set
23

Dobra o número de brasileiros no Caminho de Santiago de Compostela

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Turismo     Tags , ,

Você trocaria o conforto de casa, os seriados favoritos, as facilidades do delivery, o happy-hour do fim do dia com os amigos para caminhar, todos os dias, cerca de 25 quilômetros em um país estranho? Parece loucura, mas essa foi a opção de 4.365 mil brasileiros que, em 2016, fizeram o Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha. Em 2012, esse número foi de 2.229 – um aumento de 98% em apenas cinco anos.

795px-Orbigo_Bridge

O Caminho de Santiago de Compostela começou a fazer história quando, há 12 séculos, foram encontrados os restos mortais do apóstolo Tiago – que hoje estão depositados na igreja da cidade de Santiago de Compostela. Em 1987, esse trajeto foi declarado Primeiro Itinerário Cultural Europeu e, mais tarde, Patrimônio da Humanidade. Hoje deixou de ser um roteiro percorrido apenas por religiosos e passou a fazer parte do destino de pessoas que têm como foco o autoconhecimento.

De acordo com dados da Catedral de Compostela, o Brasil passou da 13ª para a 11ª posição no ranking de países com mais viajantes para a rota, que tem, no total, cerca de 800 quilômetros (Caminho Francês). “O Caminho de Santiago não é uma viagem, é um projeto de vida. Ao longo de 30 dias, o peregrino tem a oportunidade de buscar-se a si mesmo. É a forma com que muitas pessoas recorrem para virar a página e encontrar novos significados para suas vidas”, diz o autor do livro O Guia do Viajante do Caminho de Santiago, Daniel Agrela.

Para esclarecer as dúvidas de brasileiros que querem fazer o Caminho de Santiago, Agrela ministrará a terceira edição da Oficina Para Peregrinos, nos dias 7 e 8 de outubro em São Paulo. “O objetivo é detalhar as informações sobre a rota para que o viajante possa aproveitar ao máximo esse período sabático“.

A viagem tem uma complexidade: é preciso, em média, 30 dias para percorrer todas as etapas. Para isso é necessário estar preparado. De acordo com Agrela, que já realizou duas vezes o Caminho.

De acordo com Daniel Agrela, que já realizou duas vezes o Caminho, o curso abordará temas de grande preocupação dos interessados em fazer o Caminho: planejamento financeiro para a viagem, como é o dia a dia, em que época do ano ir, onde dormir, qual a melhor forma de se alimentar, o que levar na mochila, além de diversas questões relacionadas à segurança e infraestrutura do trajeto.

No último dia da oficina os participantes terão a experiência de sentir um pouco do que encontrarão no Caminho de Santiago. É feita uma caminhada preparatória de dez quilômetros em área de Mata Atlântica preservada em São Paulo. O objetivo é dar dicas práticas de como enfrentar os muito quilômetros diários da rota de Compostela, além de apresentar um pouco da atmosfera que se pode sentir na peregrinação.

O Caminho de Santiago começou a fazer história quando, há doze séculos, foram encontrados os restos mortais do apóstolo Tiago – que hoje estão depositados na igreja da cidade de Santiago de Compostela. Em 1987, esse trajeto foi declarado Primeiro Itinerário Cultural Europeu e, mais tarde, Patrimônio da Humanidade. Hoje deixou de ser um roteiro percorrido apenas por religiosos e passou a fazer parte do destino de pessoas que têm como foco o autoconhecimento.

Foto: Orbigo Bridge

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: