Navegando todos os artigos com a tag Denúncias
fev
22

Instituição para idosos é notificada por irregularidades em Abreu e Lima

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

Uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) situada em Abreu e Lima, distante 14 quilômetros de Olinda, foi alvo de uma notificação multidisciplinar. A unidade foi autuada por apresentar irregularidades que colocam em risco a saúde, a segurança e os direitos humanos dos 19 idosos que residem no local. A intervenção foi uma ação do Centro Integrado de Atenção e Prevenção a Violência Contra a Pessoa Idosa (Ciappi), Procon-PE, Promotoria de Justiça de Abreu e Lima e a Vigilância Sanitária municipal.

Entre as irregularidades encontradas na instituição, há questões de direito do consumidor, negligência com os idosos e problemas de infraestrutura. Mesmo sendo registrada como de caráter filantrópico, a unidade cobra pagamento mensal dos idosos. Dos 19 residentes, apenas 11 têm contratos de prestação de serviço.

Foram encontrados documentos com informações incompletas e divergência nos valores cobrados, que variam entre R$ 937,00 e R$ 1.500,00 sem que haja serviços adicionais que justifiquem a diferença. Foram verificados, ainda, problemas com acessibilidade, uma vez que a instituição não está situada em área urbana e não dispõe de veículo fixo e exclusivo para atender casos de urgência.

As equipes técnicas também identificaram um residente de 54 anos e que também apresenta sinais de patologia psiquiátrica, o que contraria duplamente a legislação, já que a faixa etária não é considerada idosa, e esse fato, aliado à condição de saúde, impediria a sua presença da instituição dentro da legalidade. Durante a ação, a unidade também foi notificada por não oferecer acompanhamento médico e nutricional para os idosos e por armazenar alimentos vencidos. Um dos idosos tinha um grave quadro de ferimentos na pele devido à escabiose (sarna), doença contagiosa presente em mais de um residente.

O Ciappi presta apoio psicossocial e jurídico, e está preparado para receber denúncias de violação dos direitos da pessoa idosa, encaminhando-as para as entidades e órgãos responsáveis. Mais informações podem ser obtidas através do telefone ‪81. 3182.7649.

Fonte: Folhape

fev
17

Pedida a saída de Michele Collins da Comissão de Direitos Humanos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

Depois da polêmica envolvendo a vereadora do Recife, Michele Collins (PP), comunidades tradicionais realizaram, nessa sexta-feira (16), ‘Xirê para a rainha do mar’, em ato de desagravo como resposta a uma publicação feita pela parlamentar numa rede social. “Estamos fazendo um xirê de repúdio a esse comportamento inaceitável”, explicou Marcos Pereira, um dos organizadores. O ato contra a intolerância religiosa foi realizado no Memorial Águas de Iemanjá, no Pina, Zona Sul do Recife.

No início do mês, a Igreja Família 61 realizou, na orla de Boa Viagem, o evento religioso, chamado de “uma noite de interseção no Recife”. A vereadora, que é presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal, utilizou as redes sociais para divulgar o ato e, na sua publicação, ela escreveu que o grupo estaria “clamando e quebrando toda a maldição de Iemanjá”.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) abriu inquérito civil para apurar a denúncia de intolerância religiosa, a portaria foi publicada no Diário Oficial do último sábado (10) e é assinada pelo 7º promotor de Justiça de Defesa da Cidadania, Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Westey Conde. Representações de comunidades de terreiro também foram notificadas e devem depor no dia 21 de fevereiro.

As comunidades de matriz africana também vão pedir uma medida disciplinar na Câmara de Vereadores do Recife. Elas querem que a vereadora seja deposta da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Vereadores e vão processá-la por injúria e preconceito religioso.

Fonte/Foto: Folhape

fev
15

MPPE instaura inquérito para apurar denúncias contra Michele Collins

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

A polêmica envolvendo a vereadora do Recife Michele Collins (PP) e declarações consideradas ofensivas contra Iemanjá ganhou um novo capítulo. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) decidiu instaurar um inquérito civil, “tendo por objeto a apuração dos fatos e circunstâncias e conforme o caso, a adoção das medidas legais cabíveis, em virtude da possível violação do direito humano à liberdade religiosa das comunidades de terreiro, perpetrada pela missionária, no evento intitulado ‘Seminário de Intercessão em Recife'”. 

A portaria nº 001/2018 foi publicada no Diário Oficial no último sábado (10). O texto é assinado pelo 7º promotor de Justiça de Defesa da Cidadania, Promoção e Defesa dos Direitos Humanos Westey Conde. O promotor determina que a vereadora seja notificada a comparecer a fim de prestar esclarecimentos, além de notificar representantes da Igreja Família 61, a comunidade do Terreiro Ilé Àse Òrìsànlá Tàlábí, representações de comunidades de terreiro em Pernambuco, entre outros. 

No início deste mês, a vereadora comemorou a realização de uma “noite de intercessão no Recife”, na orla de Boa Viagem, que contou com orações “clamando e quebrando toda maldição de Iemanjá“. A publicação foi feita nas redes sociais (foto) e apagadas em seguida.

A comunidade do terreiro Axé Talabi emitiu uma nota de repúdio, afirmando que a parlamentar utilizou a sua página na rede social para propagar ódio.

Também foi protocolado, por dois advogados, na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal, uma representação a respeito da mesma publicação.

Fonte: Folhape

fev
13

Prefeitura interdita camarote Vulcan House, no Bonfim

A Vulcan House, localizada na Rua do Bonfim, 103, no Carmo (Olinda), foi interditada na manhã desta terça-feira (13) de Carnaval, pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente Urbano e Natural. O imóvel estava funcionando como um espaço open bar, com atrações musicais, porém sem autorização.

No último domingo (11), os responsáveis pelo local foram notificados pela Prefeitura de Olinda, mas acabaram reabrindo. A interdição de hoje (13) foi apoiada pela Guarda Municipal e por soldados da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE).

Além da interdição, foi aplicada multa aos responsáveis, no valor de R$ 100 mil pelo descumprimento à Lei do Carnaval (Lei Municipal 5.306/2001, editada em 2015) que proíbe casas camarotes. A Vulcan House não tinha autorização de localização e funcionamento por tempo determinado e estava realizando festas com atrações musicais, gerando poluição sonora. A organização do local informou que o espaço estava funcionado desde sábado (10) e que irá recorrer da interdição na Justiça.

Fonte: DP

fev
12

Michele Collins é vaiada no Encontro dos Afoxés, no Pátio do Terço

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

As manifestações e protestos contra a postura considerada intolerante da vereadora Michele Collins (PP) seguem ganhando voz durante este Carnaval. Na noite desse domingo (11), as vaias direcionadas para a política vieram do Encontro dos Afoxés, no Pátio do Terço, área central do Recife.

A polêmica teve início após uma postagem feita por ela no Facebook no último domingo (04), quando divulgou um evento evangélico que acontecia na orla de Boa Viagem, para, segundo ela, clamar e quebrar “toda maldição de Iemanjá lançada contra nossa terra”.

O presidente do Afoxé Omô Nilê Ogunjá, Dario Junior (foto), fez uma breve pausa na apresentação do grupo e pediu união e mais respeito com os negros e povos de terreiros. “O país está completamente corrompido pelo racismo e pela intolerância religiosa. A esperança que nos resta está em nosso povo. A Câmara dos Vereadores já têm quase 70% de políticos evangélicos. Infelizmente tivemos um pronunciamento infeliz de uma vereadora que integra a Comissão de Direitos Humanos. Já está na hora dela sentir quem é o povo negro da atualidade. Estamos organizados e precisamos nos organizar mais ainda”, afirmou o representante do afoxé.

Após a postagem, Michele Collins se retratou, por meio de nota, e pediu desculpas aos representantes de religiões de matrizes africanas. Mas, os advogados Pedro Josephi e Danielle Portela, ambos do PSOL, protocolaram, na última quinta-feira (08), uma representação contra a vereadora na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara do Recife. O documento apresentado à Casa José Mariano diz que ela cometeu crimes contra o sentimento religioso (art. 208 do Código Penal), de injúria (art.  140, § 3º do Código Penal) e de intolerância religiosa (previsto nos arts. 1º e 20 da Lei 7.716/89).

Para a cantora, mãe de santo e negra, “Mãe Andréa de Oyá” salienta que ainda é muito difícil conviver com preconceitos expostos, como os dos evangélicos, principalmente nas comunidades. “A gente coloca nossas vestes e nos olham tortos, nos chamando de macumbeiros. É um constrangimento e para combater isso, só com orgulho do que somos”, explicou.

Fonte/Foto: LeiaJá

fev
8

Advogados entram com representação contra Michele Collins na Câmara

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

A vereadora do Recife Michele Collins (PP) poderá responder na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal a uma representação a respeito de publicação postada no Facebook em que comemorou a realização de uma “noite de intercessão no Recife”, na orla de Boa Viagem.

O texto foi protocolado nesta quinta-feira (08) pelos advogados Danielle Portela e Pedro Josephi e, segundo os dois, se dá em face do discurso da vereadora que convocou a população a orar para “quebrar toda maldição de Iemanjá (foto2) lançada contra nossa terra em nome de Jesus”.

No documento, os advogados afirmam que Michele Collins cometeu crimes contra o sentimento religioso (art. 208 do Código Penal), de injúria (art. 140, § 3º do Código Penal) e de intolerância religiosa (previsto nos arts. 1º e 20 da Lei 7.716/89).

Os advogados argumentam que o país é laico e tem como compromisso constitucional o combate ao racismo e à intolerância e que, além disso, a vereadora, por ser presidente da Comissão de Direitos Humanos da Casa, deveria promover ações, atos e manifestações que endossem o respeito à diversidade e à pluralidade da sociedade.

A Comissão de Ética da Câmara tem sete dias para analisar e decidir pela abertura do Procedimento Disciplinar contra a vereadora. Os requerentes solicitaram ainda expedição de cópia ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para que averigue a prática dos crimes citados.

“A iniciativa de representar contra Michele Collins é um grito de respeito e contra o preconceito, em especial, que atinge as religiões de matriz africana. Se a Câmara ficar em silêncio, passará uma imagem de complacência com atitudes e ações de intolerância como estas”, afirmam os advogados.

Fonte/Foto: Folhape

fev
6

Bar do Leão apodera-se de calçada e agora ocupa um trecho da rua

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Depois da publicação, na manhã desta terça-feira (06), de uma denúncia sobre a privatização de um trecho da Avenida Joaquim Nabuco, nas imediações do Guadalupe (Olinda), o Blog OLINDA HOJE recebeu inúmeras reclamações de espaços públicos ocupados irregularmente ou indevidamente. Na Travessa Armindo Moura, menos de 500 metros do Bazar Artístico Julião (já denunciado), o proprietário do “Bar do Leão” também colocou cones (foto) para proibir estacionamento de carros, motos ou bicicletas em frente do estabelecimento.

A Travessa Armindo Moura é uma via estreita e pequena, que liga a rodovia PE-15 à Avenida Joaquim Nabuco, nas imediações da PanThais – antiga Padaria Aliada. A Travessa fica logo após o muro do supermercado Atacadão).

“Primeiro ele privatizou a calçada, colocou um alpendre, cercou e fechou com madeira. Foi denunciado, mas a Prefeitura de Olinda não tomou providências. Agora ele está ocupando a rua, para colocar mesas e cadeiras do bar”, queixa-se DTAC, que reside nas proximidades.

Resta saber se a Prefeitura vai adotar alguma providência ou vai simplesmente ignorar o problema.

fev
6

Comerciante “privatiza” trecho da Avenida Joaquim Nabuco

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Como se já não bastasse as calçadas ocupadas, o proprietário do Bazar Artístico Julião, na Avenida Joaquim Nabuco (próximo à PanThais – antiga Padaria Aliada), no Guadalupe (Olinda), interditou um trecho da via em frente ao estabelecimento para a exposição do seus produtos.

A interdição do trecho (no sentido Varadouro – Ouro Preto) é permanente e ocorre de domingo a domingo, das 7h às 19h, segundo denúncias de transeuntes e de motoristas que passam pelo local.

O trânsito na área, que não é dos melhores, fica ainda mais complicado. Mas o comerciante não está nem aí para o caos. Ele tem certeza de que aquele trecho da avenida é dele e pronto! E nem a Prefeitura de Olinda toma!

A quem cabe a fiscalização e advertência ao comerciante, sobre a irregularidade e abuso? Da Secretaria de Serviços Públicos ou da Secretaria de Transporte e Trânsito (interdição da via)?

fev
5

Faltam médicos no posto de saúde de Jardim Brasil II

Os moradores do bairro de Jardim Brasil II, em Olinda, denunciam a falta de médicos no posto de saúde da localidade. 

Existe apenas uma profissional de medicina, que atende as demandas da equipe 01 do PSF. A população atendida pela equipe 02 do PSF fica descoberta, sem assistência e sem atendimento.

Inúmeras reclamações já foram feitas. A prefeitura tem conhecimento do problema, mas até o momento não adotou nenhuma providência. Com a palavra, o prefeito Lupércio Carlos.

Fonte/Foto: JSC.

fev
5

Denúncia de construção irregular e invasão de rua no Alto da Conquista

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Morador do Alto da Conquista, no bairro de Águas Compridas, em Olinda, denunciou ao jornal Sem Censura a invasão de um terreno e a construção irregular de um imóvel ao lado do Cemitério Jardim Metropolitano.

O pior, segundo o denunciante (que pediu o anonimato, com medo de sofrer algum tipo de represália por parte do dono da obra) é o avanço da construção para o meio da rua (foto). “Ele avançou pela rua, estreitando a mesma. Agora, nem uma carroça passa”, queixou-se.

O morador quer a intervenção imediata da Prefeitura de Olinda, para fazer suspender a obra e respeitar os limites legais da rua.

Foto: Divulgação.

fev
4

Atendimento suspenso no SPA de Peixinhos neste final de semana

Moradora do bairro dos Peixinhos, em Olinda, Sônia Almeida denunciou ontem (03) a falta de atendimento no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do bairro, que funciona na esquina da Avenida Presidente Kennedy com a Avenida Antônio da Costa Azevedo.

Por volta das 7h30, ela se dirigiu ao local em busca de assistência, porque estava com febre alta e a garganta inflamada. Recebeu de uma atendente a informação de que o SPA-Peixinhos só estava recebendo casos de urgência e emergência, “vítimas de tiros ou facadas”.

“Não é toda hora que chegam esses tipos de ocorrência. Então, o que fazem os médicos nesses períodos que não há essas ocorrências?”, questiona Sônia Almeida.

Assim como ela, dezenas de olindenses deixaram de ser atendidos ontem (03) no SPA-Peixinhos. Resta saber de quem partiu a ordem para suspender o atendimento à população no final de semana: do secretário de Saúde de Olinda, ou do dirigente do SPA?

Fonte/Foto: JSC.

jan
26

Troça “Eu Acho é Caro” protesta contra aumento das passagens de ônibus

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

 
Fazendo uma alusão à troça carnavalesca “Eu Acho é Pouco”, os usuários do transporte coletivo da Região Metropolitana do Recife (RMR) criaram a troça “Eu Acho é Caro”. O objetivo: protestar contra o aumento das passagens dos ônibus que está prestes a ser anunciado pelo Governo.

Nesta sexta-feira (26) a troça fez uma “prévia”, com o “Ônibus do Carnaval” percorrendo a Zona Norte e Zona Sul do Recife e convidando a população a subir no coletivo e fazer o percurso com tarifa zero – ‘sem pagar passagem’. O coletivo passou pelos pontos tradicionais do transporte público, durante todo o dia, das 8h às 18h.

No ônibus, orquestra de frevo, estandartes e passistas.  Os organizadores do “Eu Acho é Caro” também procuraram mostrar aos usuários que embarcaram no “Ônibus do Carnaval” que a tarifa zero é uma alternativa possível no transporte público da RMR.

Foto: LeiaJá

jan
25

Procon-PE multa 11 escolas por descumprir lista de material escolar

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Serviços     Tags , , ,

O Procon-PE vem recebendo inúmeras denúncias de pais e responsáveis de que diversas escolas estão descumprindo a “nota técnica” elaborada pelo órgão estadual, onde há a lista do que pode e não pode ser pedido na lista de material escolar.

Mais de 50 escolas foram fiscalizadas e 11 autuadas por descumprimento – nenhuma delas de Olinda. A multa vai de acordo com o porte da instituição de ensino e pode variar entre R$ 1.050,00 e R$ 7,6 milhões.

Entre as proibições está a cobrança da resma de papel. Esse material deve estar contemplado no custo da prestação do serviço educacional. A “nota técnica” também informa que a entrega do material escolar pode acontecer de forma fracionada, de acordo com a utilização em sala de aula, e não somente de uma única vez, no início do ano letivo.

As escolas multadas são as seguintes:

  • – Instituto Educacional Thailany – Nova Descoberta – Recife
  • – Escola Futuro Cidadão- UR5 – Ibura – Recife
  • – Instituto Evangélico Renascer – Brejo de Beberibe – Recife
  • – Colégio e Curso Desafio – Iputinga – Recife
  • – Escola Sabor da Infância – Nova Descoberta – Recife
  • – Centro Educacional Nova Dimensão – Paudalho
  • – Instituto Educacional Crescer – Mustardinha – Recife
  • – Instituto Educacional Nossa Senhora do Carmo – Jardim São Paulo – Recife
  • – Escola Interagir – Várzea – Recife
  • – Escola Essência do Saber – Moreno
  • – Educandário Nossa Senhora da Conceição – Vila Tamandaré – Recife.
jan
24

Prefeitura de Olinda vai investigar uso de falsos atestados médicos

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

A Prefeitura de Olinda vai investigar as denúncias doe uso de falsos atestados médicos utilizados por professores da rede municipal de ensino para se afastarem irregularmente das salas de aula.

De acordo com a nota enviada ao blog Observatório de Olinda, o levantamento utilizará a frequência do mês de dezembro de 2017 para cruzar informações e identificar a fraude

“A respeito de atestados médicos, a Diretoria de Recursos Humanos da Secretaria de Educação de Olinda informa que está realizando um levantamento dos professores que se encontram afastados por licenças médicas, tendo como referencial as frequências do mês de dezembro, enviadas pelos diretores das unidades de ensino”, diz a nota.

Fonte: Observatório de Olinda

jan
10

#NãoValeTudo nas eleições de 2018

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , , ,

Sob o mote #NãoValeTudo, 28 organizações e movimentos da sociedade civil assinaram carta-manifesto que propõe um grande pacto nacional pelo uso ético da tecnologia por partidos, campanhas e candidatos nas eleições de 2018.

“As tecnologias podem ser utilizadas de diferentes maneiras. Ao mesmo tempo que podem fazer com que nossas conexões e possibilidades se ampliem, percebemos que determinados usos podem prejudicar a nossa capacidade de nos informar, debater e exercer a nossa cidadania. São usos antiéticos e desonestos que manipulam o debate, desinformam o público e causam desequilíbrios e ruído no debate político democrático”, afirma em trecho do documento.

Para evitar esses problemas, a iniciativa propõe:

  • – A não-tolerância da produção e disseminação de notícias falsas (Fake News);
  • – A transparência no uso de tecnologias para fins eleitorais, como robôs (perfis não humanos) na internet;
  • – A defesa da liberdade de expressão e crítica dos cidadãos, desde que responsabilizados por suas falas;
  • – Transparência sobre o uso e as fontes de dados pessoais dos cidadãos;
  • – Proibição do roubo ou compra de dados pessoais dos cidadãos por meio de terceiros.

Os signatários buscam construir um grande pacto nacional pelo uso ético das tecnologias no contexto eleitoral, buscando a adesão de partidos e candidatos aos princípios estabelecidos na carta. Também buscam articular os diversos atores envolvidos no processo eleitoral, como o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), empresas de tecnologia, organizações e movimentos da sociedade civil, para garantir de que sejam aplicadas as regras já existentes para controlar a forma como os partidos e candidatos utilizam a internet, e que sejam construídas propostas e ações concretas para banir as práticas antiéticas e desonestas nas eleições de 2018.

jan
9

Lula será julgado dia 24 de janeiro, pela 8ª turma do TRF-4

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , , ,

Faltam 15 dias para o julgamento do ex-presidente Lula (PT) na segunda instância do Tribunal Regional Federal (TRF-4) da 4ª Região da Justiça Federal. Lula já foi condenado pelo juiz Sérgio Moro (responsável pelos casos da Lava Jato na primeira instância) a 9,5 anos de prisão, acusado de ocultação da propriedade de uma cobertura triplex no Guarujá (SP), recebido como propina da empreiteira OAS, em troca de favores na Petrobras.

No próximo dia 24 de janeiro, os três desembargadores da 8ª turma do TRF-4 darão o veredicto sobre o processo, que pode inviabilizar os planos de Lula, que pensa em se candidatar à Presidência da República este ano.

Mas, como no Brasil sempre existe sempre “mais um jeitinho” e mais uma chance, se for mesmo condenado, o ex-presidente ainda poderá levar o processo para outras instâncias e manter a candidatura até todos os recursos serem esgotados.

 
 
dez
27

Mais da metade dos brasileiros não acredita na prisão de Lula

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , , ,

A coluna “Radar” da revista “Veja” desta semana, traz a informação de que 50,8% dos brasileiros acreditam que o ex-presidente Lula (PT) será condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (Porto Alegre-RS), mas 56,6% não acreditam que ele irá para a cadeia.

O levantamento foi feito pelo Instituto Paraná Pesquisas que tem sua sede em Curitiba (PR), onde mora e trabalha o juiz Sérgio Moro, que condenou o petista Lula a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

De acordo ainda com a pesquisa, apenas 35,8% dos brasileiros acreditam que o ex-presidente irá para a cadeia em caso de condenação. Por outro lado, 39,8% acreditam que nada acontecerá com o petista e que ele será absolvido das acusações.

dez
24

Estado nega antecipação de salários

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags ,

O Governo do Estado emitiu uma nota desmentindo a informação sobre a antecipação do pagamento dos salários de dezembro para a próxima sexta-feira, dia 29. O boato vem sendo compartilhado por WhatsApp em grupos de servidores. Estão compartilhado um texto enviado pela Secretaria de Imprensa no dia 21 de dezembro de 2015. 

No comunicado oficial, a Secretaria de Administração (SAD) informa que a data oficial do pagamento dos proventos dos servidores é divulgada exclusivamente por meio dos sites e e-mails institucionais do Governo do Estado e no Diário Oficial do Estado (DOE) e pediu que os servidores não deem credibilidade a boatos e posts não-oficiais que chegam às redes sociais.

dez
23

Petista José Dirceu se aposenta pela Câmara com proventos de R$ 9,6 mil

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

O ex-deputado petista José Dirceu (PT), condenado pela Operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, é o mais novo aposentado pela Câmara Federal. Por meio do Diário Oficial da Casa, o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) autorizou a concessão da aposentadoria do ex-ministro da Casa Civil, proporcional ao tempo de contribuição para o Instituto de Previdência do Congresso (IPC).

A partir de agora, ele terá direito a receber, mensalmente, R$ 9.646,00. Para efeito de cálculo da aposentadoria, os técnicos da Câmara Federal consideraram os 11 anos em que ele passou fora do Brasil como perseguido político, o tempo de contribuição para o INSS e para a previdência da Assembleia Legislativa de São Paulo, de onde foi funcionário.

Foto: Dida Sampaio/Estadão

dez
21

Professores do Cemo fazem novas denúncias em carta aberta

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

Na última segunda-feira (18), os professores do Centro de Educação Musical de Olinda (Cemo) realizaram nova denúncia contra a gestão do Professor Lupércio (Solidariedade). Em carta pública veiculada em uma página do Facebook, os docentes afirmaram que não possuem comunicação com o prefeito, que insiste em não recebê-los e nomeia gestores à revelia dos mesmos. Eles reivindicam eleições diretas para os cargos da direção e da coordenação da escola, em conformidade com as demais unidades da rede pública escolar da cidade.

No texto os professores afirmam que solicitações de reuniões com o prefeito para discutir a situação do Cemo foram ignoradas. Atualmente, o cargo de coordenador da escola permanece vago e o cargo de direção está, interinamente, ocupado por uma pessoa sem formação na área.

“Contrariando todas as expectativas positivas de termos um prefeito que também é ‘professor’, o prefeito Professor Lupércio se mantém irredutível em iniciar um diálogo com os professores do Cemo, em uma postura incompatível com o Estado Democrático de Direito em que vivemos”, diz o texto.

Ao afirmarem que terminaram o ano letivo de 2017 de luto, eles enumeram situações de assédio moral: “fomos ameaçados de transferência, coagidos em nosso próprio ambiente de trabalho, caluniados, difamados e até ameaçados de morte”, diz a carta.

Sobre as matrículas, o texto revela que estão sendo preparadas por pessoas “que não conhecem realmente as peculiaridades da matrícula do Cemo, comprometendo mais uma vez a qualidade do ensino de uma escola que é referência no ensino de Música em Pernambuco”.

Audiência – No dia 21 de fevereiro de 2018, às 15h, será realizada uma nova audiência pública, no Ministério Público de Olinda, para discussão da situação do Cemo. Durante este ano, a partir das reivindicações e protestos dos professores, o antigo diretor da escola, Flávio Cassimiro, que forjou um diploma falso de graduação em Música pela UFPE, e seu coordenador pedagógico, Jonatas Ferreira, foram exonerados dos seus respectivos cargos.

Redes Sociais:

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: