set
28

Amanhã à noite tem shows d’O Rappa e Nação Zumbi em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda     Tags , ,

O Rappa

O Rappa retorna à terras pernambucanas para o lançamento do CD e DVD gravado na Oficina Brennand, no ano passado. A banda, que já anunciou uma pausa na carreira a partir de 2018, apresenta a turnê acústica nesta sexta-feira (29), no Classic Hall, em Olinda, a partir das 21h. A Nação Zumbi também se apresentará na mesma noite,fazendo um show que promete ficar na memória.

Formado por Marcelo Falcão, Lauro Farias, Marcelo Lobato e Xandão, O Rappa representa o grito das ruas, as emoções do cotidiano difícil e o apreço pela vida digna. São 10 álbuns lançados, muitos prêmios conquistados e diversos discos de ouro, platina e diamante.

Este novo capítulo d’O Rappa em solo pernambucano, será composto por um repertório com canções inéditas, apresentadas no DVD, e clássicos dos discos “Nunca Tem Fim e Sete Vezes”, além da coletânea de hits aclamada pelos fãs.

O DVD foi filmado de forma singular, mostrando os cenários que compõem a cidade do Recife, além da interação da banda com os fãs, o backstage e o barco. A emblemática oficina que abriga as obras do escultor e artista plástico Francisco Brennand fez parte das gravações do projeto.

Manguebeat – Nesta mesma noite, a Nação Zumbi subirá ao palco com um repertório de músicas já conhecidas e aclamadas pelo público, tão fiel ao movimento manguebeat desde os tempos de Chico Science. Em turnê desde 2014, quando lançou o disco de inéditas “Nação Zumbi”, fruto do décimo trabalho da banda após sete anos do último álbum, os mangueboys vão se misturar a energia explosiva d’O Rappa.

Criada no início dos anos de 1990, a Nação Zumbi (ainda sob a alcunha de ‘Chico Science & Nação Zumbi’), lançou o seu primeiro álbum “Da Lama ao Caos”, em 1994. O trabalho tornou-se um dos marcos do manguebeat, movimento que, junto com outras bandas da região, ajudou a deslocar o eixo da música nacional para além do Rio-São Paulo introduzindo elementos locais ao pop e considerado o mais importante desde a Tropicália.

A banda formada por Jorge Du Peixe (voz), Lúcio Maia (guitarra), Pupillo (bateria), Dengue (baixo) e Toca Ogan (percussão) conta com o reforço das alfaias de Da Lua e Tom Rocha. No momento, a banda está finalizando um projeto com o primeiro disco de versões, “Radiola NZ #vol.1”, enquanto prepara novo CD de inéditas para 2018.

Envie um comentário

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: