Navegando todos os artigos Brasil
maio
3

Políticos que agridem mulheres perderão os mandatos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , , ,

Começa a tramitar na Câmara Federal um projeto de lei que prevê a perda do mandato de políticos (em todas as instâncias) que pratiquem atos de violência contra mulheres. O texto diz que os agressores devem ser impedidos de ocupar cargos públicos, inclusive comissionados.

De acordo com pesquisas de entidades como o Instituto Maria da Penha, mais de 30 mil mulheres são agredidas diariamente no Brasil. Olinda não fica de fora dessa estatística, registrando crimes de violência sem distinção de classe social. Os crimes ocorrem desde os barracos da periferia até os luxuosos apartamentos da beira-mar.

O projeto de lei, do deputado federal João Campos (PSB-PE), é mais um mecanismo para proteger as mulheres da violência, que infelizmente ocorre e traumatiza a vítimas, amigos e familiares. Quando em vigor, a legislação permitirá que se faça uma limpeza nas câmaras de vereadores, prefeituras e demais órgãos públicos. 

“Através desse projeto vamos garantir que o agressor de uma mulher seja impedido de ocupar cargo público; que detentor de mandato seja cassado e não possa mais disputar eleição. Essa luta é de todos nós”, afirmou João Campos.

abr
27

Apesar de tudo, 51% dos brasileiros acreditam no Governo Bolsonaro

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Apesar das trapalhadas quase diárias do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e dos seus ministros, 51% dos brasileiros continuam acreditando nele e aprovando a sua maneira de governar o Brasil.

Este é o resultado da pesquisa realizada pelo Ibope/CNI, que ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios de 24 Estados, entre os dias 12 e 15 deste mês.

Ainda de acordo com a pesquisa, divulgada na última quarta-feira (24), 35% dos brasileiros consideram “ótimo” ou “bom” o governo do presidente Jair Bolsonaro. Enquanto 31% dos entrevistados consideram o governo “regular”, 27% o consideram “ruim” ou “péssimo”. 

abr
9

Operação do Exército combate o comércio ilegal de armas e munições

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

O Exército Brasileiro, por meio do Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados (SisFPC) inicia hoje (09), em todo o Brasil, a Operação Alta Pressão VIII. A atividade ocorre em condição de interagências e objetiva fiscalizar o comércio de armas de fogo, munições e insumos, em lojas e clubes de tiro cadastrados junto ao Exército. A meta é coibir o cometimento de ilícitos com o uso desses produtos controlados.

A primeira operação do gênero ocorreu em 2015. De lá para cá, foi possível constatar uma significativa redução no comércio indevido de armas e munições no âmbito regional e nacional. Todas as atividades têm contado com a participação de militares do Exército e de diversos órgãos da segurança pública.

O SisFPC tem capacitado todos os militares e integrantes de agências que participam da operação. O objetivo é prepará-los na difusão do conhecimento, conforme diretrizes emanadas pelo Comando Logístico (COLOG). Antecede a esse trabalho, o levantamento prévio por parte da inteligência do Exército e dos demais órgãos de segurança, visualizando por meio de instrumentos tecnológicos os principais alvos e riscos.

Além de cumprir suas atribuições, conforme legislação vigente, a Operação Alta Pressão VIII, proporciona à sociedade sensação de segurança e confiança, por meio de um trabalho competente e eficiente.
Na Alta Pressão VII, em outubro de 2018, foram apreendidas 41.288 munições, 1.135 armas de fogo, 172 armas de pressão – entre elas 22 airsoft e duas lunetas de uso restrito – em todo o país. Ao todo, 95 empresas foram autuadas por irregularidades administrativas no trato com produtos controlados pelo Exército (PCE).

Para que um produto seja “controlado pelo Exército”, ele precisa ter poder de destruição ou outra propriedade de risco. Além disso, é necessário que o uso seja restrito a pessoas físicas e jurídicas legalmente habilitadas, capacitadas técnica, moral e psicologicamente, de modo a garantir a segurança da sociedade.

abr
8

30% dos brasileiros consideram péssimo ou ruim o governo Bolsonaro

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) registra a pior avaliação após três meses de governo entre os presidentes eleitos para um primeiro mandato desde a redemocratização de 1985. Segundo o Datafolha, 30% dos brasileiros consideram o governo de Bolsonaro ruim ou péssimo, índice semelhante ao daqueles que consideram ótimo ou bom (32%) ou regular (33%). Não souberam opinar 4% dos entrevistados.

O instituto ouviu 2.086 pessoas com mais de 16 anos em 130 municípios, nos dias 02 e 03 de abril. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Por outro lado, 59% dos entrevistados ainda acreditam que Jair Bolsonaro fará uma gestão ótima ou boa. O presidente completa 100 dias de mandato na próxima quarta-feira (10).

Antecessores de Bolsonaro nas mesmas condições tiveram melhor desempenho. Fernando Collor (então no PRN) era reprovado por 19% em 1990, enquanto Fernando Henrique Cardoso (PSDB) marcava 16% de índices ruim ou péssimo em 1995.

Os petistas Luiz Inácio Lula da Silva (preso em Curitiba por corrupção e lavagem de dinheiro) e Dilma Rousseff, alvos frequentes de críticas do atual presidente, eram mal avaliados apenas por 10% e 7% da população ao fim dos primeiros três meses de governo. Na série histórica, Dilma é quem teve numericamente a melhor avaliação a esta altura do mandato, com 47% de ótimo/bom em 2011.

Antes da posse, 65% esperavam que Bolsonaro fizesse um governo ótimo ou bom; 17%, regular; e 12%, ruim ou péssimo. Os índices já eram os piores entre os presidentes eleitos para primeiro mandato desde a redemocratização. Agora, a expectativa é positiva para 59%, mediana para 16% e negativa para 23%.

Fonte: Folhapress

mar
30

Indigesto jantarzinho de R$ 290 mil “derruba” presidente da Embratur

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

O presidente Jair Bolsonaro afirmou em live no Facebook, na noite de quinta-feira (28), que o motivo da demissão da presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), Teté Bezerra, foi o pagamento de R$ 290 mil em um jantar patrocinado, que aconteceria na próxima semana. Diante disso, Bolsonaro mandou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, exonerar Teté do cargo.

Segundo Bolsonaro, o dinheiro sairia de recursos dos contribuintes brasileiros. “Não dá para admitir passivamente um gasto dessa dimensão. Isso é um escracho para o povo brasileiro, que está cansado de pagar impostos. É dinheiro jogado fora”, disse. “Entramos em contato com o ministro do Turismo e falei para ele cancelar o jantar e a função da presidente da Embratur”, declarou o presidente da República.

Na manhã de ontem (29), Bolsonaro voltou a repercutir o caso nas redes sociais. Em post no Twitter, o presidente disse que o governo atua na economia de recursos em diversas áreas, como a economia de R$ 35 milhões na compra de passagens aéreas anuais e cortes de milhares de cargos comissionados.

mar
26

Treze partidos anunciam apoio à reforma da Previdência

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Líderes de 13 partidos (PR, Solidariedade, PPS, Democratas, MDB, PRB, PSD, PTB, PP, PSDB, Patriotas, Pros e Podemos) divulgaram nesta terça-feira (26) uma nota em apoio à reforma da Previdência.

Mas eles impõem algumas condições. Pedem a exclusão da proposta de dois aspectos: o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e a aposentadoria rural.

mar
24

Começou hoje o bloqueio de celulares sem certificação em Pernambuco

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) inicia neste domingo (24), em Pernambuco e outros 14 Estados, o bloqueio de telefones celulares sem certificação. Vão deixar de funcionar os aparelhos que não têm o selo de certificação da agência, que garante a compatibilidade com as redes de telefonia no Brasil.

Estão sendo bloqueados aparelhos irregulares em Pernambuco e nos outros oito Estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe); São Paulo, Minas Gerias, Amapá, Amazonas, Pará e Roraima.

O bloqueio nesses Estados é a última fase do cronograma do Projeto Celular Legal, iniciado em setembro de 2018. A Anatel enviou 531 mil mensagens de aviso de desligamento a celulares irregulares.

Até o momento, foram bloqueados mais de 244 mil celulares em todo o país. O Estado com mais celulares desligados é Goiás: 85,9 mil, conforme planilha da Anatel.

O selo da Anatel é colado atrás da bateria do aparelho ou no manual do telefone. Segundo a agência, “o celular sem certificação não passou pelos testes necessários” e “pode aquecer, dar choques elétricos, emitir radiação, explodir e causar incêndio”.

O bloqueio, segundo a Anatel, também reduz o número de roubos e furtos de celulares, combatendo a falsificação e clonagem de IMEIs (número de identificação do aparelho), que é único e global.

Fonte: Agência Brasil
mar
11

Projeto obriga empresas a reservar vagas para trabalhadores idosos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

A Câmara dos Deputados analisa o projeto de lei nº 1.178/2019, de autoria do deputado federal Ossésio Silva (PRB-PE), que obriga empresas com mais de 100 funcionários a contratar profissionais idosos.

O projeto prevê que as empresas deverão reservar de 2% a 5% das vagas aos idosos, na seguinte ordem: 100 ou mais profissionais (2%); de 201 a 500 empregados (3%); de 501 a mil (4%); e acima de mil, 5% das vagas. Além disso, a instituições deverão promover cursos de atualização profissional para possibilitar a reinserção do idoso no mercado de trabalho.

O republicano destaca a transformação pela qual passa a população brasileira, o que tem repercutido diretamente no mercado de trabalho. “A média de idade tem aumentado sistematicamente, indicando uma tendência de que em pouco tempo vamos ter uma inversão da pirâmide etária, com o número de pessoas com mais de 50 anos superando o número de jovens”, disse. Ele alertou ainda que trabalhadores são penalizados no mercado de trabalho em função da idade.

fev
21

É o fim da aposentadoria

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas revela que 73% dos deputados federais apoiam a reforma previdenciária cujo projeto foi enviado ontem (20) ao Congresso pelo presidente Jair Bolsonaro. 

O Instituto entrevistou 233 dos 513 deputados entre os dias 11 e 14 deste mês. A maioria deles avalia que a conjuntura política é favorável à aprovação da reforma, que é defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Questionados sobre se o clima é favorável à aprovação da reforma, 73% dos deputados responderam que sim, 24,6% responderam que não, e 2,4% não souberam ou não quiseram responder a pesquisa.

Entre os partidos aliados do presidente da República, 89,3% dos seus deputados defenderam a aprovação da reforma.

Já entre os deputados da oposição, 59,1% avaliam que o momento não é adequado para se fazer mudanças na previdência.

Sobre a inclusão dos militares no projeto de reforma da previdência, 83,1% dos entrevistados acham que as mudanças devem valer para todos.

jan
19

Morre Marcelo Yuka, um dos fundadores d’O Rappa

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags ,

O músico e compositor Marcelo Yuka, um dos fundadores da banda O Rappa, morreu no final da noite de ontem (18), aos 53 anos, no Rio de Janeiro. Yuka estava internado em estado grave com um quadro de infecção generalizada.

O músico sofreu um acidente vascular-cerebral (AVC) no dia 02 de janeiro. No meio do ano passado, ele já havia tido outro AVC. Em 2000, Marcelo Yuka ficou paraplégico ao ser atingido por nove tiros durante um assalto a uma mulher na Tijuca, na Zona Norte do Rio.

A morte de Marcelo Yuka foi confirmada pelo Hospital Quinta D’or na madrugada deste sábado (19).

Yuka escreveu letras sobre temas como violência urbana, racismo e desigualdades sociais. “Minha alma (a paz que eu não quero)”, “Me deixa” e “Todo camburão tem um pouco de navio negreiro”, por exemplo, foram escritas por ele.

jan
2

Maioria dos brasileiros está otimista com o governo de Bolsonaro

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Pesquisa do Datafolha, divulgada ontem (01) pelo jornal Folha de São Paulo revela que 65% dos brasileiros consideram que o governo de Jair Bolsonaro será ótimo ou bom – percentual maior que o seu índice de vitória no segundo turno (55% dos votos válidos).

Para 17% dos entrevistados ele fará apenas uma gestão regular e, para 12%, fará uma gestão ruim ou péssima. Não opinaram, 6%.

A pesquisa foi realizada com 2.077 questionários em 130 cidades brasileiras, nos dias 18 e 19 de dezembro de 2018. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Mesmo alto, o percentual de avaliações de governo Bolsonaro é mais baixo do que o de todos os outros presidentes desde a redemocratização do país, em 1989. Fernando Henrique Cardoso (PSDB) contou com 70% de otimismo na sua primeira eleição, Lula (PT) com 76% e Dilma Rousseff (PT) com 73%.

Foto: O Globo

nov
8

SBT revive slogan e músicas do período da ditadura

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Sabrina Freire

O SBT exibiu na última terça-feira (06) uma série de vinhetas com tons nacionalistas em meio à programação diária. Em uma delas, a voz oficial da emissora, do locutor Carlos Roberto, anuncia: “Brasil, ame-o ou deixe-o”. A frase ficou conhecida como slogan do período da ditadura militar brasileira, associada à repressão de movimentos e ideias contrárias ao governo.

O slogan começou a ser usado no início dos anos 1970, durante o governo do general Emílio Garrastazu Médici. Era o auge da repressão aos movimentos de oposição, do controle midiático. O discurso oficial no país era de que “os incomodados que se retirem“. O uso de adesivo com a frase “Brasil, ame-o ou deixe-o” tornou-se popular.

A frase, na verdade, foi copiada do slogan “USA, love or leave it”, usado pelo establishment dos EUA no auge da Guerra do Vietnã. Era uma espécie de chamamento patriótico em contraposição aos movimentos pacifistas e de luta em defesa dos direitos humanos.

Uma das vinhetas atuais do SBT apresenta imagens de pontos turísticos do Brasil, tendo como música de fundo o início do Hino Nacional. Além dela, foram exibidas pelo menos quatro vinhetas nacionalistas com 15 segundos cada.

Questionada sobre o motivo da execução das vinhetas e até quando irão ao ar, a assessoria de imprensa do SBT informou ao Poder360 que a emissora não comentará o assunto “por questões estratégicas”.

Silvio Santos, dono da emissora, manteve estreita relação com os presidentes militares. O empresário e apresentador também tinha um quadro no seu programa dominical chamado “A semana do presidente”, para bajular os presidentes generais. Havia outro quadro chamado “Qual é o ministro”, para explicar quem eram os ministros dos governos militares.

Fonte: Poder360
out
12

Apoio de Bolsonaro à redução da maioridade penal tem apoio da maioria dos brasileiros

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags ,

Enquanto o candidato do PT a presidente, Fernando Haddad, fala em “taxar” os bancos caso seja eleito no próximo dia 28, o discurso de Jair Bolsonaro relativamente à segurança está muito mais próximo do que deseja a maioria esmagadora do povo brasileiro: a redução da maioridade penal para 16ª anos.

Esse apoio já foi detectado pelo Datafolha dois anos atrás, quando esse tema esteve em discussão no Congresso Nacional. E só não foi aprovado devido ao “lobby” da Igreja Católica e de ONGs supostamente defensoras dos direitos humanos dos jovens infratores.

Fonte: Inaldo Sampaio

set
6

Quase 12 milhões de trabalhadores ainda não sacaram as cotas do PIS

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags

Onze milhões e oitocentos mil brasileiros ainda não realizaram o saque das cotas do Programa de Integração Social (PIS) a que têm direito. O valor total disponível ultrapassa os R$ 20,2 bilhões.

O prazo para o saque termina no dia 28 de setembro para os cotistas do PIS com idade inferior a 60 anos. Por força da lei 13.677/18 e decreto 9.409/18, os trabalhadores cadastrados no PIS entre 1971 e 04 de outubro de 1988 podem resgatar o dinheiro, independentemente da idade.

Segundo a Caixa Econômica Federal,até o fim de agosto, 8,3 milhões de cotistas haviam sacado o benefício, somando R$ 7,8 bilhões em pagamentos. Deste total, 7,6 milhões de cotistas têm idade inferior a 60 anos e aproveitaram a janela temporal de disponibilidade para sacar R$ 6,7 bilhões. Cerca de 4,4 milhões de clientes da Caixa receberam o valor por depósito automático em 08 de agosto.

Para saber se tem direito, o trabalhador pode consultar o site, informando o CPF ou o Número de Identificação Social (NIS), a data de nascimento e o valor que tem a receber, mediante a informação de senha na internet. Para realizar o saque, o trabalhador deverá apresentar documento oficial de identificação com foto.

Mais informações estão disponíveis no site da Caixa.

ago
24

Polícia prende 643 pessoas em operação contra feminicídio

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

A Operação Cronos, de combate ao feminicídio e homicídio (tentados e consumados) deflagrada nesta sexta-feira (24) prendeu até o final da manhã 643 pessoas e apreendeu 61 adolescentes em 17 Estados. Quase 5 mil policiais civis em todo o país cumprem mandados de prisão. 

O presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis, delegado Emerson Wendt, informou que mais de mil prisões devem ser feitas até o final do dia. 

A Operação tem o apoio do Ministério da Segurança Pública e é coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis. A ação foi definida em julho, durante reunião com o ministro Raul Jungmann.

Segundo o ministro, a megaoperação é o exemplo, na prática, do funcionamento do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) com a integração das polícias com o Ministério Público e o Poder Judiciário que, neste caso, tem o objetivo de combater a violência (especialmente o feminicídio) e garantir as medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha.

O nome da operação, Cronos, é uma referência à supressão do tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime.

Fonte: Folhapress

maio
29

Ministro da Fazenda recua e diz que governo não criará impostos

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Após duras palavras do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, contra o aumento de impostos, o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, recuou e anunciou que não aumentará impostos para compensar a redução no óleo diesel.

“Repito que ninguém está propondo alta de tributos, mas redução de benefício fiscal”, afirmou o ministro Fazenda.  

Ontem (28), em coletiva de imprensa, Eduardo Guardia havia falado que o governo teria que elevar tributos. Hoje pela manhã, após Rodrigo Maia chamá-lo de irresponsável, o ministro mudou o discurso.

maio
21

Tribunal de Contas da União está de olho nos cofres da OAB

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Daniela Lima – Folha de S.Paulo

Sem alarde, o Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu reabrir um antigo debate sobre a necessidade de a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) prestar contas dos recursos bilionários que recolhe da categoria.

Na última quarta-feira (16), o TCU determinou que seus auditores elaborassem um estudo técnico para subsidiar a discussão. A ideia é submeter a OAB às mesmas normas aplicadas a órgãos federais, estatais e outros conselhos de profissionais liberais fiscalizados pelo tribunal, já neste ano.

Os integrantes do TCU aprovaram por unanimidade a proposta que prevê o monitoramento das finanças da OAB e resolveram que a entidade será ouvida antes de qualquer decisão do tribunal. O relator do caso é o ministro Bruno Dantas.

Um grupo de advogados de quatro Estados estimou recentemente que a Ordem tenha arrecadado R$ 1,3 bilhão no ano passado. 

maio
21

Pedidos de aposentadoria pela internet começam nesta segunda-feira

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags ,

A partir de hoje (21), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deixa de agendar o atendimento presencial para salário-maternidade e aposentadoria por idade urbanos. Agora, o segurado deverá acessar o Meu INSS ou ligar para o 135 e, em vez de agendar uma data para ser atendido, receberá direto o número do protocolo de requerimento, eliminando a etapa do agendamento.

Atualmente, o segurado precisa agendar uma ida ao INSS para levar documentos e formalizar o pedido. Com o novo modelo, ao fazer o pedido, o cidadão acompanha o andamento pelo Meu INSS ou pelo telefone 135 e, somente se necessário, será chamado à agência. Nos casos em que as informações previdenciárias necessárias para o reconhecimento do direito já constarem nos sistemas do INSS, será possível então a concessão automática do benefício, isto é, a distância.

Segundo o INSS, com a mudança, não haverá mais falta de vaga e, caso precise ir a uma agência para apresentar algum documento, o cidadão terá a garantia de ser atendido perto da residência. O instituto diz ainda que a mudança representa o fim do tempo de espera para ser atendido.

Atualmente, o Meu INSS tem mais de 7 milhões de usuários cadastrados e é acessível pelo computador ou celular. O sistema, que está sendo aprimorado, conta com um canal que permite ao cidadão acompanhar o andamento do seu pedido sem sair de casa, consultar extratos e ter acesso a outros serviços do INSS.

Fonte: Agência Brasil

abr
2

Baixista André Negão morre atropelado no Rio de Janeiro

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags

O baixista André Rodrigues, conhecido como André Negão, foi atropelado neste domingo (01/4) enquanto andava de bicicleta no Aterro do Flamengo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O motorista não prestou socorro e a Polícia Militar vai investigar o ocorrido através de imagens de câmera de segurança.

Segundo informações dos bombeiros, ele estava lúcido quando foi encontrado e levado para o Hospital Souza Aguiar. Porém, sofreu três paradas cardíacas e não resistiu. O músico estava casado e deixa três filhos, uma de 22 anos e um de 16, do primeiro casamento, e uma filha de 8 anos, fruto do segundo.

André Negão tinha 50 anos e era muito querido entre vários artistas brasileiros. O músico estava entre os instrumentistas mais completos da cena da música nacional, tendo trabalhando em diversos estilos musicais e com várias personalidades como Ana Carolina, Lulu Santos, Gabriel O Pensador, Isabela Taviani, Leila Pinheiro, Maria Bethânia, Marina Lima, Vanessa da Mata, Gilberto Gil e Maria Rita.

mar
30

04 de abril: prós e contra Lula nas ruas

Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (DF) se prepara para receber 30 mil manifestantes em Brasília no dia 04 de abril, quando será julgado o habeas corpus de Lula. Pelo menos a metade deles é claramente contrário ao petista.

A pasta foi informada que os movimentos Vem Pra Rua e MBL querem colocar até 15 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios. Os ruralistas, que organizam o Abril Verde e Amarelo para protestar contra o pagamento retroativo do Funrural, pretendem agregar até 5 mil na frente do Congresso Nacional.

Parte dos produtores rurais querem chegar em Brasília a cavalo, o que ainda não foi permitido pelas autoridades.

Já o PT informou que pretende mobilizar até 10 mil pessoas na Praça dos Três Poderes, onde fica o Supremo Tribunal Federal (STF). A Secretaria estuda formas de separar as manifestações para evitar confrontos.

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
278 dias restantes.

Paixão de Cristo 2019

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 401 outros assinantes

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: