Navegando todos os artigos com a tag Denúncias
jan
17

Hoje tem fiscalização no Alto da Sé para evitar aglomerações e o uso de aparelhos de som

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Devido ao novo decreto estadual que proíbe o uso de aparelhos sonoros nas praias, espaços públicos, bares e restaurantes, a Prefeitura de Olinda vai realizar neste domingo (17), uma operação de fiscalização e orientação junto ao comerciantes e turistas, no Alto da Sé. Ação começa às 15h, e contará com distribuição do equipamento de proteção individual.

As equipes da Secretaria de Segurança Urbana de Olinda também estarão atentas aos focos de prévias carnavalescas que possam estar ocorrendo no Sítio Histórico. A operação contará com cerca de 20 agentes, ligados às secretarias de  Patrimônio, Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico, e Segurança Urbana, além do Controle Urbano e Vigilância Sanitária.

A população poderá fazer denúncias à Guarda Municipal de Olinda, pelo telefone 153. 

jan
16

Yves Ribeiro quer “auditoria rigorosa” em todas as secretarias de Paulista

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , ,

O Prefeito do Paulista, Yves Ribeiro (MDB) cobrou ontem (15), durante reunião com os secretários, uma auditoria rigorosa em todas as secretarias. Também pediu o empenho na execução dos trabalhos.

Nos pronunciamentos, todos os secretários foram unânimes, na afirmação de que encontraram a Prefeitura totalmente sucateada. Entre as constatações estão arquivos destruídos e equipamentos furtados, como televisores, ventiladores, computadores, notebooks, aparelhos de ar-condicionado, sistema de segurança e equipamentos patenteados.

“É inacreditável que um gestor eleito pelo povo tenha tido a coragem de devastar uma cidade e deixá-la como Paulista está hoje”, afirmou Yves Ribeiro, sobre o sucateamento em que se encontra o município. Ele solicitou à Procuradoria Municipal uma investigação minuciosa para apurar todas as irregularidades encontradas, para serem encaminhadas à Polícia, ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Ministério Público Federal (MPF), Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), Tribunal de Contas da União (TCU) e Controladoria Geral da União (CGU). A ordem é cancelar todos os contratos com suspeitas de superfaturamento.

Foto: Divulgação

 

jan
12

Muita gente no Alto da Sé, mesmo sem prévias de Carnaval nesse domingo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Faltando cerca de um mês para o Sábado de Zé Pereira (13 de fevereiro), data que daria início às comemorações de Carnaval 2021, o Alto da Sé, em Olinda, o movimento de pessoas era intenso – mas um pouco menor do que o normal para o mês de janeiro, se tivesse ocorrendo prévias.

Apesar das medidas restritivas, como o distanciamento social, a higiene das mãos com álcool em gel e o uso obrigatório de máscaras para prevenir o contágio do covid-19, muita gente foi flagrada descumprindo as determinações (foto). 

Com a proibição dos eventos e prévias carnavalescas, e o cancelamento do Carnaval 2021, as tapioqueiras e comerciantes reclamam do movimento e dos prejuízos trazidos pelo adiamento da programação carnavalesca.

Foto: DP

jan
9

280 fuzis, pistolas e metralhadoras desaparecem do depósito da polícia

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

Desde a tarde de ontem (08), circulam nas redes sociais a informação de que armas de um depósito da Polícia Civil de Pernambuco  sumiram. Seriam 280 armas que estariam sob a custódia da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) entre metralhadoras, fuzis e pistolas. As informações são da Rádio Jornal.

Por meio de nota enviada à emissora de rádio, a Polícia Civil confirmou que foi instaurada uma investigação sobre o fato. Leia na íntegra a “Nota Oficial PCPE”:

“A Polícia Civil de Pernambuco informa que, após a realização de um inventário do armamento custodiado no Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), foi detectada a falta de algumas armas.

Assim que tomou conhecimento, a Chefia de Polícia determinou rigorosa apuração do ocorrido, através da designação especial de dois Delegados.

Ressaltamos que as medidas necessárias para apuração do fato foram adotadas e a Polícia Civil se pronunciará após o final da apuração.”

Fonte: BlogdoMagno

 

jan
7

Secretário de Direitos Humanos visita terreiro alvo de intolerância religiosa em Águas Compridas

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

A Tenda de Umbanda e Centro Social Caboclo Flecheiro, conhecido como terreiro de Pai Edson de Omolu, no bairro de Águas Compridas, em Olinda, foi alvo de invasão nessa quarta-feira (06) – registrada em vídeo pelas câmeras de segurança do local. Hoje (07), o secretário de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos do município, Odin Neves, esteve no templo para oferecer o apoio necessário por parte da Prefeitura de Olinda.

Essa não foi a primeira vez que o terreiro de matriz africana e os seus membros são vítimas de violência. As ações tiveram início ainda em 2015. Na época, pessoas contrárias as celebrações tentavam impedir a realização das cerimônias, seja agredindo verbalmente os frequentadores ou o próprio sacerdote.

“Repudiamos todo crime de ódio e de racismo religioso e vamos combater esses atos de violência”, assegurou o secretário Odin Neves. “Vamos reagir para garantir a nossa liberdade de cultuar, vamos dar vez e voz para os nossos espaços”, disse o Pai Edson de Omolu.

O terreiro oferece, gratuitamente, reforço escolar para crianças, cursos de matemática e inglês, aulas de capoeira e oficinas de percussão. Mais de 50 crianças são atendidas pelo espaço. Atualmente as atividades estão suspensas devido à pandemia do covid-19. Nesse período, o terreiro já distribuiu mais 1.200 cestas básicas e firmou uma parceria privada, realizando a distribuição de 150 cartões de alimentação.

Foto: Divulgação

dez
25

Cremepe cobra do Estado ações eficazes no combate ao covid-19

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) fez uma cobrança pública ao Governo do Estado, na última terça-feira (22), ao lançar uma nota falando sobre a necessidade de mais restrições no combate ao covid-19. Na visão da instituição, as medidas adotadas pela administração estadual são insuficientes para conter o avanço da doença.

O Cremepe considera que ainda são ineficientes as medidas recentemente anunciadas pelo Governo do Estado de Pernambuco para o combate à contaminação do covid-19 e ressalta que é inadimissível o Estado ainda permitir o uso indiscriminado dos espaços públicos; a superlotação no transporte público, a falta de fiscalização adequada do uso obrigatório de máscaras e do distanciamento das pessoas e a superlotação de serviços públicos de saúde.

Também critica a permissão para reuniões, comemorações, festividades, bem como a frequência de bares e restaurantes, com elevado número de pessoas, propiciando as inevitáveis aglomerações e contaminações.

“No enfrentamento do Novo Coronavírus, não bastam apenas abertura de novos leitos de UTI e Enfermarias. Faz-se necessária uma abordagem baseada em um modelo que vise minimizar de forma efetiva a circulação do vírus até a plena imunização populacional”, critica e sugere a adoção imediata de medidas drásticas de enfrentamento, entre elas o ajustamento do plano de convivência com o Novo Coronavírus, para uma fase mais compatível com a expectativa do aumento de casos que se vislumbra.

dez
23

Milhares de olindenses sem exames e sem consultas médicas no Natal e Ano Novo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Tudo o que milhares de olindenses queriam de presente neste Natal de 2020, é que a gestão do prefeito Lupércio Carlos (Solidariedade) agendasse e liberasse a realização de diversos exames médicos e consultas com especialistas.

Tem gente esperando por uma endoscopia digestiva desde março de 2018. É quase o mesmo tempo dos que esperam por um ecocardiograma transtorácico ou uma ecocardiografia com doppler.

A fila é grande para quem necessita de consultas com cardiologista. Há marcações realizadas no início de outubro de 2019 e até esta data (23 de dezembro de 2020) aparecem como “situação pendente” no site de Consultas Exames da Prefeitura de Olinda. A fila de espera por um oftalmologista também pode demorar dois anos. Menor é a espera por um urologista: os pacientes aguardam a liberação da consulta desde antes do Carnaval-2020.

Nesse final de ano, os pedidos dos olindenses ao Papai Noel é para que melhore as condições de atendimento nos serviços de assistência à saúde no município – inclusive com o abastecimento das farmácias com medicamentos básicos e de uso contínuo. Ninguém merece ficar numa fila de espera por consulta ou exame durante três anos.

dez
10

Olinda está mais uma vez na mira da Polícia Federal, que executa hoje uma operação contra a corrupção

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , ,

A Polícia Federal (PF) desencadeou, hoje (10), a Operação Articulata contra corrupção. É o desdobramento de uma investigação sobre a irregularidade de contratos firmados por prefeituras no combate à pandemia do covid-19. O Tribunal Regional Federal da 5ª Região emitiu 11 mandados de busca e apreensão para endereços residenciais, sedes de empresas e um órgão público.

Os mandados foram para endereços localizados no Complexo de Salgadinho, em Olinda; nos bairros do Recife, Boa Viagem, Cordeiro e Graças, no Recife; nos municípios de Itapissuma, Camaragibe e Ipojuca, na Região Metropolitana; e Gravatá, no Agreste.

A investigação que resultou na operação desta quinta-feira (10) teve início a partir da análise dos materiais apreendidos na primeira fase da Operação Casa de Papel, que revelou possível participação de uma pessoa com prerrogativa de foro em um esquema de corrupção, favorecimento em licitações, entre outros crimes ali apurados.

O nome da operação foi inspirado no termo em latim do adjetivo articulado, em alusão ao papel de articulador supostamente exercido pela pessoa com prerrogativa de foro investigada, que não teve o nome e cargo divulgados.

Fonte: BlogdoMagno
dez
1

Sites das Casas Bahia, Império e Americanas praticam “black fraudes”

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

O Procon-PE realizou diversas pesquisas em sites de grandes lojas, no período que antecedeu e no dia da Black Friday, e constatou que três delas ofereciam preços mais altos, no dia da “promoção”, do que nas semanas anteriores. As irregularidades foram encontradas nos sites das Casas Bahia, Império e Americanas.

O órgão verificou os valores dos produtos em dias diferenciados: 19 e 20; 24, 25 e 26, e no dia da Black Friday (27). Foram pesquisados 64 produtos, entre eletrodomésticos e eletrônicos. A loja que apresentou mais irregularidades foi as Americanas: 16 produtos que antes da Black Friday os preços eram bem menores. Um exemplo é um notebook. No dia 19 ele custava R$ 1.888,65, no dia da Black Friday estava por R$ 2.999,00.

Também foi constatado que algumas lojas aumentam os valores dos produtos, dias antes da Black Friday. Na “data dos descontos”  retornaram para o preço original, oferecendo as mercadorias como “promoção”.

“Diante do que foi constatado, nós iremos tomar as medidas cabíveis contra essas empresas”, informou o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. Na sexta-feira (27) e ontem (30), o órgão não foi procurado por consumidores para relatar problemas, durante as compras.

Arte: OMelhordaBaixada

dez
1

Queixas contra a black friday aumentam 45% em 2020

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

Neste ano, o número de reclamações relacionadas à Black Friday cresceu. No comparativo com o mesmo período de 2019, a taxa subiu 45%.

Ao todo, foram 4.850 queixas entre às 12h da quarta-feira (25 de novembro) e às 6h da última sexta-feira (27). Os dados são do Reclame Aqui.

O Procon-PE, por exemplo, identificou irregularidades nos sites das Americanas, Casas Bahia e Império

 

nov
28

Polícia impede carreatas em favor do candidato do PSB em Paulista

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2020     Tags , ,

Em Paulista, a Polícia impediu, neste sábado (28), carreatas em prol do candidato a prefeito Francisco Padilha (PSB). Alguns vídeos  mostram a ação policial, que contou com a presença de fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), conforme relatado por uma fonte.

Ainda de acordo com informações repassadas, houve apreensão de veículos em Maranguape II. Ontem (27), na mesma localidade, um outro ato de campanha a favor do candidato socialista causou aglomerações e terminou com a chegada da Polícia Militar. Na ocasião, Padilha estava presente, conforme atestam vídeos obtidos pelo Blog do Magno.

Fonte: BlogdoMagno

nov
27

Yves denuncia pesquisas falsas para confundir os eleitores de Paulista

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2020     Tags , , ,

Uma das estratégias dos apoiadores do candidato à Prefeitura de Paulista pelo PSB, Francisco Padilha (PSB), é a utilização de notícias e pesquisas falsas nas redes sociais. Este tipo de armadilha é letal para a democracia e também um grande desrespeito aos cidadãos e eleitores.

Após apuração, equipes do candidato adversário, Yves Ribeiro (MDB), conseguiram identificar três pesquisas falsas (uma no primeiro turno e duas no segundo turno), que beneficiavam o candidato apoiado pelo prefeito Júnior Matuto (PSB), que já foi afastado duas vezes da Prefeitura, por corrupção. Os materiais falsos foram amplamente compartilhados e divulgados nas redes sociais.

No primeiro turno, a pesquisa falsa trazia o Instituto Cimpel como fonte para divulgação. Mas basta uma pesquisa rápida no Google para constatar que o instituto não existe. Uma empresa com o mesmo nome atua no ramo de peças automotivas. No corpo do conteúdo, o candidato Francisco Padilha (PSB) liderava as intenções de votos com 28%, seguido de Yves Ribeiro (MDB) com 23%.

No segundo turno, novamente o inexistente instituto Cimpel foi responsável por divulgar o candidato Francisco Padilha (PSB) à frente das intenções de votos com 47% e Yves Ribeiro (MDB) com 41%.

Na véspera da divulgação das pesquisas legítimas e registradas no TRE-PE encomendada pelo Instituto Opinião, feita para o Blog do Magno, e a pesquisa Exatta/Diário realizada pela empresa especializada em consultoria e gestão de informação, junto com o Diário de Pernambuco, o grupo de Padilha tenta enganar novamente as pessoas com a pesquisa falsa realizada pela “Expodata Pesquisa e Consultoria”, que mostra o candidato de Júnior Matuto (PSB) com 42% das intenções de voto e Yves Ribeiro (MDB) com 38%.

Basta uma simples busca no Google para verificar que tanto o Instituto Cimpel quanto a Expodata Pesquisa e Consultoria simplesmente não existem.

nov
27

Sindicato dos agentes comunitários pressiona associados para votar no candidato do PSB à Prefeitura do Recife

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2020     Tags , , ,

Um áudio obtido pelo Blog do Magno, ontem (26), evidencia que a diretoria do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do Estado de Pernambuco (Sindacs-PE) pressiona os trabalhadores a votarem no candidato a prefeito do Recife pelo PSB, João Campos. Uma mensagem de quase quatro minutos é atribuída à secretária de Comunicação do Sindacs-PE, Fábia Andrade, flagrada fazendo campanha ostensiva para o prefeiturável socialista, coagindo profissionais que atuam na atual gestão.

“O pessoal que está nos cargos, agentes de saúde e agentes de combate a endemias, pensa que o PT vai deixar vocês nos cargos? Quem tiver cargo, minha gente, vamos brigar”, diz a representante do Sindacs-PE em um grupo de WhatsApp. “A gente tem um cargo na gestão (de Geraldo Júlio)”, fala mais adiante.

Um dos trechos comprova que trata-se de uma diretora do Sindacs-PE. “A gente enquanto direção do sindicato sabe da realidade do que a gente passou na gestão do PT”, comenta. Em dado momento, volta a pressionar membros do grupo de WhatsApp: “A gente tem que ir arregaçar as mangas e ir à luta. Não é só tá aí, vendo o grupo, e (ficar) caladinho não. Não pensem que eles vão passar a mão… Está na hora da gente correr atrás do voto. É um a um. Eles estão aí por todo o lugar. Hoje mesmo, eu estava na feira da UR-1, corpo a corpo com a comunidade, mas a gente tem que reverter esse voto.”

Hoje, o Sindacs-PE é presidido por Graciliano Gama, nome ligado ao vereador reeleito do Recife, Luiz Eustáquio (PSB). Na última semana, houve um flagrante de distribuição de material apócrifo com conteúdo falso contra a candidata a prefeita do Recife Marília Arraes (PT), nas proximidades de uma igreja evangélica no bairro da Torre, Zona Norte da cidade. De acordo com a coligação Recife Cidade da Gente, liderada pela candidata petista, o carro utilizado para distribuir os panfletos teria sido alugado pelo parlamentar.

Fonte: BlogdoMagno

nov
24

Fake news do PSB de João Campos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

Circula, nas redes sociais, uma informação falsa que utilizou a logomarca da Folha de Pernambuco para propagar uma fake news sobre a pesquisa do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) em parceria com a Folha de Pernambuco, divulgada na edição de hoje (24).

A postagem inverídica informa que Marília Arraes (PT) estaria com 50,5% e João Campos, 49,5%. Na verdade, a petista, de acordo com o levantamento Folha/Ipespe, tem 54% das intenções de votos válidos (excluídos os brancos e nulos) e João Campos (PSB), 46%. A Folha/Ipespe também esclarece que tecnicamente o cálculo da margem de erro, para mais ou para menos, não é feito com base nos votos válidos.

A Folha reitera o seu compromisso com o equilíbrio editorial e a verdade dos fatos. Todo e qualquer conteúdo desta empresa de comunicação apenas pode ser encontrado no portal Folha de Pernambuco, Rádio Folha FM 96,7 e nas redes sociais do pool jornalístico.

nov
23

Uma semana com divulgação de pesquisas e muitas baixarias na sucessão do Recife entre PSB x PT

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2020     Tags , ,

Esta semana que antecede a eleição d segundo turno será quente, tensa e cheia de baixarias. De hoje (23) até o próximo sábado (28) o PSB fará de tudo para emporcalhar e destruir a imagem da adversária petista, Marília Arraes. O único medo dos pseudo socialistas sãp os resultados das pesquisas de intenção que vêm por ai.

Amanhã (24) sai pesquisa do Ipespe, que será publicada na Folha de Pernambuco. No sábado (28), teremos o resultado do levantamento do Datafolha, encomendado pela Rede Globo e Jornal do Commercio. Possivelmente, na quarta (25) ou quinta-feira (26), tem pesquisa do Ibope e Big Data.

As duas pesquisas divulgadas na semana passada (Ibope e Datafolha) colocam Marília Arraes com uma significativa dianteira na frente de João. Se você acha que a campanha tem muita baixaria, acredite: o pior ainda está por vir, nestes dias decisivos que antecedem o futuro do Recife. Não se assustem, mas essa guerrinha suja e torpe, é a arma preferida de alguns políticos e seus bajuladores.

nov
19

O vai e volta de Júnior Matuto na Prefeitura de Paulista

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , ,

O ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli concedeu uma liminar que autoriza a volta de Júnior Matuto à Prefeitura de Paulista. Em decisão proferida, ontem (18), o magistrado atendeu ao pedido de habeas corpus (nº 623.231/PE) impetrado pela defesa do gestor.

“A real possibilidade de o paciente permanecer afastado do cargo eletivo até o encerramento do mandato, sem que a ação de improbidade administrativa chegue ao seu final, importaria uma clara antecipação dos efeitos de um eventual juízo condenatório”, justificou Toffoli para “suspender as decisões do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), na parte em que determinou o afastamento cautelar do paciente”.

Júnior Matuto foi afastado de suas funções pela segunda vez em 22 de outubro, por uma determinação do TJPE, devido às operações Chorume e Locatário, ambas deflagradas pela Polícia Civil de Pernambuco, que investigam fraudes em contratos milionários da Prefeitura de Paulista com uma empresa de limpeza urbana e um esquema de dispensa de licitações para aluguel de prédios públicos.

Fonte: BlogdoMagno

nov
17

Mais uma morte de bebê e denúncia de violência obstétrica praticada no Hospital Tricentenário, em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

O sonho de ser mãe de Larissa Ferreira da Silva, 20 anos, foi bruscamente interrompido quando Lunna, sua primeira filha, morreu após um trabalho de parto de quase três dias e idas e vindas a hospitais em busca de um leito. Larissa registrou Boletim de Ocorrência (20E0116001845) acusando o Hospital Tricentenário, em Olinda, de negligência médica e violência obstétrica.

“Eu tive meu sonho de ser mãe frustrado por negligência médica“, disse Larissa. Segundo o laudo do hospital, ao qual a reportagem obteve acesso, a gestante foi submetida a parto cesáreo de urgência para realizar a “extração de feto feminino sem vitalidade”. O documento acrescenta que a bebê não respondeu às manobras de reanimação.

O Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado na Delegacia de Polícia de Rio Doce, em Olinda. Em nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou que segue investigando o caso. A ocorrência foi registrada na última quinta-feira (12), quatro dias após a morte da menina. O BO qualifica a ocorrência como negligência médica, sob responsabilidade do Hospital Tricentenário. Larissa, que ainda sente fortes dores, além do luto, ainda não prestou depoimento.

A via-crúcis de Larissa para ter sua filha começou quando ela passou a sentir fortes dores de contração, no último dia 06. Grávida de 40 semanas e três dias àquela altura, a jovem afirma que não queria procurar o Tricentenário, localizado perto da sua residência, por conhecer a “fama de matadouro“, em referência às denúncias recorrentes envolvendo o hospital.

Primeiro, Larissa foi até à Maternidade Professor Barros Lima, em Casa Amarela, na Zona Norte do Recife. “Lá o médico foi muito ignorante comigo, disse que as dores que eu estava sentindo não eram dores de contração e que a minha bolsa ainda estava íntegra, que eu estava com dois centímetros de dilatação e que eu podia ir para casa e aguardar o verdadeiro trabalho de parto”, contou.

Ao voltar para casa, as dores não paravam e Larissa não conseguia comer nem beber nada. Ela terminou procurando atendimento no Tricentenário pois “não tinha outra opção”. “Chegando lá, eu estava com quatro centímetros de dilatação, a bolsa estava íntegra, mas a médica me encaminhou para o [Hospital] Agamenon [no Recife] porque não tinha médico para realizar parto no dia”, acrescentou Larissa.

No Hospital Agamenon Magalhães, em Casa Amarela, na Zona Norte do Recife, Larissa conta que tomou remédio na veia para aliviar a dor. “A doutora disse que não eram dores de trabalho de parto, mas porque a criança encaixou. Aplicou a medicação e disse que a dor ia passar, mas não passou e eu cada vez mais fraca, não conseguia comer nada, tudo que botava para dentro vomitava e estava perdendo muito líquido, um líquido esverdeado”, continuou Larissa.

A jovem, então, voltou para a Barros Lima e relata ter sido atendida pelo mesmo médico: “Ele só falava e não escutava e disse para eu ir pra casa. Não ia me internar porque eu estava com quatro centímetros e sem dilatação. Disse que era para eu ir pra casa e aguardar o trabalho de parto em casa. Voltei para casa, não tinha o que fazer”.

Larissa retornou ao Tricentenário, onde finalmente foi internada por volta das 23h do dia 07 de novembro. Ela relata que passou a madrugada gritando e implorando para que alguém fosse vê-la por não aguentar as dores.

Sessão de tortura – “Quando foi a manhã do dia 08, que trocou o plantão, veio outra equipe. Não escutaram mais o coração, ficaram chamando outros para ficarem tentando, para ver se alguém escutava o coração. Só depois de meia hora me levaram para fazer uma cirurgia de urgência porque não estavam mais escutando o coração”, acrescenta a jovem.

Em seguida, Larissa conta ter passado por uma “sessão de tortura”. Ela diz que teve os braços amarrados, enquanto a equipe médica afirmava ser este um procedimento normal para cesariana. “Eu não escutei a bebê chorar e todo mundo saiu da sala, me deixaram sozinha mais ou menos meia hora. Depois veio uma enfermeira, desamarrou meus braços e perguntei sobre minha filha e ela disse que depois a pediatra ia conversar comigo”.

A jovem foi levada para o corredor, onde recebeu a filha já morta. “O hospital e as enfermeiras não deram nenhum esclarecimento, só disseram que a bebê já saiu da barriga sem vida e não falaram mais nada. Não prometeram dar nenhum apoio”.

A advogada Flávia Andrade, que representa a jovem, espera que sejam tomadas providências em relação ao hospital. “Apesar de ser advogada, antes de tudo sou mulher, mãe, humana e hoje me encontro diante dessa situação, que é uma tragédia anunciada. O que espero é que o hospital seja interditado ou mude toda a equipe ou mude essa regra de parto normal a qualquer custo”, disse.

O caso será denunciado ao Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) e ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE). A reportagem tentou contato com o Cremepe, entidade que representa os médicos no Estado, mas, até a publicação deste texto, não houve retorno.

Fonte/Foto: Folhape

nov
17

Tricentenário informa que irá apurar denúncia de violência obstétrica

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Em nota enviada à reportagem, sobre denúncia de violência obstétrica, o Hospital Tricentenário, em Olinda, afirmou que direcionou o caso para a Comissão de Ética Médica, que irá apurar os fatos para que a unidade de saúde tome as medidas cabíveis.

“O hospital esclarece que no decorrer do trabalho de parto da gestante foi evidenciado líquido amniótico meconizado, sendo indicado um parto cesáreo, com RN sem vitalidade”, diz a nota.

“Foram realizadas manobras de ressuscitação, sem sucesso. Como solicitado, a paciente recebeu uma cópia do seu prontuário via e-mail”, conclui o hospital.

nov
11

TSE reconhece inelegibilidade de Lupércio, que concorre subjudice

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Hoje (11), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reconheceu a natureza de contas públicas do prefeito e candidato à reeleição Professor Lupércio (Solidariedade), tornando-o inelegível.

A ação, movida por Jorge Federal (PSL), presidente da Câmara e também candidato à Prefeitura de Olinda, retorna para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), onde terá seu desfecho.

Em consequência do julgamento, o Professor Lupércio concorre às eleições subjudice, invalidando os votos na legenda 77.

“Por essas razões, conheço do recurso especial interposto por Jorge Salustiano de Sousa Moura, por ofensa ao art. 1º, inciso I, alínea g, da LC 64/90, e, nos termos do art. 36, § 7º, do Regimento Interno do Tribunal Superior Eleitoral, dou-lhe parcial provimento, a fim de que, afastado o fundamento atinente à ausência de decisão do órgão competente, prossiga o Tribunal Regional Eleitoral na análise dos demais requisitos exigidos para a configuração da referida causa de inelegibilidade”, diz um trecho da decisão assinada pelo ministro Sérgio Silveira Banhos.

Fonte: BlogdoMagno

nov
10

Coligação PDT-PSOL vai à Justiça e denuncia falsa pesquisa em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

A coligação “Olinda para a gente acreditar” (PDT e PSOL), do candidato Guto Santa Cruz, protocolou, ontem (09), representação criminal junto à Justiça Eleitoral da 100ª Zona Eleitoral denunciando pesquisa eleitoral fraudulenta. Os eleitores da cidade estão recebendo ligações sem que haja qualquer registro de pesquisa no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De posse de áudio gravado da suposta pesquisa e do número do telefone que está realizando as ligações para os eleitores da cidade, a coligação entrou na Justiça com processo embasado na resolução 23.600 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que discorre sobre a divulgação de pesquisa sem o prévio registro das informações, o que sujeita multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00 além de detenção de seis meses a um ano para os responsáveis.

O documento do TSE impõe ainda que as entidades e as empresas que realizam pesquisas de opinião pública relativas às eleições ou aos candidatos são obrigadas a registrar cada pesquisa no Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle), até cinco dias antes da divulgação dos resultados. A ausência do registro constitui crime eleitoral, uma vez que a conduta delituosa pode macular a isonomia e lisura do pleito, manipulando a opinião e a livre escolha do eleitorado.

Para Guto Santa Cruz, a pesquisa eleitoral falsa ou sem registro traz grande prejuízo para a sociedade. “Nossa preocupação é com a lisura do processo. É preciso ter muito cuidado com as pesquisas de opinião que não seguem as orientações dos órgãos responsáveis, pois elas não são baseadas em metodologias científicas e não garantem ou refletem a verdadeira vontade do eleitor, podendo, inclusive, influenciá-lo para prejudicar o processo democrático”, justifica o candidato.

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: