Navegando todos os artigos Brasil
jun
21

Justiça obriga Facebook a fornecer dados de usuária que xingou Aécio Neves

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

O Facebook terá que informar os dados de uma usuária ao senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG). Na ação, que tramita em segredo de Justiça, o parlamentar alegou que foi ofendido por uma usuária e que, devido à grande repercussão do caso, houve dano a sua imagem. Por isso, pede os dados dela para que possa tomar as medidas legais cabíveis.

aécio

De acordo com decisão do juiz Antonio Carlos de Figueiredo Negreiros, da 7ª Vara Cível, que confirmou liminar julgada por ele anteriormente, é “incontroverso a veiculação de mensagem atrelando o nome do autor [Aécio Neves] a suposto envolvimento com atividades criminosas e investigações policiais ainda em curso”.

comentário facebook

O despacho publicado no Diário da Justiça Eletrônico de São Paulo não menciona qual foi o comentário que motivou a ação em 2016. Além dos dados cadastrais, Aécio também tentou obter os dados pessoais e a “porta lógica de origem” utilizada pela usuária. O senador afastado também pediu que o caso tramitasse em segredo de Justiça.

Fonte: Portal ConJur

jun
20

CAE aprova parecer de Armando criando política para preservar caatinga

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira (20), parecer do senador Armando Monteiro (PTB-PE) ao projeto de lei que institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga (foto).

caatingaO projeto determina como uma das diretrizes das aplicações do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) a preservação ambiental do bioma, que será beneficiado, também, por linhas de crédito especiais. A proposta vai agora à votação da Comissão de Meio Ambiente, de onde, se aprovado, seguirá ao exame da Câmara dos Deputados.

“A Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga servirá para orientar a formulação e implementação de políticas públicas que garantam a atuação articulada entre os organismos públicos e a sociedade para compatibilizar as atividades econômicas e a proteção ambiental”, destacou Armando, no seu parecer.

O projeto de lei 222/2016, de autoria do senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) estabelece que a nova política será a contrapartida ambiental das ações da Sudene e do Banco do Nordeste na elaboração e acompanhamento do Plano de Desenvolvimento Regional do Nordeste.

Armando alterou o texto original do projeto, ampliando para a pecuária e a silvicultura, além da agricultura, as atividades do semiárido a serem prioritariamente preservadas. A execução da Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga não cria novas despesas. O seu objetivo é fixar princípios e diretrizes de atuação governamental para disciplinar o uso e proteção dos recursos naturais do bioma.  

No parecer ao projeto de lei, Armando Monteiro alinha entre as práticas que devem ser apoiadas pelos órgãos federais, a pecuária em bases sustentáveis, pelo uso da vegetação nativa como suporte forrageiro, já que a criação de bois é a principal atividade econômica do sertanejo e uma das causas da degradação ambiental do bioma. O senador sugere, ainda, a produção por manejo florestal sustentável da lenha nativa, fonte de energia da indústria cerâmica e de gesso.

A caatinga abrange cerca de 830 mil quilômetros quadrados, segundo o IBGE, estendendo-se por oito Estados nordestinos e pequenas extensões do Maranhão e Minas Gerais. Uma das regiões mais sujeitas à desertificação no país, o bioma, que registra Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) baixíssimo e, portanto, elevada vulnerabilidade social, cobre quase 10% do território nacional. É considerado uma das áreas de escassez hídrica mais populosas do mundo.

Foto: JC

jun
18

Ministro do STF, Gilmar Mendes, fará palestra amanhã no Recife

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Ministro Gilmar Mendes-STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, estará no Recife nesta segunda-feira (19). Vem à capital pernambucana para proferir uma palestra para os associados do Grupo de Líderes Empresarias de Pernambuco (Lide-PE), uma organização de caráter privado que fomenta o fortalecimento da livre iniciativa e do desenvolvimento empresarial.

Gilmar Mendes fará uma palestra sobre o tema “Brasil, desafios para a governabilidade”. O evento acontecerá no auditório do MV Empresarial (Avenida Presidente Dutra nº 298), no bairro da Imbiribeira. Começa às 9h50.

O ministro do STF é acusado de ter cometido “crime de responsabilidade” e na última quarta-feira (14) o ex-procurador-geral da República, Cláudio Fontelles e o professor Marcelo Neves apresentaram à mesa do Senado um pedido de impeachment de Gilmar Mendes. 

De acordo com Cláudio Fontelles, o ministro do STF vem exercendo “atividades político-partidárias”, o que é vedado pela legislação. A prova disto seria a conversa telefônica (gravada pela Polícia Federal) que Gilmar Mendes teve com o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) no último dia 26 de abril. 

No telefonema, o Aécio pede ao ministro que fale com o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) sobre determinada votação, que, pelo que se pôde concluir, tratava-se do projeto de lei de abuso de autoridade.

jun
17

‘Temer é o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil’, diz Joesley Batista

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Um dos donos do grupo J&F, holding dos frigoríficos JBS, Joesley Batista, detalhou como era seu relacionamento com o presidente Michel Temer, desde 2009, quando se conheceram. Segundo o empresário, que explodiu a delação mais estrondosa da Operação Lava-Jato, citando o presidente da República e o agora senador afastado Aécio Neves diversas vezes, Temer é o “chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil”. A declaração foi dada em entrevista à revista Época. 

Painel0103topo

Joesley, que prestou mais um depoimento na manhã desta sexta-feira (16/6) na sede da Polícia Federal, em Brasília, não economizou em adjetivos ao presidente. Ele detalha como se tornou o maior empresário articulador de políticos na história do Brasil. À revista, ele detalha porque decidiu delatar o chefe do Executivo nacional e fala sobre o jeito de Temer convocar uma reunião. “Nunca foi uma relação de amizade. Sempre foi uma relação institucional, de um empresário que precisava resolver problemas e via nele a condição de resolver problemas. Acho que ele me via como um empresário que poderia financiar as campanhas dele – e fazer esquemas que renderiam propina. Toda vida tive total acesso a ele. Ele por vezes me ligava para conversar, me chamava, eu ia lá”, disse o empresário. 

Quando questionado se Temer pedia algo em troca, Joesley disse que as reuniões — que aconteciam tanto no Jaburu, quanto na residência do peemedebista, em São Paulo, em sua casa — sempre estavam ligadas a algum pedido, algum favor. ” Uma delas foi quando ele pediu os R$ 300 mil para fazer campanha na internet antes do impeachment, preocupado com a imagem dele. Fazia pequenos pedidos”, explicou. 
 
Batista cita nomes de políticos influentes. Temer, Eduardo Cunha, Padilha, Moreira Franco… Segundo ele, é um grupo liderado pelo próprio presidente. “Quem não está preso está hoje no Planalto. Essa turma é muita perigosa. Não pode brigar com eles. Nunca tive coragem de brigar com eles. Por outro lado, se você baixar a guarda, eles não têm limites. Então meu convívio com eles foi sempre mantendo à meia distância: nem deixando eles aproximarem demais nem deixando eles longe demais. Para não armar alguma coisa contra mim”, disse à revista. 
 
jun
15

Juristas entram com pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , , ,

O ex-procurador-geral da República Claudio Fontelles e um grupo de juristas protocolaram nesta quarta-feira (14) um pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes, que integra o STF (Supremo Tribunal Federal) e preside o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).
gilmarmendes_nelsonjr_SCO_STF

No documento, os autores acusam o magistrado de ter cometido crime de responsabilidade, apontando o diálogo gravado pela Polícia Federal de Gilmar com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado do cargo por decisão da Justiça.

Gilmar teve uma conversa com o tucano gravada pela PF em meio às investigações referentes à delação do grupo JBS. No áudio, Aécio pede ao ministro que ele ligue para o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), para que ele vote pela aprovação do projeto de lei que trata do abuso de autoridade. Gilmar responde ao tucano que já conversou com outros dois senadores: Antonio Anastasia (PSDB-MG) e Tasso Jereissati (PSDB-CE). Para Fontelles, a conversa representa uma prova “concreta e objetiva” de que o ministro “caracterizadamente desenvolve política partidária”.

“Ele não só se apressa a dizer a seu interlocutor que assumira a postura [de ligar para um senador] como que já providenciava contatos com dois outros senadores da República”, disse. “Para mim isso é um clímax: é a hora histórica de brasileiros e brasileiras passarem o país a limpo. E não estou dizendo em passar parte”, disse.

Os autores devem fazer ainda outras duas representações contra Gilmar: uma na PGR (Procuradoria-Geral da República) e outra no STF. Ao Ministério Público, o grupo pede que o procurador-geral, Rodrigo Janot, examine se o ministro cometeu crime comum. Eles argumentam que o diálogo entre ele e Aécio é anexado à denúncia apresentada pela Procuradoria contra o tucano, acusado de corrupção passiva e tentativa de obstrução da Justiça. Já ao STF, será apresentada uma reclamação disciplinar.

Fonte: Folha PE

jun
14

Instituto de Gilmar Mendes recebeu patrocínio de R$ 2,1 milhões da J&F

O Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), que tem como sócio o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, recebeu nos últimos dois anos R$ 2,1 milhões em patrocínios de eventos por parte do grupo J&F, controlador da JBS. A informação foi revelada nesta quarta-feira pela Folha de S. Paulo, que mostrou também que, segundo a faculdade, os recursos foram para cinco eventos, além de “suporte a um grupo de estudos em Direito do Trabalho, da concessão de bolsas de estudo para estudantes carentes e egressos do sistema prisional, cursos gratuitos para a comunidade”.
 
GilmarMendes
 
Um dos eventos patrocinados ocorreu em Portugal em abril deste ano, dias depois de executivos da JBS firmarem acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. 
 
Além de magistrados, o congresso teve a participação de ministros do governo Temer. O IDP, no entanto, informou ter devolvido R$ 650 mil do montante no dia 29 de maio, depois da revelação do acordo de delação premiada de executivos da empresa. De acordo com o instituto, um contrato assinado em 11 de junho de 2015 com o grupo foi rompido por conta de uma cláusula contratual relacionada à conduta ética e moral por parte do patrocinador.
 
Já a JBS diz ter repassado R$ 1,45 milhão desde 2015, sem mencionar a devolução de R$ 650 mil. O grupo citou três congressos patrocinados, incluindo o último de Portugal, que custou R$ 650 mil. 
 
jun
11

O bunker de Temer tornou-se uma ameaça

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

O Palácio do Planalto de Michel Temer ficou parecido com o da fase terminal de Dilma Rousseff. Em março de 2016, cercada por assessores que pretendiam blindá-la, a senhora decidiu trocar o ministro da Justiça. Desastre, pois o escolhido, Wellington Cesar de Lima e Silva, não conseguiu assumir. Temer resolveu deslocar o ministro Osmar Serraglio para outra cadeira e, assim, o queridinho Rocha Loures continuaria na Câmara dos Deputados, protegido pelo foro privilegiado. Novo desastre, Serraglio não topou o novo ministério, reassumiu sua cadeira e Rocha Loures, tosado, está na penitenciária da Papuda.

RochaLoures

Dias antes, o Planalto surtara diante de uma baderna mal explicada que se aproveitou de uma manifestação ordeira, convocada com enorme antecedência. Até hoje não foi possível identificar o cacique tabajara que teve a ideia de botar a tropa na rua.

O caótico bunker de Temer superou-se na trapalhada do jatinho que enfeitou suas férias em Comandatuba. Primeiro o Planalto mentiu negando que o doutor e sua família tenham voado no jatinho de Joesley Batista. No dia seguinte, desmentiu-se, reconheceu o mimo, mas contou que o doutor não sabia de quem era o avião. Outra patranha. Temer não entra em avião sem saber quem é o dono.

Os três desastres diferem de si, mas têm dois pontos em comum: a arrogância de quem acha que faz o que quer e a leviandade de quem cria uma realidade paralela para se livrar do peso do erro cometido. Nenhuma das três crises teriam ocorrido se alguém tivesse conversado direito com Serraglio, se a Esplanada dos Ministérios tivesse sido adequadamente protegida e se os áulicos tivessem reconhecido na primeira hora que Temer usou o Air JBS.

Elio Gaspári – jornalista e escritor ítalo-brasileiro

Fonte: Portal O Globo

jun
10

TSE ignora provas e livra Temer de cassação

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , , , ,

Depois de quatro dias de julgamento e do reconhecimento da existência de fartos indícios de que a chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer cometeu crimes na campanha de 2014, a maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ignorou provas e absolveu os candidatos. Por quatro votos a três, os ministros declararam que as provas mais contundentes não poderiam ser levadas em conta, porque teriam sido inseridas no processo fora do prazo. Com a decisão, Temer ganhou fôlego para tentar se manter no cargo, a despeito da crise política instalada no país.

brasil-julgamento-tse

O desprezo às provas abriu caminho para a absolvição, que já estava delineada nos bastidores da Corte antes mesmo de começar o julgamento. A decisão também libera Dilma e Temer para concorrerem às próximas eleições. Maior defensor da absolvição ao longo do julgamento, o presidente do TSE, Gilmar Mendes, foi o responsável pelo voto de Minerva após o empate em 3 a 3. Ele referiu-se a “golpes engendrados na calada da noite”, defendeu o mandato dos governantes e disse que cassação deve ocorrer apenas em “situações inequívocas”.

— Não é fricote processualístico que se quer proteger, é a questão do equilíbrio do mandato. Não se substitui um presidente da República a toda hora, ainda que se queira — disse Gilmar.

O ministro reconheceu, no entanto, que as práticas da campanha foram graves:

— Tudo isso é deplorável, todo esse sistema, o envolvimento de ministro da Fazenda com caixa de campanha é deplorável. A ideia de ter um crédito por conta de uma medida provisória merece todo o repúdio. É chocante, não há palavras para descrever tudo o que se praticou.

Também votaram pela absolvição os ministros Napoleão Nunes Maia, Admar Gonzaga e Tarcisio Vieira. Desde o início do julgamento, na terça-feira, o grupo já dava mostras claras de que não consideraria os depoimentos de executivos da Odebrecht e dos marqueteiros Mônica Moura e João Santana no processo. E que, apesar de haver elementos demonstrando a gravidade dos fatos ocorridos, a Justiça Eleitoral não seria o palco adequado para uma condenação.

— As safadezas praticadas na campanha serão apuradas na mão do juiz reputado, criterioso, atento, operoso e incansável, que é o juiz Sergio Moro. Essas pessoas têm que ser punidas — disse Napoleão, em referência ao magistrado que conduz a Lava-Jato na primeira instância.

Tarcisio afirmou que houve fraude nas contratações de gráficas para a campanha — que teriam consumido R$ 56 milhões dos cofres da chapa sem conseguirem comprovar a prestação de todo o serviço prometido.

— Ainda que constatadas irregularidades nas empresas gráficas, não vislumbro gravidade para cassar mandato eletivo — alegou.

Admar Gonzaga afirmou que há comprovação da existência do esquema de desvio de recursos da Petrobras para partidos políticos, mas que não havia provas de que esses recursos abasteceram a campanha da chapa Dilma-Temer. Depois de deixar claro que não consideraria as delações da Odebrecht no processo, Admar recorreu a um trecho do depoimento de Marcelo Odebrecht para absolver a chapa.

— As declarações de Marcelo Odebrecht não têm relação, nem mesmo indireta, com o que é narrado na inicial: a doação oficial de contratadas da Petrobras — afirmou Admar.

Gilmar Mendes rebateu as afirmações de colegas de que defendeu a continuidade das investigações em 2015, quando o principal alvo da ação era Dilma.

— O que eu achava importante era conhecer as entranhas desse sistema. Não imaginava cassar Dilma Rousseff no TSE — afirmou.

O voto do relator, Herman Benjamin, foi proferido ao longo dos quatro dias de julgamento, e foi seguido pelos ministros Rosa Weber e Luiz Fux — que, ao votar, fez uma derradeira tentativa de convencer algum colega do time oposto.

Fonte: Portal O Globo

jun
8

Homem se amarra à placa do TSE e diz que só sai com Temer cassado

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , , ,

Um homem fez um protesto em frente ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, e chamou a atenção nesta quinta-feira (8). Ele se amarrou na placa do Tribunal e diz que só sairá de lá depois que o presidente Michel Temer tiver o mandato cassado.

HomemSeAmarra

O homem foi identificado como André Rouglas, de 56 anos. Ele usa uma camisa em apoio à operação Lava Jato e amarrou os dois braços, como se estivesse em uma cruz. André viajou de São Paulo até Brasília só para fazer o protesto. “Estou prestando minha solidariedade ao povo brasileiro”, afirmou.

André demonstrou toda a sua indignação com o momento que o país vive. “Primeiro estou indignado por esse país. Gente passando fome em todo lugar; gente sem escola, sem saúde e muita corrupção. Estou amarrado simbolizando a população”, disse ele. 

Mas essa não é a primeira vez que André protesta. Ele já fez greve de fome durante o Movimento Ficha Limpa, mensalão, impeachment de Dilma e até na posse de Temer.

Fonte: Portal Meio Norte

jun
7

Cervejas, bancos e emissora de TV são as marcas mais valiosas do Brasil

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Marcas valiosas

A IstoÉ Dinheiro apresentou, na última sexta-feira (19), o ranking com as 60 marcas brasileiras mais valiosas do ano, reveladas em estudo realizado em parceria com a Kantar Vermeer. As cinco primeiras colocações são ocupadas por duas cervejarias, dois bancos e uma emissora de TV. A primeira colocada é a Skol, que ocupa o topo da lista pelo 5º ano consecutivo; seguida por Bradesco, Brahma, Itaú e Globo, respectivamente.

De acordo com a apresentação dos resultados, além de companhias de capital aberto, a 11ª edição do ranking traz avaliação de empresas de capital fechado. Com o novo critério, o número total de marcas analisadas nesta edição foi de 320.

As marcas brasileiras mais valiosas foram avaliadas considerando duas importantes dimensões: financeira e de performance em imagem. Na financeira, considerou-se o valor do negócio da empresa e o dos seus intangíveis, onde reside a marca. Em performance de imagem entende-se a influência da marca no processo de decisão dos consumidores e investidores.

A fonte primária é o estudo BrandZ, pesquisa de mercado conduzida pela Kantar Millward Brown, que em 2017 englobou no Brasil 33 categorias, 500 marcas e 13.200 entrevistas. “O valor é o resultado da multiplicação do valor dos intangíveis pela performance em imagem”, explica a IstoÉ ao apresentar os resultados.

A mudança na metodologia permitiu incluir marcas de companhias que não possuem capital aberto, como Ypê, Caixa, Globo, SBT, Ypióca, Tigre, Bauducco e Suvinil. Outra novidade é que o ranking agora conta com 60 marcas, e não 50, como em outras edições.

Fonte: Comunique-se

jun
7

Michel Temer está na corda bamba

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

temer-cai-nao-cai

Desde a eclosão da crise provocada pelas delações da JBS, em 17 de maio, a equipe presidencial no Palácio do Planalto tem encomendado pesquisas semanais a um grande instituto para avaliar cenários políticos e econômicos do Governo e a popularidade do presidente Michel Temer (PMDB).

Os resultados dessas pesquisas, bancadas com dinheiro público, mostram que são cada vez mais escassas as chances do presidente Temer concluir o mandato-tampão, e sair pela porta dos fundos do Planalto.

  • Fonte: Leandro Mazzini (Coluna Esplanada)
  • Foto: Ideias Embalsamadas
jun
7

Spettus deixa de usar carne da JBS “para não alimentar corruptos”, mas não deixa de receber políticos suspeitos

AuthorPostado por: Maraba Soares    CategoryEm: Brasil     Tags , , ,

Marabá Soares

O Brasil vive uma crise política desde a última eleição para a presidência da República. Caça-se, neste país, os corruptos como quem caçava as bruxas na época da Inquisição. Mas a corrupção, infelizmente, ainda dá as cartas – como também dava antes. Os corruptos continuam corruptos e corrompendo ainda mais, mesmo depois do advento da Lava Jato. É uma pena, poderíamos ter provado que evoluímos.

honestidade

Nesse ‘salve geral’ cada um faz o que pode para manter o status quo. Parecer honesto é o que interessa. Se o mercado é o que importa, e combater a corrupção está em voga, foda-se o bom senso. E nisso continuamos a ver os que se mantêm com o dinheiro que sai da corrupção, esbanjando glamour e obviamente sendo adulados e posando nas colunas sociais, pouco importando de onde venha esse dinheiro. 

Mas achar que uma notícia como a que saiu nessa terça-feira (06) em um dos principais portais de notícias de Pernambuco – de que o dono da rede Spettus não mais usaria carnes da JBS, com o argumento de “não alimentar corruptos” – é algo grandioso e patriótico, subestima o bom senso do homem comum. Passa longe do que é sério e beira à demagogia. Tudo isso não é mais que uma jogada de marketing.

Seria ótimo ver o senhor Julião Konrad afirmar que não irá mais alimentar os políticos. Pois são eles em sua maioria os grandes corruptos do Brasil e são seus maiores clientes. Eles adoram negociar propinas enquanto se servem na Spettus. 

Fornecedores de carnes e produtos para a Spettus existem um monte no Brasil e não fechar pedidos com um ou outro fornecedor não representa nenhum sacrifício para o senhor Konrad. O bom seria vê-lo afirmar que políticos, muitos deles notoriamente corruptos, não mais se alimentarão em seus estabelecimentos.

Afinal, quem quer ser honesto, não pode apenas parecer, precisa ter a coragem de ficar distante da corrupção. 

Serve à mafia quem precisa ser subserviente ao mafioso. O resto é conversa fiada.

jun
7

Brasileiros dispostos a mudar o estilo de vida em prol do meio ambiente

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags ,

gráficoDados do Target Group Index, estudo da Kantar Ibope Media, dão conta de que 61% dos entrevistados dizem estar dispostos a mudar o estilo de vida para beneficiar o meio ambiente. Nos últimos três anos, houve um crescimento de 10% entre os respondentes que concordam com esta frase.

A preocupação com o consumo consciente dos recursos naturais já impacta o cotidiano dos brasileiros: 75% dos entrevistados garantem se esforçar para reduzir o consumo de água em suas casas e 78% concordam que reciclar é um dever de todos.

O estudo aponta também que 71% dos respondentes acreditam que as empresas deveriam ajudar os consumidores a ser responsáveis com o meio ambiente: mais de 65% declararam estar dispostos a pagar mais por um produto que seja saudável para o meio ambiente.

O Target Group Index é um estudo single source que permite analisar o perfil demográfico e comportamental do consumidor nos principais mercados brasileiros, através de informações de atividades de lazer, hábitos de consumo de mídia, marcas e produtos, opiniões e atitudes. A pesquisa representa os hábitos da população brasileira entre 12 e 75 anos, o equivalente a mais de 86 milhões de pessoas.

jun
6

Outro ex-presidente da Câmara dos Deputados é preso pela PF

AuthorPostado por: Maraba Soares    CategoryEm: Brasil     Tags , , , , ,

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), foi preso nesta terça-feira (6) pela Polícia Federal. Ele é o segundo ex-presidente da Câmara Federal a ser preso em menos de um ano.

Henrique-Eduardo-Alves-e-Eduardo-Cunha

Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que também foi presidente da Câmara dos Deputados, está preso desde outubro de 2016 e foi condenado a 15 anos de prisão. Os dois agora são investigados na Operação Manus, deflagrada nesta manhã. O nome da operação faz referência à frase em latim cuja ideia significa “uma mão lava a outra”. 

A PF desvendou um mistério que se arrastava desde o mês de março. Na ocasião, os investigações revelaram que Henrique Eduardo Alves havia recebido mais de R$ 2 milhões numa conta da Suíça. Ele chegou a afirmar que não sabia como todo esse dinheiro tinha parado ali. Mas os investigadores descobriram que o dinheiro tinha outro destinatário: Eduardo Cunha, seu colega no PMDB. A conclusão é de que o Alves emprestou a conta para que Cunha pudesse receber a propina proveniente de contratos em obras públicas.

Operação Manus também pediu a prisão de Eduardo Cunha, que está preso no Complexo Médico-Penal (CMP) em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, Paraná; por crime de corrupção passiva e ativa e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, no Rio Grande do Norte. Segundo a PF, o sobrepreço chega ao valor de R$ 77 milhões, com favorecimento de duas grandes construtoras. 

Cunha responde a outras duas ações penais, uma em trâmite na 10ª Vara Criminal Federal de Brasília, relativa à Operação Sépsis, e outra encaminhada a Moro pelo Supremo Tribunal Federal, que investiga se ele recebeu propina de US$ 5 milhões em contratos de construção de navios-sonda da Petrobras. O ex-presidente da Câmara ainda é alvo em outros cinco inquéritos ligados à Lava Jato. 

Compondo o núcleo de confiança de Michel Temer, Henrique Eduardo Alves foi o terceiro ministro a deixar o governo após ser citado em delações. Antes dele foram demitidos Romero Jucá e Fabiano Silveira, devido ao vazamento de gravações em que discutiam as ações da Lava-Jato. Detentor de onze mandatos consecutivos de deputado federal, Alves já foi considerado um dos mais influentes e poderosos políticos da República, mas atualmente estava sem mandato e sem ocupar cargo público
 
Ainda nesta terça-feira, a PF cumpre 33 mandados, sendo cinco de prisão preventiva, seis de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão no Rio Grande do Norte e Paraná. 
 
Imagem: Fabio Rodrigues/Agência-Brasil
 
jun
4

Lula e o caso Celso Daniel

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Hugo Marques – Do site da Veja

Em setembro de 2012, o publicitário Marcos Valério prestou depoimento ao Ministério Público Federal e revelou que foi informado em 2004 pelo secretário-geral do PT, Silvio José Pereira, que o presidente Lula estava sendo chantageado. A conversa entre os dois ocorreu dois anos após o assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel. O publicitário disse que o empresário Ronan Maria Pinto exigia R$ 6 milhões para não divulgar informações relacionadas ao caso Santo André, envolvendo o presidente Lula, o ex-ministro José Dirceu e o então assessor particular Gilberto Carvalho.

Lula

Marcos Valério diz agora que quer esclarecer todos os detalhes da chantagem. Pelo menos foi o que ele garantiu à deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), que colheu um longo depoimento do publicitário: “O Valério me disse que Ronan ia apontar  o ex-presidente Lula como mentor do assassinato do Celso Daniel”, disse a deputada. Segundo ela, Valério garantiu ter as provas da chantagem.

A primeira conversa de Valério com a deputada foi no dia 11 de outubro. Ela foi ao presídio atender às reivindicações de presos portadores de necessidades especiais e encontrou o publicitário em uma das celas. No ano passado, Mara, que é filha de um empresário que foi extorquido pela quadrilha que atuava na Prefeitura de Santo André,  tinha entregue ao juiz Sérgio Moro um dossiê sobre o assassinato.  No dia 03 de abril, Mara enviou um ofício ao procurador de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio, narrando as conversas com o publicitário e pedindo o andamento às investigações do crime.

“Ele (Valério) deixou muito claro que o senhor Ronan Maria Pinto ia entregar o senhor Luiz Inácio Lula da Silva para a polícia como mentor do assassinato do prefeito Celso Daniel”, escreveu a deputada. Para ela, o depoimento de Valério pode ajudar a desvendar o crime.

Valério já vem negociando sua delação premiada com três promotores de Minas Gerais e dois procuradores da República. O publicitário disse que o ex-prefeito, pouco antes do assassinato, ia entregar um dossiê para a Polícia Federal e para o presidente Lula, envolvendo petistas com o crime organizado. Após o envio do ofício da deputada ao procurador de Justiça de São Paulo, dois promotores foram visitá-lo. O  publicitário quer depor  somente à Polícia Federal.

Perguntado sobre a acusação, Ronan, por intermédio do seu advogado, informou que jamais chantageou quem quer que seja. A  assessoria do ex-presidente Lula não comentou.

 
maio
26

Marcha pelos direitos das mulheres acontece neste sábado

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags

A Marcha das Vadias no Recife realiza sua sétima edição neste sábado (27). O tema deste ano “Feminismo é Revolução”, chama todas as mulheres para irem às ruas contra o feminicídio, o racismo e a retirada de direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores.

MarchaDasVadias

A concentração começará às 13h, na Praça do Derby, onde haverá a confecção de cartazes e uma programação artística. O ato vem sendo preparado ao longo dos últimos três meses através de vários debates abertos ao público, organizados pelo coletivo. O tema tem relevância social, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil tem a quinta maior taxa de feminicídios do mundo, sendo 4,8 para 100 mil mulheres.

Aqui no Estado não é diferente, de acordo com a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, só em 2017, até abril, 116 mulheres foram assassinadas, em um universo total de 514 homicídios.

Trazer estas questões à tona e convocar as mulheres às ruas para lutar pelos seus direitos e contra o sexismo é apenas uma parte do trabalho que o Coletivo Marcha das Vadias-Recife vem desempenhando nos últimos anos. O coletivo está junto a vários outros movimentos sociais ligados às causas feministas, antiproibicionistas, das trabalhadoras e dos trabalhadores e do direito à cidade.

O Coletivo Marcha das Vadias-Recife surgiu em 2014, e é um movimento feminista autônomo, auto-organizado, horizontal e apartidário com perspectiva anti-sistêmica, anti-capitalista, antissexista, anti-racista e antiproibicionista.

Fonte/Imagem: Folha PE

maio
24

Manifestantes ateiam fogo no prédio do Ministério da Agricultura

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Manifestantes que estão na Esplanada dos Ministérios na tarde desta quarta-feira (24/5) para protestar contra as reformas propostas pelo governo federal e para pedir a saída do presidente Michel Temer, atearam fogo na sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

cb

O Corpo de Bombeiros trabalha para conter as chamas. De acordo com o ministério, o prédio já foi esvaziado e ninguém ficou ferido. O local, no entanto, ficou destruído após a invasão. 

A sede do Ministério do Planejamento também virou alvo dos manifestantes que jogaram pedras contra o local. Mais cedo, um grupo já havia tentado invadir o Ministério da Fazenda, mas foi contido pela Força Nacional. O prédio já havia sido esvaziado.

O clima na Esplanada é bastante tenso. O Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque) e a cavalaria da PM agem para tentar controlar a confusão. Há registro de confrontos em ao menos três cordões de isolamento formados pela polícia. Os manifestantes derrubaram alguns banheiros químicos e se protegem atrás deles.

Fonte/Imagem: Correio Braziliense

 

maio
24

Armando Monteiro é lembrado para a Presidência da República

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

armando2

O senador pernambucano Armando Monteiro Neto (PTB) teve o seu nome também especulado, ontem (23), pela mídia nacional, como uma alternativa numa eleição indireta para presidente da República, caso ocorra a vacância no cargo numa eventual renúncia do presidente Michel Temer (PMDB).

Ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) por oito anos, ministro da Indústria Comércio (MDIC) no Governo Dilma Rousseff (PT) e hoje líder do PTB no Senado, Armando é um nome com ampla interlocução com o setor industrial e goza de respeitabilidade no Congresso, além de trânsito político no Congresso.

Segundo avaliação de colunistas nacionais, o maior impedimento de Armando Monteiro Neto seria justamente o fato de ter sido ministro da ex-presidente Dilma.

Fonte: Blog do Magno

maio
23

Polícia Federal prende dois ex-governadores do DF e um assessor de Temer

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , , , ,

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (23) mandados de prisão temporária contra os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz, e o ex-vice-governador Tadeu Filippelli, hoje assessor do presidente Michel Temer. Às 8h12, segundo informações da PF, os três políticos foram detidos. Também foi presa Maruska Lima, ex-presidente da Terracap.

A Operação Panatenaico é baseada em delação premiada de executivos da Andrade Gutierrez sobre um esquema de corrupção nas obras do Estádio Mané Garrincha. A PF diz que a reforma do local pode ter sido superfaturada em cerca de R$ 900 milhões, visto que estava orçada em R$ 600 milhões mas custou R$ 1,575 bilhão. 

Mane-Garrincha-madrugada

Na operação desta manhã, cerca de 80 policiais foram divididos em 16 equipes e devem ser cumpridos 10 mandados de prisão temporária, 3 de conduções coercitivas e 15 mandados de busca e apreensão. As medidas judiciais partiram da 10ª Vara da Justiça do DF e as ações ocorrem em Brasília.

Fonte: Portal G1

maio
22

Campos pede impedimento de Temer

O advogado e ex-candidato a Prefeitura de Olinda, Antonio Campos, protocolou uma denúncia de crime de responsabilidade contra o presidente Michel Temer (PMDB), nesse domingo (21), na Câmara dos Deputados. 

acEste já o décimo pedido de impeachment enviado à Câmara. Na madrugada do domingo, o conselho pleno da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aprovou, por 25×1 votos, um pedido de impeachment contra Michel Temer, com a justificativa de que o peemedebista deve ser afastado por crime de responsabilidade.

Antônio Campos afirmou, em documento publicado nas redes sociais, que Temer “nunca foi meio de solução dos problemas nacionais” e “sequer poderia ser pinguela verbalizada do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso” para o momento do país e para as eleições de 2018.

Ele também teceu críticas às reformas trabalhista e previdenciária apressadas, sem uma discussão com a sociedade, e afirmou que o processo não resguardou com equilíbrio os interesses dos brasileiros.

No documento, Antônio Campos também questionou a legitimidade do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), que estão na linha sucessória do presidente Temer, por estarem sendo investigados pela Lava-Jato.

Fonte: Blog do Jamildo

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: