out
8

Antônio Campos, neto de Arraes e irmão de Eduardo, só teve 3.658 votos

O andor não foi suficiente para garantir uma cadeira de deputado estadual na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) ao advogado e escritor Antônio Campos (Podemos).

Teve uma votação inexpressiva, o que o enfraquece para uma nova disputa à Prefeitura de Olinda, em 2020. Antônio Campos concorreu em 2016 e perdeu para o Professor Lupércio (Solidariedade).

O neto do ex-governador Miguel Arraes, irmão do ex-ministro e ex-governador Eduardo Campos e filho da ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, teve apenas 3.658 votos.

Ninguém imaginava que Antônio Campos, de tradicionais famílias de políticos (Arraes e Campos) pudesse ter um desempenho tão sofrível. Depois da contagem dos votos nas urnas, o TRE-PE registrou apenas 3.658 votos para ele.

Antônio Campos somou menos votos do que figuras menos conhecidas em Pernambuco, como Edjailson da Carú Forró (PRTB), 4.013 votos; Bruno Marreca (Solidariedade), 4.554 votos; Doutor Gatão (Avante), 4.691 votos; Josevaldo Cowboy (PRB), 4.794 votos; Galeguinho das Encomendas (PP), 6.501 votos; e Fofão (PSC), 6.893 votos.

Envie um comentário

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de março de 2019
110 dias restantes.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: