jan
13

"BEBIDA NOS ESTÁDIOS É RETROCESSO"

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Olinda     Tags

O deputado estadual Alberto Feitosa (PR), vice-líder do Governo na Assembléia Legislativa, mostrou-se surpreso com a decisão da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) de liberar a venda de bebidas alcoólicas nos estádios durante o campeonato pernambucano.
Para o parlamentar, essa decisão “é um retrocesso” tendo em vista que a lei seca nos estádios é uma medida acertada de prevenção à violência e que possibilita maior segurança e bem-estar aos torcedores que freqüentam as praças esportivas. “Está comprovado que a proibição de bebidas alcoólicas nos estádios reduziu substancialmente a violência nos dias de jogos. Voltar atrás é um desserviço aqueles torcedores que vão aos jogos para se divertir. Sai perdendo também a população de uma forma geral, que voltará a conviver com os quebra-quebras, confusões e outras cenas de vandalismo provocadas por pessoas mais exaltadas e sob o efeito do álcool”, argumenta.
Alberto Feitosa lembra que a medida foi adotada há anos na Europa e nos Estados Unidos visando reduzir a violência e atender as recomendações da Fifa e que nos Estados onde a venda de bebida durante a realização dos jogos virou lei, a exemplo do Rio Grande do Sul, São Paulo e Ceará, o público nos estádios aumentou. “Os resultados comprovam que a medida minimiza o problema, mas parece que aqui em Pernambuco a FPF levou em consideração apenas o interesse comercial (o patrocínio de R$ 800 mil da Ambev), deixando em segundo plano a segurança do torcedor, que será o grande penalizado com essa decisão”, completa.
Feitosa afirma que embora o Estatuto do Torcedor não faça nenhuma referência à proibição de venda de bebidas alcoólicas nos estádios, o artigo 13 do mesmo Estatuto diz que os organizadores dos espetáculos (no caso a FPF) são responsáveis pela segurança do torcedor.
Na sua opinião, a FPF poderá manter o contrato de patrocínio com a Ambev, garantindo a publicidade dos produtos nos estádios, mas mantendo inalterada a determinação de proibição da venda desses produtos no local e arredores. “Nada é capaz de resolver, de imediato, o problema da violência, mas não podemos deixar que ela avance. O Governo Federal vem intensificando as campanhas educativas e de prevenção para coibir o consumo de bebidas nas estradas e aqui em Pernambuco o Governo do Estado vem adotando medidas para reduzir os índices de violência através do Pacto pela Vida. A decisão da FPF não é sadia e vai de encontro a todos os esforços que estão sendo desenvolvidos de combate à violência”, conclui.

1 Comentário to “"BEBIDA NOS ESTÁDIOS É RETROCESSO"”

  • Anonymous 13 de janeiro de 2009 às 20:35

    Concordo com o deputado. Se a violência em campo é grande, sem bebida, imagine com a liberação.
    Um retrocesso de fato.
    Betânia

  • Anonymous 13 de janeiro de 2009 às 20:35

    Concordo com o deputado. Se a violência em campo é grande, sem bebida, imagine com a liberação.
    Um retrocesso de fato.
    Betânia

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: