ago
28

QUATRO HORAS DE AUDIÊNCIA PÚBLICA E NENHUM RESULTADO CONCRETO

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Sem categoria     Tags

Foto: Jota Neto/Jornal Sem Censura
Mais de quatro horas de conversas, vaias, discussões e nenhum resultado concreto com relação a propostas e ações a serem implementadas para melhorar as condições de tráfego e mobilidade na Avenida Presidente Kennedy e de operacionalização do Terminal Integrado do Xambá, em funcionamento há apenas 12 dias, mas uma unanimidade em termos de críticas. No final da audiência pública, realizada na manhã desta quarta-feira (28), no auditório da faculdade Aeso, em Peixinhos, a comunidade saiu frustrada com a simplória conclusão dos representantes do Governo do Estado e da Prefeitura de Olinda, de que tanto o corredor da Presidente Kennedy quanto o TI Xambá “precisam de ajustes” e que será marcado um outro encontro para que os técnicos possam apresentar à população um novo planejamento.

Cerca de 300 pessoas participaram da audiência, iniciada às 9h e que se estendeu até o início da tarde. Na platéia – além de 13 dos 17 vereadores olindenses, lideranças comunitárias e dezenas de usuários do sistema de transporte de passageiros que se sentem prejudicados com o funcionamento do Xambá e do corredor da Presidente Kennedy – muitos funcionários de cargos comissionados da Prefeitura de Olinda, que ora vaiavam os queixosos e insatisfeitos, ora aplaudiam os defensores da obra e a administração municipal. 

As primeiras vaias do dia foram para o prefeito Renildo Calheiros (PCdoB), quando ele iniciou a sua fala fazendo a defesa do corredor de ônibus da Avenida Presidente Kennedy e do Terminal de Xambá. Mas tentou, depois, se defender, alegando não ser o autor do projeto. Segundo ele, o projeto foi concebido a cerca de oito anos, pelo Prometropole, durante a administração do ex-governador Jarbas Vasconcelos (PMDB) e Mendonça Filho (DEM). Mesmo admitindo que tinha conhecimento de erros e da necessidade de ajustes, apoiava o projeto. “Defendi a obra na minha campanha e sou a favor dela”, disse. Nesse momento foi ainda mais vaiado, com intensidade. A claque formada pelos cargos comissionados da prefeitura tentou, sem sucesso, abafar as vaias com aplausos.

Também foram intensamente vaiados o diretor de Planejamento do Grande Recife Consórcio de Transporte, Alfredo Bandeira, e a secretária executiva de Trânsito de Olinda, Regilma Souza. Durante as apresentações dos seus argumentos e defesa do TI Xambá e da Avenida Presidente Kennedy eles foram interrompidos diversas vezes por vaias, gritos, reclamações e xingamentos da população. “Estamos prejudicados, apresentamos propostas e eles não nos escutam, fazem questão de ignorar todo esse caos”, queixou-se a estudante Maria Izabel Valinho.

Os moradores dos bairros ao longo da Avenida Presidente Kennedy e os usuários de transportes do TI Xambá vem reclamando há mais de 15 dias da mudança das paradas de ônibus, da falta de sinalização, dos constantes acidentes e dos engarrafamentos da via; da superlotação e demora dos ônibus e da falta de espaço no terminal.  Durante a audiência, o representante dos empresários de transporte, Alfredo Bandeira, tentou minimizar os problemas, afirmando que cerca de  50 mil pessoas de várias comunidades de Olinda utilizam o TI do Xambá e que a oferta de ônibus foi aumentada: “houve um acréscimo de 10% na frota de ônibus, totalizando 182 veículos. Mas toda grande mudança gera problemas. Estamos ouvindo as pessoas e fazendo algumas mudanças, mas não temos um prazo definido”, disse. A platéia respondeu com mais vaias.

As vaias continuaram quando a secretária-executiva de Trânsito, Regilma Souza, afirmou que o processo de reformulação do tráfego na Presidente Kennedy ainda está “se arrumando para as futuras mudanças”. Segundo ela, quando estiver totalmente concluído, a via vai operar com sucesso. “Para tudo funcionar normalmente faltam outras medidas como as vias paralelas, retornos, operação tapa buraco”, disse. Mas, segundo ela, por conta das chuvas, os trabalhos não puderam ser  executados e garantiu que tudo “será feito nas próximas semanas”.

Logo depois, mais de 30 pessoas se revezaram, fazendo suas críticas e apresentando sugestões para os problemas. No encerramento da audiência, nenhum resultado concreto. O prefeito apenas disse que o projeto precisa de ajustes e estes devem ser implementados nos próximos meses. Omoradores saíram insatisfeitos. Nem o representante do Estado nem a prefeitura apresentou proposta concreta e nem determinou uma data para concluir o projeto. Limitaram-se a falar de futuro, mas sem prazo. “Nós queremos prazo para solucionar o problema”, reclamou a assistente social Rosane França.

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: