Navegando todos os artigos Eleições 2018
maio
18

PSB: um “monstrengo” de três cabeças

Depois que o ex-ministro Joaquim Barbosa recusou o convite do PSB para ser candidato a presidente da República, não há mais perspectiva de o partido marchar unido na próxima eleição presidencial. O próprio presidente Carlos Siqueira declarou que sem o ex-ministro do STF na disputa resta ao PSB duas alternativas: celebrar uma aliança com outro partido de centro-esquerda que tenha candidato ao Planalto, ou liberar seus diretórios nos Estados para apoiar quem bem entender.

Ele descarta por completo o lançamento de outro candidato como gostariam o deputado pernambucano Felipe Carreras e o ex-deputado gaúcho Beto Albuquerque, até por falta de alternativas. Sua inclinação é por uma aliança com o PDT do ex-ministro Ciro Gomes, que já pertenceu ao partido, posição que também é defendida pelos deputados Danilo Cabral e Tadeu Alencar, os dois principais órfãos do fracassado projeto “joaquinzista”.

Siqueira estreitou suas relações nos últimos dois anos com o novo governador de São Paulo, Márcio França, filiado ao PSB mas muito próximo dos tucanos, porém descarta apoio ao pré-candidato Geraldo Alckmin (PSDB), que não consegue empolgar os brasileiros nem crescer nas pesquisas de opinião. Por isso haverá vários “Pê-ésse-bês” nas próximas eleições: um pedaço com Alckmin (PSDB), um pedaço com Ciro (PDT) e um terceiro com o candidato que o PT indicar.

Fonte: Inaldo Sampaio

maio
17

TRE-PE reúne imprensa e esclarece pontos da nova legislação eleitoral

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Propaganda eleitoral fora do prazo, fake news, campanha em redes sociais, responsabilidade sobre mensagens publicadas na área de comentários dos portais de internet e dos blogs, equilíbrio no espaço editorial para candidatos. Esses e outros temas foram debatidos em encontro realizado nesta quinta-feira (17) entre o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) e dezenas de representantes de TVs, rádios, sites e jornais impressos.

O encontro, fruto de uma parceria entre o TRE-PE e Associação de Empresas de Rádio e Televisão de Pernambuco (Asserpe), foi estendido para outras modalidades de veículos de imprensa e teve o objetivo de esclarecer dúvidas sobre a campanha eleitoral deste ano.

Todo o conteúdo do encontro está disponível no canal do TRE-PE no YouTube (https://www.youtube.com/watch?v=4qh0U0ueG38). No site do Tribunal (www.tre-pe.jus.br), além das resoluções que fundamentam as ações da Justiça Eleitoral, há uma espécie de “pode-não-pode” sobre a propaganda eleitoral. Tudo com uma linguagem didática e acessível. O informativo, elaborado pelo TRE-MG e adotado em todo o País, foi distribuído aos executivos dos veículos de comunicação.

Após as modificações introduzidas pela Reforma Política (leis 13.487 e 13.488), aprovada pelo Congresso em outubro de 2017, várias dúvidas vieram à tona sobre as eleições de outubro próximo, as primeiras com as novas regras. Daí, a grande quantidade de questionamentos não apenas da imprensa como da própria sociedade em geral. Ao esclarecer o que for possível à imprensa, o TRE-PE presta um serviço não apenas aos veículos de comunicação que buscam saber como proceder em alguns casos. 

maio
17

PSB e setores do PT trabalham para derrubar candidatura de Marília Arraes

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Roberto Almeida

Humberto Costa (PT), senador eleito graças ao prestígio do ex-governador Eduardo Campos, em 2010, gosta de criticar os que ele chama de golpistas, por terem afastado Dilma Rousseff (PT) da presidência, em 2016.

Mas o próprio Humberto está sendo acusado por amplos setores do PT, principalmente na base, de trabalhar para dar um golpe na vereadora Marília Arraes, não permitir a sua candidatura ao Governo do Estado e fazer uma aliança com o PSB de Paulo Câmara.

Dirigentes da cúpula do PT, da qual o senador faz parte, chegam ao ponto de plantar notícias negativas nos blogs e jornais da capital em relação ao projeto da candidatura de Marília.

Ontem mesmo, jornalistas do Recife chegaram a noticiar que a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman, teve um encontro com o dirigente Carlos Siqueira, do PSB, para fechar o acordo com os socialistas e “rifar” a candidatura da neta de Arraes.

A senadora negou as especulações da imprensa e outro dirigente petista, Ruy Falcão, que já foi presidente do PT nacional, demonstrou total apoio a pré-candidatura da vereadora recifense. “No que depender de mim junto à direção nacional, ela será candidata e a futura governadora de Pernambuco”, disse Ruy num comunicado aos jornalistas.

O governador Paulo Câmara conta com o apoio de Humberto para tirar Marília da disputa, o que facilitaria muito a sua reeleição. Neste caso seu principal adversário seria o senador Armando Monteiro (PTB), que está junto dos deputados Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB), que foram ministros de Temer.

Quando começou a desavença no PT, sobre candidatura própria ou aliança com o PSB, Humberto Costa agia silenciosamente, mas depois assumiu publicamente sua posição, chegando a discursar na tribuna do Senado para defender a aliança com os socialistas de Pernambuco.

Em 2016, quando João Paulo foi derrotado por Geraldo Júlio (PSB) na disputa pela Prefeitura do Recife, os petistas usaram a propaganda eleitoral para acusar os socialistas de golpistas, por terem votado pelo impedimento de Dilma.

Hoje, alguns desses petistas claramente querem passar uma rasteira ou dar um golpe em Marília Arraes, que mesmo sem nenhuma máquina ou forte estrutura financeira, está empatada nas pesquisas com Paulo Câmara e Armando Monteiro.

O sentimento de quem acompanha a política de Pernambuco é que se os três forem candidatos – Paulo, Armando e Marília – a eleição irá para o segundo turno e a situação do governador ficará bem complicada.

Por isso que Paulo e Humberto, antes adversários e agora amigos, jogam tudo para implodir a candidatura da neta de Miguel Arraes.

O senador quer usar a estrutura do Governo do Estado para garantir mais um mandato, nem que seja de deputado federal, e Paulo tenta garantir mais quatro anos no Palácio das Princesas apesar de ser avaliado como um péssimo gestor.

Câmara tem uma rejeição alta, de acordo com as pesquisas, superior a 60%, o que torna difícil sua vitória em outubro, a não ser que pegue carona em Lula e no PT, a quem atacou tanto num passado recente.

O governador de Pernambuco apoiou a candidatura de Aécio Neves à presidência, em 2014 e o impeachment de Dilma, dois anos depois.

maio
16

Candidata a deputada, ela agora é, simplesmente, “Claudia de Lupércio”

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

A primeira dama de Olinda, Claudia Cordeiro, vai utilizar a “tática do andor” na disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O andor é aquela peça utilizada para transportar a imagem do santo, manualmente ou nos ombros dos fieis.

Pouco conhecida, a primeira providência da equipe de marketing foi mudar o seu nome para a campanha eleitoral e fazê-la mais ligada ao andor.

Agora, principalmente para o eleitorado olindense, a sua principal referência será o andor. A candidata deixa de ser Claudia Cordeiro e vira “Claudia de Lupércio”.

Todas as peças de campanha deverão ir às ruas com esta marca, que já está ativa no Facebook: na foto do perfil, Claudia de Lupércio está ao lado do prefeito. Numa das postagens, convida os internautas para o lançamento da sua pré-candidatura, na manhã do dia 02 de junho, nas dependências do Colégio Dom, em Casa Caiada.

A estratégia é a mesma utilizada pelo candidato derrotado à Prefeitura de Olinda, Antônio Campos. Desconhecido dos olindenses (assim como Claudia Cordeiro), na campanha de 2016 o candidato apresentava como seus “maiores atributos” o parentesco com os ex-governadores Eduardo Campos (irmão) e Miguel Arraes (avô).

Com Campos a tática do andor não funcionou e ele foi derrotado nas urnas. Vamos ver se funcionará com “Claudia de Lupércio”.

maio
16

PT só “rifa” a candidatura de Marília Arraes se o PSB local apoiar Lula

Em encontro nessa terça-feira (15), Carlos Siqueira, do PSB, e Gleisi Hoffmann, presidente do PT, identificaram a possibilidade de fechar alianças em dez Estados. Um acerto em Pernambuco, porém, continua vinculado à questão nacional: o PT só abre mão de candidatura no Estado se o PSB apoiar Lula.

Os petistas fecham nesta quarta-feira (16) o calendário de lançamento da candidatura do ex-presidente, que está preso em Curitiba (PR). Uma ideia é mesclar eventos grandes com reuniões pequenas.

Fonte: Blog do Magno

maio
15

Pré-candidato do PSOL à presidência estará amanhã no Recife

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

A pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Dani Portela, recebe o pré-candidato à presidência do Brasil pelo PSOL, Guilherme Boulos (foto), que vem ao Recife amanhã (16).

A visita, que estava prevista inicialmente para abril, foi remarcada em virtude dos atos conjuntos durante a prisão do ex-presidente Lula (PT). Portela e Boulos se reunirão com sindicalistas pela manhã, depois participarão de uma audiência pública na Assembleia Legislativa sobre a Caatinga.

À tarde, Dani, Boulos e a pré-candidata a deputada federal pelo PCB, Amanda Palha, participam de um debate com o tema “Juventude trabalhadora do campo e da cidade: resistir aos retrocessos e avançar nas lutas”, no auditório do CCSA, na UFPE. À noite eles participarão de um jantar coletivo na ocupação Marielle Franco (Pracinha do Diário) e do ato Vamos com Boulos. 

maio
15

Sem Lula, Jair Bolsonaro lidera e empataria com Marina no 2º turno

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Sem o ex-presidente Lula (PT), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) lidera a corrida eleitoral de 2018 para o Palácio do Planalto, seguido por Marina Silva (Rede), com quem empataria no segundo turno, e Ciro Gomes (PDT).

Os dados são da pesquisa CNT/MDA realizada no período de 09 a 12 de maio com 2.002 eleitores, em 137 municípios em 25 Estados. O estudo tem 2,2 pontos percentuais de margem de erro. 

Jair Bolsonaro aparece com 18,3% de intenção de votos, contra 11,2% de Marina Silva em cenário com 14 candidatos. Nele, a representante da Rede disputa a segunda colocação com o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, que aparece com 9%, configurando empate técnico. 

Quando as candidaturas se restringem, o percentual dos dois candidatos se aproximam: em cenário com cinco candidatos, Bolsonaro fica com 19,7% e Marina Silva com 15,1%. 

Já em cenário em que o tucano Geraldo Alckmin (PSDB) é substituído pelo emedebista Henrique Meirelles, o deputado federal do PSL fica com 20,7% contra 16,4% da candidata da Rede. 

A dupla é seguida por Ciro, com 11,1% e 12%, respectivamente. 

Sem Lula na disputa, os principais beneficiados são Marina e Ciro Gomes, que ganham cerca de 4% de intenções de votos cada. Além disso, sem o ex-presidente na pesquisa, o número de brancos e nulos chega a 30% – no cenário com o petista, soma 18%.

Quando aparece, Lula, mesmo preso em Curitiba (PR), lidera a pesquisa: com 32,4% de intenções de voto. No segundo turno, venceria todos os candidatos. 

Sem o ex-presidente, o vencedor da maior parte dos cenários seria Jair Bolsonaro, que só aparece empatado com Marina Silva, tendo ambos 27,2% das intenções de voto. Contra Ciro Gomes, o deputado tem 28,2% contra 24,2% do pedetista. Já o cenário mais favorável para o deputado é contra o presidente Michel Temer (MDB), onde aparece com 34,7% contra 5,3%. 

De acordo com o presidente da CNT, Clésio Andrade, a saída do ministro aposentado Joaquim Barbosa (PSB) da disputa – ele não foi considerado nas perguntas – estimula o aumento de brancos e nulos

Na pesquisa espontânea, o número de brancos, nulos e indecisos soma 61%. Colocado como plano B para o PT, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, chega a apenas 4,4% das intenções de voto. 

Fonte: Folhapress

maio
15

Temer e Alckmin, os mais rejeitados

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

O ex-governador de São Paulo e pré-candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin (PSDB) é rejeitado por 55,9% dos eleitores, que dizem que não votariam nele de jeito nenhum.

Esse é o resultado apontado pela pesquisa CNT/MDA realizada de 09 a 12 de maio com 2.002 eleitores, em 137 municípios em 25 Estados. Jair Bolsonaro (PSL-RJ) lidera a corrida, com 18,3% de intenções de votos. O estudo tem  margem de erro de 2,2%. 

A rejeição ao tucano Geraldo Alckmin aumentou 5,2% em relação à pesquisa realizada em março de 2018. Ele tem de 4% a 8% de intenções de votos nos cenários estimulados.

Já o presidente Michel Temer (MDB) se mantém com a maior taxa de rejeição, com 87,8%. Apenas 0,3% dos eleitores afirmaram que o emedebista seria o único candidato em quem votaria, e 7,8% afirmaram que seria possível votar nele. 

A pesquisa mostra que apenas 4,3% dos brasileiros avalia como positivo o governo do presidente Michel Temer. Os que o consideram negativo são 71,2%, ligeira queda com relação a março, quando 73,3% o avaliaram como ruim ou péssimo.

Com relação a perspectiva de melhora, os dados mostram que 41,9% dos brasileiros acreditam que a segurança pública vai piorar nos próximos seis meses. Outros 37,2% acreditam que ficará igual, e 17,9% creem que ficará melhor.

Fonte: Folhapress. Foto: Estadão

maio
15

Quase metade dos brasileiros não acredita na candidatura de Lula

De acordo com os dados da pesquisa CNT/MDA, realizada no período de 09 a 12 de maio, 49,9% dos brasileiros não acreditam que Lula (PT) irá disputar as eleições à Presidência da República, em outubro.

O percentual é inferior ao que foi identificado em março, quando 52% dos entrevistados não acreditavam na candidatura do petista, que está preso em Curitiba (PR) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A pesquisa foi realizada no período de 09 a 12 de maio, com 2.002 eleitores, em 137 municípios em 25 Estados. O estudo tem 2,2 pontos percentuais de margem de erro. 

Dos entrevistados, mais da metade deles (51%) consideram justa a prisão de Lula. O o ex-presidente está preso em regime fechado, na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

maio
14

Bolsonaro foge dos debates

Época – Coluna Expresso (Nonato Viegas)

Pré-candidato a presidente pelo PSL, o deputado federal Jair Bolsonaro (RJ) faltou a todos os debates promovidos até aqui por entidades de classe e veículos de comunicação.

Teme precipitar desgaste de imagem ao ser comparado com adversários.

Assessores do presidenciável dizem que ele prefere comparecer apenas a entrevistas. A estratégia será reavaliada com a aproximação das eleições.

maio
9

TRE-PE: prazo de cadastro de eleitores termina nesta quarta-feira

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

A Justiça Eleitoral em todo o País fecha nesta quarta-feira (09) o Cadastro Eleitoral. A partir de amanhã (10), as atenções do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) se voltam para a organização das eleições de outubro. Quem tiver pendências com a Justiça Eleitoral precisa regularizá-las no prazo para poder votar e evitar transtornos. 

O cidadão que está com a inscrição eleitoral cancelada, com multa pendente ou não tirou o título dentro da idade exigida por lei não pode obter a certidão de quitação enquanto não regularizar a situação com a Justiça Eleitoral. E esta regularização deve ser feita até hoje (09).

Os cartórios eleitorais funcionam das 8h às 16h, mas, para garantir a segurança de eleitores e servidores, a quantidade de pessoas atendidas depende da capacidade operacional de cada unidade. Isso vale para todo os cartórios e postos de atendimento do Estado.

Ontem (08), na Central de Atendimento ao Eleitor da Capital (Caec), vizinha ao Forte das Cinco Pontas, foram distribuídas 900 fichas às 8h, mais 150 ao meio-dia e outras 220 por volta das 15h. Nesta quarta-feira (09), serão distribuídas mais 900 a partir das 8h. Quem agendou o atendimento pelo site será atendido na hora marcada. Mais informações no site www.tre-pe.jus.br e no telefone: 81. 3194.9400.

maio
8

Joaquim Barbosa joga a toalha

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa afirmou, hoje pela manhã (08), que não será candidato à Presidência. Ele está filiado ao PSB e era o principal nome do partido para disputar as eleições 2018.

“Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a Presidente da República. Decisão estritamente pessoal”, afirmou Joaquim Barbosa através das redes sociais.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, por sua vez, afirmou que a decisão de Joaquim Barbosa é “compreensível”. Siqueira informou que a cúpula do partido irá se reunir nas próximas semanas para discutir a possibilidade de outro nome para a presidência.

“Ele [Joaquim Barbosa] avisou hoje cedo. Ligou agradecendo muito ao partido, disse que refletiu muito e que tinha decidido não ser candidato. Disse a ele que era compreensível, porque é uma decisão de foro muito íntimo ser ou não candidato numa eleição”, afirmou em entrevista ao Broadcast Político do Estadão.

Na última pesquisa Datafolha, a intenção de voto para Joaquim Barbosa variava entre 8% e 10%, dependendo do cenário. Sem Lula, o ex-ministro ficava atrás apenas do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e de Marina Silva (Rede).

Fonte: Opinião&Notícia

maio
7

Marília Arraes ameaça Paulo Câmara na disputa pelo governo do Estado

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Inaldo Sampaio

Pesquisas mostram que o maior adversário do governador Paulo Câmara (PSB) nas próximas eleições não é o senador Armando Monteiro (PTB), nem o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), nem o deputado Mendonça Filho (DEM), e sim a vereadora Marília Arraes (PT). Ela aparece nas prévias eleitorais com elevado percentual de intenções de votos e isso preocupa o PSB que fará tudo o que estiver ao seu alcance para não permitir que ela seja candidata.

Como se lembra, o governador Paulo Câmara agendou uma viagem a Curitiba, recentemente, junto com outros governadores do Nordeste, para levar sua solidariedade ao ex-presidente Lula, que está preso na capital paranaense, apesar de o PSB ter rompido com o PT em 2012 e apoiado o impeachment da (ex)presidente Dilma Rousseff.

Interessa-lhe agora, todavia, celebrar uma aliança com o PT para surfar na popularidade do ex-presidente, que continua sendo no Nordeste um fenômeno eleitoral de fazer inveja aos adversários, com cerca de 50% de intenções de voto. Então, para afastar Marília do seu caminho, o PSB parece disposto a pagar qualquer preço, inclusive colocar o senador Humberto Costa na chapa da Frente Popular como candidato à reeleição, mesmo sabendo que a presença dele nesta chapa, ao lado do deputado Jarbas Vasconcelos, um antipetista histórico, representa um risco para todos devido às explicações que terão que dar aos pernambucanos.

A cúpula do PT também está trabalhando contra Marília, tanto que adiou para o mês de junho sua definição sobre o que fará nas próximas eleições: candidato próprio ou aliança com a Frente Popular. Significa que a vereadora terá que passar mais um mês imobilizada, sem saber se o partido a ungirá ou não como candidata a governadora.

maio
6

Pendências eleitorais podem ser solucionadas somente até quarta-feira

O eleitor tem até às 16h da próxima quarta-feira (09), para regularizar a sua situação com a Justiça Eleitoral. São vários os serviços que só poderão ser realizados até este prazo, quando há o chamado fechamento do cadastro eleitoral.

Quem tiver pendência com a Justiça Eleitoral pode ter problemas para tirar passaporte, se inscrever em concurso público, efetuar matrículas em faculdades e participar de benefícios sociais, como o Bolsa Família, por exemplo. 

Portanto, se você é eleitor e está com alguma pendência, vá até o posto de atendimento ou cartório eleitoral da sua cidade e regularize 

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) ampliou os horários de atendimento (todos os cartórios e postos de atendimento estão funcionando diariamente das 8h às 16h)  e informa que não haverá prorrogação de prazo, nem de horários. No dia 09 de maio, os portões serão fechados impreterivelmente às 16h.

maio
6

Pré-candidato da Rede reúne imprensa amanhã à noite em Paulista

O ex-prefeito de Petrolina e pré-candidato ao Governo de Pernambuco pela Rede Sustentabilidade, Júlio Lóssio, vai reunir jornalistas e blogueiros durante um jantar no Fome de Que? Comedoria e Pub, no Centro de Paulista.

A assessoria do pré-candidato enviou convite à Imprensa, mas esqueceu de informar a hora e o endereço do restaurante.

Há um zum-zum-zum no ar, dando conta de que a candidatura de Lóssio foi fabricada, meses atrás, pelo Palácio do Campo das Princesas, quando havia a possibilidade de Fernando Bezerra Coelho (MDB) vir a disputar o Governo do Estado.

Foi a forma encontrada pela Frente Popular para minar a candidatura de Bezerra Coelho em Petrolina e no Sertão, sua base eleitoral.

maio
5

PT decidirá em 10 de junho se terá ou não candidatura própria ao Governo

Em reunião na manhã deste sábado (05), membros do PT de Pernambuco entraram em consenso e adiaram, para o dia 10 de junho, o encontro que deve definir se o partido terá ou não candidatura própria para governador em 2018. A data, que estava agendada para o próximo sábado (12), foi remarcada após negociação entre o grupo que defende a candidatura da vereadora do Recife, Marília Arraes, e a ala que prefere apoiar a reeleição de Paulo Câmara (PSB).

Marília, que tem o apoio de grande parte do partido, tentava manter a data inicial para o ‘encontro de táticas’, porém a direção estadual do PT propôs remarcar para o dia 27 de junho. Após chegarem a um consenso, o evento ficou fixado para o dia 10. Aliados da petista acreditam que, com isso, Marília mostra que está aberta ao diálogo e não tentará “empurrar sua pré-candidatura goela abaixo”.

Mesmo com o adiamento, o grupo ligado à pré-candidata saiu satisfeito da reunião. A impressão é que a mudança na agenda não atrapalhará os planos da petista, além de derrubar o argumento de que ela estaria “peitando a direção nacional”.

Fonte: Folhape

maio
3

Faltam apenas seis dias para o fechamento do cadastro eleitoral

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Faltam seis dias para o prazo final da regularização da situação eleitoral (09 de maio), que permitirá que o cidadão possa votar nas eleições de outubro. Pela Constituição Federal, o alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios aos brasileiros a partir dos 18 anos. É facultativos aos jovens de 16 e 17 anos, aos maiores de 70 anos e aos analfabetos.

Os serviços obrigatórios que vão até dia 09 de maio são: emissão do 1º título, alteração de dados, regularização de título cancelado e transferência de domicílio eleitoral e regularização da biometria para quem perdeu os prazos deste ano ou de anos anteriores. Para as pessoas com deficiência também se encerra nessa data a transferência para seção eleitoral com acessibilidade e a regularização da situação eleitoral de presos provisórios e adolescentes internados que não possuem cadastro eleitoral ou desejam votar no pleito este ano.

Todos esses procedimentos devem ser feitos no Cartório Eleitoral ou Posto de Atendimento da cidade onde o cidadão reside, sendo necessária a transferência caso o título pertença a outro domicílio eleitoral. Para saber a qual cartório ele deve se direcionar, o eleitor poderá, através do site do TRE-PE, encontrar o endereço e telefone de todos os postos de atendimentos de Pernambuco.

O atendimento em todo o Estado é misto e pode ser feito através de senha na hora da chegada do eleitor ao cartório ou por agendamento pelo site. Após o fechamento do cadastro até 10 dias antes das eleições, os únicos serviços que poderão ser feitos em cartório são emissão 2ª via do título eleitoral e certidão circunstanciada (tiradas no cartório e concedida pelo juiz para resolver provisoriamente a necessidade de apresentar a quitação eleitoral enquanto o cadastro está fechado).

abr
26

TRE-PE encerra ciclo de biometria superando metas do TSE

Pernambuco não apenas cumpriu, mas superou as metas fixadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para o recadastramento biométrico. As revisões do eleitorado das dez últimas cidades do Ciclo 2016/2018 foram homologadas nesta quinta-feira (26), em sessão do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE).

De acordo com as metas do TSE, as cidades com mais de 100 mil eleitores precisam ter um índice de recadastramento de, no mínimo, 80%. Pernambuco atingiu mais de 80% em 30 das 38 cidades do último ciclo. A média de eleitores atendidos ficou em 82,97%. 

Nas cidades com mais de 100 mil eleitores, o percentual de 80% também foi ultrapassado. No Cabo de Santo Agostinho, que tem um eleitorado de 168.429 pessoas, o atendimento ficou em 80,42%. Foram biometrizados 135.445 eleitores.  Já em Camaragibe, a taxa de atendimento ficou em  80,81%. Do eleitorado de 126.142, foram recadastrados 101.930.

Para atingir a meta geral da biometria, o TRE-PE criou o Grupo Gestor de Trabalho de Identificação Biométrica (Gtib), formado por servidores que se especializaram no processo de biometria e operacionalizaram diversas ações buscando sempre uma maior eficiência.

abr
25

Comissão de Propaganda determina retirada de outdoors

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags ,

O coordenador da Comissão de Propaganda do Recife, o juiz da 5ª Zona Eleitoral, Heraldo José dos Santos, fazendo uso do poder de polícia da Justiça Eleitoral, determinou a retirada de todos os outdoors com mensagens alusivas a Manoel Jerônimo de Melo Neto.

Foi a primeira decisão da Comissão de Propaganda constituída pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) para as eleições de 2018. 

Ao constatar vários outdoors afixados nas ruas e avenidas do Recife, o juiz agiu de ofício (não foi provocado por nenhum órgão nem cidadão) porque entendeu que se tratava de propaganda extemporânea “com propósito de fazer conhecido o beneficiário perante a população e com objetivo de angariar votos”.

O prazo para retirada do material acaba nesta quarta-feira (25). A decisão do magistrado ainda pode ser reformada pelo pleno do TRE-PE em razão de mandado de segurança impetrado na manhã desta terça-feira.

abr
24

PCdoB não entrará no “chapão” do PSB

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Temendo servir apenas de cauda para o PSB e não eleger nenhum deputado para a Assembleia Legislativa (Alepe) e Câmara Federal, o PCdoB decidiu disputar a eleição proporcional em faixa própria. Através de nota divulgada ontem (23), informou que não irá integrar o “chapão” da Frente Popular.

A intenção dos comunistas é apresentar chapas completas para a Alepe (73 candidatos) e à Câmara Federal (37 nomes) e contar, ainda, com os votos de legenda para eleger representantes para as duas Casas. Segundo a nota divulgada, já estão inscritos 110 pré-candidatos à Alepe, mas estão sendo avaliados pelo Grupo de Trabalho Eleitoral, coordenado pelo ex-prefeito de Olinda, Renildo Calheiros

Mas alguns nomes já têm as vagas garantidas para a disputa para a Alepe, entre eles o vereador do Recife Almir Fernando; o ex-petista e ex-vereador do Recife Osmar Ricardo; o ex-presidente da União da Juventude Socialista (UJS-PE), Flor Ribeiro; e o médico Antônio Stênio.

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de Março de 2019
286 dias restantes.

Educação

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje