ago
10

Universo oferece serviços gratuitos de conciliação e mediação de conflitos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Serviços     Tags , ,

Os conflitos tem sido algo cada vez mais comuns no cotidiano das pessoas, alguns tomam proporções maiores que o esperado e resolvê-los nem sempre parece uma tarefa fácil. Dessa forma, a única alternativa acaba sendo o tradicional processo judicial, fato que, por décadas, tem tornado a Justiça brasileira lenta e traz soluções nem sempre consideradas justas.

Este cenário serviu como ponto de partida para que muitos estudos na área do direito processual constatassem a necessidade de reestruturação da Justiça no país. Tais estudos também identificaram a importância do diálogo entre as partes do processo e como sua ausência pode comprometer o sucesso de um bom acordo.

De acordo com o professor de Direito da Universidade Salgado de Oliveira, Bruno Tabosa, como consequência desta realidade o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lançou, em 2010, a Política de Pacificação Social de Conflitos, regulamentada pela resolução nº 125. O objetivo é difundir a cultura de paz e permitir que as pessoas conheçam e usem outras formas de resolução de conflitos além do processo judicial.

A partir da nova resolução, ganharam destaque no mundo jurídico a mediação de conflitos, a conciliação e outras formas que se mostram adequadas ao tratamento de conflitos como a constelação familiar, explica Bruno Tabosa. Além da estrutura do próprio Tribunal de Justiça, instituições de ensino superior, em convênio com o TJPE também oferecem esses serviços à população, como a Universo, que em setembro 2009 implantou uma Câmara de Conciliação e Mediação.

Segundo a coordenadora do NPJ e da Câmara de Conciliação e Mediação da instituição de ensino, professora Kalyne Monte, esse é um trabalho de responsabilidade social que a universidade tem com a sociedade civil. “Semanalmente realiza-se diversos atendimentos e sessões de mediação e conciliação na área cível, em especial, no Direito de Família (divórcio, pensão alimentícia, regulamentação de visitas). Isso possibilita a resolução de conflitos por meio do diálogo, mas com a observância do rigor da lei”, relata.

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: