Navegando todos os artigos com a tag Denúncias
dez
9

Suspensa desde ontem a comercialização de 31 planos de saúde

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Saúde     Tags ,

Começou a vigorar ontem (08), a suspensão da comercialização de 31 planos de saúde de 10 operadoras. A determinação é da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), tendo por base reclamações relativas à cobertura assistencial recebidas no terceiro trimestre de 2017. Entre as principais queixas apresentadas pelos usuários estão a demora no atendimento e as negativas apresentadas pelas empresas.

A ANS informou que os 167,7 mil beneficiários desses planos suspensos estão protegidos e continuarão sendo assistidos regularmente. De acordo com a agência, os planos só poderão voltar a ser comercializados para novos clientes caso seja comprovada a melhoria do atendimento. 

A agência recebeu 15.912 reclamações de natureza assistencial entre o dia 1° de julho e 30 de setembro. Desse total, 14.138 queixas foram encaminhadas para análise. No período, 92% das reclamações foram resolvidas pela mediação feita pela ANS via Notificação de Intermediação Preliminar, uma solução que é mais rápida para superar o problema. Os casos não resolvidos viram processos contra as operadoras, podendo ser contabilizados para a suspensão da comercialização.

A suspensão está prevista pelo Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, com o objetivo de garantir atendimento de qualidade aos beneficiários. A ANS monitora as reclamações feitas pelos usuários e a cada três meses identifica as operadoras e planos com maior número de reclamações assistenciais, levando em conta também o número de beneficiários e a segmentação assistencial.

dez
9

Procon-PE notifica distribuidores de gás

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Serviços     Tags , ,

botijõesO Procon-PE notificou as distribuidoras de gás GLP (gás de cozinha) do Estado. As notificações aconteceram após o órgão de defesa do consumidor perceber que nos últimos meses foram repassados à população aumentos expressivos nos preços dos botijões, além da ocorrência de explosões.

As distribuidoras notificadas foram a Butano, Minasgás, Copagaz e Liquigás. Elas terão que apresentar ao Procon-PE, no prazo de 48 horas, a relação de revendedores autorizados; a regularidade fiscal e as certificações ambiental e do Corpo de Bombeiros das revendedoras.

Deverão, também, esclarecer se as distribuidoras exercem algum controle sobre o preço final praticado pelos revendedores e a apresentação dos percentuais e periodicidade de reajustes sobre o preço de gás de cozinha aplicados nos últimos 60 dias.

Caso as empresas não apresentem as informações poderá ser instaurada Investigação Preliminar, cujo desdobramento poderá implicar em abertura de Processo Administrativo, culminando em penalidades administrativas previstas no Código de Defesa do Consumidor (CDC). 

dez
8

TCE-PE identifica 1.547 obras paralisadas em Pernambuco

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags ,

O Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) apresentou, na manhã dessa quinta-feira (07), durante coletiva de imprensa, o resultado de um estudo acerca de obras públicas no âmbito estadual e municipal. O órgão identificou 1.547 obras paralisadas ou com indícios de paralisação em 154 prefeituras e Executivo estadual, cujo valor alcança R$ 6,2 bilhões. Deste montante, R$ 1,9 bilhão já foi pago.

O estudo se refere ao ano de 2016, mas o levantamento é feito, anualmente, desde 2014. Desde então, o aumento de obras paralisadas foi de 749%. 

No que diz respeito ao Governo do Estado, o Tribunal de Contas apontou que há 245 obras paralisadas. Já no Recife, o número é de 68. 

“A maior causa dessas paralisações é falta de planejamento. Muitas vezes o gestor começa a obra às pressas para garantir os recursos e, no decorrer da execução, esbarra em equívocos de planejamento que implicam a paralisação”, afirmou o auditor responsável pelo levantamento, Pedro Teixeira.

Segundo Teixeira, a ideia do estudo é garantir o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal. “Nós queremos que o status da obra mude, garantir a celeridade e entrega”.

Entre as obras citadas pelo TCE-PE que são estaduais, algumas se destacam:
*Corredor Leste-Oeste – R$ 168 milhões
*Ramal da Cidade da Copa – R$ 163 milhões
*Dragagem do canal de acesso ao Porto de Suape – R$ 279 milhões
*Corredor Norte-Sul – R$ 187 milhões

No Recife, entre as obras citadas estão:
*Ponte do Monteiro – R$ 53,4 milhões
*Geraldão – R$ 43 milhões

As obras contratadas pelo Governo do Estado somam R$ 3,9 bilhões e R$ 1,028 bilhão pago. No Recife, o valor das intervenções é de R$ 1,01 bilhão, dos quais foram pagos R$ 362 milhões.

Outro lado – Por meio de nota, o Governo do Estado afirmou que tem feito todos os esforços para concluir as obras em andamento, apesar da crise econômica nacional. Também informa que prestou todos os esclarecimentos ao TCE-PE. 

Fonte: Folhape, com Ulysses Gadêlha

dez
5

Dois policiais civis e um agente da Funase são presos por extorsão

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , , ,

Dois policiais civis e um agente socioeducativo da Funase foram presos nessa segunda-feira (04), suspeitos de tentativa de extorsão ao proprietário de uma oficina em Olinda.

Alegando irregularidades no imóvel e utilizando uma viatura oficial da Delegacia de Paulista, os comissários de polícia Cláudio Alves de Souza, 52 anos, e Iraquitan Bezerra da Silva, 43; e o agente da Funase de Abreu e Lima, Fábio Barbosa da Silva, 25 anos, simularam uma fiscalização no espaço.

Para não levar o dono do local para averiguação, exigiram R$ 6 mil. A vítima denunciou o caso à Corregedoria da Secretaria de Defesa Social (SDS), que investigou e prendeu os envolvidos. O caso foi apresentado na manhã desta terça-feira (05) pela Polícia Civil.

“Constatadas irregularidades, o procedimento de qualquer policial seria conduzir a delegacia para averiguação e possível lavratura do procedimento correspondente”, afirmou a corregedora da SDS-PE, Ana Amélia. De acordo com o chefe da Polícia Civil, Joselito Kherle, a irregularidade apontada seria um carro roubado no interior da oficina. 

A investigação não teve trabalho em identificar os envolvidos na extorsão. “Foram mostradas fotos do efetivo da Delegacia de Paulista e a vítima reconheceu prontamente o Cláudio”, contou a corregedora. “No momento que foram à oficina, eles estavam numa viatura (Gol prata), que o proprietário do espaço pegou a placa e foi constatado que pertencia ao acervo da Delegacia de Paulista”, disse.

Os comissários foram presos por concussão (extorsão praticada por funcionário público), passarão por uma audiência de custódia e podem ser suspensos ou até expulsos da corporação. O agente socioeducativo da Funase, Fábio Barbosa da Silva, também foi preso suspeito de extorsão. 

A corregedora explicou que os suspeitos cobraram inicialmente R$ 6 mil, mas que a vítima negociou para entregar R$ 1.000,00. A entrega foi remarcada três vezes, até que o encontro finalmente aconteceu e foi efetivada a prisão dos suspeitos. “Inicialmente, ficou acertado no Campo Rivaldão, da Mirueira. O local foi alterado para o Mercado de Paulista e, ao término, a entrega foi realizada em um terceiro local, na UPA de Paulista”, explicou Ana Amélia.

Fonte: Folhape

nov
28

Professores reivindicam eleições diretas no Cemo

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Os problemas que cercam o Centro de Educação Musical de Olinda (Cemo), localizado no bairro de Salgadinho, ainda permanecem. Após a exoneração de Flávio Cassimiro e Jonatan Ferreira, respectivamente, dos cargos de gestor e coordenação pedagógica, a instituição continua sem profissionais nas funções. Na última quarta-feira (22), docentes da instituição publicaram uma carta conjunta nas redes sociais exigindo eleições diretas e uma reunião com o prefeito de Olinda, Professor Lupércio.

cemo-olinda

No documento, os professores  também reivindicam profissionais com formação específica como licenciatura em música, especialização em coordenação pedagógica e experiência comprovada. Eles também argumentam que o prefeito do município não mantém diálogo com os profissionais do Cemo e o acusam de desmonte por motivações políticas e religiosas.  

Em agosto deste ano, os docentes do Cemo denunciaram irregularidades administrativas, que os impediram de iniciar o semestre. Além disso, eles também apontaram que o antigo gestor não tinha formação acadêmica em música e o diploma apresentado era falso, fato que foi confirmado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e culminou com a exoneração de Flávio Cassimiro.  Após três meses do fato, os professores denunciaram que o ex-coordenador pedagógico ainda recebia remuneração pelo cargo não exercido. 

Fonte: Leia Já

 

nov
28

Carta conjunta dos professores do Cemo ao povo pernambucano

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

CEMO_Professores

Na última quarta-feira (22), data em que foi comemorado o Dia da Música, os professores  do Centro Musical de Olinda (Cemo) publicaram uma carta conjunta nas redes sociais exigindo, entre outras reivindicações, eleições diretas na instituição. Confira:

“Carta conjunta dos professores do Cemo ao povo pernambucano – Prefeito Lupércio, devolva a nossa escola!

Motivações são coisas difíceis de se esconder; cedo ou tarde elas mostram a cara.
O Cemo é uma instituição de ensino musical do município de Olinda-PE, que já caminha para completar 35 anos. Fundada por músicos, professores e artistas do meio musical, teve como primeiro diretor o maestro Mário Câncio (amigo de Villa-Lobos). Após o seu falecimento, assumiu a professora da casa Anaide da Paz que, na época, já exercia a coordenação pedagógica (atualmente cursa o mestrado em Educação).
O Cemo foi criado como uma autarquia, mas não funciona como tal (entre outras coisas não possui autonomia financeira), funciona, de fato, como uma escola: seus professores são da rede municipal de Olinda (via concurso público, com o mesmo cargo, regimento e plano de cargos e carreira dos professores do ensino regular), e seu calendário é o mesmo das escolas da rede pública de ensino.
Essa contradição entre o que a escola é de fato, e o que é por lei, resulta em um nó no qual estamos nos debatendo nesse exato momento. Vejam só…
Seus três únicos cargos: diretor, coordenador e regente da banda, são ocupados por indicação do poder executivo, conforme a lei, e não como já acontece nas escolas da rede, que podem eleger seus próprios diretores, a partir de eleições diretas.
E aqui entra a questão das motivações: as indicações para estas funções, apesar de indiretas, sempre respeitaram alguns critérios que, mesmo não estabelecidos em lei, soam, para qualquer ouvido mais atento, com a mesma clareza do tan-tan-tan-tan da 5a sinfonia de Beethoven:
– Que o diretor seja formado em música e com atuação reconhecida e respeitada na área musical;
– Que o coordenador pedagógico tenha formação específica, com licenciatura em música ou especialização em coordenação pedagógica;
– Que o regente da banda tenha formação musical e experiência anterior comprovada.
Mas o que fez o professor Lupércio (que, como o próprio nome fantasia indica, é ou foi professor), assim que assumiu em Janeiro deste ano, e sem nenhum tipo de escuta e diálogo com os profissionais da casa?
– Nomeou para diretor um regente amador, que depois foi denunciado pelos professores, em audiência pública, por apresentar um diploma falso de licenciado em Música, sendo por isso mesmo exonerado;
– Nomeou para coordenador pedagógico um estudante de direito sem nenhuma formação pedagógica ou musical, que causou, por sua falta de competência, um verdadeiro pandemônio nas matrículas e grade curricular da escola (não fosse a coordenação assumida, posteriormente, por um grupo de professores da casa, o semestre letivo estaria comprometido para os alunos). Este ex-coordenador continuou recebendo pela função, mesmo após seu afastamento da escola; sua efetiva exoneração do cargo só aconteceu na véspera da segunda audiência convocada pelo MP, e muito pela pressão dos professores, que denunciaram a improbidade pela imprensa;
– Também nomeou como regente da banda, cargo que era ocupado por um prestigiado regente, compositor e arranjador local, um jovem instrumentista da própria banda, sem formação e atuação na respectiva área.

Esses fatos falam por si só.
Esses fatos gritam por si só: 
O prefeito sequestrou o Cemo e quer usá-lo para seus interesses políticos e eleitorais; e além disso, confunde religião e política (todos sabem que esta gestão está firmemente coligada com uma denominação pentecostal), preferindo pessoas ligadas a essa instituição à outras com a devida formação profissional para assumir diversos cargos na administração da cidade. 
Nós, os professores do Cemo, estamos mobilizados. Já solicitamos, diversas vezes, uma reunião com o prefeito, mas fomos solenemente ignorados. 
O Ministério Público, ciente da situação, também está atento e solicitou correções, aguardando as providências da prefeitura.
A escola, apesar de ter avançado em questões
de limpeza, pintura, e de pessoal (o número de funcionários locados e terceirizados cresce a cada dia, desordenadamente), segue com um grave problema: os cargos de diretor e coordenador pedagógico estão vagos. 
A direção interina é ocupada, atualmente, por alguém que não tem formação na área de Música; a coordenação está sem nenhum profissional da casa, depois que os dois professores que cumpriam esta função sem nomeação, numa tentativa de minimizar os danos causados anteriormente, decidiram, com o apoio dos demais professores, não permanecer trabalhando nesse cargo nessas condições; e a prefeitura de Olinda não demonstra qualquer boa vontade em atender nossa pauta.
Por isso, decidimos expor de forma contundente, para a comunidade escolar, à gestão atual, e à sociedade olindense e pernambucana, nosso pleito por eleições diretas, já, para a direção da nossa escola; além de mais uma vez pedir que: por favor, Prefeito, devolva a nossa escola!

Newton Messias e Ivan Ferreira (redatores). Subscrevem: Anaide da Paz, Andressa D’Ávila Marques, Áurea de Morais, Árcripo Francisco Gomes Neves, Basemate Neves, Breno Lira, Claudio Moura, Dayse Gomes Mendes Mendes, Dennis Anderson, Elieny Santos, Fernanda Barreto, Fernando Salomão, Fernando Torres, Francisco Naziazeno, Hugo Leonardo, Roberto José da Silva, Keila Souza, Kelsen Gomes, Laudiceia Oliveira, Luiz Neto, Maíra Macêdo, Marcos Mendes, Mauricio Cezar, Melina Gama, Moema Macêdo, Rodrigo Leite, Rogerio Acioli, Wendell Bento, Wilson Soares Cesar

Foto: Rogerio Acioli

nov
25

Ministério da Justiça investiga se Black Friday é ‘Black Fraude’

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

black-fraude1448453697A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça abriu investigação relacionada à Black Friday 2017. O objetivo é investigar indícios de que lojas praticaram aumento injustificado de preços no período que antecedeu a data.

De acordo com o Ministério da Justiça, a decisão foi motivada por pesquisas de jornais que mostraram que vários produtos foram reajustados antes da Black Friday e voltaram para, praticamente, o preço normal nessa sexta-feira (24).

Um levantamento do jornal “Folha de S.Paulo”, por exemplo, mostrou que, num universo de mais de 700 itens apresentados como participantes da Black Friday, 48% já foram até mais baratos antes do evento ou ao menos apresentaram o mesmo valor anteriormente. 

Os produtos que mais encareceram antes da Black Friday, segundo pesquisa do buscador Zoom, foram: o smartphone Samsung Galaxy A7 (42%), notebook Lenovo IdeaPad 300 Intel (26%), bicicleta elétrica Biobike Aro 22 (26%), smart TV LED 40 Samsung Série 5 (23%) e TV LED 40 Panasonic Viera (19%). Ontem (24), no dia da promoção, muitas lojas voltaram os produtos para o preço normal.

De fato, o consumidor que foi às compras reclamou dos preços. Segundo levantamento do Reclame Aqui, até a tarde de ontem (24) haviam sido registradas 1.374 reclamações, um aumento de 16,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

No Procon de São Paulo, as reclamações também foram maiores do que no ano passado, mas o órgão não tinha um levantamento oficial. Em Minas Gerais, o Procon Assembleia informou que não monitora preços e reclamações no dia do evento.

Fonte: O Tempo

nov
24

Black Friday ou Black Fraude?

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

Os brasileiros querem descontos de verdade e não um faz de conta nesta Black Friday brasileira. Mas pelo visto, quem pesquisou e está atento aos preços do mercado não se deixou levar pela enganação. Até o momento, um levantamento do Reclame Aqui, já está com  1.374 reclamações, um aumento de 16,7% em relação ao mesmo período de 2016.

fraude-bf

O principal motivo das queixas é a de propaganda enganosa, que atinge 14% das reclamações. Divergência de valores e problemas para finalizar a compra também foram reportados.

O número de queixas feitas diretamente ao Procon, órgão oficial de defesa do consumidor, é bem menor. De acordo com balanço parcial divulgado pelo Procon-SP, até às 11h desta sexta-feira (24), haviam sido registradas 160 reclamações.

A empresa B2W Companhia Digital (proprietária da Submarino, Shoptime, Americanas.com), a Casasbahia.com, Extra.com e Pontofrio.com lideram a lista com 19 queixas (11,88%, cada). Em seguida está a KaBuM!, com 7 reclamações.

O motivo principal é a “maquiagem de desconto”, ou seja, quando a oferta oferecida sobre o preço do produto ou frete não é real. A indisponibilidade de produtos em estoque foi a segunda maior queixa. Ao todo, o Procon-SP realizou 320 atendimentos entre reclamações e orientações.

nov
22

Buraco em Ouro Preto coloca em risco a vida de pedestres

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Devido a uma obra executada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) no bairro de Ouro Preto, em Olinda, uma caixa da rede de esgotos foi deixada aberta desde a semana passada, na Rua Atlântico, colocando em risco a segurança de quem passa pelo local.

buraco[1]

buraco2[1]

Buraco4[1]

O buraco tem cerca de dois metros de profundidade e, para piorar, vergalhões enferrujados no seu interior ameaçam ainda mais a vida de quem, desavisadamente, tiver a infelicidade de cair dentro da armadilha, pois é assim que se deve chamar essa obra do descaso e desrespeito com o ser humano. A região é cercada por quatro escolas. Crianças, jovens e idosos circulam constantemente pelo local.

Um cone improvisado foi colocado pelos próprios moradores, a fim de evitar acidentes. Como a Compesa realiza uma grande intervenção no bairro de Ouro Preto, é possível que os responsáveis tenham esquecido de fechar essa caixa da rede de esgotos ou, talvez, estejam mesmo esperando a ocorrência de alguma tragédia para tomar uma atitude decente. Fica o registro.

nov
22

Uber revela que hackers roubaram dados de 57 milhões de usuários

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

uber-aO Uber informou nessa terça-feira (21) que hackers roubaram os dados de 57 milhões de usuários do serviço de transporte em todo o mundo no final de 2016. Entre eles, há 600 mil motoristas, cujos nomes e números de carteiras de habilitação foram hackeados.

Os nomes dos usuários, seus e-mails e números de telefone foram roubados, informou o diretor-executivo do Uber, Dara Khosrowshasi, em um comunicado. Baseado em uma investigação externa, o diretor-geral do Uber afirmou que informações sobre os trajetos realizados, os números da seguridade social e de cartões de crédito, de contas bancárias e datas de nascimento dos usuários não foram roubados.

De acordo com uma fonte próxima ao caso, o Uber teria pago US$ 100 mil aos hackers para que destruíssem as informações, sem divulgar aos usuários ou aos motoristas, cujos dados estavam em risco. O roubo de dados foi um novo golpe para a reputação do Uber, que tenta deixar para trás as acusações de falhas na verificação de antecedentes criminais dos seus motoristas.

Fonte: AFP

nov
20

Terceirizada atrasa pagamento de salários em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags ,

cadê o meu salárioFuncionários da Top Service Terceirização, contratada no início da gestão do Professor Lupércio (Solidariedade), em Olinda, garantem que a empresa é especialista em descumprir a legislação trabalhista.

Eles reclamam dos constantes atrasos no pagamento dos salários, na entrega dos vale-transporte e vale-alimentação.

“A única certeza que temos, todos os meses,  é que o pagamento do salário irá atrasar. Isso é uma constante e deixa o trabalhador em maus lençóis, sem poder arcar com as suas despesas e cumprir os seus compromissos financeiros em dia”, queixa-se uma auxiliar de creche, que pediu para não ser identificada.

“No início, recebíamos os salários no quinto dia útil do mês posterior. Agora isso não acontece mais e não há uma data certa para os pagamentos”, completa outro colaborador. “A entrega do vale-alimentação sempre atrasa. Reclamamos, pedimos informações, mas nem a empresa, nem a Prefeitura nos respondem”, acrescenta.

A preocupação aumenta neste final de ano e os trabalhadores estão temerosos que a empresa não cumpra, também, o prazo legal para o pagamento da primeira parcela do 13º salário, previsto para o dia 30 de novembro.

nov
20

Mimo repudia ação violenta da Polícia Militar no fim do festival

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

A página oficial do festival Mimo divulgou, na madrugada desta segunda-feira (20), nota de repúdio contra ação da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) na saída do evento, na Praça da Abolição (Praça da Preguiça), no Carmo, em Olinda.

Bombas de efeito moral e violência física foram empregadas contra o público, formado por adultos e crianças. A ação aconteceu após o show de Otto, no encerramento do festival, ontem (19) à noite. Confira a nota na íntegra:

ottott

NOTA DE REPÚDIO

O MIMO Festival repudia a atitude da Polícia Militar de Pernambuco que, após o concerto de encerramento do evento neste domingo, 19 de novembro, avançou de forma truculenta sobre as pessoas que deixavam a Praça do Carmo, entre jovens, mulheres e crianças, utilizando bombas de efeito moral e violência física.

A produção esclarece que dispõe das autorizações dos órgãos públicos (Prefeitura de Olinda, Polícia Militar, Polícia Civil e da Ciatur) para a dispersão da plateia até às 23h. O incidente ocorreu por volta das 22h.

O festival, que nasceu na cidade-patrimônio há 14 anos, é realizado com programação gratuita e dissemina arte e cultura de forma democrática. Jamais assistiu a uma situação semelhante e não compactua com esta atitude, que é contrária a tudo o que o festival representa e cultiva.

O MIMO Festival repudia qualquer manifestação de violência e repressão desnecessária e exige das autoridades uma apuração de responsabilidade deste inaceitável comportamento.”

nov
20

Ministério Público recomenda a anulação de concurso da UPE

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Pernambuco     Tags ,

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou, em publicação no Diário Oficial do último sábado (18), a anulação do concurso público realizado pela Universidade de Pernambuco (UPE) em 1º de outubro deste ano, devido a suspeitas de fraude. Segundo o MPPE, quatro sobrinhos de membros da comissão de seleção foram aprovados no concurso.

UPE-748x400

A recomendação da promotora de Justiça Andrea Padilha, direcionada ao secretário de Administração do Estado ao reitor da Universidade de Pernambuco e ao Instituto de Apoio à UPE (IAUPE), organizadora do certame, é de que “a prova seja anulada no prazo de 10 dias úteis, a contar da ciência da recomendação”.

Orienta a anulação de “todas as provas realizadas no concurso público para o cargo de assistente técnico em gestão universitária na função assistente administrativo (…) e “consequentemente os resultados obtidos para esse cargo/função” e que as provas sejam refeitas a partir da publicação de novo cronograma. 

Para a recomendação, a promotora considerou que a aprovação dos candidatos com parentesco com membros da comissão é uma “violação frontal de princípios constitucionais, sendo desnecessária a demonstração de prejuízo ou favorecimento de quem quer que seja”.

O concurso público previa contratação, para cargos efetivo, de 157 profissionais para o cargo de analista técnico em gestão universitária, 222 para o cargo de assistente técnico em gestão universitária e nove para cargo de médico. Todos para atuação na UPE.

Fonte: FolhaPE

nov
20

Rio Doce exige água nas torneiras

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

 Chico Carlos – Jornalista

A Associação dos Moradores da III Etapa de Rio Doce vai realizar às 8h desta terça-feira (21), um ato público em frente à sede da falta_agua1Compesa, no Bairro Novo (Avenida Getúlio Vargas, 895), Olinda. Segundo os moradores, já foram realizadas cinco assembleias na sede da Associação, com a presença de representantes da Compesa e, no entanto, o problema da falta d’água continua.

“Descaso e desrespeito. A população de Rio Doce não aguenta mais tantas promessas que não são cumpridas pela Compesa. Tem local do bairro que já registra mais de 30 dias sem água nas torneiras. Outro absurdo é a companhia só ter dois carros-pipas para atender à população do bairro”, criticou o presidente da Associação, Miguel Pacífico.

A mobilização no bairro é para que amanhã (21), se faça um grande ato contra a falta d’água em Rio Doce. Os moradores devem levar  baldes vazios, faixas e cartazes para demonstrar toda a insatisfação da comunidade e cobrar soluções imediatas às autoridades.

nov
17

PT vai processar colunista da IstoÉ que afirmou que “Lula deve morrer”

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

IstoÉ

Na última sexta-feira (10), o jornalista Mario Vitor Rodrigues escreveu no seu espaço na IstoÉ que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve “morrer [politicamente] pelo bem do país”. Em pouco mais de cinco parágrafos, o comunicador afirma que o petista é visto por parte da sociedade como “prócer a ser seguido” e que por conseguir “liderar pesquisas e inspirar militantes Brasil afora”, deveria morrer. A opinião resultou em ameaça por parte de internautas e processo aberto pelo PT por incitação ao crime.

Ao longo do texto, o colunista Mario Vitor defende que o “folclore em torno de Lula precisa acabar” e que isso deve acontecer quando ele for derrotado nas urnas. “Na verdade, graças ao trabalho realizado pela Operação Lava-Jato, escancarando o aparelhamento do Estado e o sequestro da própria democracia brasileira pelo PT, nunca houve, desde 2002, momento tão propício para derrotar Lula em uma eleição”, escreveu. Para o articulista, “bom mesmo será ter a chance de ver Lula sucumbir politicamente”, sendo que só assim o “espantalho do mártir poderá ser sepultado de uma vez”.

Em nota, o Partido dos Trabalhadores considera que tanto o colunista quanto a revista IstoÉ ultrapassaram os “limites da venalidade e do jornalismo marrom que pratica”. “O conteúdo do artigo é mais do mesmo lixo propagandístico contra o ex-presidente Lula – calunioso, mentiroso e difamatório – que esta revista habitualmente publica”. Com base no título “Lula deve Morrer”, o partido acionou a Justiça com base na artigo de incitação ao crime. “A Justiça será acionada para medidas cabíveis contra o medíocre autor do artigo e contra a revista que lhe deu guarida no ato criminoso”.

Em reportagem, o Brasil 247 noticia que o jornalista Mario Vitor Rodrigues pediu proteção policial após receber ameaças de assassinato por meio da internet. Com a situação, o comunicador resolveu deletar sua conta no Facebook e afirmou que “fanáticos” não sabem interpretar textos.

Fonte: Comunique-se

nov
17

MPF pede sequestro dos bens de Lula e do filho, no valor de R$ 24 milhões

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

Josias de Souza

O maior problema político de Lula (PT) não é o fato de ele ter ficado parecido com os políticos que atacava. O seu principal drama é a Lula, o ricoevidência de que ficou muito diferente do que diz ser. Num instante em que Lula percorre o país como defensor dos pobres, a Procuradoria pede, em Brasília, o sequestro dos seus bens e do seu filho Luís Cláudio no montante de R$ 24 milhões.

A defesa de Lula contestou o pedido. Sustentou não haver provas contra ele na Operação Zelotes. Mas não disse nenhuma palavra sobre o valor requerido pelo Ministério Público Federal.

Lula atravessou ileso o escândalo do Mensalão. Sobreviveu à ruína produzida por sua criatura Dilma Rousseff. Alvo de diversos inquéritos e ações penais, mantém a pose de perseguido. Condenado a 9,5 anos de cadeia, conserva-se no topo das pesquisas. Mas deve tornar-se inelegível. E já perdeu aquela aura de político imbatível. Seu prestígio diminuiu na proporção direta do aumento do seu patrimônio.

Este não foi o primeiro pedido de bloqueio de bens. Sérgio Moro mandara sequestrar R$ 10 milhões em julho. Quando o Banco Central achou R$ 600 mil numa conta corrente de Lula, o PT disse em nota que seu líder supremo morreria de fome. No dia seguinte, descobriram-se mais de R$ 9 milhões em planos de previdência privada.

Lula dizia ser um palestreante de sucesso. Mas delatores da Odebrecht informaram que as palestras eram mero truque para bancar com dinheiro sujo os confortos de um benfeitor. A fortuna de Lula não combina com os valores morais que ele acha que representa.

nov
14

Falta agentes para fiscalizar trânsito e estacionamento no Varadouro

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

infração3

Já está na hora de a Secretaria de Transporte e Trânsito de Olinda colocar agentes para controlar e disciplinar o estacionamento de infra11veículos na Rua 15 de Novembro (próximo à Câmara de Vereadores) e no Largo do Varadouro.

Sem nenhuma fiscalização e a certeza de que não serão importunados, os motoristas estacionam dos dois lados da via e em locais impróprios e proibidos.

Colaborador deste Blog Olinda Hoje flagrou, na manhã desta terça-feira (14), esta “condutora” (foto), que deixou o seu veículo, de placa OYM-8624, no meio da rua.

Deixou porque tinha a certeza da impunidade. Infelizmente, não apareceu nenhum agente de trânsito para notificá-la.

Veja mais fotos na fanpage do Olinda Hoje.

 

 

 

nov
12

ANJ registra 73 atentados à liberdade de imprensa em um ano no Brasil

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

relatório-anj-atentatados-a-liberdade-de-imprensa-brasil-990x556

A Associação Nacional de Jornais (ANJ), com colaboração da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), publicou a nova edição do Relatório de Liberdade de Imprensa, que registra casos de cerceamento à liberdade de expressão de jornalistas brasileiros, de setembro-2016 a setembro-2017.

O documento apresenta um resumo das agressões, ameaças, censuras judiciais, detenções, intimidações, insultos, atentados, ataques e de casos de vandalismo e assassinato de jornalistas nos últimos 12 meses. Foram 73 registros e os casos mostram que persiste “a intolerância e falta de conhecimento do real papel da imprensa” no país.

De acordo com o Relatório, foram 30 agressões, em que pelo menos 55 jornalistas ficaram feridos. Os episódios mais violentos foram a greve geral no país organizada em abril deste ano, um protesto contra as reformas trabalhista e da previdência em maio (Brasília) e uma manifestação contra o governo federal em 07 de setembro de 2016, em Fortaleza.

O relatório contabilizou também 12 casos de ameaças (oito em 2016 e quatro em 2017), dez detenções (três em 2016, sete em 2017), um episódio em que 30 homens recolheram suplementos do jornal Extra e exemplares do jornal O Fluminense, em Niterói, após a publicação de reportagens sobre denúncias do Ministério Público contra o, ex-presidente da Câmara Municipal de São Gonçalo (RJ), Eduardo Gordo. O documento dá destaque aos casos de censura judicial: três, entre setembro-2016 e setembro-2017. 

Houve um assassinato de jornalista no Brasil desde setembro de 2016: o do jornalista e proprietário do jornal O Grito, Maurício Campos Rosa. O crime ocorreu em Santa Luzia (MG). Em 2017, nenhum jornalista foi assassinado.

“A maioria desses casos não resultou em apuração policial, abertura de inquéritos, processos e condenações”, declara o documento. “A impunidade, ao lado da intolerância com a liberdade de imprensa, segue sendo a principal razão dos inúmeros casos contra o exercício da atividade jornalística”.

 

nov
6

Carro da Secretaria de Turismo do Olinda estacionado no Espinheiro

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags

Carro Prefeitura de Olinda

Sebastião da Paz

Um veículo de placa KKE-3925, da Secretaria de Turismo de Olinda, conforme adesivos nas portas laterais, foi fotografado às 5h50 do último sábado (04), na Rua Alfredo de Medeiros (ao lado do antigo Caldinho da Codorna), transversal da Avenida João de Barros, no Espinheiro – Recife. O carro estava estacionado, nenhum motorista das proximidades.

O veículo poderia estar a serviço da Prefeitura naquele dia e hora? Sim, poderia. Mas a serviço de quem? E o motorista, onde estava? O leitor que fez as fotos (publicadas ontem na fanpage do Olinda Hoje) informou que passou mais de 20 minutos no posto de gasolina em frente, onde aguardou a abertura do mesmo, abasteceu e fez a calibragem dos pneus do seu carro e não viu ninguém nas proximidades que pudesse parecer ser o condutor do veículo. Nem mesmo foi importunado na hora em que se aproximou do carro e fez as fotografias.

O Blog Olinda Hoje não criou nenhum factóide, fez apenas o registro de uma informação (com foto) repassada por um leitor que tem os seus motivos (sejam lá quais forem) para questionar. Aliás, para quem não sabe, factóide é um fato gerado propositadamente para chamar a atenção da imprensa com a intenção desviar os olhares de um assunto polêmico em discussão. Não é o caso aqui.

Alguns leitores trataram o registro do carro estacionado no Espinheiro como “perseguição” à gestão municipal. Claro que não é isso. O OLINDA HOJE apenas registrou um fato, comprovado por fotos. Pois bem, se existe alguma irregularidade sobre o uso do veículo da Secretaria de Turismo de Olinda naquele dia, horário e local é a prefeitura quem deve esclarecer.

 

out
31

Prefeitura de Itapissuma fecha para festejar a Reforma Protestante

Itapissuma fecha para comemorar Reforma Protestante

Sebastião da Paz

Morador de Itapissuma encaminha queixa ao Blog Olinda Hoje, reclamando do hiper-feriadão na prefeitura da cidade. Segundo ele, quem precisar resolver qualquer problema ou algum procedimento na sede da prefeitura ou de uma secretaria, terá que esperar até a próxima segunda-feira, dia 06 de novembro.

Ontem (30), a prefeitura abriu as portas ao público já em clima de feriadão. Hoje, dia 31 de outubro, os servidores municipais não trabalham. A casa está fechada, não tem expediente, nem atendimento ao público.

O prefeito “Zé de Irmã Teca”, que é evangélico, decretou “feriado” na cidade, para comemorar os 500 anos da Reforma Protestante. No centro da cidade (próximo à Ponte Presidente Getúlio Vargas, que dá acesso à Ilha de Itamaracá), foi erguido um pórtico onde está anunciado: Itapissuma é do Senhor Jesus. 500 anos da Reforma Protestante.

Nesta terça-feira (31), a prefeitura está fechada; na quinta-feira (02), Dia de Finados, também não haverá expediente. Certamente amanhã (01), a quarta-feira, entre dois feriados, será enforcada. E na sexta-feira (03) é o famoso “imprensado”. Depois vem sábado e domingo.

Resumindo: uma semana de super-feriadão em Itapissuma! Talvez não seja um bom exemplo para uma gestão que afirma ter como principal compromisso cuidar da cidade e das pessoas.

Redes Sociais:

Manu

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: