nov
10

No Grito da República Guto lembra que Olinda segue gritando por mudanças

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    Category Em: Olinda     Tags , ,

Não é de hoje que Olinda grita por mudanças. Há exatos 310 anos, em 10 de novembro de 1710, no Senado da Ribeira, o sargento-mor Bernardo Vieira de Melo foi responsável pelo primeiro “Grito de República do Brasil e das Américas”, a primeira proposta de independência do continente. Na época, o Brasil queria ser livre do domínio português, porém visando apenas os interesses da classe dominante, que defendia os latifúndios, a escravidão e a exclusão política. Hoje, o município segue dando voz às lutas sociais e por melhor qualidade de vida da população sofrida por falta de políticas públicas efetivas para os menos favorecidos.

Signatário da carta de compromisso com o Movimento Negro Unificado (MNU), onde se comprometeu em cuidar dos povos de terreiro, reservar uma dotação orçamentária para promoção da igualdade racial e implantar uma diretoria de cultura e o Centro de Referência Afro Brasileira em Olinda, entre outras, o candidato à Prefeitura de Olinda, Guto Santa Cruz (PDT), reconhece a importância histórica da data, mas diz que os exemplos a seguir são outros: como a vontade de mudar a realidade da cidade e buscar o desenvolvimento para o município.

“Como feriado na cidade, vale a comemoração do dia histórico, porém sem esquecer que o líder republicano não merece ser reconhecido como herói pela população negra de Olinda ou do Brasil. Bernardo Vieira de Melo teve grande atuação contra as manifestações abolicionistas, foi a favor da guerra contra Zumbi e grande responsável pela destruição do conhecido Quilombo dos Palmares”, lembra o político.

Outro ponto importante para o candidato é quanto à preservação dos monumentos históricos. O que restou do Senado de Olinda, localizado em frente ao Mercado da Ribeira, foi um pedaço do muro do antigo casarão que não resistiu ao tempo e a falta de cuidados (foto). Assim como este, outros importantes espaços que contam a história de Olinda, como o Cruzeiro da Sé, as casas das Três Marias e outros casarões centenários que foram abandonados pelo poder público precisam ser restaurados.

Para o candidato, o título de Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade foi desprezado pelas últimas gestões. “Vamos resgatar o orgulho de ter esse selo, assim como fomentar a preservação e restauração do nosso patrimônio. O Sítio Histórico é nosso maior potencial de turismo e desenvolvimento econômico. Não podemos mais admitir esse abandono da nossa história, da nossa cidade e de nosso povo”, conclui.

Texto/Foto: Assessoria

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: