Navegando todos os artigos com a tag Bolsonaro
maio
26

Palanque do PSL em Pernambuco terá Paulo Câmara e Jair Bolsonaro

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Nota publicada pelo blog do Inaldo Sampaio, na sua coluna Fogo Cruzado de hoje (26), informa que o coronel Luiz Meira filiou-se ao PRP para disputar o governo estadual e “armar palanque” em Pernambuco para o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Mas o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, não apoiará a candidatura do PRP. Em Pernambuco o PSL vai com Paulo Câmara.

A chapa defendida pelo PSL no Estado é a seguinte: Bolsonaro para presidente; Paulo Câmara para governador.

maio
15

Sem Lula, Jair Bolsonaro lidera e empataria com Marina no 2º turno

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Sem o ex-presidente Lula (PT), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) lidera a corrida eleitoral de 2018 para o Palácio do Planalto, seguido por Marina Silva (Rede), com quem empataria no segundo turno, e Ciro Gomes (PDT).

Os dados são da pesquisa CNT/MDA realizada no período de 09 a 12 de maio com 2.002 eleitores, em 137 municípios em 25 Estados. O estudo tem 2,2 pontos percentuais de margem de erro. 

Jair Bolsonaro aparece com 18,3% de intenção de votos, contra 11,2% de Marina Silva em cenário com 14 candidatos. Nele, a representante da Rede disputa a segunda colocação com o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, que aparece com 9%, configurando empate técnico. 

Quando as candidaturas se restringem, o percentual dos dois candidatos se aproximam: em cenário com cinco candidatos, Bolsonaro fica com 19,7% e Marina Silva com 15,1%. 

Já em cenário em que o tucano Geraldo Alckmin (PSDB) é substituído pelo emedebista Henrique Meirelles, o deputado federal do PSL fica com 20,7% contra 16,4% da candidata da Rede. 

A dupla é seguida por Ciro, com 11,1% e 12%, respectivamente. 

Sem Lula na disputa, os principais beneficiados são Marina e Ciro Gomes, que ganham cerca de 4% de intenções de votos cada. Além disso, sem o ex-presidente na pesquisa, o número de brancos e nulos chega a 30% – no cenário com o petista, soma 18%.

Quando aparece, Lula, mesmo preso em Curitiba (PR), lidera a pesquisa: com 32,4% de intenções de voto. No segundo turno, venceria todos os candidatos. 

Sem o ex-presidente, o vencedor da maior parte dos cenários seria Jair Bolsonaro, que só aparece empatado com Marina Silva, tendo ambos 27,2% das intenções de voto. Contra Ciro Gomes, o deputado tem 28,2% contra 24,2% do pedetista. Já o cenário mais favorável para o deputado é contra o presidente Michel Temer (MDB), onde aparece com 34,7% contra 5,3%. 

De acordo com o presidente da CNT, Clésio Andrade, a saída do ministro aposentado Joaquim Barbosa (PSB) da disputa – ele não foi considerado nas perguntas – estimula o aumento de brancos e nulos

Na pesquisa espontânea, o número de brancos, nulos e indecisos soma 61%. Colocado como plano B para o PT, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, chega a apenas 4,4% das intenções de voto. 

Fonte: Folhapress

maio
14

Bolsonaro foge dos debates

Época – Coluna Expresso (Nonato Viegas)

Pré-candidato a presidente pelo PSL, o deputado federal Jair Bolsonaro (RJ) faltou a todos os debates promovidos até aqui por entidades de classe e veículos de comunicação.

Teme precipitar desgaste de imagem ao ser comparado com adversários.

Assessores do presidenciável dizem que ele prefere comparecer apenas a entrevistas. A estratégia será reavaliada com a aproximação das eleições.

mar
10

Bolsonaro vem ao aniversário de Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Sebastião da Paz

Um grupo político estava articulando a vinda do deputado federal e pré-candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (recém filiado ao PSL) a Olinda nesta segunda-feira (12), data do aniversário da cidade. Atualmente, Bolsonaro  ocupa o segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto.

A agenda do presidenciável a Olinda prevê um encontro com empresários pernambucanos, visitas ao governador Paulo Câmara (PSB) e ao prefeito Professor Lupércio (Solidariedade), além da Câmara de Vereadores. Os articuladores também estavam programando um ato público no Largo do Amparo, à noite.

Até o momento, os partidários e simpatizantes da candidatura do (agora social-liberal) ainda não confirmaram  a programação de Bolsonaro a Olinda nesta segunda-feira (12).

Fonte: OO.

mar
8

Jair Bolsonaro filia-se ao PSL

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

O deputado federal Jair Bolsonaro (RJ) se filiou nessa quarta-feira (07) ao PSL, sigla pela qual disputará a Presidência da República. O parlamentar aparece em segundo lugar nas pesquisas do Datafolha, com 16% a 18%, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Sem o petista, o deputado sobe para primeiro, com 19%.

No seu discurso, o parlamentar defendeu uma agenda econômica liberal, de privatização das estatais e redução de impostos; e conservadora nos costumes, com críticas ao casamento gay e à decisão do STF que permite que transexuais mudem o registro civil sem cirurgia.

Bolsonaro voltou a defender que o Ministério da Defesa seja ocupado por um general e a flexibilização do Estatuto do Desarmamento, além de criticar o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann (PPS), a quem chamou pejorativamente de “desarmamentista”.

O pré-candidato disse que terá “15 vagas” no seu ministério e que apresentará os nomes no início da campanha eleitoral. “É gente capacitada que nós temos que ter aí, com civis e com militares.” Ele também afirmou não conhecer economia. “É uma virtude reconhecer o que você não sabe, melhor reconhecer do que fazer errado.” 

jan
16

Paulo Câmara diz que não há a menor possibilidade de apoiar Bolsonaro

Apesar de o presidente estadual do PSL e deputado federal, Luciano Bivar, ter dito que vai pedir, ao governador Paulo Câmara, apoio para o deputado federal Jair Bolsonaro, o socialista descartou, nesta segunda-feira (15), a possibilidade de apoiar o presidenciável. Segundo ele, não há a menor possibilidade de a aliança com a sigla estar condicionada à candidatura do parlamentar.
 

Bolsonaro é filiado ao PSC, havia prometido ir para o Patriota, tendo, inclusive colaborado para mudar o nome da legenda para o “PEN”, mas terminou em namoro com o PSL. A filiação à sigla, no entanto, só será fechada durante a janela partidária, em março, para evitar que seu mandato seja cassado. E a candidatura terá o martelo batido em agosto, durante a convenção do partido. O anúncio pegou a todos de surpresa, causou um imbróglio interno no PSL e poderá ter reflexos negativos na base do governador Paulo Câmara (PSB).
 
“Em nenhum momento ele (Luciano Bivar) nos procurou até porque ele sabe da posição do PSB, do partido que eu represento, e dos partidos da Frente Popular. Não há essa possibilidade. Evidentemente que Luciano é um parceiro nosso que nos apoiou lá trás, com Eduardo (Campos) e comigo também. Ele tem meu respeito e que vai ser sempre uma pessoa que vou conversar sempre que achar necessário. Mas não há essa opção de Bolsonaro na nossa frente política”, afirmou o governador em evento de assinatura de convênio com o Tribunal de Justiça de Pernambuco para aplicação de penas alternativas, no Palácio das Princesas.
 
Integrante da base do governador, o PSL articula, por meio do vice-governador Raul Henry (MDB), uma conversa com Paulo Câmara. Luciano e Raul conversaram recentemente e o peemedebista teria sugerido um novo bate-papo, desta vez com a presença do governador. De acordo com Luciano, a ideia é expor o novo panorama após o lançamento da candidatura de Bolsonaro.
 
Embora Luciano tente atrair o apoio da Frente Popular, a Executiva Nacional do PSB já havia definido que irá marchar com os partidos de centro-esquerda. Entre os aliados, o tema é tratado com cautela. Segundo a deputada federal e presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, a aliança com o PSL não será verticalizada. 

“Infelizmente os partidos, em sua grande maioria, não têm projeto programático nacional. As alianças locais não se misturam com a nacional”, disse. PCdoB é um dos partidos que Bolsonaro faz duras críticas e afasta qualquer possibilidade de aliança. Questionada sobre o fato de as duas legendas fazerem parte da Frente Popular, Luciana voltou a argumentar que a candidatura de Bolsonaro pelo PSL não se relaciona com o projeto local.
 
Fonte: Folha PE
out
29

Pesquisa do Ibope aponta Lula e Bolsonaro no 2º turno em 2018

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) poderiam disputar o segundo turno, se as eleições presidenciais de 2018 fossem hoje. É o que indica pesquisa Ibope publicada na coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo. Este é um cenário que, na menor das expectativas, deve acirrar ainda mais o clima de lula-bolsonaropolarização política que tem sido uma marca do Brasil desde a disputa eleitoral de 2014, quando Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) se enfrentaram. Na ocasião, a petista venceu com uma diferença mínima, gerando uma reação dos tucanos e criando um fosso entre dois lados que, desde então, só tem estimulado confrontos. Em todos os cenários da pesquisa estimulada (com uma lista de nomes apresentada ao entrevistado), Lula ficaria com o mínimo de 35% e o máximo 36% das intenções de voto. Bolsonaro ficaria com 15% em cenário com Lula e com 18% se o candidato do PT for o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT).

A ex-senadora Marina Silva (Rede) aparece em terceiro lugar em todos os cenários da pesquisa, com intenções de voto entre 8% e 11% dependendo dos adversários. Em seguida, vêm Ciro Gomes (PDT) , Geraldo Alckmin e João Doria (ambos do PSDB), todos com percentuais entre 5% e 7%. No cenário com Haddad no lugar de Lula, Ciro Gomes chega a ter 11% das intenções de voto. Entre os novos nomes, o apresentador de TV Luciano Huck foi testado na pesquisa – realizada entre os dias 18 e 22 deste mês – ficando em patamar igual aos dos tucanos Alckmin e Doria: 5% no cenário em que a disputa é com Lula e 8%, com Haddad. Já o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, teve entre zero e 1% das intenções, dependendo do cenário.

Quando Lula é colocado na lista, o índice de votos em brancos e nulos somam 18% e 5% não sabem em quem votar ou não responderam. No cenário onde o petista é substituído por Haddad, 28% dos eleitores optariam por anular o voto ou votar em branco e 6% não sabem responder.

Na pesquisa espontânea, Lula também lidera, com 26% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro, com 9%, e Marina, com 2%. Alckmin, Doria e Ciro têm 1%, assim como a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e o atual mandatário, Michel Temer (PMDB). Nesse cenário, votos em branco e nulos empatam com o índice de Lula, 26%, enquanto 30% não souberam ou não quiseram responder.

Foram ouvidas pelo Ibope 2.002 pessoas em todos os Estados, entre os dias 18 e 22 deste mês. O levantamento tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Esse foi o primeiro levantamento feito pelo Ibope sobre a disputa pelo Planalto no ano que vem, e não aparece registrada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte: Diário de Pernambuco

out
8

Eleições 2018: Bolsonaro fará palestras para investidores nos Estados Unidos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , , ,

bolsonaro-2

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) está na estrada. Segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto para a Presidência da República nas eleições de 2018, ele embarcou para os Estados Unidos, onde passará uma semana fazendo palestras para investidores e analistas.

Esta é a primeira viagem internacional de Jair Bolsonaro em campanha, exatos 364 dias antes das eleições. O objetivo é ganhar respaldo internacional e mostrar que o seu projeto para 2018 é para valer.

O ponto alto do roteiro de uma semana é uma sessão de perguntas e respostas na George Washington University, na capital norte-americana.

No Brasil, Bolsonaro acumula polêmicas ao insultar políticos de esquerda, defender a ditadura e seus torturadores, criticar homossexuais, tripudiar de questões raciais. Ele refuta qualquer menção do seu nome como ícone da “extrema-direita”, mesmo tendo entre seus ídolos Carlos Alberto Brilhante Ustra, coronel do Exército que promoveu tortura a presos políticos quando chefiou o DOI-Codi.

Segundo o professor de Relações Internacionais e diretor do BRICLab na Universidade Columbia (Estados Unidos), Marcos Troyjo, a viagem de Bolsonaro “é um movimento inteligente para tentar se firmar como um candidato competitivo”.

Segundo Marcos Troyjo, Lula fez algo parecido durante a campanha de 2002. “Além da Carta ao Povo Brasileiro, escrita para acalmar o mercado, ele também mandou o José Dirceu aos Estados Unidos para mostrar suas intenções caso chegasse ao governo”, lembra.

FonteEXAME

ago
16

STJ confirma condenação de Bolsonaro por danos morais a Maria do Rosário

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve, por unanimidade, decisão da primeira instância que condenou o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) a pagar R$ 10 mil de indenização por danos morais à também deputada Maria do Rosário (PT-RS).
bolsonaro
 
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) condenou Bolsonaro por ter dito, em 2014, que Maria do Rosário não mereceria ser estuprada por ser “muito feia”, não fazendo seu “tipo”. As declarações foram dadas na Câmara e também em entrevista a um jornal.
 
O deputado foi condenado ainda a publicar uma retratação em jornal de grande circulação e em suas páginas nas redes sociais. Ele ainda não cumpriu nenhuma das determinações da Justiça, agora reiteradas pelo STJ. 
 
A defesa de Bolsonaro argumenta que ele goza de imunidade constitucional, não podendo ser alvo de ações do tipo ou de condenações por palavras que tenha proferido enquanto deputado. Entretanto, a Justiça entendeu até o momento que as declarações dele foram feitas fora do contexto da atividade parlamentar.
 
Bolsonaro ainda pode recorrer contra a decisão ao Supremo Tribunal Federal (STF). O deputado já é réu em duas ações penais na Corte por causa do mesmo episódio, ambas relatadas pelo ministro Luiz Fux.
 
maio
1

Pesquisa aponta Jair Bolsonaro em segundo na corrida à Presidência

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

bolsonaro

Pesquisa Datafolha divulgada nesse domingo (30) pelo jornal Folha de S. Paulo aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém-se na liderança da corrida para a Presidência em 2018. O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) cresceu e aparece em segundo lugar da disputa, empatado tecnicamente com a ex-senadora Marina Silva (Rede). O levantamento é o primeiro do instituto após a divulgação de detalhes da delação da Odebrecht.

Conhecido por seus posicionamentos conservadores, Bolsonaro subiu de 9% para 15% e de 8% para 14% nos dois cenários em que é possível acompanhar a evolução. Segundo a publicação, nesses e em outros dois com candidatos diversos, Bolsonaro empata com Marina.

A pesquisa mostra ainda que ele é o segundo nome mais lembrado de forma espontânea, com 7%. O índice é menor que o de Lula (16%), mas acima dos 1% dos outros.

O Datafolha fez 2.781 entrevistas, em 172 municípios, nos dias 26 e 27 de abril, antes da greve geral. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais.

Os tucanos Aécio Neves e Geraldo Alckmin, senador por Minas Gerais e governador de São Paulo, respectivamente, caíram na preferência dos eleitores. Aécio tem 8% contra 26% em dezembro de 2015. No cenário há Lula, Bolsonaro, Marina Silva e Ciro Gomes (PDT). Já Geraldo Alckmin tem 6%. Em dezembro de 2015 ele tinha 14%.

Na pesquisa de segundo turno, Lula derrota todos, exceto Marina e um nome que não havia sido testado até o momento, o do juiz Sérgio Moro. Ele comanda processos contra o ex-presidente na primeira instância da Lava Jato.

Sem partido, o juiz supera o ex-presidente numericamente, com empate técnico: 42% a 40%. Sérgio Moro, no cenário de primeiro turno em que é incluído chega tecnicamente em segundo. Neste caso, o apresentador Luciano Huck (sem partido) estreia com 3%.

O presidente Michel Temer (PMDB) não tem mais do que 2% das intenções de voto nos cenários em que aparece. No entanto, ele é rejeitado por 64% da população. Lula tem 45% de rejeição, Aécio 44%, Alckmin 28%, Bolsonaro 23%, Marina 21%. João Doria (PSDB), prefeito de São Paulo, e o juiz Sergio Moro, por sua vez, têm 16% de rejeição cada.

Foi a primeira vez que o Datafolha incluiu Doria no levantamento. Ele tem um desempenho melhor do que Alckmin e Aécio. Teria entre 5% e 11% dos votos.

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de março de 2019
196 dias restantes.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje