Navegando todos os artigos com a tag Brasil
nov
26

Eleições presidenciais 2018: “loucura, loucura, loucura”

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , , ,

Huck Presidente

O Brasil está dividido entre um ex-presidente de esquerda condenado pela Operação Lava Jato e um candidato de extrema direita saudoso da ditadura militar. Nisso surge “o novo”, um candidato de centro com rosto conhecido da TV, e neutraliza os “radicalismos” de Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PSC), atuais líderes nas pesquisas.

Teria sensibilidade para entender as demandas econômicas do mercado financeiro, sem deixar de lado o apelo social dos menos abastados. Este é o roteiro que muitos querem para o pleito do ano que vem, que seria estrelado pelo apresentador da Rede Globo Luciano Huck – criador do bordão “loucura, loucura, loucura”. Ele se reuniu recentemente com o presidente do PPS, Roberto Freire, e com representantes do DEM.

A possibilidade do apresentador disputar as eleições ganhou força depois que a pré-candidatura do prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), que já havia se auto intitulado como “o novo” na política, começar a fazer água nas pesquisas — o tucano já admite que deixou para trás o sonho de ser presidente e que gostaria de disputar o Governo do Estado ao invés do Planalto.

O global Luciano Huck, por sua vez, conta com 60% de aprovação, de acordo com pesquisa do Instituto Ipsos divulgada na última quinta-feira (23) — que não era, no entanto, um levantamento de intenção de votos, mas uma percepção dos entrevistados para a pergunta “Vou ler o nome de alguns políticos e gostaria de saber se o senhor(a) aprova ou desaprova a maneira como eles vêm atuando no país”. Na lista estavam Lula, Bolsonaro, Dória e outros presidenciáveis, além do juiz Sérgio Moro e do ex-ministro do Supremo, Joaquim Barbosa. Huck superava a todos, alguns com folga, como o nome do prefeito paulistano, que só soma 19% de aprovação.

O nome de Huck cresceu nos balões de ensaio da política – nome que se dá quando alguém é apresentado publicamente como possível candidato para ver a aceitação do público e do establishment — este ano desde que concedeu uma entrevista em março à Folha de S. Paulo, em que enfatiza a necessidade de a sua geração assumir postos chaves na política. Mas na mesma entrevista foi questionado sobre um desejo seu, explicitado dez anos atrás, de um dia ser presidente do Brasil.

Fonte: El País

nov
26

Luciano Huck cresce na intenção de votos para presidente

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , , ,

O apresentador Luciano Huck tem acesso a pesquisas mensais para avaliar a sua viabilidade eleitoral. Desde julho, huckele recebe os relatórios que mês a mês testam o seu desempenho. Os dados revelam crescimento na intenção de votos no apresentador, que estuda se filiar ao PPS para disputar a eleição presidencial de 2018.

Em julho, no pior cenário para ele, que incluía o ex-presidente Lula, Huck tinha 8%; hoje ele está com 11%. Sem o petista, o crescimento foi de 9% para 14%. A pesquisa quantitativa foi encomendada por Huck para consumo interno.

O levantamento mais recente saiu no meio dessa semana que passou. Nela, Huck está em quarto lugar. No cenário sem Lula, o apresentador empata com Marina Silva (Rede) em segundo lugar. Nesse caso, Bolsonaro aparece em primeiro.

Os dados mostram que Huck cresce nas regiões periféricas nas classes C e D e nas cidades do interior do Nordeste na classe C. Os números têm sido guardados a sete chaves pelo grupo do apresentador e o ajudarão a tomar uma decisão sobre 2018.

Fonte: Estadão

nov
26

Quem é o grupo que pode lançar Luciano Huck à presidência em 2018?

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Agora!

Fundado no ano passado, o Agora! diz ter por missão encontrar uma agenda de propostas de políticas públicas com as quais pudessem concordar tanto esquerdistas quanto liberais. Uma ideia ousada em tempos de intensa polarização. Não é por isso, no entanto, que o grupo tem chamado a atenção.

Recentemente, o apresentador da TV Globo, Luciano Huck, ingressou no Agora!, o que provocou rumores sobre uma possível candidatura presidencial dele. Embora nada esteja ainda decidido e, oficialmente, o movimento trate a possibilidade com cautela, integrantes do movimento debatem abertamente a possibilidade e já há divisões internas em relação ao assunto.

O grupo foi idealizado pelo cientista político Leandro Machado, pela especialista em segurança Ilona Szabó, próxima ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; e pela empresária Patrícia Ellen, que foi sócia da consultoria McKinsey & Company.

Participam ainda Rafael Poço, cofundador da Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva; o diretor do grupo educacional Somos, Eduardo Mufarej; a presidente do grupo Todos Pela Educação, Priscila Cruz; o secretário de Assuntos Estratégicos de Michel Temer, Hussein Kalout, e o analista político João de Castro Neves, da Eurasia Group.

Apesar da amplitude de posicionamentos políticos, a maioria é composta de homens, brancos e ricos – ou de classe média alta – entre 30 e 40 anos. Em entrevista à BBC Brasil, Leandro Machado reconheceu o problema e disse que o Agora! está trabalhando para aumentar sua diversidade.

Com a bandeira da redução da desigualdade, o grupo tem algumas premissas básicas, mas ainda não fechou sua agenda completa de propostas. Os assuntos são discutidos um a um e a ideia é ter uma lista de proposições concretas, não um compêndio de boas intenções ou princípios.

“A discussão hoje é muito superficial. As pessoas falam em Estado Mínimo. Mas o que é isso? Não aderimos a conceitos prontos. Sim, queremos aumentar a eficiência do Estado, mas ele não pode ser mínimo na segurança pública, na educação – precisa garantir educação de qualidade para todos”, explica Machado.

Boa parte dos membros é formada ou trabalhou em instituições internacionais renomadas. O advogado Ronaldo Lemos, o economista Tomás Lopes Teixeira e a advogada Celina Beatriz Bottino, por exemplo, têm mestrado pela Universidade de Harvard (EUA). A economista Mônica de Bolle é PhD pela London School of Economics (Inglaterra). O executivo Rafael Benke já passou pela Organização dos Estados Americanos (OEA) e pela Organização Mundial do Comércio (OMC).

A ideia, segundo o fundador Leandro Machado, é encampar o discurso da renovação política, mas trazendo para o debate pessoas preparadas, e não “aventureiros”. “Ninguém é político, mas todos têm histórico de atuação política. Renovação só pela renovação pode ser pior, se vier uma pessoa despreparada ou mal intencionada”, afirma.

Ronaldo Lemos concorda: “Pessoas que participaram a vida inteira da busca de soluções, não gente que estava em casa jogando videogame e de repente resolveu virar político”. Aventureiro, aliás, é uma categoria na qual Leandro Machado não encaixa Luciano Huck. “Ele é pessoa que tem uma experiência grande em lidar com pessoas, é muito bem visto e querido pelo público”, diz.

Fonte: BBC Brasil

nov
18

Pesquisa: pretos e pardos ganham 55,5% do rendimento dos brancos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Os trabalhadores pretos e pardos são maioria entre os desempregados, domésticos e ambulantes e ganham menos do que os trabalhadores brancos do país. A conclusão é de levantamento sobre as características da força de trabalho dessa população divulgado ontem (17), pelo IBGE.

Pretos e pardos tiveram, no terceiro trimestre deste ano, rendimento médio de R$ 1.531,00 no Brasil, o equivalente a 55,5% da renda mensal dos trabalhadores brancos, que foi de R$ 2.757,00. Foi a terceira maior diferença desde 2012, quando o IBGE iniciou a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad).

No terceiro trimestre de 2013, o rendimento de pretos e pardos chegou a 57,6% do dos brancos, a menor diferença no período pesquisado. A maior foi no quarto trimestre de 2016, quando o percentual chegou a 44,7%. “Pessoas pretas e pardas estão sempre em desvantagem no mercado de trabalho. Têm maior dificuldade para entrar e, quando entram, recebem salários menores”, comentou o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo.

Os dados do IBGE mostram que o percentual de pretos e pardos com carteira assinada pelo setor privado (71,3%) é menor do que a média (75,3%) e que, em geral, esse grupo é maioria em grupamentos econômicos que pagam menores salários, como Agricultura, Construção, Alojamento e alimentação e Serviços Domésticos. Entre os domésticos, por exemplo, 66% dos trabalhadores no terceiro trimestre de 2017 se declararam pretos ou pardos. O mesmo percentual foi verificado entre trabalhadores ambulantes. 

Fonte: Folhapress

nov
14

Homem joga veneno em crianças que ensaiavam maracatu

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Jovens que estudam o maracatu de baque virado, em Foz de Iguaçu, no Paraná, foram vítimas de agressão durante um ensaio, na última quinta (9). Os jovens que participam do grupo Alvorada Nova, foram agredidos pelo comerciante Rosalvo Souza, enquanto tocavam em uma praça pública da cidade. Um vídeo que mostra o momento da agressão foi compartilhado pelas redes sociais.

agressão

Nas imagens, é possível ver o comerciante apontando um jato com o que seria veneno em direção aos jovens e proferindo palavras de ódio: “Cultura? Isso aí é uma vergonha, não é cultura”. Em sua página no Facebook, o grupo Alvorada Nova denunciou o ocorrido. “Somos uma das mais antigas entidades culturais do município e nunca imaginamos viver tamanha intolerância, somos artistas e com muito orgulho batalhamos pela cultura iguaçuense levando com axé a linguagem dos nossos Maracatus ao mundo. Atingir o Maracatu não é só ser intolerante, é sobretudo ser racista, e por isso afirmamos que não passará impune, e todas as atitudes necessárias já estão sendo tomadas!”, dizia o post. 

O Ponto de Cultura Alvorada Nova foi fundado em 2013, em Foz de Iguaçu, e trabalha promovendo aulas de maracatu de baque virado. O grupo vem atuando na disseminação desta tradição da cultura pernambucana, tendo, inclusive, já recebido mestres de nações do Recife para intercâmbios culturais como a Mestra Joana, da Nação Encanto do Pina e o Mestre Chacon Viana, da Nação do Maracatu Porto Rico.

Fonte: Leia Já

nov
12

Negócio eleitoral: é um grande negócio ser ‘dono’ de um partido no Brasil

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

dono de partido

É um grande negócio ser ‘dono’ de um partido no Brasil – e isso explica a lista de mais de 30 na fila no Tribunal Superior Eleitoral: sem nenhum congressista em Brasília (nem senador ou deputado), 10 partidos vão receber em 2018 (ano de eleição) R$ 971.429,00, cada, do fundo partidário.

É dinheiro público reservado por lei às legendas. Boa parte dessa grana é investida, na maioria deles, em custo de pessoal, ‘viagens de trabalho’, hospedagens e ‘estudos’ das fundações que, também por lei, são obrigados a manter na composição administrativa. São eles: PRP, PSDC, PMN, PRTB, PSTU, PPL, PCB, PCO, Novo e PMB.

O Partido da Mulher Brasileira (PMB) até poucos meses atrás tinha um homem como único deputado federal. O que lhe garantiu uma fatia a mais, este ano. Por ter apenas um senador (embora não tenha deputados federais), o PTC se livrou da lista supracitada, da casa dos R$ 900 mil, e pulou para R$ 4,19 milhões em 2018.

Lavajatiano$ – O PMDB (R$ 232 milhões), PT (217 milhões), PSDB (R$ 191 milhões) e PP (R$ 130 milhões) lideram a lista, com filiados cercados pela Polícia Federal e a Justiça.

nov
9

Enem 2017 será reaplicado para candidatos em Olinda e em mais dois municípios brasileiros

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Cerca de 3.500 candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2017) vão ter o direito de refazer o primeiro dia de provas, afirmou na tarde da terça-feira (7), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Eles estavam em nove locais de prova de três estados brasileiros onde a aplicação das provas de redação, linguagens e ciências humanas foi prejudicada por falta de energia elétrica. Os locais de prova ficam em três municípios: Olinda (PE), Teresina (PI) e Uruaçu (GO).

escola

No município pernambuco, 316 candidatos estavam na Escola Estadual Marechal Mascarenhas de Moraes quando o prédio ficou sem energia por cerca de duas horas, prejudicando os estudantes. A nova aplicação do primeiro dia do exame (com provas de redação, ciências humanas e linguagens) acontecerá em 12 de dezembro, mesmo dia em que essas provas do Enem serão aplicadas para candidatos do sistema prisional.

nov
6

Candidatos do Enem prejudicados por falta de energia em escola de Olinda poderão refazer as provas

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags ,

Os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio – Enem – na Escola Estadual Mascarenhas de Moraes no domingo (5), em Ouro Preto/Cohab, Olinda, poderão refazer as provas no dia 12 de dezembro, quando acontece a avaliação para candidatos do sistema prisional. O prédio ficou sem energia por cerca de duas horas, prejudicando os estudantes. Por conta disso, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) resolveu promover uma segunda chance para os 316 candidatos que compareceram ao local para realizar as provas. 

escola-sem-luz

Uma das principais reclamações dos candidatos foi o desencontro de informações. Quando a energia voltou, alguns não tiveram tempo de preencher o cartão-resposta e saíram sem saber se as provas feitas no local vão ou não ser canceladas. As orientações dos coordenadores do Inep deixaram confusos não apenas os estudantes, mas até quem trabalhou na aplicação das provas. Após a prova, candidatos ficaram reunidos em frente à escola esperando por alguma definição. Para evitar tumultos, a Polícia Militar foi chamada e enviou uma equipe para o local. 

As provas do próximo domingo (12) de matemática e ciências da natureza estão mantidas no mesmo local. 

Fonte: Portal G1

nov
2

Enem: candidatos devem ficar atentos aos horários das provas para evitar atrasos

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Depois da preparação para as provas, o desafio dos candidatos que vão participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é se organizar para não chegar atrasado no dia da prova. Todos os portões serão abertos às 12h e fechados impreterivelmente às 13h, conforme o horário de Brasília. As provas começam 30 minutos após o fechamento dos portões.

enem-2017

A atenção deve ser redobrada em estados que tenham fuso horário diferente, ou que, ao contrário de Brasília, não estejam no Horário Brasileiro de Verão. Os candidatos devem chegar com antecedência, pois em locais grandes ou muito movimentados o tempo para achar a sala onde farão a prova pode ser maior que o esperado.

No Acre, os portões fecham às 10h (horário local). Já nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima os candidatos só poderão entrar no local da prova até as 11h (horário local). Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins fecharão os portões às 12h (horário local). No Distrito Federal, Espírito Santo, em Goiás, Minas Gerais, no Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa em Catarina e São Paulo, o horário final é 13h (horário local).

Neste ano, o Enem será realizado em dois domingos: nos dias 5 e 12 de novembro. No primeiro domingo (5) serão aplicadas as provas de linguagens, ciências humanas e redação, com 5 horas e 30 minutos de duração. No segundo domingo (12), vão ser realizadas as provas de matemática e ciências da natureza, com 4 horas e 30 minutos de duração. Nos dois dias, o candidato que sair da sala em até duas horas após o início da prova terá sua nota zerada.

Como o Enem está marcado para o fim de semana, os estudantes devem lembrar que nesses dias o número de linhas de metrô, trem e ônibus circulando costuma ser menor. Uma dica é, antes do dia do exame, fazer o percurso até o local da prova para conhecer com antecedência o trajeto e ter noção do tempo gasto.

O que levar

No dia do exame é obrigatória a apresentação de um documento oficial de identificação com foto. Pode ser a carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho, carteira de reservista ou passaporte. Não serão aceitas cópias, nem mesmo as autenticadas. Carteira de estudante não é considerado documento oficial. Se o candidato perdeu o documento ou teve o documento roubado, deverá apresentar um Boletim de Ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação.

Outro item obrigatório é caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente. O cartão de comprovação de inscrição, que deve ser impresso na página do Enem, não é obrigatório, mas é recomendável levar para ter acesso mais fácil a dados como o local e a sala da prova.

Fonte: EBC

nov
1

Motorista que estourar 20 pontos perderá CNH por 6 meses a partir desta quarta-feira

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Trânsito     Tags , ,

O motorista que acumular 20 pontos ou mais na carteira de habilitação estará sujeito a uma suspensão da CNH por no mínimo seis mês a partir desta quarta-feira (1º). Antes, o tempo mínimo era de um mês. A decisão vale para todo o país.

850_400_nova-cateira-de-motorista-800x500_c

O período maior de suspensão foi estabelecido pela Lei Federal nº 13.281, que promoveu alterações no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Em vigor desde novembro de 2016, a norma produzirá efeitos nos processos de suspensões a partir de agora porque o condutor é penalizado ao somar ou ultrapassar 20 pontos no período de 12 meses contados a partir da primeira infração.

Motoristas reincidentes na perda da CNH no período de um ano receberão a pena mínima de oito meses. Atualmente, nesses casos, é de seis meses. Já o tempo máximo permanece em 24 meses.

out
30

Brasil tem pior democracia da América Latina

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

A democracia brasileira é a que tem o pior funcionamento entre os 18 países pesquisados para a edição 2017 do “Latinobarómetro“, uma ONG chilena que faz, desde 1995, uma consistente avaliação dos humores dos latino-americanos.

foratemer

Os dados, divulgados na sexta-feira (27), são de impressionante contundência em relação ao Brasil, a ponto de apenas 13% dos brasileiros consultados se declararem satisfeitos com o funcionamento da democracia, último posto no ranking. Atrás até dos 22% de satisfação na Venezuela, que a maior parte dos governos e da mídia ocidental classifica como ditadura.

O relatório deixa claro que a insatisfação não é com a democracia como modelo de organização política. No Brasil, por exemplo, 62% consideram a democracia como o melhor sistema de governo, porcentagem que, no conjunto da América Latina, sobe para 70%. O apoio à democracia, aliás, vem subindo sistematicamente, desde o piso mais baixo encontrado (30% em 2001, penúltimo ano do governo Fernando Henrique Cardoso). Agora é de 43%, 11 pontos acima de 2016. 

 

 

out
30

Senado vota nesta terça-feira lei que barra funcionamento de transportes por aplicativos

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

O Senado deve votar nesta terça-feira (31), em caráter de urgência, lei que barra o funcionamento de aplicativos como o UBER, o Cabify, o 99 e o Lady Driver. 
 
uber-brasil-brazil
 
Em protesto, usuários e motoristas dos serviços fizeram uma série de comentários contra a ação nas páginas dos senadores no Facebook, gerando repercussão nas redes sociais. Entre as justificativas dos internautas está a questão empregatícia. 
 
“Sou motorista de aplicativo há mais de um ano, estou desempregada e há 5 meses tive a oportunidade de trabalhar como motorista de aplicativo e assim poder honrar com as contas do meu lar. Peço por favor que na próxima terça (31/10) que o senhor nos ajudasse (sic) votando NÃO a PLC 28”, escreveu uma usuária em um post feito pelo senador José Serra (PSDB-SP) a respeito da inclusão de consumidores no cadastro positivo de crédito.
 
Dados
No Brasil, o número de motoristas no aplicativo Uber aumentou 10 vezes em relação a outubro de 2016, passando de 50 mil para 500 mil em um ano. Os números foram divulgados pela própria empresa. O serviço atua em mais de 100 cidades do Brasil, contabilizando 17 milhões de usuários ativos no país. De acordo com a Folha de São Paulo, apenas no estado rodam cerca de 150 mil motoristas, a maior parte na Grande São Paulo. O número supera os taxistas, que estão na faixa dos 38 mil na cidade. 
 
out
29

Em 180 dias, pedestres e ciclistas poderão ser multados em todo o País

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , , ,

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou na sexta-feira (27), resolução regulamentando a aplicação de multas a ciclistas e pedestres que desrespeitarem as leis de trânsito em todo o País. As multas já eram previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), de 1998, mas nunca haviam sido normatizadas. Quando as regras estiverem em vigor – dentro de 180 dias -, quem atravessar fora da faixa e for autuado terá de desembolsar R$ 44,19, metade do valor de uma multa leve aplicada a motoristas de carro.

Faixa-de-pedestre-esquina-viña-del-mar-Manoel-Martiliano-151
A resolução prevê que cada autoridade de trânsito do País (municípios ou Estados, no caso das rodovias, ou mesmo a Polícia Rodoviária Federal) deverá elaborar seu próprio modelo de autuação. Também será solicitado o endereço do infrator, mas a informação não será obrigatória para a anotação da infração. Na capital paulista, o serviço ficará a cargo da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), que não respondeu aos questionamentos feitos na sexta pelo jornal O Estado de S. Paulo sobre o tema.

O texto federal prevê que o pedestre ou ciclista autuado terá de ser identificado, com o preenchimento obrigatório do nome e dos dados de um documento, além da identificação do agente responsável por aplicar a multa. No caso dos ciclistas, além da multa de R$ 130,16, há previsão de anotação de dados da bike e do número de identificação, “sempre que possível”, segundo a resolução. O texto não esclarece como será feita a cobrança da infração – algo que também ficará a cargo das autoridades locais de trânsito.

Fazem parte das infrações passíveis de punição atravessar fora de passarelas, transitar em túneis e viadutos (salvo em locais onde há permissão para o trânsito de pedestres). Já os ciclistas serão autuados se conduzir “onde não seja permitida a circulação” ou guiar “de forma agressiva”, segundo nota do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Reações

A edição da norma divide a opinião de pedestres e ciclistas. Para alguns, a punição pode contribuir para mais segurança no trânsito. Outros, porém, acreditam que o cumprimento da legislação depende também de melhor sinalização e uma organização no trânsito menos voltada para os carros.

Fonte: Diário de Pernambuco

out
29

Pesquisa do Ibope aponta Lula e Bolsonaro no 2º turno em 2018

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) poderiam disputar o segundo turno, se as eleições presidenciais de 2018 fossem hoje. É o que indica pesquisa Ibope publicada na coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo. Este é um cenário que, na menor das expectativas, deve acirrar ainda mais o clima de lula-bolsonaropolarização política que tem sido uma marca do Brasil desde a disputa eleitoral de 2014, quando Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) se enfrentaram. Na ocasião, a petista venceu com uma diferença mínima, gerando uma reação dos tucanos e criando um fosso entre dois lados que, desde então, só tem estimulado confrontos. Em todos os cenários da pesquisa estimulada (com uma lista de nomes apresentada ao entrevistado), Lula ficaria com o mínimo de 35% e o máximo 36% das intenções de voto. Bolsonaro ficaria com 15% em cenário com Lula e com 18% se o candidato do PT for o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT).

A ex-senadora Marina Silva (Rede) aparece em terceiro lugar em todos os cenários da pesquisa, com intenções de voto entre 8% e 11% dependendo dos adversários. Em seguida, vêm Ciro Gomes (PDT) , Geraldo Alckmin e João Doria (ambos do PSDB), todos com percentuais entre 5% e 7%. No cenário com Haddad no lugar de Lula, Ciro Gomes chega a ter 11% das intenções de voto. Entre os novos nomes, o apresentador de TV Luciano Huck foi testado na pesquisa – realizada entre os dias 18 e 22 deste mês – ficando em patamar igual aos dos tucanos Alckmin e Doria: 5% no cenário em que a disputa é com Lula e 8%, com Haddad. Já o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, teve entre zero e 1% das intenções, dependendo do cenário.

Quando Lula é colocado na lista, o índice de votos em brancos e nulos somam 18% e 5% não sabem em quem votar ou não responderam. No cenário onde o petista é substituído por Haddad, 28% dos eleitores optariam por anular o voto ou votar em branco e 6% não sabem responder.

Na pesquisa espontânea, Lula também lidera, com 26% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro, com 9%, e Marina, com 2%. Alckmin, Doria e Ciro têm 1%, assim como a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e o atual mandatário, Michel Temer (PMDB). Nesse cenário, votos em branco e nulos empatam com o índice de Lula, 26%, enquanto 30% não souberam ou não quiseram responder.

Foram ouvidas pelo Ibope 2.002 pessoas em todos os Estados, entre os dias 18 e 22 deste mês. O levantamento tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Esse foi o primeiro levantamento feito pelo Ibope sobre a disputa pelo Planalto no ano que vem, e não aparece registrada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte: Diário de Pernambuco

out
27

Enem: Justiça Federal suspende regra que zera redação com desrespeito aos direitos humanos

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags ,

Justiça Federal suspendeu o item do edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que prevê nota zero para quem desrespeitar os direitos humanos na redação. A decisão, divulgada nesta quinta-feira (26), é provisória e foi tomada em ação civil pública movida pela Associação Escola Sem Partido.

enem2018

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Enem, informou que não foi notificado oficialmente, mas assim que for, irá recorrer. A redação do Enem será aplicada no primeiro domingo de provas, 5 de novembro.

No pedido em tramitação no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), a Associação Escola Sem Partido sustenta que a regra não apresenta critério objetivo e tem “caráter de policiamento ideológico”.

Fonte: G1 PE

 
out
24

Sílvio Costa é eleito o melhor deputado federal de Pernambuco

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

silvio-costa
 
Por votação popular, o  Prêmio Congresso em Foco 2017 elegeu o vice-líder da Oposição na Câmara dos Deputados, Sílvio Costa (Avante – ex PTdoB), como o mais atuante deputado federal de Pernambuco.

Na categoria Melhores Deputados do Ano, no site do Congresso em Foco, Sílvio Costa foi o parlamentar da bancada pernambucana que recebeu o maior número de votos (no ranking por Estado), conforme a apuração final do Prêmio Congresso em Foco 2017.

Site jornalístico que faz a cobertura do Congresso Nacional e da política em Brasília (DF), o Congresso em Foco é um veículo apartidário de empresa sem vínculos com o Congresso e que se propõe a contribuir para “melhorar a qualidade da representação política no País” e colaborar para a “mudança do jeito de fazer política”.

O site acompanha o desempenho dos representantes eleitos, na Câmara e no Senado, e mantém a população informada dos acontecimentos nas duas Casas do Congresso Nacional. O seu lema é “jornalismo para mudar”.

Em setembro deste ano, o deputado Sílvio Costa já havia sido escolhido, pela 10ª vez, como um dos mais influentes parlamentares da Câmara, segundo lista divulgada pelo  Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), numa relação de 100 parlamentares que comandam as decisões no Congresso.

Em 11 anos de mandato, o deputado foi eleito dez vezes como um dos mais influentes. Na lista do Diap, responsável pela pesquisa, Sílvio foi indicado como um dos “cabeças” do Congresso, apontado como um dos destaques como debatedor e formador de opinião pública.

out
22

Corrupção nos quartéis: Ministério Público detecta desvios de R$ 191 milhões nas Forças Armadas

Em setembro deste ano, o general do Exército Antonio Hamilton Mourão discursava com autoridade. A uma plateia atenta, ele se mostrava incomodado com a corrupção que atinge o país e disse que os militares estariam dispostos a executar uma intervenção se o Judiciário não “resolver o problema político”, numa alusão a políticos corruptos.

03-tanqueB_956x500

O discurso de Mourão causou polêmica e refletia a tese propagada por grupos que defendem uma eventual intervenção militar de que as Forças Armadas estariam “imunes” à corrupção e, portanto, poderiam dar um fim à crise política vivida pelo país nos últimos anos.

Investigações conduzidas pelo MPM (Ministério Público Militar) e um levantamento inédito do STM (Superior Tribunal Militar) mostram, porém, que, assim como as demais instituições brasileiras, as Forças Armadas também sofrem com os casos de corrupção. 

Denúncias feitas pelo MPM apontam para desvios milionários praticados tanto por praças quanto por oficiais de alta patente. Os casos vão de cobrança de propina em contratos a roubo de peças de tanques militares. O MPM (Ministério Público Militar) identificou, nos últimos dez anos, desvios de pelo menos R$ 191 milhões nas Forças Armadas. Boa parte deste valor é resultado de crimes como fraudes a licitações, corrupção passiva, ativa, peculato e estelionato. 

O Ministério da Defesa diz fazer auditorias para a avaliação dos gastos das Forças Armadas, que “nenhuma organização ou país está imune à corrupção” e que “na formação e educação do militar, fatos desabonadores da ética e da moral são repudiados e devidamente punidos”.

O levantamento tem como base um conjunto de 60 denúncias feitas pelo MPM e mostra que a corrupção não apenas existe nas Forças Armadas, mas que ela é praticada tanto por praças (cabos e soldados) quanto por oficiais de alta patente, a elite entre os militares.

Das 60 denúncias, 59 foram encaminhadas ao TCU (Tribunal de Contas da União) em meados de setembro. O encaminhamento foi feito a pedido do tribunal como parte dos procedimentos de controle das contas das Forças Armadas. O órgão é responsável pela análise das contas públicas das Forças Armadas. A que ainda não foi encaminhada ao TCU ainda está sob sigilo e aguarda uma decisão da Justiça Militar para se transformar em ação penal.

A análise dos dados extraídos das denúncias oferecidas pelo MPM permite dizer que o perfil dos casos de corrupção nas Forças Armadas é semelhante ao de outras instituições públicas civis. Há desvios causados por crimes como fraudes a licitações em hospitais militares, pagamento indevido de diárias a oficiais da Aeronáutica, desvio de combustíveis e apropriação de dinheiro público.

Fonte/Imagem: UOL

out
21

Tragédia de Goyases: no Dia Mundial de Combate ao Bullying, o Brasil é obrigado a entrar em reflexão

AuthorPostado por: Maraba Soares    CategoryEm: Brasil     Tags ,

Os tiros disparados por um adolescente numa escola de Goiás contra outros adolescentes, matando dois colegas e ferindo outros, estão relacionados ao bullying que ele sofria. Coincidência ou não, a tragédia aconteceu no Dia Mundial de Combate ao Bullying, o que forçou o país a parar para refletir sobre esse assunto, que, ao que parece, seria deixado de lado não fossem as mortes dos jovens goianos. Quantas outras mortes serão necessárias para que este assunto seja levado a sério pelos pais, pelas escolas e pelos próprios estudantes?

goyases
O bullying já mostrou ser um problema grave. Pode causar depressão, até mesmo suicídio. Pode deixar sequelas para toda a vida. E quando pessoas que sofrem essas agressões continuadas já padecem de algum distúrbio psicológico, a reação é imprevisível e, não raro, acaba em tragédia.
 
Nem sempre é fácil descobrir se a criança sofre ou pratica bullying, mas tudo é mais simples quando os pais constroem uma relação de confiança e diálogo aberto, com sensibilidade para acolher o filho, sem minimizar a importância de seus problemas, atentos a suas aflições. 
 
Estar mais próximo da escola, conhecer a família dos colegas, frequentar as redes sociais e conversar com os filhos sobre o seu dia são algumas das formas de descobrir se a criança é vítima de hostilidades ou se pratica violência contra alguém. Em ambos os casos, procurar a escola é fundamental. Eventualmente, vale também a ajuda de especialistas. Jamais se deve, em casa, reforçar o comportamento de sofrer calado porque “todo mundo passa por isso”, nem mostrar orgulho porque o filho é “o valentão da escola” e todos o temem.
 
A escola não pode se omitir. Projetos que promovam a empatia, com o estudante se colocando no lugar do outro, ajudam a prevenir o bullying. Nas turmas de adolescentes, em que os professores ficam pouco tempo com os estudantes, é preciso que ainda assim fiquem atentos para detectar situações de desrespeito. Há que envolver as famílias imediatamente. Tanto as vítimas como os agressores inspiram cuidados – afinal, não é normal se divertir humilhando os outros
 
Também vale um alerta para os estudantes. O bullying só existe porque há uma plateia. Em torno daquele que agride e daquele que é atacado, costuma haver uma turminha que ri e aplaude. Sem esse sucesso, os agressores costumam desistir. Quando houver alguém sofrendo atos de crueldade, cabe a denúncia. Isso vale para toda a vida, e começa no ambiente escolar, onde as crianças esperam aprender, fazer amigos e se divertir.

 

out
18

PSB substitui membros na CCJ para garantir mais votos contra Temer

psb

O novo líder do PSB na Câmara Federal, Julio Delgado, substituiu os deputados federais Danilo Forte (CE) e Fábio Garcia (MT) na Comissão de Constituição e Justiça da Casa. Assumem no lugar deles Flavinho (SP) e Heitor Schuch (RS). A troca visa garantir que o partido tenha maioria de votos contra o chefe do Executivo no colegiado. No começo da manhã, os parlamentares entraram com um pedido de substituição da líder Tereza Cristina (MS), alinhada ao governo Temer. A mudança permitiu a troca na comissão na véspera da votação da denúncia contra o presidente.

Fonte: Folha PE

Redes Sociais:

Manu

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: