Navegando todos os artigos com a tag Exército
maio
23

Concurso da Escola Preparatória de Cadetes do Exército oferece 450 vagas

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Concursos     Tags , ,

A Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx) está com inscrições abertas até o dia 6 de junho, para o preenchimento de 400 vagas para o sexo masculino e 50 vagas para o sexo feminino, destinadas à matrícula no Curso de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico (CFO/LEMB).

Para a ampla concorrência serão 320 vagas para o sexo masculino e 40 vagas para o sexo feminino. Há vagas reservadas aos candidatos negros, sendo 80 vagas para o sexo masculino e 10 vagas para o sexo feminino, de acordo com a lei nº 12.990/2014.

Em Pernambuco as provas serão realizadas no Comando da 7ª Região Militar (Cmdo 7ª RM) do Recife. Os candidatos devem possuir idade de, no mínimo, 17 e, no máximo, 22 anos completados até 31 de dezembro do ano da matrícula no CFO/LEMB. Se menor de 18 anos, é necessária autorização do responsável legal. Confira o edital: http://www.espcex.eb.mil.br/downloads/edital2019.pdf.

maio
15

Exército fiscaliza empresas de blindagem de veículos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags ,

O Exército iniciou ontem (14), a Operação Escudo, com o objetivo de intensificar a fiscalização do comércio de blindados e das empresas que trabalham com a blindagem de veículos.

Quarenta empresas em Pernambuco, Paraíba, Alagoas e Rio Grande do Norte foram fiscalizadas pelos militares, funcionários dos Detran e das Fazenda estaduais. A operação deve durar até o final desta semana, tempo necessário para vistoriar todas as empresas.

No primeiro dia, cinco empresas foram notificadas por infrações, três no Recife (PE) e duas em Natal (RN). As autuações tiveram motivações leves. Em Pernambuco, 12 das 22 empresas alvo da operação foram visitadas ontem (14).

A Operação Escudo visa coibir desvios de veículos blindados para grupos envolvidos com a criminalidade. As ações impactam diretamente a segurança pública nacional, uma vez que contribuem para a insegurança de grupos ligados a criminalidade.

abr
9

Operação do Exército combate o comércio ilegal de armas e munições

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

O Exército Brasileiro, por meio do Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados (SisFPC) inicia hoje (09), em todo o Brasil, a Operação Alta Pressão VIII. A atividade ocorre em condição de interagências e objetiva fiscalizar o comércio de armas de fogo, munições e insumos, em lojas e clubes de tiro cadastrados junto ao Exército. A meta é coibir o cometimento de ilícitos com o uso desses produtos controlados.

A primeira operação do gênero ocorreu em 2015. De lá para cá, foi possível constatar uma significativa redução no comércio indevido de armas e munições no âmbito regional e nacional. Todas as atividades têm contado com a participação de militares do Exército e de diversos órgãos da segurança pública.

O SisFPC tem capacitado todos os militares e integrantes de agências que participam da operação. O objetivo é prepará-los na difusão do conhecimento, conforme diretrizes emanadas pelo Comando Logístico (COLOG). Antecede a esse trabalho, o levantamento prévio por parte da inteligência do Exército e dos demais órgãos de segurança, visualizando por meio de instrumentos tecnológicos os principais alvos e riscos.

Além de cumprir suas atribuições, conforme legislação vigente, a Operação Alta Pressão VIII, proporciona à sociedade sensação de segurança e confiança, por meio de um trabalho competente e eficiente.
Na Alta Pressão VII, em outubro de 2018, foram apreendidas 41.288 munições, 1.135 armas de fogo, 172 armas de pressão – entre elas 22 airsoft e duas lunetas de uso restrito – em todo o país. Ao todo, 95 empresas foram autuadas por irregularidades administrativas no trato com produtos controlados pelo Exército (PCE).

Para que um produto seja “controlado pelo Exército”, ele precisa ter poder de destruição ou outra propriedade de risco. Além disso, é necessário que o uso seja restrito a pessoas físicas e jurídicas legalmente habilitadas, capacitadas técnica, moral e psicologicamente, de modo a garantir a segurança da sociedade.

jan
18

Cabo do Exército suspeito de desviar armas e munições é preso em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , , ,

Um cabo do Exército Brasileiro suspeito de desviar armas de fogo e munições da unidade militar na qual trabalha foi preso em flagrante na madrugada desta sexta-feira (18) pela Polícia Civil de Pernambuco. Policiais da Delegacia de Homicídios receberam a denúncia e resgataram as armas nas cidades de Olinda e Abreu e Lima. 

Foram apreendidos três fuzis MQ 7.62m, 101 cartuchos intactos de munição calibre 7.6, três munições intactas de calibre .5, um revólver calibre 38 sem registro e diversos cartuchos de munição de calibre restrito. A polícia encontrou ainda 120 gramas de cocaína, 353 gramas de crack, uma balança de precisão e um rádio comunicador. 

O nome e a idade do militar não foram divulgados. Ele passou por audiência de custódia e ficará detido no 7º Grupo de Artilharia de Campanha (7º GAC), em Olinda (foto). Vai responder perante a Justiça Militar. 

A Polícia Civil informou que o caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) Norte e, para não atrapalhar as investigações, não foram divulgados o destino das armas e munições desviadas pelo militar.

Fonte/Foto: Folhape

abr
23

Exército prorroga inscrições para concurso público com 1.010 vagas

Mais uma chance para os concurseiros: o Exército prorrogou as inscrições para o concurso público que oferece 1.100 vagas para os Cursos de Formação de Sargentos (CFS): 910 vagas para homens e 100  para mulheres.

Inicialmente, as inscrições seriam encerradas na última sexta-feira (20). O novo prazo é a próxima sexta-feira, dia 27, no site do Exército. São oferecidas vagas nas áreas de saúde (técnico em enfermagem), aviação e música (habilidade com partituras e instrumentos musicais).

As exigências para participar são o ensino médio concluído. Mais informações sobre o concurso podem ser obtidas no site da seleção.

jan
26

7º GAC tem novo comandante

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags ,

Desde a última terça-feira (23), o 7° Grupo de Artilharia de Campanha (7º GAC) – Regimento Olinda, também conhecido como “Quartel do 7º R.O”, na rodovia PE-15, tem novo comandante: é o tenente-coronel Adler.

O militar recebeu o posto do coronel de Exército, Liberatori, que estava no Comando do 7º R.O há dois anos. Em março, Liberatori seguirá para missão em Brasília (DF).

A solenidade da troca de Comando ocorreu na manhã de terça-feira e contou com a presença do prefeito de Olinda, Lupércio Carlos. O coronel Liberatori agradeceu o acolhimento recebido em Olinda. “Mais do que cumprir missões, tentamos trabalhar corações e mentes. E trabalhar para formação de cidadãos brasileiros, militares ou não”, afirmou o militar.

Antes da troca de Comando, o prefeito destacou o trabalho realizado por Liberatori, que dentre outras missões, foi  responsável pelas operações com caminhões-pipas para atender as regiões que sofrem com a seca no Nordeste. Também desejou sucesso ao novo comandante do 7º GAC no próximo biênio.

out
22

Corrupção nos quartéis: Ministério Público detecta desvios de R$ 191 milhões nas Forças Armadas

Em setembro deste ano, o general do Exército Antonio Hamilton Mourão discursava com autoridade. A uma plateia atenta, ele se mostrava incomodado com a corrupção que atinge o país e disse que os militares estariam dispostos a executar uma intervenção se o Judiciário não “resolver o problema político”, numa alusão a políticos corruptos.

03-tanqueB_956x500

O discurso de Mourão causou polêmica e refletia a tese propagada por grupos que defendem uma eventual intervenção militar de que as Forças Armadas estariam “imunes” à corrupção e, portanto, poderiam dar um fim à crise política vivida pelo país nos últimos anos.

Investigações conduzidas pelo MPM (Ministério Público Militar) e um levantamento inédito do STM (Superior Tribunal Militar) mostram, porém, que, assim como as demais instituições brasileiras, as Forças Armadas também sofrem com os casos de corrupção. 

Denúncias feitas pelo MPM apontam para desvios milionários praticados tanto por praças quanto por oficiais de alta patente. Os casos vão de cobrança de propina em contratos a roubo de peças de tanques militares. O MPM (Ministério Público Militar) identificou, nos últimos dez anos, desvios de pelo menos R$ 191 milhões nas Forças Armadas. Boa parte deste valor é resultado de crimes como fraudes a licitações, corrupção passiva, ativa, peculato e estelionato. 

O Ministério da Defesa diz fazer auditorias para a avaliação dos gastos das Forças Armadas, que “nenhuma organização ou país está imune à corrupção” e que “na formação e educação do militar, fatos desabonadores da ética e da moral são repudiados e devidamente punidos”.

O levantamento tem como base um conjunto de 60 denúncias feitas pelo MPM e mostra que a corrupção não apenas existe nas Forças Armadas, mas que ela é praticada tanto por praças (cabos e soldados) quanto por oficiais de alta patente, a elite entre os militares.

Das 60 denúncias, 59 foram encaminhadas ao TCU (Tribunal de Contas da União) em meados de setembro. O encaminhamento foi feito a pedido do tribunal como parte dos procedimentos de controle das contas das Forças Armadas. O órgão é responsável pela análise das contas públicas das Forças Armadas. A que ainda não foi encaminhada ao TCU ainda está sob sigilo e aguarda uma decisão da Justiça Militar para se transformar em ação penal.

A análise dos dados extraídos das denúncias oferecidas pelo MPM permite dizer que o perfil dos casos de corrupção nas Forças Armadas é semelhante ao de outras instituições públicas civis. Há desvios causados por crimes como fraudes a licitações em hospitais militares, pagamento indevido de diárias a oficiais da Aeronáutica, desvio de combustíveis e apropriação de dinheiro público.

Fonte/Imagem: UOL

out
18

Jovem infrator pode ter preferência no Serviço Militar

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags ,

Um projeto de lei polêmico que tramita no Senado Federal vem dando o que falar. A proposta visa que a seleção de jovens de 16 a 18 anos, que estão ingressando no Serviço Militar, priorize famílias com renda mensal de até 2 salários mínimos e adolescentes que estejam cumprindo medidas socioeducativas relacionadas a delitos de menor potencial ofensivo. Na consulta pública disponível no site do Senado, a maioria se demonstra contra o projeto. Ao todo, 3.084 não concordam e 1.372 votaram a favor. militar

De autoria do senador Thieres Pinto (PTB), o petebista acredita que as Forças Armadas pode ajudar tantos esses infratores como os jovens “economicamente incapazes” a encontrar uma profissão, bem como descubrirem valores importantes para a vida.

“Não podemos deixar a juventude desamparada. Aos nossos militares, que sempre cumpriram com primor as missões que lhes foram atribuídas, propomos a nobre tarefa de contribuir para formação de jovens brasileiros e tirá-los da miséria e da criminalidade”, argumentou Thieres. 

O último debate do tema aconteceu, em abril passado, na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional e aguarda, atualmente, escolha do relator. 

Fonte: Leia Já

maio
2

Exército oferece 440 vagas para o curso de formação de cadetes

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Concursos     Tags ,

Agulhas_Negras

O Exército brasileiro abriu ontem (1º) as inscrições do concurso público para o preenchimento de 440 vagas para a Escola Preparatória de Cadetes (EsPCEx), para o curso de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico. São 400 vagas para o sexo masculino e 40 para o sexo feminino.

Os candidatos devem ter nível médio completo, ter entre 17 e 22 anos de idade completados até 31 de dezembro do ano da matrícula e, no mínimo, 1,60m (sexo masculino) e 1,55m para o sexo feminino. As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de junho, no site www.espcex.ensino.eb.br. A taxa é de R$ 90.

O concurso terá exame intelectual, inspeção de saúde e exame de aptidão física. A prova objetiva será aplicada nos dias 30 de setembro e 1º de outubro. O curso, de nível superior, será realizado em cinco anos, em regime de internato nas instalações da EsPCEx, em Campinas (SP), com duração de um ano, onde o militar em formação recebe o título de aluno. Já nas instalações da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende (RJ), estudará quatro anos, onde o militar em formação receberá o título de cadete.

Durante a realização do curso na Aman, o cadete do sexo masculino optará por um dos seguintes cursos: infantaria, cavalaria, artilharia, engenharia, comunicações, intendência e material bélico. A cadete do sexo feminino, no processo de escolha, somente poderá optar pelos cursos de intendência ou de material bélico.

Foto: Aman

dez
7

SOLDADO DO EXÉRCITO CONFESSA HOMICÍDIO EM OLINDA

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , , ,

O soldado do Exército suspeito de ter matado a facadas um homem de 39 anos em Olinda, compareceu à delegacia na tarde da terça-feira (6). De acordo com a delegada Gleide Angelo, ele confessou o crime e alegou legítima defesa, acompanhado por um advogado. Segundo a polícia, o soldado mantinha um relacionamento amoroso com a vítima, mesmo namorando uma mulher. O crime ocorreu na noite do domingo(04).

img-ocorrencia-policial

Em depoimento, ele disse que iniciou o relacionamento com a vítima, mas que tinha se arrependido logo em seguida. Ele também alegou à polícia que sofria ameaças sempre que tentava terminar o envolvimento. “Ele [o soldado] fala que a vítima não aceitava e dizia que o mataria se terminasse”, contou a delegada.

O homem foi morto no quintal de casa, no bairro de Ouro Preto, em Olinda. O soldado teria ido ao local para pôr um fim definitivo na relação. “Ele diz que foi no domingo determinado a terminar o relacionamento. Ele teria conseguido, mas quando virou de costas a vítima o golpeou com um soco”, apontou a delegada.

O homem de 39 anos teria, então, pego uma faca e tentado cortar o so16ldado. Eles teriam entrado em luta corporal e a faca caído no chão. “Foi nesse momento que o soldado pegou a faca e atingiu a vítima. Depois ele fugiu deixando o homem lá”, afirmou Gleide.

Mesmo com o depoimento, a delegada frisa que essa é a versão do suspeito e que precisa de muito mais para alegar legítima defesa. “Vou agora ouvir a família e os vizinhos. A vítima morava com o pai. Preciso descobrir se ele ouviu algo”, adiantou.

De acordo com a mãe da vítima, a irmã e o pai estavam na casa que fica em cima da moradia onde ocorreu o crime, quando ouviram o pedido de socorro. O homem teria gritado pela irmã segurando o ferimento no pescoço. O suspeito responde em liberdade.

Fonte: Portal G1

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
274 dias restantes.

Paixão de Cristo 2019

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 401 outros assinantes

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: