set
12

CASAL NEGA MÁ FÉ NA ADOÇÃO DE CRIANÇA EM OLINDA

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Sem categoria     Tags

O casal que está sendo investigado por se envolver em suposta guarda ilegal de uma menina em Olinda, compareceu na terça-feira (10), à Delegacia do Varadouro, onde foi ouvido pela delegada Andréa Melo. Em depoimento à polícia, os antigos guardiões – uma esteticista carioca e um piloto americano – negaram ter agido de má fé ao, supostamente, colocarem um nome falso na criança, de apenas um ano. Durante duas horas e meia, os depoentes alegaram que a certidão não foi solicitada no momento do batismo pelo padre José Severino da Silva, da Paróquia de São José.
Peu Ricardo/Folha de Pernambuco


Segundo a delegada, a esteticista carioca sustentou, durante o depoimento, a versão de que o registro de nascimento não foi solicitado. No entanto, de acordo com Andréa, o religioso disse que, ao solicitar a certidão, recebeu a informação da mulher envolvida na suposta adoção ilegal que havia esquecido o documento, fato que teria induzido o padre a realizar o batismo, mesmo irregularmente. O religioso vai prestar depoimento à polícia nesta quinta-feira (12). 

Ainda segundo a delegada, além do padre, funcionários da igreja e os padrinhos da criança devem ser inquiridos a prestar esclarecimentos à polícia. Após as ouvidas, os depoimentos que estão ou ainda serão colhidos vão ser confrontados, o que norteará a conclusão do inquérito, que tem previsão de ser concluído em outubro. À frente das investigações sobre o suposto crime de falsidade ideológica, Andréa informou que a certidão de nascimento poderá ser periciada após a análise do registro original. “Pedimos para o padre trazer o documento, pois eu só tenho a cópia do livro de anotações. A partir daí, vamos verificar se o possível erro se trata de uma falsidade material”, explicou Andréa.
Na ouvida, a esteticista relatou à delegada que, sempre quando abordada por terceiros, dizia que a menina era sua filha, pois estava sob sua guarda provisória. “Ela alega ainda que se referia ao nome anterior da criança, em diversas situações”. Assim como informou o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), na nota enviada no dia em que criança foi devolvida pelo casal à Vara da Infância e Juventude, o casal reiterou que resolveu entregar a menina por conta da pressão feita pela imprensa.
O casal, que reside em Miami, embarcou na terça-feira (10) rumo aos Estados Unidos. No entanto, os dois ficam à disposição da delegada para possíveis esclarecimentos sobre o caso. O comparecimento dos antigos guardiões à delegacia havia sido negociado com os advogados dos investigados, que estavam em Gravatá. A delegada Andréa Melo informou que pretende ouvir mais três pessoas, pelo menos. Na quinta-feira passada, a proprietária da residência que havia sido apontada como sendo o imóvel onde residia o casal prestou depoimento.

Leia também:
http://www.olindahoje.com/2013/08/juiza-de-olinda-e-investigada-por.html
http://www.olindahoje.com/2013/09/censura-imprensa-deputado-volta-atras.html
http://www.olindahoje.com/2013/09/oab-pe-condena-censura-imprensa-de.html
http://www.olindahoje.com/2013/09/aip-repudia-censura-imprensa.html
http://www.olindahoje.com/2013/09/padre-que-batizou-crianca-adotada.html

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: