nov
22

CÂNCER DE PRÓSTATA: CAMPANHA ALERTA PARA A DOENÇA E TRATAMENTO

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Sem categoria     Tags

Para alertar os homens sobre a importância dos exames preventivos contra o câncer de próstata, foi criado o Novembro Azul. Em Pernambuco, como parte da mobilização, o Hospital do Câncer de Pernambuco (HCP), localizado no bairro de Santo A­ma­­ro (Recife), preparou um ciclo de palestras so­bre o tema.

A próstata é uma glândula que se localiza exclusivamente no trato genital masculino, abaixo da bexiga, responsável pela produção de uma parte do conteúdo que compõe o esperma. Existem três alterações que podem trazer problemas à glândula, interferindo tanto na parte genital quanto urinária do homem, que são as infecções, a hiperplasia prostática benigna (HPB) e, por fim, o câncer de próstata, segundo tipo mais comum na população masculina, ficando atrás apenas do câncer de pele. 

A prevenção da doença é feita através de dois exames, sendo um deles o toque retal e o outro de sangue, para detectar a presença, ou não, do Antígeno Prostático Específico (PSA). Ambos devem ser feitos por homens a partir dos 45 anos, acompanhados por um médico urologista. Conforme dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), para 2012 estima-se 60.180 novos casos da doença. Em 2010, 12.778 morreram em decorrência do câncer de próstata doença.

O grande problema – e que prejudica a identificação precoce da doença e o seu tratamento – é que o toque retal é cercado de preconceito. A maioria dos homens ainda se nega a permití-lo sob os mais diversos argumentos que nos dia não mais se sustentam, como, por exemplo, dor, incômodo, vergonha e até perda da mascilinidade. O toque não dói e dura menos de 30 segundos.

De acordo com o urologista do HCP, Rômulo Vasconcelos, o câncer de próstata é um nódulo maligno que pode crescer, causar sangramento e invadir a bexiga e os ureteres, modificando o funcionamento perfeito desses órgãos. “Quanto mais precocemente o diagnóstico for feito, maior as alternativas de tratamento e as chances de cura. Os dois exames são bons para diagnosticar a doença, mas ele só é finalizado depois que é feita a biópsia no tumor”, explicou o médico.

Segundo ele, quando no estágio inicial, as opções de tratamento são a cirurgia e a radioterapia. Já nos casos mais avançados, fora as duas opções anteriores, a hormonioterapia, que é a diminuição de hormônios, também é indicada. Ainda conforme ele, o fator genético, tabagismo, ingestão alcoólica e de alimentos gordurosos são fatores de risco que aumentam a incidência desse tipo de câncer.

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: