Navegando todos os artigos com a tag Eleições 2018
nov
4

Fim de um ciclo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Artigos     Tags , ,

Celso Tracco – Economista

A eleição presidencial de 2018 foi histórica em muitos aspectos e talvez o seu resultado possa mudar o rumo da, ainda jovem, democracia brasileira.

O primeiro aspecto que devemos observar é que o Partido dos Trabalhadores (PT) participou de todas as eleições diretas para presidente desde 1989. Sempre foi uma participação de protagonista, ficando em 2º lugar em 1989, 1994, 1998 e 2018 e vencendo em 2002, 2006, 2010 e 2014.

Isto não é de se desprezar, afinal o partido foi fundado em 1980 e sua estrutura surgiu de uma inusitada união entre intelectuais acadêmicos de esquerda e uma forte base sindical. Operacionalmente, para alcançar uma rápida capilaridade, usou, entre outras estratégias, a rede das Comunidades Eclesiais de Base da Igreja Católica (CEB’s). Com isso, tomou conta das periferias, sempre muito carentes, das grandes cidades.

Na década de (19)80 o país já dava muitos sinais de cansaço e esgotamento do regime militar, instaurado em 1964. Além disso, na economia, a década de (19)80 ficou conhecida como a década perdida, com baixíssimo crescimento. Há de se reconhecer, politicamente falando, que ninguém soube aproveitar melhor essas condições do que o PT. Sendo oposição e perdendo, nas eleições de 1989, 1994 e 1998, chegou ao poder em 2003, permanecendo até o final de 2015, quando se iniciou o processo de impeachment da então presidente, Dilma Rousseff. Em 2018, o PT chegou mais uma vez ao segundo turno, mesmo em condições muito adversas, pois o seu principal dirigente político está preso desde abril.

O segundo aspecto é que tivemos o improvável surgimento da candidatura de um ex-capitão do Exército que se tornou deputado federal em 1990 e sempre foi, na sua vida pública, um opositor ferrenho do PT. Destacou-se mais pelo seu tipo de comunicação, severo e autoritário, do que pelos seus feitos parlamentares.

Na verdade, Jair Bolsonaro nunca usou uma estrutura partidária. Na sua vida parlamentar, já passou por oito partidos, o que prova que o sistema político brasileiro está desgastado, é anacrônico e não representativo. Com seu discurso de extrema-direita, de ordem e progresso e de liberalismo econômico, um parlamentar sem dinheiro, sem apoio partidário, sem tempo de televisão, sem apoio da mídia e baseando sua comunicação com os eleitores via mídias sociais, derrotou os maiores partidos brasileiros de forma inapelável. PSDB e PT, que protagonizaram as eleições por 20 anos, enlameados por muitos escândalos de corrupção e desgoverno, foram democraticamente rejeitados nas urnas.

A alternância de poder é saudável, mas infelizmente o poder corrompe. O PT, em certo sentido, foi vítima do seu próprio veneno. Encastelado no poder, esqueceu-se das suas origens, das periferias. Não promoveu nenhuma das reformas necessárias e o seu populismo de esquerda levou o país à maior recessão da sua história.

Paradoxalmente, o PT promoveu altas taxas de desemprego, um déficit fiscal gigantesco e a paralisia da economia. Parece que não queremos aprender com a história. As mesmas condições que levaram o PT do nada ao centro do poder, o derrubaram pela sua ganância, corrupção e distanciamento das suas origens. A história se repete. Esperemos, para o bem do país, que o fim seja diferente.

out
28

Todos os institutos apontam para a vitória de Jair Bolsonaro

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , , ,

O Real Time Big Data também divulgou na noite deste sábado (27) o resultado da sua última rodada de pesquisas para a Presidência da República e apontou o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, com 55% das intenções de votos válidos, contra 45% do petista Fernando Haddad.

Entre os institutos de pesquisa, a unanimidade: todos apontam para a vitória nas urnas de Jair Bolsonaro neste domingo (28). Basta acompanhar os resultados divulgados: os levantamentos do Datafolha, Ipespe, Paraná Pesquisas, Real Time Big Data, Ibope e CNT/MDA.

Mas o candidato do PT ainda acredita na virada, que pode acontecer hoje (28), das 8h às 17h, horário da votação. Agora é aguardar a abertura das urnas e conferir o resultado.

out
28

Selfies na hora do voto é crime e pode dar até dois anos de detenção

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags ,

Neste domingo (28), dia da eleição de segundo turno (em Pernambuco para a Presidência da República), o eleitor deve manter o sigilo do voto. Ou seja: não pode, de maneira alguma, fazer aquelas selfies na cabine eleitoral, na hora do voto.

A lei eleitoral proíbe o eleitor de portar smartphones, câmeras fotográficas, filmadoras e equipamentos de radiocomunicação dentro da cabine de votação. Quem desobedece e viola o sigilo do voto, infringe o Código Eleitoral e está sujeito à detenção de até dois anos.

Na hora de ir à cabine votar, o eleitor deve deixar os equipamentos eletrônicos com os mesários da seção eleitoral.

O Tribunal Regional Eleitoral em Pernambuco (TRE-PE) intensifica hoje (28), o trabalho de combate às práticas ilícitas neste segundo turno, entre elas a boca de urna.

“O TRE-PE não vai permitir que ações criminosas de minorias afetem o direito e o dever do eleitor de comparecer às urnas.. A promoção de qualquer tumulto, vandalismo e outros ilícitos nos locais de votação são objetos de prisão em flagrante”, informou o órgão, através de nota.

Foto ilustrativa: Cariri Ligado

out
28

Quem não votou no primeiro turno pode votar hoje, no segundo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags ,

Os eleitores que não votaram no primeiro turno da eleição, no dia 07 de outubro, pode ir neste domingo (28) votar no segundo turno, desde que estejam em situação regular com a Justiça Eleitoral e com título eleitor ativo.

O eleitor só não poderá ir votar se o seu título tiver sido cancelado ou suspenso. Segundo a Justiça Eleitoral, cada turno de votação é considerado como uma eleição independente.

Então se ligue: se você não compareceu para votar no primeiro turno, não há nenhum problema. Você não está  impedido de votar na eleição de hoje (28), do segundo turno. 

out
27

A limpeza necessária

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Artigos     Tags , ,

O primeiro turno das eleições de 2018 teve vários perdedores: um deles foi a pesquisa eleitoral: os institutos erraram feio. Declaro não ser adepto da teorias da conspiração. Não creio que os resultados das pesquisas sejam manipulados, no entanto, acredito que as técnicas dessas pesquisas estão ultrapassadas e não refletem o real sentimento do eleitor. Elas erram tanto, que uma das explicações é que “o eleitor deixa para decidir no último momento”.

O segundo perdedor foi a grande imprensa, dita especializada em política. Sem dúvida ela não é mais formadora de opinião, pois afirmou que a renovação do Congresso seria mínima. Sequer deu espaço para os partidos “nanicos” ou desconhecidos, cujos candidatos se elegeram em grande número. Promoveu debates que tiveram repercussão perto de zero e, em alguns casos, como já aconteceu no passado, agiu com uma indisfarçável parcialidade. As mídias sociais, ainda que timidamente, estão exercendo um papel cada dia mais relevante na opinião pública. Parece que estamos longe de compreender, profundamente, esse fenômeno, mas manifestamente ele é importante.

O terceiro grande perdedor foi o anacrônico, ineficiente e corrupto sistema político brasileiro. Os grandes partidos e seus caciques fizeram de tudo para que a renovação dos candidatos fosse mínima. Perderam de goleada. A Câmara de Deputados teve a maior renovação desde 1990 – perto de 50% – sendo que 20% dos eleitos ocuparão uma cadeira legislativa pela primeira vez. No Senado a mudança não foi uma onda, mas um tsunami. Das 54 vagas em disputa, 46 serão ocupadas por novos nomes. Uma renovação de 85%, a maior de sua história.

Os vencedores foram aqueles que perceberam que a sociedade brasileira anseia por transformação, dentro do Estado de Direito e do respeito às leis vigentes. A população brasileira está cansada do seu dia-a-dia inseguro com mais de 60 mil assassinatos por ano, outras 50 mil mortes no trânsito, em estradas e cidades abandonadas pelo poder público; de um sistema de saúde precário e desumano.

A população está cansada de saber que mais de 50% dos domicílios não têm tratamento de esgoto; de ser transportada em ônibus e trens lotados; de levar seus filhos para escolas públicas onde os professores estão desmotivados e mal pagos; de conviver com altíssimas taxas de desemprego e de promessas vãs; de ver seu dinheiro ir para privilégios, faraônicas aposentadorias do setor público, gastos infindáveis com mordomias e corrupção, sem retorno para quem quer levar uma vida digna, trabalhar e criar sua família em paz.

Esta população não quer saber de ideologias extremistas, nem de direita, nem de esquerda. Quer um país decente, digno, humano e solidário. Deu um primeiro basta, ainda que tímido, pois sabe que tem muito mais sujeira para ser removida. Que seu protagonismo continue crescendo, a limpeza apenas começou!

out
27

A eleição do desalento

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

José Paulo Kupfer

A afirmação segundo a qual, para problemas complexos, há sempre uma solução simples e equivocada, de tão batida já perdeu a paternidade. Nem por isso deixou de ser verdadeira.

Parafraseada, ela também é perfeita para explicar o fenômeno que engolfou as eleições gerais de 2018, lançando sombras e temores sobre o futuro da democracia brasileira.

Fonte/Foto: Poder360
out
26

Dispara busca por “fascismo” na internet nesse período eleitoral

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

Às vésperas do segundo turno, aumenta consideravelmente a busca de brasileiros por termos relacionados à política. É o que aponta um levantamento realizado pela SEMrush, líder global de marketing digital, que analisa alguns dos termos mais buscados entre setembro de 2017 e setembro de 2018. O brasileiro se mostrou mais engajado em procurar saber os significados de palavras muito mais utilizadas desde a disputa pela corrida presidencial, como “fascismo”, “comunismo“, “socialismo” e “democracia”.

O termo Fascismo foi o campeão: as buscas cresceram 643% em 12 meses. Em outubro de 2017 eram 60,5 mil buscas mensais, enquanto no mesmo período de 2018 foram 450 mil. Comunismo e Socialismo também tiveram alta nas buscas, com 232% de aumento no último ano. Já o sistema político vigente no Brasil, a democracia, é a que menos possui crescimento nas buscas, com aproximadamente 171%. Esses dados são fundamentais para entender o comportamento dos eleitores, já que muitos optam por pesquisar conceitos que podem interferir diretamente no resultado e consequências da eleição.

Já o termo direitos humanos apurou um crescimento tímido de apenas 22% no último ano, mas com um número expressivo de buscas, cerca de 135 mil apenas em setembro. Entretanto, a curiosidade sobre feminismo aumentou consideravelmente no último ano, com 232% de crescimento e mais de 200 mil buscas no último mês. Também foram expressivos os índices que revelam o aumento de procuras para corrupção e ditadura. Ambos terminaram o mês de setembro com 60 mil pesquisas, enquanto que no mesmo período ano ano passado, as buscas representavam 40 mil e 27 mil, respectivamente.

Crescimento das buscas por termos relacionados à política (set 2017 – set 2018)

  • Fascismo: 643%

  • Comunismo: 232%

  • Socialismo: 232%

  • Democracia: 171%

  • Direitos humanos: 22%

  • Feminismo: 232%

  • Corrupção: 49%

  • Ditadura: 123%

out
25

Fernando Haddad pode ter a candidatura cassada

A utilização de frotas de ônibus para colocação de adesivos do PT na cidade de Salvador (BA), poderá ensejar na cassação do registro da candidatura de Fernando Haddad à presidência da República.

A informação foi publicada ontem (24) à noite, e está no blog de Edmar Lyra. Registro, também, no site O Antagonista, com vídeo.

De acordo com a legislação, é vedada a utilização de bens públicos para propaganda eleitoral. A Lei Eleitoral também prevê que a pena pode ser a cassação do registro da candidatura do infrator.

Confira o vídeo.

out
23

Apresentador se demite ao vivo após entrevista de Bolsonaro a rádio

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , , ,

A cinco dias do segundo turno das eleições, o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) concentrou sua fala em críticas ao PT e à imprensa em entrevista à Rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul, na manhã desta terça-feira (23). Depois de ter sido chamado de “anticristo” pelo deputado Paulo Pimenta (PT-RS), Bolsonaro ironizou o apelido e disse que só se for porque, para os petistas, Lula é Deus.

“O Lula é o Deus para eles, e como eu sou o oposto do Lula, eu acho que eu sou o anticristo no tocante anti-Lula. O cidadão não tem nada na cabeça”, afirmou.

Bolsonaro voltou a criticar o fato de o PT ter no seu programa de governo um plano para o controle social da mídia. Segundo ele, a proposta seria para controlar quem pode ser o entrevistador e o entrevistado. “Eles querem que você, para entrevistar alguém, esse alguém não pode ser qualquer um. E mesmo assim tem que conduzir qual o tipo de perguntas que você fazer e responder. É o controle social que existe em Cuba, por exemplo. Lá só tem uma imprensa, como na Coreia do Norte e outros países comunistas que temos por aí. Esse é o PT, e eu sou oposição a esse tipo de tratamento”, afirmou.

Apesar da presença de outros apresentadores no estúdio, a entrevista foi conduzida somente pelo âncora Rogério Mendelski, que ao fim disse ter sido uma “condição do candidato”. A situação levou um dos apresentadores, Juremir Machado (foto), a se demitir ao vivo do programa. “Nós podemos dizer que o candidato nos censurou?”, perguntou. “Não, eu não diria isso”, disse o âncora, que agradeceu pelo silêncio no estúdio durante a entrevista. 

“Então por que nós não podíamos fazer perguntas? Eu achei humilhante e por isso estou saindo do programa. Foi um prazer trabalhar aqui dez anos”, disse Juremir ao se demitir. Mendelski mostrou-se surpreso com a reação e disse que não poderia fazer nada. “Desculpe, eu não tenho que dizer nada, foi uma condição do candidato”, afirmou.

Fonte: Folhapress

out
23

32% do PIB Nacional declaram apoio à candidatura de Jair Bolsonaro

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Ontem (22), empresários das áreas química, automobilística, têxtil, de maquinário, construção civil, aço e siderurgia prestaram apoio ao candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro. O grupo de 10 empresários, liderado pelo deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), apontado como possível futuro ministro da Casa Civil, assinou um manifesto em favor do presidenciável.

“Os setores industriais que representam 32% do PIB industrial e geram 30 milhões de empregos diretos e indiretos e R$ 250 bilhões em pagamento de impostos colocam-se a favor do diálogo com o candidato Jair Messias Bolsonaro (PSL) na Presidência da República para encontrar caminhos para a retomada do desenvolvimento da indústria, crescimento do país e geração de empregos”, diz o texto.

Em uma foto postada na conta do presidenciável nas suas redes sociais, Bolsonaro agradece o apoio. Os empresários seguram a carta compromisso, firmada na casa do candidato, no Rio de Janeiro.

Estiveram presentes no encontro representantes da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) e do Instituto Aço Brasil.

Fonte: Poder360

out
22

PT e o pagamento de impulsionamento através de aplicativo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

Claudio HumbertoDiário do Poder

A ação que pretende impedir no tapetão a vitória de Jair Bolsonaro alegando “compra de envio” de mensagens via Whatsapp, pode representar “tiro de bazuca” no pé do PT. É que a ação abre caminho para que o PT seja punido por ação idêntica devido à utilização do aplicativo “O Brasil Feliz de Novo”, que remunera os “mortadelas virtuais” que compartilham o conteúdo petista nas redes sociais.

O app O Brasil Feliz de Novo paga até R$ 2 mil/mês para os “militantes” mais ativos. A fórmula é simples: engajamento online vira dinheiro.

Ganha “pontos” no aplicativo quem compartilhar, curtir ou se engajar de alguma forma em conteúdo do PT. Pontos são trocados por dinheiro.

O caso do PT tem até vídeo explicativo (já retirado do YouTube) de criadores do aplicativo sobre como maximizar o objetivo do usuário: “ganhar dinheiro, né gente?”.

A legislação eleitoral permite propaganda eleitoral na internet, mas não o “impulsionamento” pago de conteúdo por terceiros. O MP já investiga.

Fonte2: MS Pontocom

out
22

Bolsonaro já prepara um ‘pacotão de medidas’ para enviar ao Congresso

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), disse que, se eleito, as propostas de governo só serão encaminhadas ao Congresso Nacional, depois de conversas com senadores e deputados federais. De acordo com ele, pretende apresentar uma série de medidas que devem ser negociadas com os parlamentares.

“Não vamos apresentar nada sem conversar com os parlamentares, para ter certeza que essas reformas serão aprovadas de forma racional pelo Parlamento”.

A afirmação foi feita durante entrevista exclusiva à TV Band e veiculada nas redes sociais do candidato nesse domingo (21). Ele reiterou que não pretende participar de debates, como vem cobrando o seu adversário Fernando Haddad (PT).

O candidato do PSL rebateu as acusações de envolvimento no esquema supostamente financiado por empresários para disseminar fake News anti-PT. Segundo ele, sua campanha é feita por simpatizantes e ele, pessoalmente, não tem amizade com empresários. “São milhões e milhões de pessoas que trabalham pela minha candidatura. São robôs do bem”, concluiu.

Fonte: Agência Brasil

out
21

Ato pró-Haddad em ritmo de frevo no Sítio Histórico de Olinda

Ao som de frevo e gritos de “ele não”, diversas agremiações carnavalescas e milhares de pessoas seguem, na tarde deste domingo (21), pelas ruas e ladeiras do Sítio Histórico de Olinda em ato pró-Fernando Haddad (PT). Com muitos estandartes e bandeiras vermelhas do PT, o cortejo iniciou no Largo do Guadalupe em direção ao Largo do Amparo e Quatro Cantos. Em Boa Viagem (Recife), os manifestantes pró-Bolsonaro realizam caminhada.

Os organizadores destacam que o evento é um ato político e não carnavalesco. Apesar de pacífico, muitos manifestantes vaiaram moradores do Sítio Histórico que expunham a camisa do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). 

Oficialmente, dez agremiações se organizaram, mas outros aderiram e acompanham a manifestação. Presentes alguns políticos, como o presidente estadual do PT Bruno Ribeiro; a deputada estadual Tereza Leitão (PT), e a ex-candidata ao Governo de Pernambuco pelo PSOL, Dani Portela.

Fonte/Foto: Folhape

out
21

Simpatizantes de Bolsonaro realizam ato #PTNão, em Boa Viagem

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

A manifestação #PTNão, organizada pelo movimento Vem Prá Rua, “contra a volta da ‘cleptocracia’ e do projeto bolivariano de poder do PT  ao comando do país” tomou a Avenida Boa Viagem (Recife) reunindo militantes e simpatizantes do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) na tarde deste domingo (21). No Sítio Histórico de Olinda acontece ato pró-Haddad.

Participam do ato político, além do Vem Prá Rua, o MBL (com um trio elétrico), a Direita Pernambuco e o Endireita Pernambuco. Há, também, um trio comandado somente por mulheres. Os deputados federais e ex-ministros Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM) participam da manifestação.

Cerca de 110 mil pessoas, segundo os organizadores, vestem camisas nas cores verde e amarelo e também com a imagem de Bolsonaro e levam bandeiras do Brasil.

Fonte/Foto: Folhape
out
21

Atos pró-Bolsonaro neste domingo

A uma semana do segundo turno das eleições, os apoiadores da candidatura de  Jair Bolsonaro (PSL/PRTB) à Presidência da República promovem neste domingo (21), diversas carreatas.

À tarde, a partir das 14h, o movimento “Vem Pra Rua”, conhecido pelos protestos a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), promove a manifestação “#PTnão para o Brasil não virar uma Venezuela“. A concentração, no Recife, será em frente à Padaria Boa Viagem.

De acordo com o coronel Koury, que está à frente da coordenação da campanha e das carreatas a favor do presidenciável, estão cadastradas e confirmadas 110 carreatas de apoio a Bolsonaro no Nordeste. Todas acontecerão, simultaneamente, hoje (21). 

Outra mobilização popular está agendada para o próximo sábado (27). Denominada “Caminhada da Família“, tem o objetivo de dar voz à família brasileira sobre o que ela espera da política no país. Vai percorrer a Avenida Conde da Boa Vista até o Marco Zero.

out
21

Carnaval para Haddad na tarde deste domingo no Sítio Histórico de Olinda

Agremiações carnavalescas promovem na tarde deste domingo (21), no Sítio Histórico de Olinda, um ato denominado “Amor em Bloco”. O “Eu Acho é Pouco” é quem encabeça a mobilização, em favor da candidatura de Fernando Haddad (PT) à presidência da República. A concentração terá início às 15h, no Largo do Amparo.

Também participarão do evento as seguintes agremiações: Enquanto isso na Sala da Justiça, Boi da Macuca, Empatando Tua Vista, Clube Vassourinhas, Coroas de Aço Inox, Menino da Tarde, Vaca Profana, A Ema, Amantes de Glória, A Troça, Bloco do Nada, Eu Me Vingo de Tu no Carnaval, Segunda tem Palhaço e Seguranças de Lala K.

out
18

Bolsonaro não participará de debates

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que lidera com folga as pesquisas de intenção de votos (59% a 41%), não participará de nenhum dos debates na TV com Fernando Haddad (PT) previstos até o segundo turno da eleição presidencial, em 28 de outubro, devido ao seu estado de saúde. A informação foi data na tarde desta quinta-feira (18) pelo presidente do partido, Gustavo Bebbiano.

“Apesar da melhora, o seu estado é ainda de absoluto desconforto para se submeter a uma situação de alto estresse sem nenhum motivo”, informou em entrevista coletiva no Rio de Janeiro. “Como já disse o candidato Bolsonaro: quem discute com poste é bêbado”, acrescentou Bebbiano.

Bolsonaro se refere a Haddad como o poste de Luiz Inácio Lula da Silva, em referência à expressão popular que diz que o carisma do ex-presidente preso poderia, inclusive, fazer eleger um pedaço de madeira. Na semana passada, Haddad se disse disposto a ir “até à enfermaria” para debater publicamente com o seu adversário.

Jair Bolsonaro continua se recuperando da facada que levou no início de setembro durante um comício em Minas Gerais. Na manhã de hoje, o cirurgião Antônio Luiz Macedo, chefe da equipe que o operou no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, assegurou a Agência Brasil que, do ponto de vista médico, o candidato pode participar dos debates se assim desejar, mas com certas limitações.

Fonte: AFP

out
16

As pesquisas estão erradas?

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , , ,

Pelo visto, todo o arsenal de denúncias do presidenciável Fernando Haddad (PT) contra o seu adversário Jair Bolsonaro (PSL) não têm surtido efeito. O candidato militar, de direita, continua liderando todas as pesquisas de intenção de votos neste segundo turno.

Nos últimos sete dias, quatro pesquisas apontam a vantagem de Bolsonaro: na última quarta-feira (10), o Datafolha divulgou levantamento onde o presidenciável do PSL tem 58% dos votos válidos, contra 42% do candidato do PT. No dia seguinte (11), saiu o resultado da pesquisa do XP/Ipespe, dando vantagem para Bolsonaro – 59% a 41%.

As pesquisas do BTG Pactual, divulgada no último domingo (14), e a do Ibope, publicada ontem (15), também apontam a consolidação de Jair Bolsonaro na dianteira. Ambas, dão 59% dos votos válidos para o social liberal, contra 41% do petista Haddad.

Esses percentuais, significam uma dianteira de algo em torno de 20 milhões de votos de vantagem para o deputado-militar. O PT ainda tem 12 dias para virar o jogo!

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de março de 2019
102 dias restantes.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: