Navegando todos os artigos Cultura
jun
25

Filmes brasileiros que podem ajudar na preparação para o vestibular

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Cultura     Tags , , ,

cinema

Utilizar o cinema para entender o contexto de uma época pode ser um exercício interessante para quem está se preparando para prestar vestibular. Todas as grandes narrativas ocorridas desde a criação do mundo já foram retratadas pela sétima arte.

Os professores do Stoodi – plataforma de educação à distância que oferece videoaulas, plano de estudos e monitorias transmitidas ao vivo – montaram uma lista com dicas de filmes brasileiros que podem te ajudar na hora da prova.

1) Central do Brasil (1998, Drama, 1h55)
De acordo com o IBGE, o fluxo migratório brasileiro é mais expressivo do Nordeste para o Sudeste. Em 2013, por exemplo, a Bahia foi o Estado que perdeu maior número de população. Já São Paulo, foi o Estado que mais recebeu novos residentes. Para retratar esse cenário, a sugestão de filme é o premiado Central do Brasil. Dirigido por Walter Salles, o longa ganhou o Urso de Ouro em Berlim, o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro e mais uma dezena de prêmios. Central do Brasil também foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro e rendeu à Fernanda Montenegro a disputa de melhor atriz.

2) Que Horas Ela Volta? (2015, Drama/Comédia, 1h54)
O filme chama a atenção para os contrastes brasileiros. Val é uma pernambucana que precisa deixar sua família no Nordeste para procurar emprego em São Paulo. Ela passa a morar na casa de seus patrões e ajuda na criação de Fabinho. Depois de 10 anos sem ver sua filha, Jéssica decide morar com a mãe para se preparar para o vestibular em uma cidade com mais oportunidades. Ela chega, não segue um “protocolo” e começa a questionar algumas diferenças sociais. O filme é dirigido por Anna Muylaert, que dá uma aula de Sociologia e faz uma crítica social ao modo como a classe média trata seus empregados.

3) Olga (2004, Drama/Romance, 2h21)
A produção retrata o período da Intentona Comunista, um movimento liderado pela Aliança Nacional Libertadora (ANL) e contrário ao governo de Getúlio Vargas. Olga Benário foi uma judia nascida na Alemanha e treinada para lutar em prol do comunismo na União Soviética – local onde conheceu Luís Carlos Prestes. Dirigido por Jayme Monjardim, o filme tem Camila Morgado e Caco Ciocler nos papéis principais e mostra as extremas dificuldades que o casal enfrenta. Olga é enviada para a Alemanha, em pleno período nazista. Sua chegada ao Campo de Concentração de Ravensbrück é uma das cenas mais marcantes do longa.

4) O Dia que durou 21 anos (2012, Documentário Histórico, 1h17)
O documentário “O dia que durou 21 anos”, dirigido por Camilo Tavares, revela áudios sigilosos de telefonemas da Casa Branca e documentos secretos da relação Estados Unidos-Brasil durante o Golpe de 1964. Dividido em três episódios de 26 minutos cada, o documentário mostra a influência dos presidentes Jonh F. Kennedy e Lyndon Johnson no processo do golpe militar, na época em que João Goulart comandava o Brasil. O filme revela em que medida a CIA estava envolvida com o cenário político quando o plano para tirar Jango do poder foi executado.

5) Cinema, Aspirinas e Urubus (2005, Aventura/Drama, 1h39)
A história se passa no Nordeste brasileiro na época em que aconteceu a Segunda Guerra Mundial. No filme, um alemão veio se refugiar no Brasil, tornou-se caminhoneiro e passou a vender aspirinas pelo país. Em uma de suas caronas, ele encontra um homem simples que, à primeira vista, parece muito diferente da sua realidade. Esse moço acaba virando seu ajudante e começa a exibir filmes do remédio contra dor de cabeça por onde eles passam. A história relaciona características de dois povos muito diferentes que têm em comum a habilidade de enfrentar as condições adversas.

6) O que é isso companheiro? (1997, Drama/Thriller, 1h50)
O filme “O que é isso Companheiro?” mostra como foi o sequestro do embaixador americano, Charles Burke Elbrick, realizado pelos grupos guerrilheiros MR-8 e ANL, durante a Ditadura Militar no Brasil. Os dois grupos militantes têm orientação política de esquerda, lutam pelo fim da ditadura militar e pela implantação do socialismo no Brasil. Dirigido por Bruno Barreto, o longa recebeu indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro. Vale assistir para entender como ocorreram essas disputas ideológicas no período mais sombrio da história nacional.

7) Desmundo (2002, Drama, 1h41)
O filme retrata a sociedade da época da colonização e desbravamento do Brasil, em meados de 1570. Naquele período os negros eram mantidos como escravos, os índios eram considerados selvagens e as mulheres tratadas como propriedades de seus maridos. O longa-metragem traz uma discussão humanizada sobre estes temas. Mostra ainda que a Igreja mandou trazer de Portugal meninas órfãs para se casarem com os colonos e evitar que estes portugueses se relacionassem com as índias. Interessante assistir ao filme para compreender este período histórico brasileiro. 

jun
25

20 sites e aplicativos para crianças treinarem inglês durante as férias

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

Em um mundo cada vez mais pluricultural e globalizado, ser fluente em outro idioma é abrir portas profissionais e pessoais. Por isso, os pais têm investido cada vez mais cedo no ensino de outros idiomas para os seus filhos, buscando cursos de inglês para crianças ou escolas com programas de educação bilíngue.

Durante o processo de aprendizagem, quanto mais exposição à língua estrangeira o aluno tiver, melhor será o seu aprendizado. Por isso, durante o período de férias, os pais também podem participar, incentivando as crianças a treinarem o inglês. Alguns sites e aplicativos podem ajudá-los nesta tarefa, que, além de eficiente, também é divertida.

As irmãs e mestras em educação, Fátima e Vanessa Tenório, desenvolvedoras do programa de educação bilíngue pioneiro no Brasil, o Systemic Bilingual, que está presente em 60 escolas brasileiras e conta com mais de 12 mil alunos, selecionaram 10 sites e 10 aplicativos que utilizam o inglês de forma natural, original e lúdica para as crianças treinarem, e aproveitarem, durante o período de férias.

As atividades disponíveis nestas ferramentas incluem jogos, desenhos para colorir, histórias, vídeos, músicas, entre muitas outras. Confira na ilustração abaixo.

ingles

jun
24

Hoje é o Dia Mundial do Disco Voador

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

ovni2

Alexandre Acioli

Hoje é 24 de junho, dia de…? Certamente, 99,9% respondeu que hoje é o Dia de São João. Sim, é verdade. Mas o 24 de junho é também o Dia Mundial do Disco Voador. Isso mesmo: os discos voadores também têm um dia para chamar de seu! 

A data festiva foi instituída para marcar e celebrar um dos fatos mais importantes para os ufólogos – aqueles seres da Terra que se dedicam ao estudo da existência e/ou aparições de Objetos Voadores Não Identificados (OVNI) ou Unidentified Flying Object (UFO).

Foi justamente no dia 24 de junho – lá pelo ano de 1947 – que Kenneth Arnold avistou nove objetos estranhos voando nas imediações do Monte Rainier, em Washington (EUA). Os céticos não dão o menor crédito a essa história, mas o aviador norte-americano conseguiu convencer os seus pares da veracidade da aparição, o que terminou dando origem ao Dia Mundial do Disco Voador.

História – Os ufólogos afirmam que naquele dia 24 de junho de 1947, o aviador Kenneth Arnold, interessado numa recompensa em dinheiro, se desviou da sua rota original para tentar localizar os restos de uma aeronave que havia caído naquela região.

Ao retomar para o seu curso normal, Kenneth viu reflexos de um objeto não identificado que se movimentava a aproximadamente uns 40 quilômetros de distância do seu avião. Minutos após, ele visualizou uma série de luzes que se moviam velozmente ao norte do Monte Rainier, em Washington.

Segundo Kenneth, é como se as luzes, por meio de espelhos, refletissem na sua direção. Na época, o piloto relatou aos jornalistas do Journal East Oregonian, William Bequette e Nolan Skiff, que os objetos estranhos (“como um prato atirado pela superfície da água”) voavam a uma velocidade de 2.700 quilômetros por hora – coisa inimaginável para aquela época.

A partir daquela descrição do piloto, os jornalistas Bequette e Skiff batizaram o objeto voador não identificado de disco voador.

jun
21

Os 10 melhores filmes com discos voadores de todos os tempos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

discos voadores2

Hostis ou pacíficos? Inteligentes ou primitivos? O ser humano sempre foi fascinado pela ideia de vida inteligente fora da Terra e com grande frequência revisita esses temas nas telas de cinema. E sempre que um disco voador aparece sobre os céus nos cinemas, os questionamentos são invariavelmente os mesmos: quais serão os motivos da presença alienígena no planeta? Como seria possível se comunicar com outra espécie de vida sem compartilhar a mesma base linguística?

O fascínio pelos extraterrestres é tanto, que foi até criado um dia para ele: 24 de junho, Dia Mundial do Disco Voador. E para comemorar a data em grande estilo, NZN, um dos principais players em soluções para publicidade e comunicação, junto com o editor-chefe e especialista do site Minha Série, Guilherme Haas, divulgam a lista com os 10 melhores filmes com aparição de discos voadores! Confira!

A Chegada – Nessa produção de 2016, uma linguista é convocada para ajudar o governo americano a se comunicar com os extraterrestres que chegaram em estranhas naves sobre diversos pontos do globo. Diferente de outros títulos sobre o tema, essa ficção científica aposta em uma trama mais cerebral do que na ação. O longa tem um final surpreendente, que fez muitos espectadores debaterem a mensagem da história.

Independence Day – O longa-metragem de 1996 estrelado por Will Smith se tornou um clássico sobre invasão alienígena e foi um enorme sucesso de bilheteria na época. Na produção, os seres vindos do espaço são hostis e planejam um ataque esmagador contra toda a raça humana. Os efeitos especiais com a destruição de conhecidas construções, como a Casa Branca e o Empire State Building, são inesquecíveis e provocaram uma nova onda de filmes-catástrofes nos anos seguintes.

Contatos Imediatos de Terceiro Grau – Clássico de Steven Spielberg de 1977, este é um dos filmes mais marcantes sobre a chegada de naves extraterrestres e a comunicação com seres de outro mundo. Na história, o contato se estabelece através de músicas e sons, com a repetição de melodias entre os humanos e as luminosas naves dos ETs.

Distrito 9 – Essa é uma das obras mais surpreendentes e inovadoras do gênero. O filme, de 2009, tem um estilo de semidocumentário. Acompanha um agente de campo que fiscaliza a área do Distrito 9, um refúgio em Joanesburgo, na África do Sul, ocupado por alienígenas. Porém, o agente acaba contraindo um vírus que altera o seu DNA, levando-o a se esconder no Distrito 9, o que funciona como uma excelente crítica social da produção.

O Dia em que a Terra Parou – Esse é o outro grande clássico sobre a chegada de seres de outro mundo. O Dia em que a Terra Parou, de 1951, traz uma mensagem pacifista através do alienígena Klaatu, que vem ao nosso planeta para pedir aos humanos que parem com as guerras e a corrida armamentista. O longa foi lançado logo após a Segunda Guerra Mundial, mostrando que talvez apenas uma inteligência exterior pudesse impor a paz no mundo. O filme ganhou um remake em 2008 com Keanu Reeves no papel de Klaatu.

Homens de Preto – Apostando no humor e na aventura, Homens de Preto, de 1997, foi outro grande sucesso na carreira de Will Smith combatendo ameaças alienígenas. Neste caso, o ator interpretava um agente de um serviço secreto americano especializado em controlar os alienígenas que vivem na Terra e apagar a memória dos humanos que porventura tiveram algum contato com esses seres. A produção teve duas sequências: em 2002 e 2012.

Guerra dos Mundos – O livro clássico de H.G. Wells sobre a invasão de marcianos na Terra foi adaptado diversas vezes para os cinemas e também para a TV. Destacam-se, no entanto, as versões de 1953 e de 2005. A mais recente, comandada por Steven Spielberg e estrelada por Tom Cruise, abusava dos efeitos especiais para mostrar o ataque dos alienígenas na Terra. Porém, o fato mais curioso de Guerra dos Mundos foi a transmissão à rádio em 1938, quando o cineasta Orson Welles fez uma dramatização do livro e provocou uma histeria nos Estados Unidos, levando muitos americanos a acreditar que a Terra estava de fato sendo invadida por alienígenas hostis.

Arquivo X – Ao falarmos sobre a existência de vida inteligente fora da Terra, não podemos deixar de fora a série Arquivo X e o seu lema de que “a verdade está lá fora”. O programa ganhou dois filmes para os cinemas, em 1998 e 2008. O primeiro deles envolveu a investigação de uma suposta colonização alienígena na Terra.

E.T. – Mais um filme de Steven Spielberg e mais um grande clássico do cinema. A história do adorável E.T., lançado em 1982, contando seu relacionamento com o garoto Elliott encantou gerações. Na trama, o menino precisa proteger o alienígena de ser capturado pelo serviço secreto americano. No fim, ele o ajuda a retornar para sua casa.

Contato – Uma das grandes obras sobre a investigação de vida inteligente fora do planeta, o filme Contato, de 1997 é baseado no livro homônimo de Carl Sagan, trouxe Jodie Foster como uma cientista encarregada de interpretar sinais vindos do espaço e realizar o primeiro contato com os alienígenas. Nesse caso, não há discos voadores chegando à Terra, já que é a cientista quem experimenta uma viagem à outra dimensão. Como em A Chegada, a ação é substituída por uma trama que reflete as crises sobre a existência humana.

jun
19

Audiência pública discute abandono do Nascedouro

AuthorPostado por: Maraba Soares    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

Nesta quarta-feira (21), das 9h às 13h, uma audiência pública na Câmara Municipal do Recife está programada para discutir o abandono do Centro Cultural e Desportivo Nascedouro de Peixinhos e cobrar um plano de requalificação do espaço. 

Peixinhos

Em 1980 o antigo Matadouro de Peixinhos foi tombado pelo Patrimônio Histórico e Municipal do Recife, quando se tornou um sítio histórico. No início da década de 1990 vários grupos culturais da comunidade iniciaram o resgate cultural e patrimonial do espaço. 

De prédios rígidos, o Matadouro de Peixinhos teve sua construção iniciada em 1874. Foi concluída e inaugurada em 09 de novembro de 1919. Quase todo o material foi importado, refletindo a época de construção em estilo europeu. 

O Centro Tecnológico da Cultura Digital Nascedouro de Peixinhos (CTCD) foi inaugurado em 2006 na área do antigo abatedouro, após parte da estrutura passar por requalificação. A área foi transformada e desenvolveu diversas ações nos campos das artes visuais, tecnologia e cultura. 

No entanto, a movimentação no Nascedouro aconteceu muito antes disso. Na década de 1990, por iniciativa da comunidade, projetos culturais e educativos foram desenvolvidos no espaço. Na época, os envolvidos fizeram a limpeza do local, construíram uma horta comunitária e uma biblioteca. Após isso, o Nascedouro passou a ser de responsabilidade governamental. Mas atualmente o espaço está completamente abandonado.

 

jun
18

A Casa do Cachorro Preto faz desapego do seu acervo neste domingo

Após fechar as portas, a Casa do Cachorro Preto fará um desapego do seu acervo, peças e produtos, como camisetas, cartazes, pôsteres, reproduções e objetos de decoração, neste domingo (18), das 16h às 22h, no Sítio Histórico, em Olinda.

casadocachorropreto

A ocasião também será para registrar o legado da casa, com gravação de depoimentos sobre o que o espaço representou durante os cinco anos de funcionamento.

Em tempo, A Casa do Cachorro Preto vai manter a loja virtual, que será aperfeiçoada, além de um escritório.

Fonte: Folha PE

jun
16

Banda de reggae Kaya na Real toca hoje no Xinxim da Baiana

AuthorPostado por: Maraba Soares    CategoryEm: Cultura     Tags ,

A banda Kaya na Real mostra o disco recém-lançado, “Sinta a outra realidade”, com show nesta sexta-feira (16), a partir das 22h, no Xinxim da Baiana, em Olinda.

KaiaNaReal
A Kaya na Real é uma das bandas pioneiras do reggae em Pernambuco, tendo tocado com Alpha Blondy, Tribo de Jah e Chico Science & Nação Zumbi. Com nove faixas autorais, tocam na gravação do novo álbum, além da formação clássica composta por Alexandre MMR (vocal), Rob e Kiko Meira (baixo e bateria) e Fred Santos (percussão), os músicos Bactéria (sintetizador), Renato Blues (guitarra) e Guaratã Almeida (teclado).

O Espaço Cultural Xinxim da Baiana fica na Avenida Sigismundo Gonçalves, 742, bairro do Carmo, ao lado do antigo Clube Atlântico. E a entrada custa R$ 10.

jun
16

Neste sábado Olinda recebe o 1º Forró de Andada

Preparem as canelas que a pisada é boa! Sábado (17) tem muito forró, xote e baião pelas ruas e ladeiras de Olinda no 1º Forró de Andada. A brincadeira começa a partir das 16h, na Praça Monsenhor Fabrício, em frente ao Palácio dos Governadores, sede da prefeitura.

Nesta 1ª Caminhada do Forró em Olinda já confirmaram presença, Paulo Pecado; Benedito da Macuca; Maestro Israel de França; Zuza Miranda; Pacheco Cantador; Pé de Serra Beberibe; Forró Sem Fronteiras; Projeto Mangaio; Rogério Rangel; Plínio Varzão; Zinho e Paulina; Jorge Silva; Pablo Mesquita, e Paulo Lima.

Da concentração, os amantes do forró seguem pela Rua 27 de Janeiro; Avenida da Liberdade; Rua do Bonfim; passam na frente da Igreja de São Pedro; Rua Prudente de Morais; 4 Cantos; e tomam a Rua do Amparo num animado arraial, encerrando o percusso mas continuando com a festa.

jun
15

Sepultura – Endurance está nas telonas

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

sepultura

O aguardado documentário “Sepultura-Endurance”, que conta a história do grupo de heavy metal brasileiro de maior destaque internacional da história e celebra os 30 anos de trabalho da banda, chegou às telonas com sessão especial de estreia na noite dessa quarta-feira (14).

Os multiplex selecionados para a exibição foram os: Cinesystem do Paulista North Way Shopping, em Paulista (PE), o Parque Shopping Maceió (AL), o Boulevard Vila Velha (ES); o Américas Shopping, Ilha Plaza Shopping e o Parque Shopping Sulacap, todos no Rio de Janeiro; Morumbi Town Shopping (SP), Shopping Curitiba (PR), Londrina Norte Shopping (PR), Shopping Center Iguatemi (SC), Praça Rio Grande Shopping (RS).

O documentário Sepultura Endurance retrata a trajetória da banda Sepultura, com imagens de arquivos de shows, bastidores e momentos pessoais. A direção do documentário fica por conta do cineasta Otávio Juliano, que acompanhou a banda durante seis anos por turnês que passaram por diversos continentes e recolheu mais de 800 horas de material para apresentar o seu retrato sobre a rotina e o processo criativo da banda.

Além de depoimentos dos membros da banda e imagens de arquivo, Sepultura Endurance traz ainda falas de nomes importantes do metal mundial ,como Lars Ulrich, baterista do Metallica; David Ellefson, baixista do Megadeth; Phil Campbell, baixista do Motorhead; Scott Ian, guitarrista do Anthrax; Corey Taylor, vocalista do Slipknot; e Phil Anselmo, vocalista das bandas Pantera e Down.

jun
14

Morre Gira, um dos fundadores da Nação Zumbi

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Cultura     Tags

A banda Nação Zumbi anunciou, na tarde desta quarta-feira (14), o falecimento do ex-integrante Gira em publicação no Facebook. Percussionista natural de Peixinhos, em Olinda, nascido Givanildo, Gira esteve presente na gênese do grupo pernambucano liderado por Chico Science, tocando uma das três alfaias ao lado dos músicos Jorge Du Peixe e Gilmar Bolla. Após um surto psicótico, o músico ficou internado durante 30 dias no Hospital Miguel Arraes, onde veio a falecer.

gira

Músico do Lamento Negro, bloco percussivo embrionário da banda de manguebeat, ele esteve presente na formação da Nação até o ano 2000, três anos após a morte de Chico Science, integrando os três primeiros discos da banda: Da lama ao caos (1994), Afrociberdelia (1996) e CSNZ (1998). Na rede social da banda, foi publicada uma foto com a legenda “Descanse em paz Gira”.

Ex-integrante da NZ e também morador de Peixinhos, Gilmar Bola Oito publicou uma mensagem sobre o companheiro de percussão redes socias: “Boa tarde, terráqueos! Acabo de saber que Gira, um dos fundadores da Nação Zumbi, acaba de falecer. Eternas saudades!”. “Gira, tambor mor, marcou uma época com suas performances esmagadoras. Descanse em paz”, postou Lucio Maia, guitarrista do grupo.

Gilmar disse que soube da morte do amigo por telefone. Ele era um dos poucos que ainda tinham contato com Gira. “Eu gostava muito dele. Eu falava ‘Bora tocar, Gira’, e ele parecia sempre desanimado”. Bola Oito também revelou as péssimas condições em que Gira vivia antes de falecer. “Da última vez que vi Gira, ele estava largado no chão e com feridas no corpo. Eu falava sobre fazer música, mas ele só dizia que não tinha dinheiro”, disse. “Gira morava em uma espécie de fiteiro. Eu ficava muito chateado com isso, eu até dizia para as pessoas, mas ninguém me ouvia”, recordou.

O produtor do Abril Pro Rock, Paulo André, trabalhou com a Nação Zumbi nos anos em que Chico ainda estava vivo e relembrou do talento e da dedicação de Gira como músico. “Ele como músico dava tudo no palco. Fica a lembrança de um amigo, uma pessoa que não tinha tanta perspectiva de sair de Peixinhos e conheceu o mundo através da música, se apresentou em Montreal, em Nova York e em diversos festivais não tão conhecidos no Brasil”.

Fonte: Diário de Pernambuco

jun
10

Prefeitura de Olinda se pronuncia sobre fechamento da Casa do Cachorro Preto

O público e a classe artística se manifestaram contrários à decisão da Prefeitura de Olinda de fechar o espaço cultural A Casa do Cachorro Preto. O governo alegou que o local funcionava como bar, burlando a lei municipal nº 4849/1992, mais conhecida como Lei de Uso e Ocupação do Solo dos Sítios Históricos.

cachorropreto

De acordo com uma das administradoras do espaço, Sheila Oliveira, na primeira audiência para a qual foi convocada pelo Ministério Público, a denúncia partiu de “meia dúzia de moradores da Rua do Amparo que reclamavam do som alto. A maioria dos que residem no entorno do nosso espaço gostam da nossa presença porque movimenta a área e acaba gerando mais segurança”, argumenta Sheila.
 
Ela se queixa ainda do fato de A Casa do Cachorro Preto não ser vista como espaço cultural, mas sim como um bar. “O quintal não tem música para atrair cliente para tomar cerveja. Muitas bandas se formaram naquele espaço. Para nós, ele é integrado ao local expositivo e não faz sentido dissociar um do outro”, explica Sheila, sobre a decisão de não continuar com o espaço físico sem que possa exercer todas as atividades.
 
Diante da repercussão negativa por parte da opinião pública, a Prefeitura emitiu nota oficial à imprensa dizendo que “nunca se opôs ao propósito inicial da Casa, que deveria funcionar como galeria de arte, estimulando a atividade multicultural na cidade”, diz a nota, que menciona ainda as reclamações sobre poluição sonora.
 
“O espaço comercial vem sendo alvo, desde 2013, de queixas da vizinhança sob a alegação de poluição sonora, ultrapassando o limite estabelecido de 80 decibéis. No mês de agosto do referido ano, um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado na Polícia Civil sobre o incômodo causado aos moradores pela casa”.
 
“A Casa do Cachorro Preto não atende exigências e decide fechar as portas. O encerramento do estabelecimento comercial, neste momento, deve-se a uma decisão dos seus proprietários, em face a uma série de irregularidades e descumprimentos à Lei Complementar n.º 013 de 04 de julho de 2002, que trata sobre a Perturbação do Sossego e da Ordem Pública”, diz o comunicado.
 
Fonte: Folha PE
jun
10

Macuca homenageia TCM Jonh Travolta neste sábado em Olinda

AuthorPostado por: Maraba Soares    CategoryEm: Cultura     Tags , , , ,

Estamos no mês junino, tempo de forró. Mas também estamos em Olinda, e nessa terra não tem tempo ruim para o frevo. Então prepare as canelas para pular muito nesta tarde de sábado (10) ao som da Orquestra do Maestro Oséas. Hoje a Macuca homenageia a Troça Mista Carnavalesca Jonh Travolta.

Macuca_JonhTravolta

A concentração acontece no Mourisco às 15h ao som do forró de Benedito da Macuca – afinal, estamos no tempo do rala-bucho! -. Mas depois a pisada vai ser com frevo nas ruas da cidade, seguindo até o bairro do Guadalupe, onde fica a sede do TCM Jonh Travolta.

Para a concentração no Mourisco, a entrada custa R$ 10,00. No entanto, para quem estiver vestindo a camisa nova da Macuca, que será vendida na portaria do evento por R$ 40,00, não precisa pagar para ter acesso. O Mourisco fica na Rua 27 de Janeiro, bairro do Carmo.

jun
4

Schin homenageia Luiz Gonzaga

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Cultura     Tags , , ,

schimLuiz Gonzaga, o “Rei do Baião”, será o mote da campanha junina da Schin. Toda a comunicação da marca para o São João 2017 foi pensada e concebida para homenagear este que foi um dos maiores ícones da música nordestina e brasileira.

Com a assinatura “São João do jeito que o povo gosta”, a embalagem ganha ilustração do Rei do Baião. Na Bahia serão comercializadas as latinhas de 350 ml e, em Pernambuco, a versão de 473 ml. 

As cervejas da promoção junina poderão ser encontradas nos principais pontos de vendas do Nordeste. Serão produzidas mais de 3 milhões de latinhas.

No ano passado, a embalagem contou com uma roupagem junina e três rimas criadas exclusivamente para a ocasião. 

A campanha da Schin estreou no dia 1º de junho e conta com lata temática, hashtag, filme de TV, mídia externa, patrocínio de importantes festas, além de uma surpresa que será revelada no decorrer deste mês de junho. 

Em Pernambuco, a cervejaria mantém antigas parcerias de sucesso com o Forró da Capitá, no Chevrolet Hall, em Olinda. A festa conta com cidade cenográfica que recria o clima de uma típica festa junina do interior e reúne mais de 30 artistas nos palcos e diversos forrozeiros nos salões, tocando o autêntico forró pé-de-serra, xote e baião; e o Festival de Quadrilhas da Globo Nordeste, evento que difunde e incentiva as quadrilhas juninas estilizadas.

 

maio
27

Morre o cantor Expedito Baracho

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

O cantor potiguar radicado em Pernambuco Expedito Baracho, 82 anos, morreu neste sábado (27), em Olinda. Mais conhecido como seresteiro e intérprete de frevos, o artista teve longa carreira iniciada ainda na chamada época de ouro do rádio. O velório está marcado para as 9h deste domingo, no Cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife. O sepultamento ocorre às 11h.

Resultado de imagem para Expedito Baracho
De acordo com a filha Edja Baracho, o cantor passou mal na manhã deste sábado e foi socorrido para o Hospital Esperança de Olinda, quando teve uma parada cardíaca. Após os primeiros atendimentos, foi encaminhado para fazer exames. “Na entrada da sala de exames ele teve outra parada”, contou Edja. Expedito não resistiu e faleceu por volta do meio-dia.

“Perdemos um grande amigo, um grande profissional. A voz mais bonita que Pernambuco já teve foi-se embora”, declarou o também cantor e ícone de interpretação de frevos Claudionor Germano.

Nascido em Jucurutu (RN), em 9 de maio de 1935, Expedito Baracho veio estudar no Recife aos 13 anos de idade, onde viveu até os anos 1990, antes de se mudar para Olinda. Integrou a mítica Jazz Band Acadêmica e o grupo Os Cancioneiros, gravou sambas e uma longa lista de frevos.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, divulgou uma nota de pesar sobre o artista: “Perdemos uma das maiores vozes da música popular brasileira com a morte de Expedito Baracho. Pernambucano por adoção, o potiguar teve uma longa e produtiva produção artística, seja interpretando clássicos do frevo ou músicas românticas. Baracho foi referência para várias gerações de músicos pernambucanos. Meus sinceros sentimentos solidariedade aos seus familiares e amigos”. 

Fonte: Folha PE

maio
27

Estréia hoje na TVU o Jornal da Maré, “da comunidade para o mundo”

AuthorPostado por: Maraba Soares    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

Organizado pela Ação Comunitária Caranguejo Uça, o Jornal da Maré estréia neste sábado (27) na TVU (Canal 11), a partir das 15:30h.

jornaldamaré

O programa mistura uma ferramenta de comunicação – no âmbito da tecnologia da informação -, com o popular – através da ideia comunitária -. Produzindo uma mídia diferente, com um jornalismo independente, “da comunidade para o mundo”, como afirmam os produtores.

Apresentado por Roger de Renor e Edson Fly, o programa traz discussões pertinentes aos Direitos Humanos na perspectiva de Gênero (Feminino) e Crianças, sempre com a participação de uma atração Cultural.

Vale a pena conferir!

maio
25

Xinxim da Baiana realiza Afoxé Solidário para o programa No PE do Ouvido

AuthorPostado por: Maraba Soares    CategoryEm: Cultura     Tags

Há mais de 3 anos, no último sábado de cada mês, o Espaço Cultural Xinxim da Baiana realiza a festa Afoxé Solidário em Olinda. O evento tem por objetivo lutar pela valorização da cultura popular e de raízes afro-brasileira, além de contribuir socialmente através da captação de alimentos que são doados na entrada da festa para entidades beneficentes. 

AfoxéSolidário_NoPEdoOuvido

Neste sábado (27), o Xinxim da Baiana doará também a arrecadação da bilheteria do Afoxé Solidário ao programa No PE do Ouvido. As entradas custam R$ 5,00, mais um quilo de alimento não perecível.

Transmitido pela Rádio Diálogos, o programa No PE do Ouvido entra no ar de segunda a sexta, das 10h às 12h, pela 90.9 FM no bairro de Ouro Preto ou pela internet para todo o planeta, e carrega anos de luta pela democratização da comunicação e a divulgação do cenário musical nordestino.

O Xinxim da Baiana é localizado na avenida Sigismundo Gonçalves, 742, Carmo, Olinda, próximo a agência dos Correios. E a brincadeira começa a partir das 20h. 

maio
23

Artistas participam de eleição para o Conselho Municipal de Políticas Culturais de Olinda

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Cultura     Tags

Na próxima quinta-feira (25) vai ser escolhido o novo Conselho Municipal de Políticas Culturais, num total de doze segmentos distintos que têm como objetivo discutir, monitorar e desenvolver atividades culturais na Cidade.  A eleição acontece na Secretaria de Patrimônio e Cultura de Olinda – SEPAC (Rua de São Bento, 160, Varadouro), das 8 às 18h.

Resultado de imagem para cultura olinda

Os eleitores vão votar nos responsáveis por cada área do segmento cultural, tais como música, artes plásticas, artes visuais, artes cênicas, trabalhadores da cultura, costumes e saberes, carnaval, artesanato, patrimônio, cultura popular, literatura e entidades não governamentais.

A posse dos eleitos será no dia 13 de junho, quando também ocorre a escolha do novo presidente do Conselho de Cultura, ocupado atualmente pelo produtor artístico cultural, compositor e ator Sérgio Bezerra.

Confira abaixo os segmentos e os candidatos correspondentes:

SEGMENTOSCANDIDATOSCANDIDATOS
MÚSICAAndré Luiz
ARTES PLÁSTICASKako MarcosAloma Leça Bandeira
ARTES VISUAISRamon Freitas
ARTES CÊNICASElias Cintra
TRABALHADORES DA CULTURAJosé Carlos de Souza Castro
COSTUMES E SABERESAlexandre L’Omi L’OdòElaine C. Gomes da Silva
CARNAVALJosemar Chiarelli
ARTESANATOJacqueline Silva
PATRIMÔNIOEdmilson Cordeiro dos Santos
CULTURA POPULAREduardo ManoelNirvana Maria Guedes Boot
LITERATURALuiz Carlos José Dias de SouzaMônica Siqueira
ENTIDADES NÃO GOVERNAMENTAISSODECA (Sociedade Olindense de Defesa da Cidade Alta)Abrigo Nossa Senhora da Lourdes

Fonte: Prefeitura de Olinda

maio
11

Cineastas retiram filmes do Cine PE em protesto contra critérios de seleção

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

Grupo de realizadores cujos filmes foram selecionados para exibição no festival Cine PE (agendado para o período de 23 a 29 de maio) divulgou um manifesto conjunto para comunicar a retirada das obras do evento em protesto contra a “escolha ideológica” AQUARYUSdas produções.

De acordo com a nota pública, emitida por sete profissionais, a curadoria do Cine PE “favorece um discurso partidário alinhado à direita conservadora e grupos que compactuaram e financiaram o golpe ao estado democrático de direito ocorrido no Brasil em 2016. Para nós, isso deixa claro o posicionamento desta edição, ao qual não queremos estar atrelados”.

Assinam a nota os realizadores dos filmes Abissal (CE), A menina só (SC), Baunilha (PE), Iluminadas (PE), Não me prometa nada (RJ), O silêncio da noite é que tem sido testemunha das minhas amarguras (PE) e Vênus: Filó, a fadinha lésbica (MG). Os diretores planejam uma exibição paralela dos filmes simultaneamente ao Cine PE, pelo cineclube CineRua, que realiza projeções ao ar livre em defesa dos cinemas de rua, a exemplo do Teatro do Parque, atualmente desativado. 

A posição do grupo foi externada dois dias depois da divulgação da grade completa de filmes incluídos na mostra do evento. Em 2017, o festival exibirá, na primeira noite, o longa-metragem de Rodrigo Bittencourt sobre as origens do real (Real: O plano por trás da história), conjunto de medidas econômicas adotadas em 1993 para criação da moeda e redução da inflação no país; e o filme Jardim das aflições, sobre o pensador Olavo de Carvalho – com direção de Josias Teófilo.

Gabi Saegesser, um das diretoras que assina a nota, afirma discordar da linha adotada pela organização do festival nos últimos anos, sobretudo no caso específico do produtor Alfredo Bertini, que em 2016 assumiu a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, da qual saiu em dezembro. A escolha inicial de inscrever o filme foi justamente para levar sua produção a um público que não acompanha outros festivais de cinema. “É uma janela”, afirma. 

O Cine PE é organizado pelo casal Bertini (Sandra e Afredo) desde o início, há 21 anos. Após a deposição da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em um processo de impeachment consolidado no ano passado, ele foi convidado pelo Ministério da Cultura a assumir o cargo de secretário nacional do Audiovisual, órgão vinculado ao Minc.

abr
21

“Nosso Lar” será encenado neste final de semana no Teatro Barreto Júnior

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

Emanuel David D’Lucard

A chegada de um homem numa cidade espiritual, objetivando aprender sobre a imortalidade e a oportunidade de regenerar os erros cometidos durante a sua vida. Esta é a narrativa central de Nosso Lar – Caminhos Para Evolução, espetáculo que será apresentado neste sábado (22) e domingo (23), no Teatro Barreto Júnior, no Pina – Recife.

O espetáculo é baseado na obra homônima, ditada pelo espirito de André Luiz, psicografado por Chico Xavier e lançada em 1944. A narrativa trilha as vivências do médico André Luiz após a morte do corpo físico, aprendendo sobre a alma e a existência, com base na Lei Universal de Causa e Efeito  a qual todos os seres vivos, encarnados e desencarnados, estão submetidos, segundo a Doutrina Espírita.

Cena do filme Nosso LarNo palco, cenas fortes como o umbral (foto: cena do filme), local onde espíritos, após a morte, ainda em profundo sofrimento e desorientação, encontra-se em desespero. Há também cenas de profunda beleza, a exemplo do reencontro do protagonista com a sua mãe. São metáforas necessárias para que o homem compreenda a importância da fraternidade humana no decorrer da existência no planeta Terra.

Aos que conhecem a obra, verão no espetáculo Nosso Lar – Caminhos Para Evolução, as cenas mais impactantes descritas por André Luiz. Para quem ainda não conhece a história, é uma oportunidade de assistir a um dos maiores clássicos da literatura espírita adaptado para o teatro.

A Montagem do espetáculo contou com a consultoria de Carlos Pereira, reconhecido pesquisador da Doutrina Espírita e com vários livros lançados ditados por Dom Hélder Câmara. No elenco, Emanuel David D’Lúcard, Francis de Souza, Feliciano Félix, Patrícia Breda, Beto Filho, Méri Lins, Wilson Aguiar, Esdras Aguiar e Jonas Nascimento.

O romance Nosso Lar foi inspiração para Ivani Ribeiro escrever “A Viagem”, novela apresentada em duas versões pela Rede Globo de Televisão. E, em 2010, chegou às telas do cinema com uma superprodução, sob a direção de Wagner de Assis.

Foto: do filme Nosso Lar

abr
19

Ivete Sangalo e Elba Ramalho fazem show beneficente em Olinda

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

As cantoras Ivete Sangalo e Elba Ramalho se unem em prol de duas entidades que prestam apoio social no Grande Recife. O show beneficente, que contará ainda com a participação de Solange Almeida (ex-Aviões do Forró), acontece no Classic Hall, em Olinda, na próxima terça-feira (25).

Forrozinho-Bom-Elba-e-Ivete-vendas-Ingresso-Prime

Toda a renda obtida com os ingressos vai ser revertida para a da Casa do Amor, instituição de acolhimento a senhoras da terceira idade, no Recife, que passa por dificuldades financeiras, e também para o Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer (GAC-PE).

O ‘Forrozinho Bom’ vai trazer no repertório a união de sucessos de Ivete e Elba, passando pelo forró, xote, baião e demais ritmos nordestinos. O músico Mestrinho do Acordeom também terá participação no show. Os ingressos custam R$ 40 (meia), R$ 80 (inteira) e R$ 500 (mesa para 4 pessoas), à venda no Ticket Folia, Eventim e Ingresso Prime.

Gerenciada pelo ex-BBB Daniel Rolim ao lado de Mario Cavalcanti e Martina Franck, a Casa do Amor funciona como asilo para senhoras idosas que antes eram moradoras de rua e não recebiam qualquer tipo de ajuda social.

Além de dar abrigo às idosas, a Casa do Amor também funciona como centro de assistência social para pessoas de qualquer idade, com aulas de teatro, literatura, capoeira, música, introdução à internet e uma cooperativa com cursos profissionalizantes para os mais jovens que procuram o projeto.

Já o GAC completa 20 anos de trabalho social neste ano. A instituição surgiu da necessidade de garantir um tratamento humanizado às crianças e adolescentes atendidos no do Centro de OncoHematologia Pediátrica (Ceonhpe) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), ligado à Universidade de Pernambuco (UPE). A instituição funciona a partir de doações.

A parte que será doada ao GAC-PE será destinada à reforma e reabertura do sexto pavimento do Centro de OncoHematologia Pediátrica. Desde 2014, os seis leitos de UTI e de cuidados paliativos estão desativados por falta de condições de atendimento aos pacientes. Atualmente, a instituição assiste, por dia, uma média de 70 pacientes ambulatoriais e 24 em situação de internamento.

Fonte: Portal G1

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: