jun
16

ENRIQUECIMENTO ILÍCITO

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Olinda     Tags

Ao determinar a indisponibilidade de bens do vereador Ula (PCdoB) e de secretários e ex-secretários municipais de Olinda envolvidos com o desvio de R$ 256 mil dos cofres públicos, a juíza Eliane Ferraz considerou que há “evidência preliminar do enriquecimento ilícito” contra o parlamentar.
A juíza cita, na sua decisão, que Ula teria usado o dinheiro que recebera em nome da Amop para custear despesas particulares. “Consta dos autos algumas das citadas faturas (contas de celular e d´água), chegando a somar o valor de R$ 8.275,22.
Na denúncia, foi dito que na prática “as linhas da operadora de telefonia móvel eram utilizadas pelo próprio vereador, por seus familiares e seus assessores”, diz a magistrada. O MPPE entende que os secretários e ex-secretários devem ser condenados por terem permitido a liberação dos recursos sem observar os requisitos legais.

Fonte: Jornal do Commercio – 16.06.2009
http://jc3.uol.com.br/jornal/2009/06/16/not_335266.php

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: