jan
11

ANS SUSPENDE VENDA DE 225 PLANOS DE SAÚDE

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Sem categoria     Tags

Das 28 operadoras de planos de saúde que ficarão proibidas de comercializar 225 novos produtos a partir da próxima segunda-feira (14) até março de 2013, quatro têm atuação em Pernambuco. As empresas já tinham sido incluídas na lista de três meses atrás, quando seis empresas regionais foram suspensas. Na divulgação de ontem (10), feita pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e pelo diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), André Longo, duas foram liberadas para voltar às vendas: Viva Planos de Saúde e São Francisco Assistência Médica.
De acordo com a ANS, estas operadoras que continuam em suspensão são reincidentes em não atender seus beneficiários nos prazos máximos para consultas, exames e cirurgias, conforme determina a Resolução Normativa 259. Em Pernambuco são: Unimed Guararapes, Recife Meridional, Real Saúde e Ideal Saúde. As liberadas da punição, por sua vez, deverão assinar um Termo de Compromisso com a ANS visando à redução no número de reclamações dos beneficiários. De acordo com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, isso significa que elas vão ter que adequar a rede de prestadores e os serviços de relacionamento e atendimento ao cliente.
Para quem tem um plano de saúde que terá a venda suspensa, todos os direitos continuam valendo. O que está suspensa é a incorporação de novos clientes. “É muito importante que a população continue participando do monitoramento”, disse o ministro. O relatório atual é referente ao período de monitoramento compreendido entre 19 de setembro e 18 de dezembro de 2012, quando a agência recebeu 13,6 mil reclamações de beneficiários.
Para não contratar o serviço de um plano com a comercialização suspensa, a ANS recomenda verificar o registro do produto. Essa informação pode ser acessada no portal www.ans.gov.br. Em casos de dúvida, também é possível entrar em contato com o órgão regulador através do Disque ANS, pelo telefone 0800.701.9656. É importante ter sempre em mãos o número de protocolo de atendimento junto à operadora.
As operadoras de planos de saúde que não cumprem os prazos definidos pela ANS estão sujeitas à multa que varia entre R$ 80 mil e R$ 100 mil. Em casos de descumprimento reiterado, as operadoras podem sofrer medidas administrativas, como a suspensão da comercialização de parte ou da totalidade dos seus planos de saúde e a decretação do regime especial de direção técnica.

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: