fev
18

BONECOS: TRADIÇÃO DO CARNAVAL

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Olinda     Tags

Foi em 1939 que surgiu, entre os foliões do carnaval de Olinda, o Homem da Meia-Noite, um ‘calunga’ de mais de três metros de altura. Ele foi o pioneiro em uma tradição que começou como uma grande brincadeira e se tornou símbolo do carnaval de Pernambuco.
O Homem da Meia-Noite surgiu pelas mãos dos artistas plásticos Anacleto e Bernadino da Silva. Em 1969, um grupo de carnavalescos achou que o Homem da Meia-Noite estava muito sozinho e criou uma companheira para ele: a Mulher do Dia.
Os dois nunca se encontravam por causa dos horários que saem para desfilar. O Homem, à meia noite do Sábado de Zé Pereira, e a Mulher, ao meio dia do domingo.
Tempos depois surgiu o Menino da Tarde, teoricamente, o filho do primeiro casal de bonecos do Carnaval olindense.
Mesmo com os avanços tecnológicos, os bonecos gigantes de Olinda continuam “nascendo” de forma artesanal. “Atualmente, fazer um boneco dá o mesmo trabalho que antigamente. A diferença é que hoje um boneco, que antes pesava 30 quilos, sai do atelier com dez quilos”, comenta o artista plástico Sílvio Botelho, criador do terceiro boneco gigante de Olinda, o Menino da Tarde.
Para o artista plástico Jovenildo Bezerra da Silva, o Camarão, a tecnologia ajuda no processo de criação. “Procuro as fotos de pessoas na internet para criar os bonecos”. Este ano, ele usou um programa de buscas na rede para achar fotos do presidente americano Barack Obama. “Vi várias fotos dele para compor o rosto”.

Fonte: Agência Brasil

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: