Navegando todos os artigos Informação
jun
28

Leitores geralmente não sabem diferenciar “notícia” e “opinião”

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Informação     Tags

Kevin Lerner – Professor de Jornalismo*

O editor de Opinião do New York Times, James Bennet, renunciou recentemente depois que o jornal publicou um controverso artigo de opinião do senador Tom Cotton, que defendia o uso da força militar para reprimir protestos. O texto provocou indignação entre o público e também entre os repórteres do jornal. Muitos desses funcionários participaram de uma campanha nas redes sociais voltada para a chefia do jornal, solicitando correções e uma nota do editor explicando o que havia de errado com o artigo. Eventualmente, a revolta forçou a saída de Bennet.

A coluna de Cotton foi publicada nas páginas de Opinião – não nas páginas de notícias. Mas essa é uma distinção muitas vezes incompreendida pelo público, cujas críticas à decisão de publicar a matéria eram muitas vezes direcionadas ao jornal como um todo, incluindo sua cobertura noticiosa. Tudo isso levanta uma questão de longa data: qual é a diferença entre o lado da notícia e a opinião de uma organização de notícias?

É um princípio do jornalismo norte-americano que os repórteres que trabalham para as seções de notícias dos jornais permaneçam totalmente independentes das seções de opinião. Mas a divisão entre notícias e opiniões não é tão clara para muitos leitores quanto os jornalistas acreditam que é.

Como notícias e opiniões se separaram

Muito antes de os jornais se tornarem organizações para coletar e distribuir notícias, eram instrumentos para a expressão pessoal de indivíduos – seus proprietários. Pouco se pensava sobre se a opinião e o fato estavam ou não misturados.

Benjamin Franklin dirigiu a Gazeta da Pensilvânia de 1729 a 1748 como um veículo para suas próprias ideias políticas e científicas, ou mesmo apenas para suas observações do dia a dia. O Diário dos Estados Unidos, publicado pela 1ª vez em 1789, foi o jornal federalista mais proeminente da sua época e foi financiado em parte por Alexander Hamilton, cujas cartas e ensaios foram publicados anonimamente. No início do século XIX, os jornais eram frequentemente partidários, uma vez que muitos deles eram financiados por partidos políticos.

Ao longo do século XIX, porém, os jornais começaram a buscar uma audiência mais popular. À medida que a circulação aumentava, alguns começaram a enfatizar sua independência. Juntamente com o surgimento de faculdades de jornalismo e organizações de imprensa, essa independência consagrou “fato” e “verdade”, como o que a especialista Barbie Zelizer chama de “termos divinos” do jornalismo no início do século XX.

Os proprietários de jornais nunca quiseram desistir da sua influência na opinião pública. Como as notícias se tornaram o principal produto do jornal, os editores estabeleceram textos editoriais, onde poderiam continuar apoiando seus políticos favoritos ou pressionando por causas de animais de estimação. Essas páginas são tipicamente dirigidas por conselhos editoriais, que são equipes de escritores, geralmente com áreas de especialização (economia ou política externa; em jornais menores, política estadual). Eles são então votados pelo conselho, que geralmente inclui o editor. Estes tipos de texto são publicados, geralmente sem atribuição de autor, como as opiniões oficiais do jornal. Existem variações nesse processo: geralmente o conselho editorial decide sobre os tópicos e a opinião do artigo antes que esses escritores trabalhem em seus rascunhos.

Bennet, editor do Times que renunciou, reconheceu em uma matéria de janeiro de 2020, meses antes do artigo sobre Cotton, que “o papel do conselho editorial pode ser confuso, principalmente para os leitores que não conhecem bem o The Times”.

Durante quase todo o século XX, os jornais tranquilizaram seus leitores e repórteres de que havia um “muro” entre os lados de notícias e opiniões das suas ações. Os editores confiavam nessa ideia de separação para insistir que suas reportagens eram justas e independentes, e acreditavam que os leitores entendiam essa separação.

Esta é uma maneira particularmente norte-americana de operar. Os leitores de outros países geralmente esperam que seus jornais tenham um ponto de vista, representando um partido ou ideologia em particular.

A criação da página de opinião

Uma maneira que os jornais descobriram para permitir uma gama maior de opiniões em suas páginas foi criar uma página de Opinião, que publica opiniões de indivíduos, não as do conselho editorial. Como relata o historiador Michael Socolow, John Oakes, editor da página editorial do New York Times em 1970, criou a 1ª página de opinião porque sentia que “um jornal cumpre com maior eficácia suas responsabilidades sociais e cívicas desafiando a autoridade, agindo de forma independente e convocando à discordância”.

Opiniões on-line, mudança de normas e linhas borradas

Com a expansão das páginas de Opinião on-line, o Times publicava 120 artigos por semana na época da renúncia de James Bennet.

Embora a mudança on-line permita que a página do Times aumente bastante sua produção, também cria um problema: os textos de opinião não parecem mais claramente diferentes das notícias.

Com muitos leitores acessando jornais on-line a partir de links de mídia social, eles podem não prestar atenção às pistas sutis que marcam um texto publicado pela equipe de opinião. Acrescente a isso o fato de que mesmo os leitores que acessam a página inicial de um jornal recebem notícias e opiniões exibidas graficamente no mesmo nível, conotando o mesmo nível de importância. E os repórteres compartilham análises e opiniões no Twitter, confundindo ainda mais os leitores.

As seções de notícias do jornal também publicam cada vez mais reportagens que contêm um nível de “análise de notícias” que leitores casuais podem não conseguir distinguir do que o Times designa como Opinião.

Em 1970, quando a página do editorial estreou no New York Times, a circulação total diária de jornais era equivalente a 98% das residências nos EUA. Em 2010, esse número havia caído para menos de 40% e continuou caindo desde então.

Mesmo que os leitores do impresso em 1970 possam diferenciar claramente notícias e opiniões, eles provavelmente não têm o mesmo nível de envolvimento crítico quando as notícias existem on-line e em volume quase incontrolável.

Se organizações de notícias como o New York Times continuarem afirmando que uma seção de Opinião robusta, separada de suas reportagens, serve para promover a conversa pública, essas instituições precisarão fazer um trabalho melhor para explicar aos consumidores de notícias onde – ou se – o “muro” entre notícias e opinião existe.

*Kevin Lerner é professor assistente de jornalismo no Marist College. Este artigo foi publicado anteriormente no Poder 360 e The Conversation sob uma licença Creative Commons.

dez
18

A Quina da Loto bombou em 2019

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Informação     Tags , ,


Muito se fala sobre a Megasena e seus sorteios milionários, mas só aqueles que acompanham de perto as loterias brasileiras viram o quanto o ano de 2019 foi saboroso para os apostadores da Quina. Segunda modalidade em número de apostas no país, ela vê, a cada ano, seu prestigio aumentar, distribuindo grandes premiações.

Seu concurso mais famoso, a Quina de São João, vem pagando prêmios superiores a uma centena de milhões já há quase 5 anos e, nesta temporada, não foi diferente. Aqueles que marcaram somente 4 números em junho, no sorteio especial, dividiram 140 milhões de reais!

Você não leu errado. Foi preciso marcar só 4 dos 5 números sorteados para dividir a bolada este ano. O motivo: ninguém acertou os 5 números necessários, então 1.500 pessoas receberam um bom dinheirinho por terem acertado só 4. Cada um ganhou cerca de cem mil reais, uma quantia bem vinda na vida de qualquer um.

A Quina consiste em uma aposta simples num volante com 80 números consecutivos. O apostador marca 5 deles e torce para ser sorteado. Cada bilhete custa apenas R$ 2,00 – a Mega sai por R$ 4,50 a aposta simples – e os sorteios acontecem todos os dias da semana, menos aos domingos.

Muita gente se surpreende ao saber disso. Todo dia é dia de ficar milionário com a Quina. Ela começa a premiar o jogador a partir do acerto de apenas 2 números. Os valores são bem pequenos, é claro, mas já servem para pagar outras apostas e tentar de novo, por que não?

Em 2019, 3 dos maiores prêmios já pagos pela modalidade – fora do sorteio especial de São João – saíram para alguns brasileiros de diversas localidades. Com o advento da possibilidade de se jogar online, agora a mídia não sabe mais de qual o Estado do apostador é, já que ele pode receber o valor em qualquer agência da Caixa Econômica.

O nome dos ganhadores continua sendo cadastrado no sistema da entidade, em Brasília, sujeito a consulta da Justiça e dos órgãos fiscalizadores do setor, mas os sortudos, até por uma questão de segurança, só aparecem na imprensa em geral se for de sua única e exclusiva vontade.

Os concursos 5064, 4937 e 5080, respectivamente dos meses de setembro, março e novamente de setembro, pagaram R$ 32.680.000,00; R$ 17.550.000,00 e R$ 17.100.000,00. Valores de sorteios regulares que acumularam durante alguns jogos.

Todos esses sorteios citados acima entregaram estes valores incríveis a um único apostador, inclusive. O sonho de 10 entre 10 jogadores de loteria, é ou não é? Gente que mudou de vida para sempre, se souber como administrar bem o que ganhou.

Se interessou e quer apostar? Se ligue nos números mais e menos sorteados pela modalidade.
Mais – 49, 05, 31, 39, 15, 52 e 53.
Menos – 03, 47, 20, 30, 25, 65 e 56.

Os Estados mais sorteados pela Quina também são aqueles com maior população, como não poderia deixar de ser: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Bahia. Mas todas as unidades da federação tiveram um milionário para chamar de seu, inclusive Rondônia e Roraima, os com o menor número: três.

Surpreende, no entanto, a quantidade de vencedores que apostaram pela internet. O número já ocupa a segunda colocação dentre os mais sorteados, só perde pros paulistas! Ou seja, a sorte não discrimina ninguém, se apostar, você terá tanta chance quanto qualquer um. Agora só precisa fazer seu jogo e cruzar os dedos, quem sabe não é a sua vez?

nov
29

Indulto Natalino é discutido no STJ

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Informação     Tags , ,

O Supremo Tribunal Federal (STF) retomou nessa quarta-feira (28), o julgamento da ação que discute a validade do decreto de indulto natalino editado pelo presidente da República, Michel Temer (MDB), em dezembro do ano passado.

O indulto é um perdão de pena e costuma ser concedido todos os anos em período próximo ao Natal. O decreto de Temer estabeleceu que poderia receber o perdão quem cumpriu um quinto da pena em caso de crimes sem violência ou grave ameaça, sem limite máximo de pena para concessão.

Previsto na Constituição e concedido por meio de decreto presidencial, o indulto é um benefício que consiste no perdão a condenados por determinados crimes, de acordo com critérios específicos, levando à extinção da pena e a liberdade do detento.

Mais rigoroso em relação a anos anteriores, o texto de 2018 sobre a proposta de indulto de Natal aprovada pelo Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, subordinado ao Ministério da Segurança Pública, exclui a possibilidade de benefício aos presos por corrupção. Ou seja, a proposta acaba com a possibilidade de concessão do benefício àqueles que cometeram crimes financeiros, relacionados a licitações, tortura, lavagem de dinheiro, organização criminosa e terrorismo.

De acordo com o advogado criminalista, professor de Direito Penal e Direito Processual Penal, Leonardo Pantaleão (foto), a minuta mais rígida esbarra em aspectos constitucionais. O jurista acredita que a proposta, aprovada pelo Conselho, ainda deva ser modificada e deverá ter artigos vetados.

abr
7

Escultor da cidade de Abreu e Lima entra para o Guinsess Book

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Informação     Tags

Pernambucano de Abreu e Lima, distante  quilômetros de Olinda, o escultor Alexandre Borges, de 47 anos, conquistou um recorde mundial. Ele entrou para o Guinness Book após produzir a escultura de uma casa de chocolate em tamanho real, pesando 10,5 toneladas. 

Visitando vários países do mundo em três décadas de carreira, Alexandre contou que nunca imaginou alcançar o feito. “É uma emoção ímpar porque estar no Guinness Book não é uma coisa qualquer. Eu tenho 30 anos de profissão, já viajei 30 países, para realizar aulas, treinamentos, mas fazer um feito desse é muito importante”.

A casa de 15 metros quadrados e 2,40 metros de altura está exposta em uma loja de um shopping na cidade mineira de Uberaba, cidade natal do espírita Chico Xavier. A casa simula a residência onde Chico Xavier morou na infância. “É uma replica baseada na simplicidade da casa onde Chico viveu a infância. Os objetos, o fogão, tudo tem características mineiras”, disse. 

Na empreitada, o artista passou 11 dias com uma equipe de gastronomia, arquitetura e engenharia trabalhando os mínimos detalhes. A escultura custou cerca de R$ 200 mil, e, para evitar o desperdício de alimento, o chocolate usado para a feitura da escultura estava fora da validade. A obra será envernizada para ser preservada no Museu de Uberaba.

A casa possui dois espaços internos e conta com modelos em chocolate de Chico Xavier, da apresentadora Ana Maria Braga e do Louro José – a apresentadora de TV e o personagem foram incluídos, segundo ele, representando a gastronomia brasileira e como se estivessem sido convidados para preparar uma comida para o médium.

mar
23

YouTube proibirá vídeos que defendem armas de fogo

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Informação     Tags

O YouTube anunciou novas regras sobre vídeos envolvendo armas de fogo na plataforma. A partir de abril, será proibido qualquer conteúdo que promova a venda de armas e seus dispositivos, assim como vídeos que mostram como construir e remodelar os objetos para torná-los mais eficazes. As novas regras forma inclusas nas políticas de uso do site nesta semana, mas a empresa só vai começar a fiscalizar o conteúdo no próximo mês. As informações são do The Whashigton post.

Mesmo assim, youtubers que mantinham canais com foco em armas de fogo já estão tendo seus vídeos removidos e páginas suspensas. O YouTube explica que não vai remover todo o conteúdo relacionado a armas de fogo, mas sim os vídeos que incentivem a compra ou a fabricação das armas. No Brasil, a lei federal do Estatuto do Desarmamento proíbe a comercialização de arma de fogo e munição. Apesar disso, o deputado Alberto Fraga (DEM-DF) lançou, recentemente, um projeto (PL 3722/12) no Plenário para revogar o estatuto.

A decisão da empresa chega como um reflexo das chacinas e tiroteios cada vez mais frequentes em escolas e locais públicos dos Estados Unidos. Recentemente, Las Vegas e Flóridas foram cenários de violência. “Enquanto proibimos a venda de armas de fogo há muito tempo, criadores foram notificados das novas regras e vamos fiscalizar conteúdo promovendo a venda ou fabricação de armas de fogo e seus acessórios, tais como munição, silenciadores entre outros”, diz o comunicado oficial do YouTube.

 

set
16

Morre o jornalista Marcelo Rezende

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Informação     Tags , ,

 

Marcelo-Rezende

A assessoria de Imprensa do Hospital Moriah, na zona sul de São Paulo (SP), comunicou, minutos atrás, o falecimento do jornalista e apresentador Marcelo Luiz Rezende Fernandes, 65 anos.

O óbito do apresentador da TV Record, que fazia tratamento contra um câncer no fígado e no pâncreas, ocorreu às 17h45min, deste sábado, dia 16 de setembro de 2017.

Autor do bordão “Corta para Mim meu filho”, o jornalista estava internado desde a última terça-feira (12). Antes de se afastar para tratamento, a cinco meses, Marcelo Rezende apresentava o programa “Cidade Alerta” (TV Record). O apresentador também passou pela Rede Globo onde trabalhou com futebol e apresentou o programa “Linha Direta”.

jun
30

Falta menos de um mês para o sinal analógico de TV ser desligado no Recife

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Informação     Tags

No dia 26 de julho, o sinal analógico de televisão será desligado na Região Metropolitana do Recife. A programação dos canais abertos será transmitida apenas pelo sinal digital, com imagem e som de cinema. Para continuar assistindo à programação, todas as residências da região precisam ter uma antena digital e um aparelho de televisão preparado para receber o sinal digital.

Saiba se a sua casa já está preparada ou se será necessário providenciar mudanças para continuar assistindo os canais abertos de televisão:

Antena – Nem toda antena consegue captar o sinal digital de televisão. A antena deve ser UHF e a recomendação da Seja Digital é que o modelo seja externo, instalado no telhado da casa.

Televisor – Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não estiver preparado para receber o sinal digital, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor, consulte o manual do fabricante.

TV paga ou parabólica – Se você utiliza algum desses serviços, não será necessário adaptar a sua TV ou antena. Em todo caso, entre em contato com a sua operadora ou com um antenista para garantir a continuidade do serviço em todos os seus televisores.

As famílias do Recife, Olinda e de outras 12 cidades da Região Metropolitana inscritas em programas sociais do Governo Federal já podem verificar se estão na lista de beneficiários que receberão um dos mais de 600 mil kits gratuitos com antena UHF/VHF, conversor para a TV digital e controle remoto.

A população deve acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o CPF ou o Número de Identificação Social (NIS ) em mãos. Se o nome estiver na lista é só escolher o dia, horário e local.

Por meio desses canais, a população também poderá tirar quaisquer dúvidas referentes às mudanças trazidas pela TV digital e sobre como se preparar para receber o sinal. Outra alternativa, também, é visitar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo da sua residência e procurar pelo ponto de apoio da Seja Digital para esclarecer dúvidas ou agendar a retirada do kit.

 

mar
14

Cuidado para não cair nos boatos que circulam no Facebook

Na semana passada, um boato no Facebook de que a Prefeitura de Olinda estava abrindo concurso público com vagas para o ensino médio, técnico e superior, causou um grande bochicho, a ponto da prefeitura publicar em sua fan page um post negando a notícia.

3-22

Boatos acontecem aos montes nas redes sociais e até o Facebook, um dos canais que mais divulga mentiras, também é ele próprio alvo de várias balelas que circulam na web. Sobre isso, o portal Boatos.org relacionou algumas inverdades que ultimamente têm sido compartilhadas e que muita gente se deixa levar:

Salvem suas contas, estão hackeando todo mundo!

Uma mensagem começou a circular no próprio Facebook alertando sobre a suposta atuação de hackers que estavam roubando o perfil de todos. Segundo o aviso que rodou a internet, era de extrema importância copiar e colar o alerta no mural para que todos ficassem atentos a perfis duplicados em nome de conhecidos. Acontece que a história toda era uma balela, dessas sem argumentos e cheia de informações vazias. No fim o tal aviso só serviu para ‘assustar geral’. 

O Facebook agora vai cobrar pelo acesso!

Um boato muito comum na internet é de que o Facebook começará a cobrar pelo uso da rede social. Relatos recorrentes costumam aparecer relatando os usuários sobre os preços que variam, sem ao menos especificar em qual moeda será cobrado o valor. Esses alertas vêm sempre acompanhados daquela clássica mensagem ‘copie e cole para se livrar dessa’. Um surto desse mensagem em 2013 fez milhares de timelines compartilharem essa notícia só para evitar a cobrança. No final, tudo foi desmentido pela assessoria do Facebook.

A partir de meia-noite, seremos bloqueados!

Parece que quem inventa boatos sobre o Facebook, sabe qual é o principal medo dos usuários dessa ferramenta: ‘ficar sem acesso’. Não à toa, sempre circula por aí a notícia de que o Facebook será bloqueado. Com os recentes bloqueios do WhatsApp  por definição judicial, esse medo se espalhou mais ainda, o que faz o boato se espalhar mais rápido. A notícia que abalou tanta gente foi compartilhada por páginas de comédia e em sites que indicavam o suposto link da notícia sobre o bloqueio, mas que na verdade não levava a lugar nenhum.  

Agora dá pra saber quem visitou o perfil!

Embora existam muitas piadas sobre a inferioridade do extinto Orkut em relação ao Facebook, muita gente reclama de saudade de uma das funções do velhinho, a de ver quem visitou o perfil. Talvez por isso, seja constante a história de que isso será possível. Neste mês, viralizou pelo Facebook a informação de que seria possível saber quais pessoas passaram pelos perfis, inclusive a hora e o que fuçaram. Tudo boato. O Facebook tem por hábito anunciar suas mudanças e esse tipo de atividade jamais foi registrada pela empresa. No ano de 2014 um boato semelhante a este também foi compartilhado aos montes.

O Facebook é uma entidade pública!

Por último, mas não menos importante, o boato de que o Facebook era uma entidade pública com permissão para utilizar qualquer dado, foto ou informação postada, a não ser que se postasse uma nota de proibição. Esse boato ganhou força nas redes sociais no ano de 2012. E vez por outra ele volta, fazendo com que as pessoas desavisadas postem em suas timelines o tal recado. No entanto, é preciso lembrar que o Facebook é uma empresa de capital aberto. Além disso, cada usuário tem controle da privacidade de sua conta, que podem editar aqueles que podem ou não ver as postagens.

Fonte: Portal Boatos.org

fev
14

LINHAS QUE ATENDEM OLINDA TÊM ALTERAÇÃO DE ITINERÁRIO

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Carnaval, Informação, Olinda, Trânsito     Tags

carnaval-transito
Teve início na noite desta segunda-feira (13), a construção do camarote do Galo da Madrugada, que anualmente ocupa a pista Leste da Avenida Dantas Barreto, no trecho compreendido entre o Banco do Brasil e a Avenida Nossa Senhora do Carmo. Com isso, o Grande Recife já desativou as três paradas existentes local, alterando o embarque e desembarque de passageiros de 13 linhas que circulam na área, com trajetos vindos de Olinda, subúrbio do Recife e outros municípios da Região Metropolitana.

Os usuários das linhas 1973 – Casa Caiada e 1993 – Conjunto Praia do Janga, que utilizavam a parada nº180226, deverão seguir para a parada seletiva nº 180214, assim como os passageiros das linhas 185 – TI Cabo e 1967 – TI Igarassu (Dantas Barreto), que embarcam ou desembarcam nas paradas nº 180225 e 180397, deverão se dirigir para a parada seletiva nº180215. Ambas as paradas seletivas ficam localizadas na pista Leste da Av. Dantas Barreto, no lado oposto à Rua Marquês do Recife.

Mudam também os itinerários das linhas 621 – Alto Treze de Maio, 643 – Córrego do Jenipapo (Bacurau), 822 – Jardim Brasil I (Cruz Cabugá), 824 – Jardim Brasil II (Cruz Cabugá), 827 – Jardim Brasil (Bacurau), 1911 – Ouro Preto (COHAB), 1921 – Ouro Preto (Jatobá I), 1926 – Ouro Preto (Jatobá II), e 1971 – Amparo, que farão um caminho alternativo passando pela Av. Dantas Barreto (pista Leste), Av. Dantas Barreto (pista Oeste), Av. Nossa Senhora do Carmo, e depois seguindo seu percurso normal.

A partir do próximo sábado (18/02), será desativada também a parada nº 180230, localizada na Avenida Nossa Senhora do Carmo, sentido Avenida Dantas Barreto/Avenida Martins de Barros, para a instalação das arquibancadas para o desfile das agremiações do Carnaval do Recife 2017. Com esta outra mudança, mais usuários devem ficar atentos, como os passageiros das linhas 100 – Circular (Conde da Boa Vista), 411 – Plaza Shopping (Dantas Barreto) passarão a fazer o embarque e desembarque na parada n° 180221, na Av. Dantas Barreto (pista Oeste), defronte à Igreja de Santo Antônio.

Quem utiliza as linhas 167 – TI Tancredo Neves (Imip), 511 – Alto do Mandu, 516 – Casa Amarela (Nova Torre), 519 – Dois Irmãos (Opcional), 631 – Nova Descoberta (Cabugá), 644 – Largo do Maracanã, 721 – Água Fria, 726 – Alto Santa Terezinha (Conde da Boa Vista), 741 – Dois Unidos, 860 – TI Xambá (Príncipe), 1994 – Conjunto Beira Mar (Via PCR) e 2439 – Av. Caxangá (BR-101)/Conde da Boa Vista, deverá utilizar a parada provisória implantada na Av. Dantas Barreto (pista Oeste), em frente ao Banco Safra.

Para mais informações, o usuário pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente (0800.081.0158).

jan
21

OLINDA HOJE GANHA “PRÊMIO BLOGUEIROS DO ANO”

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Concursos, Informação, Olinda, Pernambuco     Tags

20170121_165053O Blog Olinda Hoje recebeu, na manhã deste sábado (21), a premiação “Blogueiros do Ano”, entregue pela Associação dos Blogueiros de Pernambuco (ABlogPE), em reconhecimento pelo desempenho das atividades ao longo do ano de 2016.

Entre os melhores na categoria “Expressão Digital”, o portal representante de Olinda teve reconhecimento pela qualidade dos conteúdos, grande audiência dentro e fora da cidade e inserção nas redes sociais, sendo detentor de uma dinâmica própria de repercussão das matérias no Facebook e Twitter, entre outras.

Para o presidente da ABlogPE, Lissandro Nascimento, os blogs vencedores na categoria “Expressão Digital” são os exemplos de respeito, reconhecimento do público e qualidade a ser seguida pelos demais blogs ligados à Associação.

“Os blogs já consolidados (como o Olinda Hoje) são nossos carros-chefes na busca por novos parceiros. Que bom que são nossos parceiros para que a gente aprenda com eles”, declarou Lissandro Nascimento. O evento homenageou também os blogs mais antigos e os que têm pautas consideradas cidadãs, por dar muita voz à população.

A premiação “Blogueiros do Ano”, iniciada nesta edição, será anual e tem como objetivo contribuir para a profissionalização do setor e, principalmente, mostrar a importância dos blogs na globalização e democratização da informação transmitida de forma livre, politizada e mais próxima das populações das cidades pernambucanas. O evento de hoje (21), aconteceu no Recife Plaza Hotel e contou com a participação de produtores de conteúdo de todo o Estado.

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: