nov
8

CRISE: DEMISSÕES NA CONSTRUÇÃO

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Olinda     Tags

A situação também começou a apertar nos segmentos da construção civil e de papel e celulose. Nessas áreas, há notícias de que as empresas já iniciaram o processo de demissões.
Em São Paulo (SP), onde a média de homologações de rescisões no setor da construção civil era de 40 pessoas/dia, aumentou para 150 pessoas/dia desde a semana passada, segundo dados do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Paulo (Sintracon-SP).
A direção do Sintracon-SP garante que esse aumento de demissões não é comum nesse período. “As construtoras estão com dificuldades de obter crédito para dar início a alguns projetos e preferem dispensar parte dos funcionários, enquanto não têm uma definição sobre o que farão em 2009”, afirma o presidente da entidade, Antonio de Sousa Ramalho.
No setor de papel também houve demissões, esta semana, em empresas que têm atividades ligadas a Aracruz, que reviu seus projetos de investimento após prejuízo com derivativos. Em Minas gerais, o Grupo Plantar – que produz eucaliptos – anunciou a demissão de 750 dos seus 1.000 empregados.

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: