, do PV, que não pontuou. “Não acredito nessas pesquisas. Todo mundo me conhece e por onde eu caminho as pessoas me declaram voto, como é que isso não aparece nas pesquisas? É muito estranho. Tem alguma coisa errada aí”, acredita.

No quesito rejeição, segundo a pesquisa, 3% dos entrevistados disseram que não votam em Ramilho Chiquito de jeito nenhum, o mesmo percentual atribuído à candidata do PT, Teresa Leitão. Chiquito também não acredita que a rejeição de Luciana Santos (PCdoB) seja de 39,8%. “Ninguém quer mais governo comunista. Onde ela chega é criticada, vaiada. Essa rejeição a Luciana é muito maior”, garante o candidato do PCO.

Perfil – Raminho Chiquito tem 66, é aposentado e viveu a maior parte da sua vida no Sítio Histórico de Olinda. “Em Olinda todo mundo me conhece”, pontua. Hoje reside no conjunto habitacional Etelvino Lins, no 7o R.O. Já participou de outras disputas eleitorais, sem sucesso. 

Disputou o seu primeiro mandato para vereador de Olinda em 1988, pelo PMN. Voltou a disputar em 1992 e 2000, pelo PDT. Em 2010 foi candidato a deputado estadual.

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: