ago
5

DIRETÓRIO NACIONAL DO PT EXPULSA A "TRINDADE MENSALEIRA"

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Sem categoria     Tags


Manoel Larré

A presidente Dilma Rousself  tinha confirmado sua participação na reunião executiva do Diretório Nacional do PT, no dia 20 de julho, em São Paulo. Mas, ainda ouvindo o zumbido das ruas em seu ouvido e sua queba vertiginosa nas pesquisas de opinião, virou as costas para o partido e evitou o constrangimento de vê na sua frente a Trindade Mensaleira: José Dirceu, José Genoíno e João Paulo Cunha, que já foi julgada e sentenciada pelo Supremo Tribunal Federal, na Ação 470, e aguardam em liberdade o julgamento dos Embargos Declaratórios, que deve acontecer ainda na primeira quinzena de agosto e ter o desfecho aguardado e esperado pela sociedade brasileira com a expedição do mandado de prisão dessa Trindade não muita cristã.

O que era para ser um encontro para demonstrar força e unidade do partido acabou em criticas pesadas sobre a ausência de Dilma, com integrantes da corrente majoritária do PT classificando o ato (a ausência) de sorrateiro e covarde, já que ela está no epicentro do grito das ruas e a relação ficou tensa. O que está em jogo mesmo para o Partido dos Trabalhadores são os 22 mil cargos de confiança, quase um milhão de funcionários, os 39 ministérios e os gastos por ano, de mais de US$ 300 bilhões, usados no aparelhamento da máquina pública, controle de estatais com ambicionados orçamentes etc.

O que chamou mais atenção da sociedade brasileira foi um ensurdecedor silêncio da imprensa – paga a soldos federais, estaduais e municipais – para ignorar o acontecimento da expulsão dos quadrilheiros do PT, pois até mesmo depois do julgamento do Mensalão, os petistas mais afoitos e militantes chegaram a manifestar apoios públicos aos réus e afrontar o STF e dizer que ninguém botaria as mãos nos seus petitas históricos. Até o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS) tentou apresentar Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limitava a atuação do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele chegou a falar em entrevista à imprensa que daria refúgio aos deputados julgados e que eles permaneceriam em seus gabinetes, intocáveis.

Agora, com a voz das ruas, o PT expulsa os companheiros mensaleiros alegando: “trata-se de uma renovação natural do partido”. O Zé Dirceu classificou o ato como uma “patetada”. O marqueteiro de Hitler, Joseph Goebbels, dizia que “uma mentira repetida mil vezes viraria verdade”. A petralhada pensava que poderia fazer qualquer negócio, impunemente, e depois de dez anos alojada no topo do Poder, acreditaram no Brasil Maravilha inventado por Lula, nas suas falas fantasiosas, cheias de baboseiras e visagens mirabolantes, de que “nunca se fez tanto nesse País”. O Fome Zero foi pras cucuias, a Transnordestina interminável, o PAC desacelerou, o Minha Casa, Minha Vida teve um investimento pífio e o pré-sal é quase um filme de ficção.   

Hoje, o que temos é o mestre da demagogia populista petista, Luiz Inácio Lula da Silva, mais mudo do que calado – e ainda não se dignou a falar do caso da Rosemery Noronha, empregada por ele no escritório de representação de Brasília (DF) em São Paulo, para agir como chefe de Estado, nomeando, casando e batizando. A eleição para a escolha da nova cúpula do PT acontece em 10 de novembro e muita água vai rolar por debaixo da ponte.

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: