maio
18

Presidente nacional do PSDB é afastado do Senado e pode ser preso

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    Category Em: Brasil     Tags , ,

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou o afastamento de Aécio Neves do cargo do senador. O presidente nacional do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), é suspeito de ter pedido R$ 2 milhões de propina aos sócios do frigorífico JBS.

Com a perda do mandato, fontes da operação Lava-Jato dizem que o (ex)senador Aécio AecionevesPSDBNeves será preso. O STF deve analisar o pedido de prisão feito pela PGR durante a sessão de hoje.

Se julgar procedente, o tucano terá o mesmo destino da sua irmã, Andrea Neves. Ela foi presa por agentes da Polícia Federal e do Ministério Público Federal na manhã desta quinta-feira (18) no condomínio Retiro das Pedras, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG). O primo do senador e de Andrea, Frederico Pacheco de Medeiros, também foi preso na Grande BH.

O STF ainda autorizou a prisão do procurador da República, Angelo Goulart. Ele é o primeiro membro do Ministério Público Federal envolvido no escândalo da Lava Jato. Atuante na operação Greenfield, Goulart é suspeito de repassar informações sigilosas de investigações para o grupo ligado à empresa JBS.

Também perde temporariamente as funções de parlamentar o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que teria sido filmado recebendo R$ 500 mil de propina dos representantes do grupo. 

Na manhã desta quinta-feira, policiais federais cumprem mandados de busca e apreensão nos gabinetes de Aécio e de Zezé Perrela no Senado, e em uma das salas da Procuradoria Eleitoral, onde o procurador Goulart atuava. Os funcionários da Casa tiveram de aguardar na porta o final da operação.

Envie um comentário

Redes Sociais:

Manu

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: