set
27

Acusado de matar bispo e esposa em Olinda vai a júri em outubro

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda     Tags , ,

Robinson CavalcantiCinco anos e sete meses após matar a facadas o bispo da Igreja Anglicana, Edward Robinson de Barros Cavalcanti, e sua esposa, Miriam Cavalcanti (foto), o filho adotivo do casal, Eduardo Olímpio Cotias Cavalcanti, de 34 anos, irá a júri pelo duplo assassinado. O julgamento foi marcado pela Justiça para às 9h do próximo dia 05 de outubro. 

O julgamento demorou a ser marcado porque, ao longo dos últimos anos, o acusado passou por três incidentes de insanidade mental, passando por exames com psiquiatras diferentes até a conclusão de que ele tinha consciência do que estava fazendo e, por isso, deverá responder por seus atos. Os exames foram solicitados após um laudo do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP) apontar que Eduardo era portador de um transtorno de personalidade e apresentava um quadro de depressão.

Caso – O crime do bispo Robinson Cavalcanti e sua esposa aconteceu no domingo, dia 26 de fevereiro de 2012, na casa em que casal morava, no bairro dos Bultrins, em Olinda, e gerou comoção. Eduardo Cotias assassinou os pais três dias depois de voltar dos Estados Unidos, onde viveu por 13 anos. 

Eduardo, na época com 29 anos, foi visto na frente da casa dos pais amolando uma faca, o que chamou a atenção dos vizinhos. À noite, acompanhou os pais até a Igreja Anglicana do Bairro Novo, também em Olinda. Ao chegar em casa, trancou todas as portas e iniciou uma discussão com o pai – o primeiro a ser esfaqueado. A mãe tentou intervir e também foi assassinada

O acusado teria bebido e consumido cocaína excessivamente, segundo apontaram exames feitos logo após o crime, no Hospital da Restauração (HR). Na época do crime, um amigo da família revelou que Eduardo, além de usuário de drogas, havia sido preso diversas vezes nos Estados Unidos.

O inquérito conduzido pela Polícia Civil de Pernambuco aponta que o réu seria integrante de uma facção criminosa nos Estados Unidos e teria um plano de assassinatos em série no Brasil. No dia do duplo assassinato, ele teria reclamado o fato de o pai tê-lo “abandonado”. O bispo e a esposa teriam decidido enviar o rapaz para a casa de familiares nos Estados Unidos porque, aos 16 anos, ele queria deixar os estudos.

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: