Navegando todos os artigos com a tag Compesa
fev
12

Compesa vai liberar trecho da Rua Henrique Dias antes do Carnaval

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) anunciou nesta terça-feira (12), a liberação, até o Carnaval, do trecho de dez metros da Rua Henrique Dias, no bairro do Varadouro (Olinda), interditado desde dezembro do ano passado para os serviços de recuperação do imóvel 115. 

A Compesa informou que ontem (11) foram  finalizados os trabalhos de recuperação da estrutura do referido imóvel (foto), que sofreu danos durante a construção de uma caixa de proteção para equipamentos, que serão instalados no local para a melhoria e eficiência operacional do sistema de abastecimento de água da cidade. A previsão é finalizar a reposição do revestimento da fachada até o fim do mês e, antes da folia de Momo.

A instalação de equipamentos na Rua Henrique Dias é uma das ações previstas no Programa Olinda+Água, que tem como meta ofertar água todos os dias em 15 bairros de Olinda até 2021, um investimento de R$ 152 milhões.

jan
19

Ampliado rodízio de abastecimento em Olinda, Paulista, Abreu e Lima e Igarassu: um dia com água e seis sem

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Serviços     Tags , , ,

O registro de chuvas abaixo da média histórica, nos últimos dez anos, não tem colaborado pela manutenção de bons níveis da Barragem de Botafogo, uma das principais fontes que abastece as cidades de Olinda, Paulista, Igarassu e Abreu e Lima. Hoje, o manancial está com menos de 18% da sua capacidade total de armazenamento, que é de 27,5 milhões de metros cúbicos de água. Esse nível já é considerado crítico.

Diante desse cenário e como medida preventiva para preservar a vida útil desse manancial, a partir de hoje (19) a Compesa amplia o rodízio no fornecimento de água em áreas das quatro cidades: agora será um dia com água e seis dias sem o abastecimento.

O novo calendário de abastecimento passa a valer para cerca de 500 mil pessoas nas quatro cidades. As areas afetadas com a mudança do calendário são as seguintes:

Olinda: Jardim Brasil I e II , Vila Popular, Salgadinho, Sítio Novo, Águas Compridas, Sapucaia, Aguazinha, Alto Nova Olinda, Alto da Bondade, São Benedito e Alto da Conquista.

Paulista: Pau Amarelo, Nossa Senhora da Conceição, Janga, Maranguape II e II, Jaguarana, Jardim Paulista, Arthur Lundgreen I e II, Paratibe e Mirueira.

Abreu e Lima: Caetés III, Centro, Fosfato, Desterro, Timbó, Alto São Miguel, Matinha, Planalto e Alto da Bela vista.

Igarassu: Centro e Cruz de Rebouças.

jan
8

Vinte dias sem água, leva moradores de Peixinhos a protesto

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Moradores dos conjuntos habitacionais Peixinhos I e II, em Olinda, fecharam na manhã desta terça-feira (08), a Avenida Getúlio Vargas, no Bairro Novo, diante da Gerência de Unidade de Negócios da Compesa, para protestar contra a falta d’água.

Segundo os habitantes dos conjuntos, eles estão sem o serviço de abastecimento desde a entrega dos habitacionais, em 18 de dezembro do ano passadovinte dias atrás. Até agora, de acordo com o subsíndico do conjunto I, Amaro José, não tiveram nenhum posicionamento dos órgãos responsáveis. Nos habitacionais, moram 720 famílias.

Em nota, a Compesa informou que iniciou oficialmente, há 15 dias, o abastecimento de água nos habitacionais Peixinhos I e Peixinhos II. “No entanto, o atendimento, nos dois ciclos sucessivos do calendário ocorridos nesse período, não foi satisfatório”. Alegou ter enfrentado problemas para abastecer os dois residenciais em decorrência da queda da vazão do Sistema Botafogo – devido ao baixo nível da barragem, que sofre com a escassez de chuvas na região – e consequentemente da pressão da água nas tubulações. A Compesa disse que irá atender os moradores dos habitacionais no próximo dia do calendário, que será nesta sexta-feira (11),

Fonte/Foto: Folhape

dez
21

Compesa não funcionará nas vésperas e nos dias de Natal e Ano Novo

Em função das festividades de final de ano, os 172 pontos de atendimento da Compesa no Estado estarão fechados na próxima terça-feira (25), Dia de Natal, e 1º de janeiro de 2019. Nessas datas também não haverá expediente administrativo na companhia, assim como nas vésperas dos dois feriados nacionais – nos dias 24 e 31 de dezembro.

A Compesa informa que os serviços essenciais serão mantidos nesse período, e os clientes podem contar com atendimento pelo call center (teleatendimento), que funciona durante 24 horas. Para registrar as reclamações de extravasamento de esgoto e vazamentos é preciso ligar para o telefone 0800.081.0185. Para os demais serviços e informações deve ser utilizado o 0800.081.0195.

Já as atividades dos Expressos Cidadão estarão suspensas nos dias 22, 24, 25, 29 e 31 de dezembro, e também no dia 1º de janeiro de 2019. Após os feriados, o funcionamento da Compesa e de todas as Lojas de Atendimento voltarão ao normal.

dez
19

Rio Doce recebe obra para a melhoria na rede de esgotos do bairro

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Nesta quarta-feira (19), a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) realiza uma obra para melhoria da rede de esgoto no bairro de Rio Doce, em Olinda. Os trabalhos estão sendo realizados na Avenida México, em um trecho situado entre as avenidas Nápoles e Rio Doce, que foi interditado.

Os serviços serão executados, até a próxima segunda-feira, dia 24 de dezembro, para substituir 70 metros de tubulação de grande porte, com 400 milímetros de diâmetro e que está localizada a uma profundidade de dois metros.

Em função da obra, há mudanças no trânsito do local. Os desvios estão sendo feitos pela Avenida Tiradentes, para quem estiver trafegando no sentido Jardim Fragoso-Rio Doce; e pela Avenida Rio Doce, no sentido Rio Doce- Jardim Fragoso. Os ônibus também seguem os desvios sinalizados. 

dez
19

Mais de 60 bairros do Recife, Jaboatão e Camaragibe ficarão sem abastecimento d’água por 48 horas

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Serviços     Tags , , ,

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) programou uma paralisação do Sistema Tapacurá, a partir das 20h de amanhã (20). Vai executar intervenções que permitirão aumentar em 10% a produção de água  para a  Região Metropolitana do Recife (RMR). A suspensão no fornecimento de água vai durar até às 20h do próximo sábado (21). 

No período de 48 horas, as áreas atendidas por Tapacurá no município de Jaboatão dos Guararapes, toda a cidade de Camaragibe e a parte central do Recife terão o abastecimento suspenso. A paralisação é necessária para que a Compesa realize serviços nas unidades operacionais, como estações elevatórias de água bruta e a Estação de Tratamento de Água (ETA) Castelo Branco; ações de desobstrução dos canais de captação e reparos em adutoras, além de uma manutenção preventiva em todo o sistema.

Tapacurá responde hoje pelo abastecimento de água de 25% da população da RMR. A regularização do abastecimento ocorrerá de acordo com o calendário de distribuição (áreas que recebem água em regime de rodízio). Informações: 0800.081.0195.

dez
18

Você já pode pagar a conta de água com cartões de débito e crédito

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Serviços     Tags , ,

A partir desta terça-feira (18), a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) passa a receber as contas de água e esgoto  com cartões de débito e crédito. O pagamento com cartão de débito já vem sendo realizado há cerca de dez dias, em fase de testes. Mas o atendimento tem que ser presencial, em 20 lojas de atendimento no Estado, sem precisar enfrentar filas de bancos ou das lotéricas.

As lojas que aceitam o cartão de débito são as da Boa Vista, Largo da Paz, Expresso Cidadão de Peixinhos e do Cordeiro, Olinda, Prazeres e Paulista, na Região Metropolitana; do Expresso Cidadão de Vitória de Santo Antão e Petrolina; das cidades de Carpina, Surubim, Agrestina, Garanhuns, Arcoverde, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada, Caruaru, Salgueiro e Santa Cruz do Capibaribe.

O pagamento em débito no cartão também valerá para a negociação de dívidas, seja para a quitação à vista ou para a entrada, além das taxas de qualquer serviço realizado pela empresa. Até o final de janeiro de 2019 a Compesa estenderá o serviço para o cartão de crédito, quando os clientes poderão utilizar essa modalidade para pagar contas, com parcelamentos ou não.

Também a partir de hoje (18), estará disponível a operação para pagamento da conta com cartão de débito e crédito no aplicativo Compesa Mobile (Android e IOS) e na Agência Virtual, no site www.compesa.com.br. A iniciativa tem o objetivo de ampliar as facilidades de pagamento para os 1, 6 milhão de clientes da companhia.

A Compesa continuará operando com os agentes arrecadadores atuais, os bancos e caixas lotéricas, independente da operação de pagamento com cartão de crédito e débito.

dez
12

Começa exposição de peças arqueológicos encontradas em obra da Compesa no Mercado da Ribeira

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Uma exposição reunindo parte do acervo arqueológico encontrado (e resgatado) durante as escavações da obra de abastecimento de água realizada pela Compesa no Sítio Histórico de Olinda será aberta a visitação a partir das 10h de hoje(12), no Mercado da Ribeira. Mais de 200 peças – dentre as três mil achadas nos últimos cinco meses – compõem a mostra, como faiança, louça, cerâmica, cachimbos, além de materiais em metal, como pregos, moedas do século XVIII e XIX e projétil de bala.

A abertura da exposição Resgate e Monitoramento Arqueológico durante Ampliação e Setorização na Rede de Água da Compesa – Sítio Histórico de Olinda também marcará a inauguração do Espaço Museológico do Laboratório Municipal de Arqueologia de Olinda, localizado no subsolo do Mercado da Ribeira. A exposição, realizada pela Compesa em parceria com a Secretaria de Patrimônio, Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico de Olinda, ficará em cartaz durante todo o período de execução da obra de melhoria do abastecimento de água no Sítio Histórico.

Os artefatos arqueológicos encontrados pela Compesa, desde o início da obra no Sítio Histórico, em junho deste ano, são datadas dos séculos XVII, XVIII e XIX e ajudam a explicar o modo de vida e os costumes que se iniciaram com a primeira vila estabelecida em Olinda, a partir do ano de 1535. “Com essa exposição, vamos proporcionar à comunidade o contato com os materiais arqueológicos resgatados com a execução da obra e mostrar como os estudos arqueológicos preventivos, assim como o acompanhamento das escavações são importantes para minimizar os impactos causados ao patrimônio, que guarda parte relevante de nossa história”, explica a arqueóloga Gleyce Lopes, pontuando que todo material encontrado pertence a União, tendo em vista a legislação vigente no Brasil.

dez
5

Obra da Compesa em Rio Doce modifica itinerário de linhas de ônibus

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Uma obra da Compesa, iniciada ontem (04) pela manhã, modificou o itinerário de duas linhas de ônibus no bairro de Rio Doce, em Olinda. O serviço, realizado no cruzamento da Rua Canário do Império com a Avenida Asa Branca, só será concluída no próximo domingo (09).

A mudança ocorreu no itinerário das linhas 884 – Jardim Brasil/Rio Doce e 885 – Sítio Novo/Rio Doce, que passaram a executar o seguinte trajeto: Avenida Brasil, Rua Canário do Império, Rua Curió, Avenida Asa Branca e Largo de Jardim Maranguape (Maranguape Zero).

Esse itinerário deve permanecer até o domingo (09). Com a conclusão dos trabalhos, já na segunda-feira (10) a circulação das duas linhas de ônibus voltará ao normal.

nov
13

Estudantes aprendem a preservar patrimônio histórico e cultural a partir de achados arqueológicos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , , ,

O estudante pode ter a curiosidade ainda mais aguçada se aprender com o auxílio de novos elementos, como artefatos arqueológicos, que testemunham o que aconteceu no passado. Essa é uma das propostas da educação patrimonial, trabalho que a Compesa leva para seis escolas municipais e particulares de Olinda, localizadas no perímetro do Sítio Histórico, área que recebe as obras de melhoria do abastecimento de água por meio do projeto Olinda+Água. As ações de educação patrimonial são realizadas em parceria com a Secretaria Municipal de Educação  e propõem a sensibilização, com a perspectiva pedagógica de valorização do patrimônio cultural, arqueológico e histórico por parte da população, e o estímulo à preservação.

O trabalho de educação patrimonial foi iniciado nesta semana, na Academia Santa Gertrudes, no Alto da Sé, e já foi feito na Escola Municipal Dom João Crisóstomo, no Monte; Maria da Glória Advíncula, no Guadalupe; e na Escola Municipal Santa Tereza, no bairro de Santa Tereza. Nesta última, participaram 340 alunos, de 4 a 12 anos. A educação patrimonial será realizada durante todo o período da obra, buscando criar um espaço para o diálogo entre a comunidade e o universo científico. 

Em função do elevado potencial arqueológico e do conjunto arquitetônico do Sítio Histórico, todas as ações para implantação de tubulações são acompanhadas por uma equipe de arqueólogos, para assegurar a redução dos impactos e contribuir para a preservação do patrimônio. Graças a esse trabalho, já foram encontrados e identificados diversos artefatos arqueológicos, que foram coletados e pertencem a União, mas estão sob a guarda da Secretaria de Patrimônio, Turismo e Cultura de Olinda.

nov
2

Obra de melhoria do abastecimento de água de Olinda chega ao Sítio Histórico

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

As ações do projeto Olinda+Água, que buscam estabelecer o abastecimento de água todos os dias para a população de 15 bairros olindenses, chegaram às principais ruas do Sítio Histórico de Olinda. Os trabalhos de escavações e assentamento de tubulações são realizados agora na Rua Bispo Coutinho, no Alto da Sé, onde serão implantados mais de 460 metros de rede de distribuição para reforçar o fornecimento de água na região.

O assentamento de rede na Rua Bispo Coutinho é feito próximo ao meio-fio da calçada, em trechos de 60 metros por vez, com o objetivo de interferir o mínimo possível no tráfego de veículos no local. Nesta etapa do projeto Olinda+Água, ainda serão instalados macromedidores e válvulas para promover a setorização da rede de abastecimento de água e tornar o controle operacional do sistema mais eficiente, melhorando as pressões nas tubulações e a redução de perdas. 

Como todo trabalho de abertura de vala é feito manualmente, a previsão da Compesa é terminar de assentar a rede nessa via até o mês de dezembro. Da Rua Bispo Coutinho, a obra seguirá para a Rua Saldanha Marinho, no Amparo, e Avenida Liberdade, no Carmo.

A intenção da companhia é implantar, até março de 2019, 25 quilômetros de rede de distribuição de água nos bairros do Monte, Guadalupe, Bonsucesso, Amaro Branco, Carmo, Varadouro, Santa Tereza e parte dos Bultrins, que ficam no perímetro do Sítio Histórico. 

O Olinda+Água recebe o investimento de R$ 152 milhões, recursos do Governo do Estado financiados junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), e será concluído no ano de 2021, beneficiando 250 mil pessoas.

out
25

Integração de sistemas de abastecimento na RMR vai ampliar oferta de água para Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Serviços     Tags , , ,

A integração dos sistemas de abastecimento é uma das ações planejadas pela Compesa, a médio e longo prazos, para aumentar e equilibrar a oferta de água para a população da Região Metropolitana do Recife (RMR). Na Rua Nigéria, no bairro de Peixinhos (Olinda), a companhia está tocando uma frente de serviços para implantar uma nova adutora, com sete quilômetros de extensão, que vai ampliar o fornecimento de água para 11 bairros olindenses.

Quando estiver pronta, essa adutora terá a função de transportar até 300 litros de água, por segundo, a partir da Estação de Tratamento de Água (ETA) Alto do Céu, localizada no Recife, para reforçar o abastecimento de 80 mil olindenses, concluindo assim mais uma etapa de integração do complexo hídrico da RMR. A obra recebe um investimento de R$ 9,5 milhões, recursos do Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal, e será concluída no prazo de 18 meses.

Esse trabalho de integrar sistemas teve início com a operação do Sistema Produtor Pirapama, que aumentou em 50% a produção de água para a RMR, acabando com o rodízio nas áreas planas do Recife. O planejamento da Compesa prevê eliminar o racionamento em toda essa região até o ano de 2045. “Dentre os desafios, está o de levar água para as áreas de morros do Recife e para a RMR, como a cidade de Olinda. Para conseguirmos transferir essa oferta de água do Sistema Alto do Céu para a área Norte da RMR, foi prevista, primeiramente, outra obra, a duplicação da Alça Norte, que permitirá levar parte da vazão do Sistema Pirapama para essa região (incluindo os morros), que hoje recebe água dos sistemas Tapacurá e Alto do Céu”, explica o gerente de Obras da Compesa, Rafael Ramos.

A implantação da nova adutora a partir do Sistema Alto do Céu vai garantir uma oferta de água suficiente para abastecer, todos os dias, os bairros dos Bultrins, Monte, Guadalupe, Amparo, Barreira do Rosário, Bonsucesso, 7º R.O, Jardim Fragoso, Bairro Novo, Casa Caiada e Alto da Mina.

out
11

Obra na rede de esgoto altera trânsito, a partir de hoje, no bairro de Rio Doce

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Será iniciado nesta quinta-feira (11), a partir das 9h, uma obra para substituir um trecho da rede coletora de esgoto situada na Rua Fenelon Ático Leite, no bairro de Rio Doce, em Olinda. Haverá alteração no trânsito no local devido à necessidade de interdição total de um pequeno trecho da via, com cerca de 60 metros de extensão, entre as ruas 01 e Maria do Carmo Vieira – próximo ao Styllos Supermercardos.

Os veículos que trafegam pela Rua 01 não poderão pegar a Rua Fenelon Ático Leite. Uma das opções é seguir em frente até a Avenida Frederico Lundgren. Os desvios serão sinalizados pela Secretaria de Trânsito e Transportes de Olinda. Os itinerários das linhas de ônibus também sofrerão desvios, pactuados com o Consórcio Grande Recife, durante o período de execução do serviço, que está previsto para ser concluído até às 6h do próximo sábado (13).

A intervenção será realizada pela BKR Ambiental, parceira privada da Compesa no Programa Cidade Saneada, e vai possibilitar a troca de cerca de três metros de tubulação (250 milímetros de diâmetro) que está localizada a mais de três metros de profundidade na Rua Fenelon Ático Leite. Trata-se de uma ação de extrema importância para a manutenção satisfatória do fluxo de esgoto da região e busca prevenir a ocorrência de extravasamentos de esgoto nas vias.

set
27

Sondagens arqueológicas são realizadas no Alto da Sé antes do início das obras de abastecimento d’água

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Antes de iniciar os serviços para implantação de rede de abastecimento de água no Alto da Sé, no Sítio Histórico de Olinda, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) realizará o trabalho de sondagens no solo onde haverá abertura de valas, em função do elevado potencial arqueológico e do conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico do lugar. 

Foi pelo Alto da Sé que Olinda começou a ser povoada – e onde acredita-se que existia o antigo castelo de Duarte Coelho –  área que, inclusive, foi pouco escavada até hoje. Por isso, as ações do projeto Olinda+Água são realizadas com muito cuidado e acompanhadas por uma equipe de arqueólogos, que está fazendo sondagens nas áreas, próximas ao meio-fio das calçadas, para investigar se há materiais arqueológicos que possam sofrer impacto com as obras de assentamento de tubulações. No Alto da Sé o trabalho começou pela Rua Bispo Coutinho e depois seguirá para a Rua Saldanha Marinho e Ladeiras da Misericórdia e da Sé. 

Está previsto realizar dez sondagens nessas ruas, sendo quatro delas na Rua Bispo Coutinho, onde estão sediadas construções tombadas, como o Reservatório da Compesa, o Museu de Arte Sacra de Pernambuco (Maspe), o Passo da Sé e a Igreja da Misericórdia. Só na Bispo Coutinho serão assentados mais de 240 metros de rede para reforçar o fornecimento de água para essa região.

A sondagem é feita numa pequena área no solo, onde o paralelepípedo é retirado e feita escavações, de dez em dez centímetros. Todo processo é registrado em fotografias e relatórios e qualquer material arqueológico encontrado é catalogado. Até agora, nas sondagens no Alto da Sé foram encontrados pedaços de louça, ossos e um cachimbo. 

De acordo com a arqueóloga Gleyce Lopes, todo trabalho está previsto no Projeto de Avaliação de Impacto ao Patrimônio Arqueológico, um dos requisitos para execução da obra do Olinda+Água no Sítio Histórico. O trabalho preventivo está permitindo diminuir os impactos de perda de informações e de identificação de artefatos arqueológicos, além de promover atividades de educação patrimonial junto à população nas áreas da obra.

Desde o início das obras no Sítio Histórico, em junho deste ano, já foram encontradas peças com ornatos arquitetônicos, louças, azulejos e moedas do século XIX – achados que pertencem à União e ficarão sob guarda da Secretária de Patrimônio, Turismo e Cultura de Olinda (Sepac). A terceira etapa das obras do Olinda+Água está em andamento e busca regularizar o abastecimento de água nos bairros do Monte, Guadalupe, Bonsucesso, Amaro Branco, Carmo, Varadouro, Santa Tereza e parte dos Bultrins. Só nesses bairros, até o mês de dezembro, serão implantados 25 quilômetros de tubulações, além de válvulas e macromedidores. 

set
25

Compesa retira mais de 43 mil olindenses do rodízio no abastecimento

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Mais de 43 mil olindenses passaram a receber água durante 24 horas nas torneiras. Essa população corresponde a 31% dos bairros beneficiados com a primeira etapa do projeto Olinda+Água, que são Casa Caiada, Jardim Atlântico, Rio Doce e parte de Jardim Fragoso.

As áreas que já contam com o fornecimento de água todos os dias estão localizadas, principalmente, em Casa Caiada e Jardim Atlântico. As melhorias estão sendo alcançadas por meio de um controle operacional mais eficiente que considera parâmetros como vazão, pressão e tempo de abastecimento, além do combate a vazamentos e perdas de água.

Graças às ações do Olinda+Água, que permitiram a substituição de 69 quilômetros de tubulações só nesses quatro bairros da primeira etapa do projeto, está sendo possível aumentar as horas de água para a população. Os investimentos também foram direcionados para a setorização do sistema, aquisição de tecnologias e implantação de dispositivos que dividiram a rede em distritos de abastecimento, além da ampliação do Centro de Reservação de Perijucã, em Jardim Atlântico.

De acordo com a gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Cleice Brito, a previsão é que, até o final deste ano, o bairro de Jardim Atlântico fique 100% fora do racionamento e passe a receber água todos os dias. Para as demais áreas da primeira etapa do projeto já foi possível dobrar a oferta de água, em menos de um ano de operação do novo sistema.

De um calendário de um dia com água e cinco dias sem, passou para o rodízio de três dias com água e três dias sem. No mês de dezembro, também será iniciado o trabalho de melhoria do desempenho do sistema nas áreas que compõem a segunda etapa do Olinda+Água, que abrange os bairros de Ouro Preto, Bairro Novo, Jatobá, parte dos Bultrins e de Jardim Fragoso. Nessas áreas, o sistema ainda está em fase de testes.

ago
20

Compesa interdita rua em Rio Doce para obras na rede de esgotos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

A partir das 10h desta segunda-feira (20), a Compesa dará início à segunda etapa das obras de melhoria do sistema de esgotamento sanitário de Rio Doce, em Olinda. A Rua Jules Rimet, próximo ao Estádio Grito da República, na II Etapa do bairro, ficará parcialmente interditada e os motoristas terão que utilizar um desvio. A via estará sinalizada.

A obra deverá durar 45 dias e prevê o remanejamento e recuperação de 440 metros de uma tubulação de grandes dimensões, com 800 milímetros de diâmetro (chamada de emissário), que tem a função de transportar o esgoto coletado na região até a estação de bombeamento localizada no bairro de Rio Doce.

Segundo a Compesa, a tubulação tem uma extensão total de mil metros, dos quais 550 metros já foram recuperados na primeira etapa da obra. Ainda segundo a companhia, o trabalho é complexo por causa da profundidade (em torno de cinco metros) da localização da rede e pelo elevado nível do lençol freático existente no local – o que demanda um serviço de rebaixamento desse lençol.

 

ago
20

Olinda, Paulista, Igarassu e Abreu e Lima sem água até quinta-feira

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Serviços     Tags , , ,

A partir das 22h desta segunda-feira (20), cerca de 500 mil moradores dos municípios de Olinda, Paulista, Igarassu e Abreu e Lima terão o fornecimento de água suspenso até as 8h da próxima quinta-feira (23). A paralisação ocorre, segundo a Compesa, para a instalação de três válvulas de grande porte na saída do Reservatório de Navarro, que integra o Sistema Botafogo, responsável pelo abastecimento das quatro cidades.

Após o término das intervenções, que ainda incluem manutenção eletromecânica preventiva em unidades do sistema, o abastecimento de água será restabelecido seguindo o calendário de cada localidade. Com 70% concluído, o projeto de automação do Sistema Botafogo contempla 118 unidades operacionais, entre reservatórios, válvulas de controle do sistema e estações de bombeamento, e tem previsão de ser finalizado em fevereiro de 2019.

Orçada em R$ 11 milhões – com recursos financiados pelo Governo do Estado junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird) – a iniciativa prevê a automação de toda malha da rede distribuidora que faz a macro operação do sistema, que corresponde a cerca de 50 quilômetros de adutoras e sub-adutoras, desde a saída da estação de tratamento de água de Botafogo, em Igarassu, até as dezenas de reservatórios que abastecem as localidades nos quatro municípios.

Segundo a Compesa, atualmente, as ações de controle operacional da rede distribuidora de Botafogo são feitas manualmente, o que se torna muito complicado, diante das dimensões e abrangência do sistema. A tecnologia da automação permite que os sistemas funcionem de forma autônoma com a supervisão e o comando realizados de forma remota pelo centro de controle operacional a qualquer momento. 

ago
17

Olinda ganha nova adutora para ampliar oferta de água em 11 bairros

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) inicia uma grande obra para a melhoria do abastecimento de Olinda. A boa notícia foi dada ontem (16), pelo presidente da Compesa, Roberto Tavares, durante visita ao prefeito Professor Lupércio, que tem acompanhado os investimentos que estão sendo feitos na cidade. A implantação da nova adutora aumentará a oferta de água para mais de 80 mil pessoas no município. A meta do projeto é passar a abastecer os bairros dos Bultrins, Monte, Guadalupe, Amparo, Barreira do Rosário, Bonsucesso, 7º R.O., Jardim Fragoso, Bairro Novo, Casa Caiada e Alto da Mina sem rodízio.

Os investimentos são de quase R$ 10 milhões. A companhia vai implantar a nova adutora a partir do Sistema Produtor Alto do Céu – que integra o complexo hídrico da Região Metropolitana do Recife – para incrementar o abastecimento desses 11 bairros de Olinda, com uma vazão de 300 litros de água por segundo. As intervenções serão iniciadas na Rua Nigéria, no bairro de Peixinhos.

Olinda também está sendo contemplada com outra obra importante, o Olinda+Água, que está promovendo melhorias na rede de distribuição, com a substituição de tubulações e implantação de dispositivos que promovem o aumento do controle operacional do sistema, reduzindo as perdas e a ocorrência de vazamentos. 

A obra prevê a construção de uma adutora com 7,4 quilômetros de extensão – e diâmetro de 600 a 400 milímetros – que vai derivar de outra adutora do Sistema Alto do Céu, no bairro de Peixinhos. De lá, a nova adutora seguirá até o Reservatório do Monte, no Sítio Histórico de Olinda, e terminará no Reservatório do Urubu, em Fragoso, transportando água para essas duas unidades – que hoje recebem água do Sistema Botafogo e de poços do Aquífero Beberibe. O projeto, que tem o prazo de execução de 18 meses, ainda vai implantar uma estação de bombeamento (estação elevatória).

ago
16

Resultado preliminar do concurso público da Compesa já está disponível

Foi divulgado o resultado preliminar do concurso público da Compesa 2018 para o preenchimento de 63 vagas. A lista com os nomes dos aprovados está disponível no site da organizadora, a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A partir de hoje (16), está aberto o prazo para os candidatos que disputaram o concurso entrarem com interposição de recursos contra o resultado preliminar da prova escrita objetiva. A previsão para divulgar o resultado definitivo do concurso é o dia 24 de agosto, com publicação no Diário Oficial do Estado de Pernambuco.

As vagas foram disponibilizadas nos níveis superior, médio e médio técnico, e para lotação em várias unidades da Compesa em Pernambuco. As primeiras contratações estão previstas para o ano de 2019. Os salários variam de R$ 1.442,36 a R$ 6.743,28. Além da remuneração inicial, os empregados recebem os benefícios do vale-alimentação ou refeição (R$ 704,00), auxílio-educação e plano de saúde, plano odontológico (empregado e dependentes) e previdência privada – sendo estes três últimos benefícios opcionais. 

Os contratados serão submetidos ao regime jurídico estabelecido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O prazo de vigência do concurso será o período de um ano, sendo prorrogável por mais um ano. 

ago
10

Áreas de Olinda já estão com abastecimento de água 24 horas

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Várias áreas dos bairros de Jardim Atlântico, Casa Caiada e Jardim Fragoso, em Olinda, que juntas somam quase 26 mil pessoas, já estão livres do racionamento, ou seja, contam com o abastecimento de água durante 24 horas. Essa melhoria do fornecimento de água foi alcançada graças ao projeto Olinda+Água, a maior obra de abastecimento em execução na Região Metropolitana do Recife.

Boa parte de Casa Caiada já conta com fornecimento de água todos os dias: a região limitada pelas ruas Alcina Coelho de Carvalho e Eduardo de Moraes, o Canal do Fragoso e a orla. Esse distrito (Setor 16) ainda inclui uma área do bairro de Jardim Fragoso, situada entre as ruas Alcina Coelho de Carvalho, Humberto de Lima Mendes, Artur Serpa e Caviúna. 

Em Jardim Atlântico, a área limitada pelas ruas Cala dos Pântanos, Alexandria, Escritor Ramos de Almeida e a Avenida Nápoles, também conta com atendimento contínuo após a entrada do novo sistema de abastecimento pelo Centro de Reservação de Perijucã – construído em Jardim Atlântico, com a capacidade para armazenar 12 milhões de litros de água.

As demais localidades nos bairros contemplados na primeira etapa do Olinda+Água, Rio Doce e Jardim Atlântico, passaram a ser atendidas por meio de um calendário que prevê três dias com água e três dias sem o abastecimento, uma melhoria significativa se comparar com o regime praticado antes do projeto, em 2017 – que era de um dia com água para cinco dias sem. Ao todo, o Olinda+Água vai beneficiar 250 mil olindenses, o que corresponde a mais da metade da população da cidade. 

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de março de 2019
10 dias restantes.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 312 outros assinantes

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: