Navegando todos os artigos com a tag Economia
jul
20

Novas operações no mix do Shopping Patteo Olinda

Treze novas operações chegaram ao Shopping Patteo Olinda no último mês, entre elas a doceria Donna Brigadeiro, a sorveteria FriSabor, a rede de fast food Habib’s, a cafeteria São Braz e os quiosques da Nuts Crepes e Waffles e da Tea One. 

A Narciso Enxovais também inaugurou sua nova loja no Patteo Olinda, assim como as marcas Di Santinni (calçados), Força e Vida (produtos naturais), Smart Net (eletrônicos), Seaway (vestuário) e Duo Brow (beleza).

Outra grande inauguração foi a do complexo de cinemas, com assinatura da rede Cinépolis, quebrando o hiato de 38 anos sem uma sala de exibição comercial em Olinda.

jul
16

Sai hoje a restituição do imposto de renda para 3,3 milhões de contribuintes

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Serviços     Tags , ,

O crédito bancário para mais de 3,3 milhões de contribuintes contemplados no segundo lote de restituições do Imposto de Renda será feito nesta segunda-feira (16). A consulta ao segundo lote foi aberta no último dia 09. O lote também contempla restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017.

O valor total liberado é de R$ 5 bilhões. Desse total, R$ 1,625 bilhão é destinado a contribuintes com prioridade: 3.358 idosos acima de 80 anos, 49.796 entre 60 anos e 79 anos, 7.159 com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave, e 1.120.771 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone, número 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível verificar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificados pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Fonte: Agência Brasil

jul
15

Feriado de Nossa Senhora do Carmo acontece apenas no Recife

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Serviços     Tags , ,

O feriado municipal em comemoração a Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife, afetará apenas o funcionamento do comércio da capital pernambucana.

O feriado é apenas no Recife. Em Olinda, Paulista e demais cidades da Região Metropolitana e na maioria dos municípios do Estado as repartições públicas, o comércio e feiras livres funcionam normalmente.

No Recife, os shoppings centers da cidade funcionarão com horário reduzido e as lojas dos bairros e Centro do Recife terão funcionamento facultativo, das 9h às 17h, conforme a Convenção Coletiva de Trabalho 2017/2018. De acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), apenas grandes redes situadas na Avenida Conde da Boa Vista e Rua Nova pretendem funcionar durante o feriado.

Confira os horários dos shoppings:

Shopping Recife
Funcionará das 12h às 21h. Lojas, praça de alimentação e lazer; e cinema, conforme programação.

Shopping Tacaruna
Também funcionará com horário reduzido, das 12h às 21h. Lojas, alimentação e lazer; Hiper Bompreço, Americanas e Le Biscuit, das 9h às 21h; Diagmax, das 6h30 às 21h; cinema, conforme programação.

RioMar Shopping
Funcionará com horário reduzido, das 12h às 21h; alimentação e lazer, das 11h às 22h; cinemas, conforme programação.

Shopping Boa Vista
Funcionamento das 11h às 19h – lojas, praça de alimentação e lazer. Cinema, conforme programação.

jul
12

Acordos de ressarcimentos dos planos Bresser, Verão e Collor

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Economia     Tags , ,

As medidas econômicas Bresser (1987), Verão (1989) e Collor (1990-92) ainda podem refletir na vida dos poupadores que foram prejudicados na época em que foram implantadas. Nos planos Bresser e Verão, as contas que tinham aniversários na primeira quinzena foram lesadas. No Plano Collor, algumas contas não receberam a correção de abril de 84,32% e sobre os valores não bloqueados na época, não receberam também nada de correção em maio de 1990, sendo que o índice era de 44,80% e no Plano Collor 2, que é o mais controverso, ocorreram diversas discussões em relação aos saldos de janeiro e fevereiro e é o único plano que ainda tinha debates.

O advogado especialista em teses repetitivas e dono do canal Dr. Poupança no YouTube, Marcus Novaes, analisa que “em todos os planos econômicos, na ânsia de reter a inflação dos anos 1980 e 1990, o Governo Federal tomou inúmeras medidas econômicas e, entre elas, modificou os índices de correção das cadernetas de poupança. Infelizmente, os bancos se aproveitaram da situação e aplicaram as leis novas, sem respeitar as datas de aniversário das cadernetas de poupança, ou seja, eles aplicaram a lei nova de imediato, ao invés de esperar a data de rendimento para pagar a correção pela lei velha e aplicar a lei nova somente no próximo período”.

São mais de 30 anos de jurisprudência favoráveis aos poupadores. Mudou o Código Civil, o Código de Processo Civil, foi criado o advento processual dos “Recursos Repetitivos e de Repercussão Geral”, com efeito vinculante, em que as decisões dos tribunais superiores devem ser acatadas pelos tribunais estaduais e juízes de Primeira Instância. Inúmeras ações civis públicas foram julgadas e suas execuções estão em andamento, milhares de pessoas já receberam os valores não pagos pelos bancos na época dos planos.

“Em 2009 o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) reabriu o tema e em 25/08/2010, a 2ª seção definiu os índices de correção para as diferenças a serem pagas aos correntistas. No caso do Plano Bresser, a correção foi definida em 26,06%. Para o plano Verão, foi estipulada a correção de 42,72%, enquanto para o plano Collor I o índice definido foi de 44,80%. Para o plano Collor II, a decisão do STJ foi de corrigir os valores da poupança em 21,87%, e também definiu o prazo de 20 anos para o ajuizamento das ações individuais e de 5 anos para ações civis públicas”, ressalta Marcus Novaes.

Desde 2010, os poupadores e advogados vinham aguardando o julgamento, que foi iniciado em 2013 e depois suspenso, sem reabertura até hoje. Em março de 2018 o Supremo Tribunal Federal (STF) homologou uma espécie de acordo realizado às escuras entre poupadores e bancos, que beneficia bancos e Governo, que é responsável pela CEF, que mantém suspenso o tema por mais dois anos, para quem não quiser aderir ao acordo.

O advogado explica que o prazo para entrar com ações para ressarcimento já acabou e que o acordo para reaver os danos abrange apenas ações ajuizadas até 2016. “O acordo não é obrigatório e eu aconselho aos poupadores a não o aceitarem já que estão oferecendo aproximadamente 22% do direito real atualizado, com deságio de 5% a 19%, e parcelamento em até três anos”.

jul
4

Armando articula manifesto por renovação dos incentivos às montadoras do Nordeste

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Economia     Tags ,

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) foi um dos coordenadores do manifesto das bancadas federais do Nordeste a ser encaminhado ao presidente da República reivindicando a prorrogação, até 2025, dos incentivos fiscais à indústria automobilística instalada na região, que vencem em 2020. A medida beneficiará diretamente a Fiat Chrysler em Goiana e a Baterias Moura, em Belo Jardim.

Os deputados federais e senadores nordestinos destacam, no manifesto, que “a prorrogação viabilizará um novo ciclo de investimentos que irá consolidar a cadeia produtiva na região, gerando mais empregos, ampliando o número de fornecedores e a capacidade produtiva do setor”.

Segundo o manifesto, “tal política foi fundamental para descentralizar os investimentos da produção automotiva, sendo capaz de gerar profundas mudanças na realidade socioeconômica da região e dos municípios, que eram anteriormente vítimas da estagnação econômica e da ausência de oportunidades para a população”.

Em visita às instalações da Fiat em Goiana, em março último, o presidente Michel Temer anunciou a medida, mas a oposição do ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, vem impedindo que ela se concretize.

Mobilização– Armando Monteiro, os senadores Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) e Tasso Jereissati (PSDB-CE) e os deputados Mendonça Filho (DEM-PE), Fernando Filho (DEM-PE) e José Carlos Aleluia (DEM-BA), reunidos ontem (03), decidiram mobilizar as bancadas do Nordeste no Senado e na Câmara dos Deputados contra a resistência de Guardia e Rachid.  Já iniciaram a coleta das assinaturas do manifesto ao presidente da República, que até o meio-dia de hoje (04) tinha 72 parlamentares.

maio
29

Ministro da Fazenda recua e diz que governo não criará impostos

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Após duras palavras do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, contra o aumento de impostos, o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, recuou e anunciou que não aumentará impostos para compensar a redução no óleo diesel.

“Repito que ninguém está propondo alta de tributos, mas redução de benefício fiscal”, afirmou o ministro Fazenda.  

Ontem (28), em coletiva de imprensa, Eduardo Guardia havia falado que o governo teria que elevar tributos. Hoje pela manhã, após Rodrigo Maia chamá-lo de irresponsável, o ministro mudou o discurso.

maio
29

Rodrigo Maia chama ministro da Fazenda de irresponsável

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

O clima esquentou entre o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), e o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia. Ao chegar pela manhã à Câmara, Maia disparou contra o ministro, que defendeu, ontem (28), o aumento de impostos para compensar a redução do óleo diesel.

“Não vai ter [aumento de imposto], porque isso é uma democracia e ele [ministro da Fazenda] não manda no Congresso Nacional. Aliás, o que ele fez ontem (28) foi muito irresponsável. No momento de crise, ele vem falar em aumento de imposto. Ele sabe muito bem que dentro do Congresso não haverá aumento de imposto. Ele está colocando “gasolina”, que o governo tem, na sociedade brasileira. Ele deveria ter proposto algumas saídas”, disparou Maia.

maio
28

Contas de luz mais caras em junho

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Serviços     Tags , ,

As contas de luz em junho terão bandeira tarifária vermelha no patamar 2, o maior patamar entre as faixas tarifárias. Com isso, haverá cobrança extra nas contas de luz de R$ 5,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A cobrança da nova bandeira foi anunciada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

De acordo com a Aneel, a decisão foi tomada em razão do fim do período chuvoso e a redução no volume dos reservatórios das usinas hidrelétricas. Com isso, há a necessidade de usar energia produzida pelas usinas termelétricas, que têm maior custo de produção.

Em maio, vigorou a bandeira tarifária amarela, em que há adicional de R$ 1,00 na conta de energia do consumidor a cada 100 kWh consumidos. Nos quatro primeiros meses do ano, vigorou a bandeira verde, em que não há cobrança extra na conta de luz.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado, de acordo com a Aneel, para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira, nas cores verde, amarela e vermelha (patamar 1 e 2), está relacionada aos custos da geração de energia elétrica. No patamar 1, o adicional nas contas de luz é de R$ 3,00 a cada 100 kWh; já no 2, o valor extra sobe para R$ 5,00.

maio
26

Estados não aceitam reduzir ICMS para diminuir preço do combustível

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Economia     Tags , ,

Governadores dos Estados de Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e do Distrito Federal elaboraram um manifesto em que afirmam que o Governo Federal tenta “socializar com os Estados a responsabilidade” sobre os preços dos combustíveis para “equacionar o que está em sua governança como acionista majoritário da Petrobras”.

Reunidos em Cuiabá para a 20ª reunião do Fórum dos Governadores do Brasil Central, os chefes dos Executivos disseram que não aceitam propostas que podem impactar suas arrecadações de receitas, como o projeto de diminuir as alíquotas do ICMS. “Os Estados signatários apenas discutirão medidas que signifiquem perda de receitas  se a União compensar tais perdas.”

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou que o Conselho Nacional de Política Fazendária discutiria ontem (25) a adoção de um percentual único de ICMS para combustíveis em todos os Estados. A proposta viria para substituir o modelo atual de alíquota, com um percentual diferente definido em cada unidade federativa.

A ideia de reduzir o ICMS para baixar o preço do diesel já era mal vista entre governadores desde quinta-feira (24). Em conversas nesta semana, governadores de Estados do Nordeste diziam que esse imposto sequer era demanda dos caminhoneiros, como é a exigência pela redução do PIS/CofinsO ICMS é o tributo mais importante para a arrecadação dos Estados. 

Fonte: Folhapress

maio
25

Últimos dias para as inscrições no EDP Starter Brasil 2018

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Economia     Tags , ,

Startups de qualquer região do Brasil só têm até a próxima quinta-feira, dia 31 de maio, para se inscreverem na segunda edição do EDP Starter Brasil, programa de aceleração voltado a empreendedores com soluções para o setor de energia. Interessados podem se cadastrar no site www.edpstarter.com/brasil.

As equipes escolhidas no processo de seleção terão acesso a uma estrutura completa para suportar o desenvolvimento do seu negócio, com consultoria especializada em inovação, mentoria de executivos da EDP e de especialistas do mercado, espaço de coworking no Wework, e assessoria em diversas áreas de negócio, customizadas para as necessidades de cada empreendedor. Um dos principais diferenciais do programa é a possibilidade de investimento de até R$ 10 milhões nas startups participantes.

Além de conquistarem uma entrada no mercado de energia, as participantes passam a integrar a comunidade global do EDP Starter. Dentro do ecossistema terão acesso a diversas oportunidades, como a possibilidade de desenvolvimento de projetos piloto financiados pela EDP, abertura a novos mercados, como a Europa, com mentoria internacional e participação em outras competições, entre elas o Seed Race e o EDP Open Innovation, além de um potencial investimento por meio da EDP Ventures, fundo de capital de risco do Grupo.

Etapas do Processo – Após avaliação dos formulários de inscrição e das entrevistas, serão classificadas dez startups para participar de um Bootcamp de dois dias. Nesta primeira fase do programa, os empreendedores participarão de um PitchFest para apresentarem suas ideias à EDP, e cinco empresas serão selecionados para continuar na próxima etapa.

As escolhidas passarão, então, por um processo de aceleração e desenvolvimento durante três meses. O programa contempla a validação do modelo de negócio, criação de proposta de projeto-piloto, validação da solução junto à EDP, além das mentorias especializadas para suportar o desenvolvimento dos modelos de negócio visando escala comercial.

maio
23

Quanto maior a extensão da greve dos caminhoneiros, maior o impacto no preço dos alimentos

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Economia     Tags ,

A greve dos caminhoneiros já começou a apresentar impacto direto na falta de produtos do setor alimentício e na alta dos preços dessas mercadorias. Como os alimentos não conseguem chegar aos centros de abastecimentos por estarem presos nas estradas, parcialmente interditadas, os que estão à venda nos supermercados estão com preços superfaturados.

“Os comerciantes tendem a aumentar o processo do produto escasso e dos que ainda não estão disponíveis. Além disso, a entrega mais cara vai recair também sobre o preço. Trata-se da lei da demanda e da oferta. Quanto maior a extensão da greve, maior o impacto nos preços. Isso vai pesar bastante no bolso dos consumidores”, explica a professora de Economia da Faculdade Presbiteriana Mackenzie Rio, Michele Nunes.

maio
23

O boom das cafeterias no Recife

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Economia     Tags , ,

Em abril de 2018, o Observatório Empresarial do Sebrae-PE realizou uma pesquisa para mapear geograficamente as principais cafeterias do Recife. Chegou a um quantitativo de 109 cafeterias na Região Metropolitana do Recife (RMR).

A maior concentração de cafeterias foi identificada nos bairros de Boa Viagem (31 empreendimentos), Santo Amaro (11) e Recife Antigo (oito). É possível observar também o movimento de abertura de cafeterias nos bairros de menor renda, como Ipsep, Ibura e Imbiribeira, bem como nas cidades médias do interior do Estado. A pesquisa foi feita a partir da lista de telefones Listel (2018) e do Cadastro Sebrae de Empresas (2015).

“Um bom café não depende somente da qualidade do grão, mas também da maneira como a bebida é preparada e servida. Ambientes confortáveis (intimistas) e elegantes têm sido a tônica das cafeterias em todo o mundo, bem como na cidade do Recife”, afirma a gestora do projeto de alimentos e bebidas do Sebrae-PE, Valéria Rocha.

Estratégias de fidelização de clientes e diferenciais no atendimento e no ambiente destacam-se entre as cafeterias da cidade. Na periferia surgiram novas demandas, a exemplo daquela por mais conectividade nos estabelecimentos – já que o consumidor recifense, refletindo o quadro nacional, está cada vez mais bem informado, conectado às mídias e possui fortes características urbanas e metropolitanas.

maio
12

Fintech supera o número de casas lotéricas em Pernambuco

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Economia     Tags , ,

Pernambuco expandiu o seu mercado e gerou grandes fontes de renda com soluções tecnológicas diversas nos últimos anos. Exemplo desse crescimento é a chegada de fintechs – startups de tecnologia voltadas a serviços financeiros – que atuam nas regiões remotas do Estado, onde há carência de tecnologias específicas para o pequeno empreendedor, além de redução recorrente de agências bancárias. Um total de 1.500 agências foram fechadas no Brasil só em 2017.

Prova da receptividade do Estado para novas tecnologias é a expansão do Celcoin. Focado em PMEs e autônomos, o aplicativo gratuito transforma o smartphone em uma maquineta de serviços financeiros para pagamento de contas, recargas de celular e compra de conteúdo digital e passagens de ônibus, entre outros serviços.

Permitindo que os usuários ganhem uma renda extra de acordo com a quantidade de transações realizadas no app, a fintech conta atualmente com 479 agentes Celcoin em Pernambuco, totalizando mais de 30 mil transações pelo aplicativo, atendendo mais de 30 mil clientes e movimentando a marca de R$ 0,8 milhões somente no último mês.

Estudo recente da empresa apontou que o número de agentes Celcoin no Pernambuco ultrapassou, pela primeira vez, a quantidade de casas lotéricas em todo o Estado – aproximadamente 438 unidades em todo Pernambuco. O Celcoin vem representando atualmente de 10% a 20% da renda familiar dos agentes que operam no Estado e 58% do uso do app no país se concentra na região Nordeste.

maio
8

Renner inaugura sua 1ª loja em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

A Renner, maior varejista de moda do Brasil, inaugura nesta terça-feira (08), mais uma loja em Pernambuco, a primeira em Olinda. Com uma área total de 3,2 mil metros quadrados e investimento de R$ 7,5 milhões, a unidade funcionará no Patteo Olinda Shopping, recém-inaugurado na cidade. Esta é a 9ª operação da Renner qui no Estado e a 334º no Brasil. A marca também possui cinco lojas no Uruguai.

A nova loja segue as melhores práticas de gestão ambiental, um caminho que acompanha uma tendência de mercado e dos próprios consumidores, cada vez mais exigentes e conscientes das suas decisões de compra. Na linha de frente estão projetos como o uso de iluminação em LED e o desenvolvimento e utilização de matérias-primas com menor impacto ambiental.

Inserida nesse contexto sustentável, a loja tem as cortinas de provadores e as sacolas que auxiliam os clientes durante sua experiência de compra, confeccionadas com fio reciclado, material que reaproveita resíduos têxteis gerados pela cadeia de fornecimento.

A unidade do Patteo Olinda também conta com o encantômetro, ferramenta pioneira implementada pela Renner com o intuito de mensurar a experiência de compra na porta das lojas. Em 2017, os encantômetros captaram 23 milhões de opiniões de consumidores, sendo que 96% deles se disseram encantados.

abr
27

Smart Fit inaugura a sua primeira academia em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

A Smart Fit, maior rede de academias da América Latina, acaba de inaugurar sua primeira academia em Olinda. A nova unidade fica dentro do Shopping Patteo Olinda, no bairro Casa Caiada. O estabelecimento conta com 383 lojas e oferece uma grande estrutura de gastronomia, lazer e serviços.

A unidade inaugura com o Smart Box, espaço para a prática de treinos funcionais, novidade que a rede está implementando nas academias que já estão em funcionamento há mais tempo, e terá também uma sala de ginástica para a realização de aulas de abdominal, alongamento e ritmos (Zumba, Sh’bam e Fit Dance). Outro diferencial é o Smart Shape, um circuito em formato de treinamento intervalado de alta intensidade, elaborado de forma que atende a praticantes de diferentes níveis de condicionamento.

A academia também disponibiliza duas áreas principais, sendo uma delas com equipamentos de musculação e pesos livres, e a outra com aparelhos voltados à prática de atividades cardiovasculares, com esteiras e elípticos, além de equipamentos para membros inferiores e superiores e treinos específicos para a região do abdômen e da lombar.

A Smart Fit Patteo Olinda Shopping, como foi denominada, oferece dois planos de matrícula: o Plano Smart, no qual o cliente pode treinar na unidade por uma mensalidade a partir de R$ 69,90, ou o Plano Black, a partir de R$ 89,90 mensais, que conta com diversos benefícios, como o uso de outras unidades da rede em todo o País, inclusive no exterior, e a possibilidade de treinar com um amigo na sua unidade. O Plano Black ainda permite o uso das cadeiras de massagem das academias e oferece camiseta exclusiva.

abr
18

Shopping Patteo Olinda abrirá as portas na próxima semana

Falta apenas uma semana para a inauguração do Shopping Patteo Olinda, localizado no Bairro Novo. O mall abrirá as portas ao público na manhã da próxima quarta-feira, dia 25 de abril.

Dois dias antes, na segunda-feira (23), os detalhes do empreendimento serão repassados à Imprensa, durante entrevista coletiva marcada para à 9h, no próprio shopping. Os jornalistas verão em primeira mão o novo centro de compras.

O Patteo Olinda é considerado o maior empreendimento privado já construído na cidade e deverá gerar cerca de de cinco mil empregos.

abr
8

Brasil importa camarão e banana e preços devem ter queda

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Economia     Tags ,

O camarão e a banana produzidos no Equador chegam ao mercado brasileiro. Desde o fim de 2017, foi aberto o caminho para a importação desses itens. Para o consumidor, a boa notícia é que, com a concorrência, a tendência é de queda nos preços, que sofreram forte majoração – da ordem de 52%, segundo revendedores- após a doença da mancha branca atingir o crustáceo nacional. 

Hoje a demanda brasileira por camarão é de três a quatro vezes maior que a oferta, segundo estudo do escritório comercial da Embaixada do Equador (Pro Ecuador). “A produção do camarão no Brasil caiu 40% devido à doença da mancha branca que afetou o crustáceo e a demora para essa produção ser recuperada. Então, empresas que usam o camarão como matéria-prima foram atingidas e procuraram o Equador para tentar estabelecer soluções”, explicou o diretor do Pro Ecuador, Alexis Villamar.

Após as consultas feitas por grupos brasileiros, 23 empresas equatorianas de produção de camarão solicitaram ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) do Brasil um certificado para exportação. Hoje, cinco empresas já iniciaram as exportações.

O Sudeste do Brasil já começou a receber o camarão equatoriano, que também será enviado para o Nordeste e outras regiões através do acordo com empresas importadoras. 

Por sua vez, o ingresso da banana equatoriana pretende ter força nos meses de entressafra no Brasil. A produção de banana no Brasil apresenta queda nos meses de abril a junho. Então a programação é para que o Equador supra esse mercado. O objetivo é manter o abastecimento local com o mesmo nível de preço. A autorização do governo brasileiro foi conferida também no fim do ano passado. 

De acordo com a Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), os preços do alimento devem se manter estáveis com o ingresso da produção equatoriana. “A questão principal é que a banana do Equador consegue ser vendida com preço mais em conta do que a brasileira. Mas, não deve impactar o mercado do Brasil, pois não há uma concorrência direta, já que o alimento do Equador é de outro tipo, mais gourmet”, explanou o vice-presidente da SNA, Helio Sirimarco, ao complementar que é preciso ficar atento para que pragas que existem na banana do Equador não cheguem no Brasil.

Fonte: Folhape

mar
14

TIM comemora aniversário de Olinda e Recife com descontos especiais

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Economia     Tags , ,

Em comemoração aos aniversários de Olinda e Recife, na última segunda-feira (12), a operadora TIM está com uma promoção, até o próximo domingo (18), para a venda de aparelhos celulares + planos, nas suas lojas. Esta é a primeira vez que a empresa promove uma ação comemorativa ao aniversário das cidades irmãs.

Os clientes contam com descontos que variam de 20% a 30% em diversos smartphones, de acordo com o plano contratado. Os benefícios abrangem os planos pós pagos C, D e E da operadora. O Samsung J7 Prime e J5 Prime, de R$ 499,00 e R$ 449,00 respectivamente, saem por R$ 349,00 cada.  Já o Moto G5S de R$ 549,00 fica por R$ 399,00.

O Asus Zenfone 4, lançado no Brasil em dezembro de 2017 e vendido inicialmente com exclusividade pelas lojas TIM, também está entre os aparelhos com desconto. Ao invés de R$ 999,00, poderá ser adquirido por R$ 799,00 até o próximo domingo (18). Todos os descontos citados estão atrelados ao plano pós pago C. 

mar
11

A Serra Pelada das moedas digitais

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Artigos     Tags ,

Vinicius Carneiro Maximiliano – Advogado

O cenário brasileiro anda agitado com a valorização meteórica da mais famosa das cryptomoedas (bitcoin)! Até a Câmara dos Deputados está perdida e correndo contra o tempo para tentar regulamentar o uso de moedas digitais, devido ao teor das discussões da audiência pública que ocorreu no dia 19 de dezembro de 2017.

Os debates nas redes sociais não são menos acalorados, muitas vezes beirando a revolta, tanto dos que apoiam quanto dos que a odeiam. A polarização quanto a “ser um bom negócio”, “ser uma moeda” ou “ser um ativo”, tem chegado as raias do debate às vezes até desrespeitoso. Os “early adopters” xingam qualquer um que critique a moeda: retrógrado, atrasado ou defensor do status quo dos bancos.

Do outro lado, economistas e analistas (alguns de peso, outros nem tanto!) fundamentam seus temores e alertas. Buscam suas análises em fatos históricos e cíclicos da economia mundial, na maioria as vezes sem sucesso! Não que seus fundamentos sejam inválidos: a multidão de “crentes” nas cryptomoedas simplesmente nega, em trocadilho gramatical, “o outro lado da moeda”, literalmente.

Entre discussões e debates, venho tentando formar uma opinião sobre as cryptomoedas. E sobre elas, de forma geral, já cheguei às minhas conclusões. Eu não acredito em bolhas… mas que elas existem, existem! Tulipomania é a mais famosa delas, mas tantas outras já se mostraram arrasadoras em mercados muito estruturados. Um detalhe: não é porque um investidor de credibilidade e peso adere ao ativo, que isso torna o ativo seguro, capisce?

Mas com relação ao bitcoin, especificamente, ainda tenho buscado entender alguns movimentos de mercado para formar meu convencimento. Portanto, esse momento em que escrevo essas linhas, acredito que o que deixarei aqui é o que tenho até agora. Certamente, com toda essa dinâmica que vemos, isso vai mudar! Em suma: é apenas mais um ativo, no caso digital, para investimentos.

Dinheiro e moeda, certamente, não o é. E isso não tem relação alguma com defesa aos bancos ou a conservadorismo. Isso é lógica pura (a qual tem faltado muitas vezes nos debates sociais) sobre a forma em que o dinheiro (efetivo) circula em função da aquisição e venda da moeda digital. Não é porque os cryptopunkers disseram que isso é uma desmonetização do dinheiro que isso é uma desmonetização.

Aliás, chamá-la cryptomoeda a mim parece muito mais uma bela sacada de marketing, estruturada em um fantástico storytelling da “lenda do seu criador anônimo”, do que efetivamente um meio monetário. Prefiro o termo “ativo digital fantástico” (porque realmente é!), que atende nesse momento minhas conclusões e evidências sobre essa nova onda.

A bitcoin, bem como as demais cryptomoedas, padece de um dos maiores problemas do mundo moderno: falta de liquidez! Dinheiro que é dinheiro, está disponível de imediato, na mão ou virtualmente, para adquirir bens e serviços. E essa é uma das maiores barreiras que as moedas digitais (atualmente!) sofrem. Sim, sim, eu sei que isso é fácil de resolver… mas enquanto não for resolvido, é um limitador.

Some-se a isso os custos de transação. Certamente nem todo mundo (ou quase ninguém!) entende como funciona a famosa “mineração” das moedas. E a grande sacada delas está nesse processo. Certamente, por essa razão chamei este post de “Serra Pelada” das moedas digitais. Vemos um batalhão de pessoas buscando ganhar dinheiro com o “ouro digital” que brota das CPU e GPUs mundo afora, em uma busca insana pela “pepita” (bloco de dados) mais pesada e mais brilhante, e que pague mais!

Não me diga que você não sabia que os mineradores podem escolher quais “blocos” minerar, em função dos melhores pagamentos? Essa é uma das razões pelas quais algumas transações entre carteiras demoram horas… e outras alguns minutos! A coisa não é tão democrática assim…

Atrele a isso tudo que o algoritmo criado pelo lendário desenvolvedor da moeda, vive alardeando que em dois mil e alguma coisa, será minerado o último bitcoin… praticamente uma mina de “ouro” que, com o tempo, se esgotará, e todo o “produto” que foi minerado ficará circulando no mundo em uma quantidade estável, porém com uma cotação totalmente instável. E que venham as especulações!

Assim, vemos pessoas nos mais recônditos cantos do mundo investindo em placas de processamento, hardware, usinas de energia portáteis, hipoteca da casa, empréstimos em bancos (tradicionais!) para viabilizar a tão sonhada mineração! Se pensarmos bem, em nada difere dos mineiros que, buscando o enriquecimento, largaram famílias país afora para ir viver em condições precárias em Serra Pelada, na busca de uma vida melhor. Se alguma vez você ler a história do Tio Patinhas, vai ver que, antes dele ficar quaquilhionário, se endividou em bancos e perdeu diversas “minas de ouro” em razão dos empréstimos para adquirir os materiais de mineração…

As “fazendas de mineração” não tem tanto glamour como pensamos! A imagem que se tem é de uma central hiper resfriada, com controles e luzes piscando e todo aquele charme do Vale do Silício. Faça uma busca simples no Google e verá que esse romantismo é bem longe da realidade dos mineradores da vida real. Famílias estão ficando malucas com seus adolescentes que montam verdadeiras centrais em casa e consomem a energia do bairro todo.

Ainda temos o alarde mundial (que confesso não saber se é verdadeiro) que o consumo de energia está aumentando assustadoramente para as mineradoras, e que isso pode causar um colapso energético, ou coisa do tipo. Vejam, é o mesmo caos de um impacto ambiental de uma mineradora de ouro, não é? Uma perfeita Serra Pelada, com toda sua glória e suas mazelas!

Na prática, o que mudou foi o instrumento e o formato: ao invés de picareta, precisamos de um laptop e placas potentes de processamento; ao invés da terra e mercúrio, utilizamos energia elétrica aos “tubos” e cryptografia decodificada; no final, de uma tonelada de barro (blocos de dados para serem descryptografados), sai 1 biticoizinha… ou quando não, um centésimo de milésimo de uma bitcoin.

E esse é outro detalhe: moeda, em sentido estrito, é uma unidade de medida com referencial definido. Moeda digital fez com que “um inteiro”, fosse dividido aos milhares dos milhares, chegando ao ponto de uma pessoa adquirir ou receber 0,000001 de bitcoin, pode?

Entre essas e outras características, as moedas digitais ainda possuem desafios grandes para serem socializadas e aceitas pelo mercado corrente. Sim, existe um lobby fortíssimo dos bancos e outros meios de pagamento para que isso tudo seja barrado. É sim um dos maiores impactos no sistema financeiro mundial. Porém, tais limitações ainda dificultam que o ativo seja facilmente transacionável por pessoas comuns. Fora as acusações de lavagem de dinheiro e os esquemas de pirâmide usando moedas digitais.

Como tudo nesse mundo capitalista em que vivemos, quem tem dinheiro, tecnologia e conhecimento pode operar facilmente com moedas digitais, pagando com cartão de credito, ou transferências internacionais. Porém, traga isso ao mundo real, do dia a dia, da compra do pão na padaria aos quilos de carne no açougue… é quase que ressuscitar a URV… quem se lembra?

Sou um entusiasta dessas inovações e acredito fortemente que o blockchain, que é a tecnologia que permite essa corrida do ouro, veio para ficar. Mas confesso que essa euforia com a bitcoin é mais um modismo digital. Veja-se os choques anafiláticos que pessoas tem sofrido mundo afora quando a moedinha dá um sustinho e cai uns 90% em meia hora… Imagina!

Costumo dizer que bitcoin é para os fortes… de bolso! Se você tem dinheiro para perder e não vai passar necessidades, invista! Ainda dá para ganhar um bom dinheiro… e para perder um tanto bom também. Contudo, dinheiro e moeda não estão nem perto do que é um bitcoin, uma grande sacada de ativo digital dos tempos modernos. E por fim: quer saber quando uma bolha está chegando ao seu limite ou querendo estourar? Preste atenção aos movimentos de “liquidez” de grandes investidores no ativo… se começarem a vender, tem coisa por ai!

fev
9

Mudança no Simples beneficiará 2 mil microempresas pernambucanas

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Economia     Tags

A mudança no regime de substituição tributária, aprovada pelo Senado, pode beneficiar cerca de 2 mil micro e pequenas empresas em Pernambuco, que empregam cerca de 14 mil trabalhadores. No Brasil, o número de empresas impactadas positivamente chega a 44 mil. O projeto aprovado (PLS 476/2017), aumenta o valor mínimo para que empresas sejam enquadradas no modelo de substituição tributária na cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), cobrado pelos Estados. A proposta agora segue para aprovação na Câmara dos Deputados.

Hoje, as empresas que têm receita bruta acima de R$ 180 mil ao ano estão sujeitas a esse tipo de tributação – o imposto é cobrado da empresa por toda a cadeia de produção daquele bem, antes mesmo que o produto seja fabricado. Pela proposta aprovada, passou a valer o limite de enquadramento do Simples Nacional, que é de R$ 4,8 milhões. Os principais segmentos de microempresas impactadas com a mudança são panificação, fabricação de telhas e cerâmicas, sorvetes, massas alimentícias, laticínios, produtos de carne, biscoitos, molhos e chocolates.

Na avaliação do senador Armando Monteiro (PTB-PE), relator do projeto, a proposta é fundamental para melhorar o ambiente de operação das micro e pequenas empresas. “Além da cobrança antecipada por toda a cadeia, o recolhimento é complexo e prejudica a competitividade dos pequenos em relação às demais empresas que operam na produção do mesmo bem”, afirmou.

Para Armando, o impacto será muito positivo. “Sabemos que o microempresário, o pequeno negócio, é um grande empregador. Se você penaliza o pequeno com muito imposto, muita burocracia, ele se inviabiliza e deixa de gerar emprego e renda. Esse projeto visa não só preservar os empregos que temos hoje nas microempresas como melhorar o ambiente de negócios para que mais pequenos empreendedores possam abrir sua empresa, empregar e gerar renda”, avalia Armando.

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de março de 2019
196 dias restantes.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje