Navegando todos os artigos com a tag Feminicidio
nov
29

Juiz da Vara da Mulher de Olinda e Paulista participa de campanha de combate à violência doméstica

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Serviços     Tags , ,

A Justiça pernambucana é uma das maiores aliadas no combate à violência doméstica no Estado ao garantir à vítima medidas protetivas e outras iniciativas que coíbem o agressor. Para reforçar a rede de ações cujo objetivo é reduzir ao máximo os números desse problema social, a Associação dos Magistrados de Pernambuco (Amepe) lançou uma campanha online em que juízes ensinam à mulher agredida o caminho para se proteger.

Magistrados da Vara da Mulher de diversos municípios do Estado (Olinda, Paulista, Igarassu, Recife, Jaboatão dos Guararapes,  Caruaru, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca) explicam em um vídeo, simples e educativo, o passo a passo a ser percorrido pela vítima. O juiz Rafael Morais representou Olinda e Paulista. O foco da campanha é estimular a denúncia e fazer com que as pernambucanas saibam como se proteger, apontando os agressores para que possam ser julgados e punidos.

Idealizada pela Diretora de Comunicação da Amepe, a juíza Eunice Prado, a produção audiovisual ainda esclarece os tipos de violência que acontecem em âmbito doméstico que vão além da física: psicológica, verbal, sexual e patrimonial. Números da Polícia Militar, o 190, e da Central de Atendimento à Mulher, o 180, são destacados nos filmes, que trazem informações de delegacias e Varas da Mulher de todas as regiões citadas.

A produção marca a estreia do canal TV Amepe Pernambuco e está disponível no YouTubeA campanha dedica um vídeo apenas para o feminicídio, quando a mulher é assassinada em um contexto de desigualdade de gênero, em que a figura masculina se sente superior à feminina. 

ago
24

Polícia prende 643 pessoas em operação contra feminicídio

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

A Operação Cronos, de combate ao feminicídio e homicídio (tentados e consumados) deflagrada nesta sexta-feira (24) prendeu até o final da manhã 643 pessoas e apreendeu 61 adolescentes em 17 Estados. Quase 5 mil policiais civis em todo o país cumprem mandados de prisão. 

O presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis, delegado Emerson Wendt, informou que mais de mil prisões devem ser feitas até o final do dia. 

A Operação tem o apoio do Ministério da Segurança Pública e é coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis. A ação foi definida em julho, durante reunião com o ministro Raul Jungmann.

Segundo o ministro, a megaoperação é o exemplo, na prática, do funcionamento do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) com a integração das polícias com o Ministério Público e o Poder Judiciário que, neste caso, tem o objetivo de combater a violência (especialmente o feminicídio) e garantir as medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha.

O nome da operação, Cronos, é uma referência à supressão do tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime.

Fonte: Folhapress

fev
22

Olinda registra 117 casos de violência contra a mulher só em janeiro

Somente em janeiro deste ano, 117 mulheres vítimas de violência acionaram a Prefeitura Municipal de Olinda para denunciar os abusos. O atendimento é feito no Centro de Referência Especializado de Atendimento à Mulher Márcia Dangremon, na Rua Maria Ramos, 131, em Bairro Novo.
 

No espaço, além de realizar a denúncia, a vítima conta com uma equipe multidisciplinar formada por psicóloga, assistente social, advogada e assistentes educacionais à disposição. Os profissionais prestam apoio nos casos de violência moral, física e/ou sexual. Para ter acesso ao serviço, as mulheres podem ir, espontaneamente, ou serem encaminhadas pelas Varas da Justiça, Centro de Referência de Assistência Social ou delegacias. O atendimento é oferecido em tempo determinado, dependendo da modalidade da agressão.

“O Centro tem como principal objetivo o acolhimento às mulheres vítimas de violência, uma vez que as mesmas chegam em busca de atendimento bastante fragilizadas, então no espaço elas encontram todo o suporte necessário com uma equipe técnica qualificada nesse momento de aflição”, destacou a secretária Executiva da Mulher de Olinda, Verônica Brayner.

O espaço funciona das 7h às 19h, de segunda a sexta. Os telefones para contato são 0800.281.2008 e 3429-2707.
 
jan
11

Briga por torneira comunitária motivou feminicídio em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , , ,

Uma briga pelo uso de uma torneira comunitária motivou a morte de uma mulher no bairro de Peixinhos, em Olinda, no último dia 31 de dezembro. Jucicleide Rosa dos Santos, 43 anos, foi atingida por quatro facadas nas costas, desferidas por José Valdério de Andrade, 52, que está preso temporariamente. O caso foi apresentado pela Polícia Civil em entrevista coletiva nessa quarta-feira (10). O autor do crime será indiciado por feminicídio.

De acordo com o delegado Ivaldo Pereira, gestor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a vítima e o criminoso já tinham desentendimentos anteriores em virtude do uso da torneira, único local próximo de ambos com água potável.

No dia do crime, Jucicleide estava lavando uma galinha. De acordo com a polícia, José Valdério teria ordenado que a vítima cedesse o lugar para ele, o que foi recusado. Foi quando o homem buscou uma faca no quartinho onde morava e golpeou a mulher pelas costas. O acusado fugiu, mas deixou no local a arma do crime (uma faca de churrasqueiro) e deixou cair o seu documento de identidade, entregue por populares à polícia. 

O delegado justificou a autuação por feminicídio pelo fato de o homem ter demonstrado um comportamento depreciativo pela vítima por sua condição de mulher. O inquérito será concluído em até 30 dias. Como só foi preso no último dia 07, uma semana após o crime e fora do período em que poderia ser autuado em flagrante, a Polícia Civil pedirá que a prisão temporária do suspeito seja convertida em preventiva, sem prazo para acabar.

Fonte: Folha PE

dez
29

Três linhas de investigação para assassinato de mulher em Aguazinha

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Policial     Tags , ,

A titular da Delegacia de Homicídios de Olinda, Fabiana Leandro, trabalha com três linhas de investigação, mas admite ser grande a possibilidade de que a morte de Marcela Gomes Leite, 32 anos, seja mais um caso de feminicídio. A delegada, no entanto, preferiu não adiantar quais são as outras linhas investigadas. Marcela foi morta com mais de 30 facadas. Seu corpo foi sepultado na última quarta-feira (27), no Cemitério de Guadalupe.


Evangélica da Igreja Batista, auxiliar de ensino, Marcela sempre saía de casa por volta das 6h, o que não ocorreu na manhã em que foi morta. As últimas pessoas da família a verem Marcela com vida foram as irmãs que a deixaram em casa às 20h da segunda-feira (25), Joyce Gomes de Souza Leite, 29, Valéria Gomes, 30, e Taíza Gomes, 28. Elas voltavam de uma festa.

Marcela morava no primeiro andar de uma casa conjugada junto com a filha adolescente de 13 anos, que no dia anterior havia ido para a casa dos avós paternos. As portas foram arrombadas quando a mãe, Sônia Conceição Gomes, 51, foi chamá-la, achando que a filha havia se atrasado para o trabalho.

Desconfiada por encontrar abertas as janelas da porta que Marcela sempre mantinha fechadas, ao ver sangue, Sônia se desesperou. Chamou parentes e vizinhos que arrombaram a casa e encontraram o corpo de Marcela jogado, sem roupa, em meio a muito sangue, e a casa revirada. Vizinhos do mesmo imóvel e dos próximos disseram não ter ouvido nada. 

Do imóvel só foi levado o celular e dinheiro de Marcela, que apresentava muitas marcas de golpes de faca nos braços e mãos. O fato de não ter havido arrombamento é um dos motivos para que a hipótese de feminicídio não seja afastada. Um suspeito foi conduzido à delegacia, prestou depoimento e foi liberado. Outro suspeito informou que se apresentaria com advogado. A polícia tenta identificar e um terceiro suspeito.

Fonte: Diário de Pernambuco

set
1

Mulher morta em Maria Farinha já tinha sido enterrada viva pelo marido

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , ,

O marido de uma mulher encontrada morta em um terreno baldio de Marinha Farinha, em Paulista, é apontado pela Polícia Civil (PCPE) como o autor do crime. A conclusão do inquérito que investigava o assassinato da dona de casa Maria Thainá Araújo dos Santos, 20 anos, ocorrido em maio deste ano, foi apresentada ontem (31).

assassinoO mototaxista Wenderson de Oliveira Carneiro (foto), 34 anos, foi indiciado por homicídio qualificado, com o agravante de feminicídio. O acusado, inclusive, meses antes do assassinato, já havia enterrado a esposa viva na casa onde eles viviam em Campina Grande, na Paraíba.

Segundo a PCPE, a vítima foi morta por asfixia no dia 16 de maio deste ano e deixada em um terreno baldio. O corpo estava com os pés e a mãos amarrados, mas não tinha perfurações de bala, nem sinais de agressão física. De acordo com o delegado Álvaro Muniz, titular da Delegacia de Maria Farinha, o suspeito, natural de Campina Grande (PB),  está preso, temporariamente, desde o dia 02 de agosto pelo homicídio, na Penitenciária de Campina Grande, onde aguarda a decisão da Justiça de Pernambuco. 

O delegado explicou que no dia do crime, Maria Thainá enviou uma mensagem para a mãe, dizendo que o marido queria matá-la. Em seguida, ela não falou mais. Nesse mesmo dia, a filha do casal, uma menina de dois anos de idade, foi deixada na porta da casa da avó, localizada no bairro do Janga, também Paulista.

Wenderson, disse o delegado, já tinha passagem pela polícia paraibana por tráfico de drogas e violência doméstica. Segundo a investigação, o casal residia em Campina Grande, e os vizinhos relataram que Thainá sofria violência. Em um dos depoimentos, o delegado ficou sabendo que, meses antes de matar a esposa, o companheiro chegou a enterrá-la viva.

Fonte: Folhape

ago
25

Acusado de matar modelo e manter enteado refém em Olinda é condenado a mais de 30 anos de prisão

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Durante julgamento realizado nesta quinta (24), Emerson Du Vernay Brandão foi considerado culpado pelo assassinato da modelo Danielle Solino Fazanaro, de 35 anos. Pelo homicídio ocorrido em 2013 e também pelo crime de cárcere privado do enteado, que tinha 9 anos na época e foi mantido refém, o réu foi condenado a 33 anos e 4 meses de reclusão, em regime fechado, e a 1 ano e 2 meses de detenção em regime semiaberto.

tatuador

A condenação pelos crimes praticados dentro do apartamento em Olinda onde Emerson morava com as vítimas foi composta pelas seguintes penas: 20 anos e 6 meses por homicídio qualificado, em razão de impossibilidade de defesa da vítima; 4 anos e 6 meses por cárcere privado do enteado; a 1 ano e 2 meses mais 20 dias/multa por utilização de documento falso; 3 anos e 2 meses mais 20dias/multa por disparo de arma de fogo em lugar habitado; e 5 anos e 2 meses mais 20 dias/multa por porte de arma de fogo de uso restrito.

A sentença foi apresentada pela juíza Flávia Fabiane Nascimento Figueira, na Vara do Tribunal do Júri de Olinda, por volta das 19h40, após quase dez horas de sessão. “O cumprimento inicial da pena deve ser em regime fechado. A defesa informou que vai recorrer da decisão”, informou o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) por meio de nota.O julgamento, que teve início por volta das 10h30 após mais de uma hora de atraso, foi marcado por um protesto. Parentes e amigos se reuniram em frente ao Tribunal do Júri de Olinda para pedir justiça. Com cartazes e camisetas com o rosto de Danielle estampado, o grupo reivindicava pena máxima a Emerson, que chegou ao local por volta das 9h em um carro do sistema prisional. Ao ver o homem que matou a sua filha, a mãe da modelo desmaiou. Acudida por populares, ela passa bem. 

Fonte/Imagem: Portal G1

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de março de 2019
78 dias restantes.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: